História Twice on Crack - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Red Velvet, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Crack, Twice
Visualizações 219
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Pão


Fanfic / Fanfiction Twice on Crack - Capítulo 7 - Pão

Sebastião: q dia eh hoje?

Piranha da Colgate: o mesmo de semana passada

  Sebastião: affs

  Simpson: ai ta chuvendo uhul

  Poste Ambulante: lá vem ela botar aquelas músicas triste

   Simpson: ta bom n vou botar

   Poste Ambulante: amém

   Simpson: vou botar calypso no ultimo volume pras minhas vizinhas reclamarem haha

   Dora Aventureira: ah não mainha

   Poste Ambulante: vc ta falando das blackpink nossas vizinhas?

    Simpson: tem outras?

    Poste Ambulante: não

    Bolsonaro: já to vendo a jisoo vim bate aqui na porta de casa aff

    Piranha da Colgate: deixa elas baterem, a casa eh nossa e a gente bota o que nos quiser

    Branca de neve: Nayeon ta doidinha pra trazer discórdia.

     15 minutos depois...

   Alguem bate na porta Mina vai até lá e abre.

       –Oi Jisoo

       –Que oi o que! Eu quero que vocês abaixem a porra dessa música.

        – A mainha disse que não vai tirar!

        –Ela não vai tirar é?–Mina balançou a cabeça em confirmação– Bora ver

      Jisoo entrou empurrando mina logo recebeu atenção de todas que estavam na sala, jihyo abaixou o som, e Jisoo deu glórias ao céu.

          –Finalmente!

      –Que é isso? Entrando na casa das pessoas desse jeito ainda derrubou minha filha.

 –Se você abaixasse um pouquinho esse som talvez isso não teria acontecido

           –Oia pá isso!–Jihyo colocou as mãos na cintura– A bixa ainda que ter autoridade.

       – Mainha sai da casa delas– Lisa gritou do lado de fora.

        – Lisa sua magrela eu disse que você ta de castigo, pq saiu do quarto?

        – Pq a jennie falou que eu já tava liberada.

         – Que? A jennie disse isso?– Lisa balançou a cabeça confirmando– Cadê a Rosa?

      – A rosé foi comprar pão como a mainha mandou!

      – Pelo menos ela é obediente.

     – Mainha mainha, eu quebrei o seu vaso sem querer– Chae desceu as escadas já chorando

     – Meu vaso? O de porcelana?

           –Sim

     – Dale nela mainha– disse sana brotando

        – Chae sua....

       – Eu disse que não era pra ela jogar bola no seu quarto mais ela não me ouviu– Brotou logo Momo

      – Mentira foi ela que teve a idéia.

           – Momo...

        – Acalme- se senhora, não vamos se exaltar– Rio nervosa.

           – Jisoo– Berrou jihyo

        – O que é?– Berrou mais alto

    – Sai da minha casa agora– Foi até a porta.

      – Eu saio mesmo dessa casa de loucas– Andou até a porta.

        – E só pra você saber eu vou botar calypso bem alto pra todo mundo ouvir.

      – Bota! Eu vou botar Aviãos do Forró no volume maximo aqui em casa.

           –Tchau!

     Jihyo fechou a porta com brutalidade, logo olhando para Momo e Chae.

        – Vocês duas...

    – Aaaaa eu vou apanhar– Chae correu.

         – Calma mainha, calma

       Jihyo foi tirando seu cinto e Momo ameaçou correr.

         – Se correr vai ser pior.

         – Se eu fosse você eu corria momo–Tzuyu disse sentada na cadeira de pernas cruzadas tornando um suco de uva.

   – Aaaaaaaaa– Momo começou a correr e Jihyo correu logo depois.

          – A idiota ainda corre!

  – Gente cadê a mina?–Perguntou Dahyun.

 Alguem bateu na porta novamente, Jeongyeon atendeu

          – Ou ginti viltei

          –Ai mina fala direito.

     – Onde você pegou esse pão?– Perguntou Nayeon

           – Foi a Rosé que me deu.

       – Sua pobre fica pedindo pão pras pessoas –Sana revirou os olhos

          – Oi gente! Vocês querem pão?– Brotou Rosé com uma sacola cheia de pão

           – Ai eu quero dois– Disse sana.

          Todas olharam para ela cruzando os braços.

           – Pão é bom né pessoal?–Rio nervosa.

                

    

          

     

       

       

 

  


Notas Finais


Amo pão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...