1. Spirit Fanfics >
  2. TWINS - yizhan >
  3. O segredo veio a tona.

História TWINS - yizhan - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - O segredo veio a tona.


— Você é tão cínico, caralho Yibo. Você só apareceu para causar problemas a Bei, como sempre faz. Sua consciência não pesa quando vai dormir? — Wenhan, diz.

— Não, claro que não. Nesse hora eu faço coisas mais interessantes do que sentir o pesar na consciência. — Respondeu. Era de se esperar, Wang Yibo realmente não tinha papas na língua e isso não era tão ruim.

Li Wenhan, seu primo, o da festa de família, apareceu na casa de seus pais. Claramente exaltado e um tanto chocado com a situação atual de seus primos, Bei era tão calmo, porque ter um irmão assim? Ou um namorado sem vergonha como Xiao Zhan?

Os dois rapazes envergonharam sua familia de uma forma quase inacreditável. Alguém misterioso e próximo da família havia vazado algumas fotos íntimas de Wang Yibo ao lado de Xiao Zhan, em lugares que eles jamais saberiam que estavam sendo flagrados juntos ou mais.

As fotos se encontravam em todas redes sociais possíveis, e isso fez a situação piorar mais ainda. Por outro lado, Xiao Zhan recebia algumas mensagens de ódio sem saber os motivos reais para aquilo. Mas se lembrou do bilhete recebido por Jili na sua faculdade e após ler e ver uma foto que estava enrrolada no papel, ficou altamente sem-graça e com vergonha.

"Eu sei, sei de tudo, Zhan-ge. Sei de todas às vezes que saiu com ele, sei também que anda trasando com ele em lugares públicos. Isso é nojento! Eu esperei muito mais de você, sabia? Achei que fosse diferente dele, diferente dos outros, mas não passa de uma cadela fútil e asquerosa. Se bem que, vocês dois combinam bastante." Realmente – agora – o bilhete fazia sentindo. A foto meio amassa foi a mais chocante ainda, e quase impossível de dizer que era falsa.

A foto tinha sido tirada no dia da corrida, na qual Bei havia ligado para si perguntando-o aonde Yibo estava se enfiando, e Xiao Zhan mentiu na cara dura. Na verdade o Wang de cabelos azulados estava ao seu lado, o agarrando e ele sequer sequer afastou-se do mais novo. E sim, eles fizeram algo, e a fotografia foi tirada neste momento.

Pela tarde, Xuan Lu o ligou diversas vezes e o rapaz decidiu não atender, nem mesmo seus pais. Já ao anoitecer, a menina apareceu na porta de sua casa acampanhada por Zhuocheng, que parecia querer confortá-lo – mas ele era forte o suficiente, cumprimentando-o apenas com um aperto de mão.

— Eu sinto muito por isso. Yuchen, tirou print e me enviou mais cedo. — Como ele não tinha visto isso mais cedo? Xiao Zhan engoliu em seco, segurando-se para não entrar em desespero, os dois amigos perceberam e tentaram o confortar.

— Não se preocupem, com isso. Eu estou bem, ok? Estou ótimo. — Sua voz carregava angústia e vergonha por ser exposto desta forma.

Ω

— Qual foi o sentido disso? — Yibo parecia revoltado, não por ter sua imagem revela desta forma, mas porque Xiao Zhan parecia sofrer mais que ele. Li Wenhan havia mandado algumas fotos, e céus, o seu sangue apenas ferveu ao ver tudo aquilo. Agora Bei, aparece na sua frente como um anjo, se fingindo. — Incrível, depois eu sou o desgraçado, não é mesmo?

— O que eu fiz? — O acastanhado o olhou de cima abaixo, com seus braços cruzados e um olhar confuso(?) no rosto. — Saiba que eu não sei de nada, Xiao Zhan não me disse o que está acontecendo.

— Você engana todos com esse seu olhar, sua personalidade. Sempre dando uma de bonzinho na frente de todos, — Disse, Yibo. Bei por outro lado, apenas apontou para si mesmo, indignado. — mas infelizmente, você consegue ser pior que eu, em todos os sentidos.

Os dois irmãos se entreolharam, como se fuzilassem um ao outro com apenas um olhar. O Wang de cabelos azuis sabia de muitos podres de seu irmão, de certa forma, era mais um dos motivos para não se darem bem, talvez na próxima vida possam ser amigos, porque nesta estava fora de cogitação. Bei, soltou uma pequena risada, ganhando um olhar confuso do outro.

— Tá rindo do que?

— De você, de quem mais EU iria rir? — O azulado mordeu os lábios com força, ele realmente estava se segurando para não acerta um soco certeiro na boca do outro. Bei estava pedindo para isso.

— Pensei que gostasse dele?

— Eu gosto, mas às vezes, precisamos aprender uma lição. — Com os braços cruzados, Bei dizia. — Neste momento, Xiao Zhan deve esta pensando que foi  você que arrumou alguém para tirar essas fotos, e claro, ele vai se afastar de você. E como sou o único para consolá-lo, aqui.

— Vai se fuder, Bei. Seu maluco de merda. — Yibo pegou suas coisas sobre a mesa da sala, e saiu pela porta a fora, Bei gritava dentro de casa e isso o deixava cada vez mais irado.

Wang Bei tinha seus surtos, como todos. Yibo sabia que errou muitas vezes em sua vida, como da vez que roubou o primeiro "amor" de seu irmão, e quando ele descobriu a verdade fez o mesmo alvoroços que fazia agora. Realmente, Yibo não sabia que uma dor de crono podia deixar seu irmão tão exaltado, mesmo que fosse pela segunda vez. O azulado até deixou uma risada escapar, mas logo ficou sério. Xiao Zhan estava em maus bocados por sua culpa e sua consciência pesava muito sobre isso.

Quando chegou perto da casa do rapaz mais velho esperou alguns minutos, tentando tomar coragem – essa que decidiu fugir de si quando viu o moreno aparecer na porta, despedindo-se de seus colegas da faculdade. O Wang não desejava ganhar um tapa ou um soco certeiro em seu rosto de ambos colegas, de Xiao Zhan até valia a pena.

Os dois amigos viraram para outra direção e aproveitando a deixa, o azulado correu em direção a porta do outro, batendo algumas vezes.

— Esqueceram alguma coisa? — Xiao Zhan dizia ao abrir a porta, Yibo abriu um sorriso quando seu olhos se encontraram e bem, o mais alto não parecia nada contente com que via na sua frente, deixando em seu rosto uma expressão de raiva. — Desculpa, preciso arrumar minhas coisas.

— O que? Pera aí, gatinho. — O azulado colocou a mão na porta, segurando a vontade de xingar baixinho pelos seus dedos sendo amassados. — O que eu fiz para você? Eu não faria nada de errado com você, gatinho.

— Mas fez! — Xiao Zhan gritou em seu rosto, alto e claro. E agora com a porta aberta, Yibo pode ver claramente o rosto do mais velho vermelho, enquanto acariciava seus dedos doloridos. — Eu sabia que você ia fazer isso, que droga! Eu estava começando a gostar de você, de verdade. Como conseguiu fazer isso, e não vem mentir pra mim, você mesmo disse que contaria a ele o tínhamos feito. — O moreno não chorava, mais parecia um pouco mais exaltado, ela pela primeira vez, Yibo o via desta forma.

— Eu nunca iria fazer isso, eu só falava aquilo para ficar próximo de você. — Disse o de cabelos azuis, tentando por fim acalmá-lo. — Bei que fez isso!

— É, eu tô vendo! Adeus. 


Notas Finais


Obrigado por lerem!

Edit: Leiam minha nova one de yizhan!

https://www.spiritfanfiction.com/historia/boneco-robotico-21737603


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...