1. Spirit Fanfics >
  2. Two hearts in one home - Kim Jinhwan >
  3. 15 - Amy with Ikon

História Two hearts in one home - Kim Jinhwan - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Oii gente!

Voltei com um capítulo meio curtinho, por conta disso eu vou acabar postando mais um hoje.
Quando postei essa história não esperava que tivesse outras pessoas além de mim que a leriam, então não sei muito bem o que dizer aqui, posso me considerar alguém tímida para isso rs.
Enfim de qualquer forma sou grata a vocês pelos comentários isso me deixa toda felizinha nem sei como agradecer kkkkk

Boa leitura!

Capítulo 15 - 15 - Amy with Ikon


Fanfic / Fanfiction Two hearts in one home - Kim Jinhwan - Capítulo 15 - 15 - Amy with Ikon

____

"Esta vai ser uma noite longa, ainda está cedo demais para voltarmos para casa
Esvaziem seus copos, mantenham essa vibe quente"

B-day - IKON

____

-Não. - fui sincera - mas imagino que vocês sejam os amigos de Jinhwan né? - perguntei e os vi assentir - ah que ótimo, entrem por favor - dei espaço para que eles entrassem e assim fizeram, cada um que passava por mim fazia uma breve reverência.

 -Já me chamaram de muitas coisas mas nunca fui chamado assim - disse sorrindo o que havia falado comigo, ele estava dirigindo tal comentário para um cara de cabelos compridos como o de Hanbin.

 Eles não tinham nada a ver com o que eu havia imaginado na minha cabeça. Pensava que todos eles seriam idênticos, em um padrão, e com os cabelos negros, mas na verdade não era nada disso.

 Em primeiro lugar, todos eles eram mais altos do que eu imaginava, pensei que todos tivessem a altura de Jinhwan, na verdade não sei direito porque pensei isso. Todos pareciam também ser tão jovens quanto o nanico, entretanto eu sabia que Jinhwan era bem mais velho do que aparentava ser, - quem olhasse para ele, poderia jurar que ele possuía minha idade - então, acreditava que talvez eles fossem mais velhos que o nanico.

 -Hanbin já chegou, ele está no andar de cima - expliquei um pouco acanhada. Eles apenas acenaram com a cabeça e continuaram a observar a casa.

  -Ah trouxemos soju - o mesmo garoto que havia falado comigo disse.

 Ele apontou para as sacolas que estavam nas mãos de um garoto alto de cabelos negros -o único que possuía essa coloração no cabelo- e bochechas salientes. O restante das sacolas estavam nas mãos de outro cara, que tinha os cabelos claros e um tanto compridos.

 -Vocês podem deixar isso em cima da bancada, se quiserem - falei sobre as sacolas pretas em suas mãos. - Hanbin trouxe cerveja. -passei a mão na maldita caixa que eu ainda não havia conseguido tirar do lugar.

 -Oh que bom, Chanwoo gosta de cerveja - o de cabelos compridos avisou.

 Não sabia quem era Chanwoo mas deduzi ser o garoto de cabelos negros pois ele sorriu tímido e balançou as mãos.

 -Você falando assim não me dá uma boa primeira impressão - comentou um tanto baixo. Vi seus olhos correrem rapidamente por mim, parecia estar checando o que eu achava da ideia.

 -Chanwoo e um pouco tímido - disse o cara mais falante dos quatro. Os outros dois pareciam estar pegando no pé de Chanwoo.

 -Está tudo bem eu também tomo cerveja - comentei colocando a mão na cintura. 

 -Oh e soju? - o garoto de cabelo comprido perguntou, balancei as mãos negando.

 -Não… Na verdade, e-eu nunca tomei - afirmei novamente. Eles pareciam um tanto chocados com a informação, exceto um cara com o cabelo tingido de vermelho, este se aproximou da bancada de onde eu estava com o olhar sobre mim.

 -Você está falando sério? - perguntou animado, dei um passo para trás um tanto surpresa com seu jeito, não consegui dizer nada apenas assenti. Geralmente eu era esse tipo pessoa - Que legal. Você é de onde? - mudou de assunto, analisando meu rosto.

 -Eu vim do Brasil - comentei sem desviar o olhar dele.

 -Me desculpa pelo jeito de Bobby, ele é assim mesmo - o cara falante disse.

 Bobby estava debruçado sobre minha bancada enquanto olhava o garoto falar sobre ele. Seu rosto se virou olhando para mim, um sorriso preguiçoso brotou em seu rosto. Ele tinha um jeito despreocupado mas sentia intensidade em seu olhar.

 -Prazer eu sou Kim Jiwon, mas me chame de Bobby - apertei sua mão que estava estendida para mim, assim como a de Jinhwan, ela era quente.

 -Prazer conhecer você, quer dizer vocês - comentei um pouco nervosa - Será que teria como vocês me ajudarem a guardar essas coisas na geladeira? Estou tentando tirar a caixa de cima da bancada, mas… Não consegui - dei os ombros meio sem graça.

 -Claro, eu ajudo - Bobby puxou a caixa de cima da bancada com tanta facilidade que me deixou chocada.

 -Me deixa ajudar também - o garoto de cabelo comprido se aproximou quando abri o freezer para colocar as cervejas.

 -Jinhwan ainda está trabalhando? Quero dizer, vocês viram ele lá? - perguntei aos dois que estavam ao meu lado.

 -Não se preocupe cuidamos da fadinha - Bobby comentou enquanto segurava a caixa, para que eu e o outro garoto pegássemos as cervejas.

 -Por que chamam ele de fada? - perguntei rindo.

 -Por causa da sua altura, Jinhwan-hyung é pequeno e fofo - comentou o cara de cabelo comprido, seu jeito de falar era bem expressivo, o que se tornava mais fácil para mim para entender o que ele dizia.

 Parece que esse garoto também era mais novo que o nanico, afinal o chamava de hyung, assim como Hanbin fazia.

 -O que fizeram com ele? - perguntei sorrindo, o nanico era muito fofo mesmo sem perceber.

 -Junhoe saiu da empresa com ele, dando a desculpa de que queria ajuda para algo - comentou o cara falante, ele e Chanwoo estavam sentados nas banquetas - June é muito bom em distraí-lo.

 Esse era o cara que havia trazido Jinhwan aqui quando o nanico se mudou.

 -Acho que cheguei a conhecê-lo. - afirmei.

 -Como vamos fazer o jantar? - o garoto sentado voltou a falar - você quer cozinhar? - perguntou para mim, penso que ele achava que eu iria cozinhar por ser a dona da casa.

 Ia abrir a boca para tentar dizer que eu não era muito boa na cozinha, quando Hanbin surgiu na minha pequena cozinha anunciando:

 -Melhor deixar ela longe da cozinha - parou entre os dois garotos sentados. Olhei feio para ele e ele sorriu em resposta, Hanbin vivia me enchendo o saco pois sabia que diferente de Jinhwan eu caia em suas provocações baratas - decidimos que seria melhor você cozinhar hyung - comentou passando o braço ao redor do cara de cabelo mais claro.

 Os dois garotos pareciam animados ao ver Hanbin ali, abraçaram ele perguntando se o mesmo estava bem. 

 Quando Hanbin entrou dentro da cozinha já havíamos esvaziado a caixa. O garoto de cabelos compridos deu um abraço apertado em Hanbin enquanto estava com um sorriso fofo no rosto. Ao se aproximar de Bobby os dois trocaram um toque de mãos e um abraço mais rápido, Bobby perguntou como Hanbin estava um tanto baixo, mas como estava próxima pude ouvir.

 -Tudo bem eu posso cozinhar se não tiver problema - falou se dirigindo a mim.

 -Ah sem problemas, minha cozinha é sua - disse sorrindo e recebi um aceno seu de volta - Jinhwan, não me contou muito sobre vocês então, eu não os conheço direito… sinto muito - comentei me lembrando da pergunta estranha que havia escutado quando abri a porta para eles. Penso que eles acharam que eu saberia quem eles eram pois Jinhwan teria me contado, porém ele não o fez devidamente, não sabia nem o nome deles, apenas de Hanbin e Junhoe.

 -Não seja por isso, me chamo Song Yunhyeong - o cara falante disse sorridente quando me aproximei da bancada para alcançar as sacolas com soju.

 -Yun… - parei por um momento tentando pronunciar seu nome.

 -Me chame apenas de Song se achar melhor - acenou com as mãos, como se entendesse minha confusão inicial.

 -Meu nome é Chanwoo - o garoto tímido ao lado dele se pronunciou erguendo a mão.

 -Eu sou Donghyuk - o outro disse animado antes que pudesse dizer qualquer coisa.

 -É um prazer conhecer vocês, eu sou a Amy - respondi entregando as garrafas verdes para Donghyuk. Repeti seu nome várias vezes na mente para que eu não errasse na hora de falar.

 -Então como vamos fazer? - Hanbin perguntou esfregando as mãos, já estava todos os convidados ali (menos Junhoe).

 (...)

-Aigoo você é tão invasivo com essa câmera - Song comentou ao meu lado, olhei para ele e vi Hanbin rir enquanto apontava a câmera próxima ao seu rosto.

 -É que você é muito bonito. 

 -Acho que Jinhwan esqueceu a filmadora em casa, ele queria gravar vocês e o depoimento de cada um sobre seu aniversário - comentei enquanto terminava de lavar a cebola que Yunhyeong havia pedido.

 Estávamos na cozinha, havia dito a Song minha ideia de fazermos churrasco, já que eu possuía os utensílios necessários e havia comprado a carne e alguns acompanhamentos para prepararmos -Jinhwan havia me contado ser sua comida favorita. No momento, tinha perguntado para Song se daria certo colocar anéis de cebola na grelha, nunca tentei mas adorava comer carne com cebola. Estava tentando ajudar ele a cozinhar, iniciei apontando para o local de cada utensílio que ele pedia e agora me prontifiquei a cortar alguns legumes.

 Enquanto nós três conversávamos, Bobby estava enchendo o copo dos dois garotos sentados nas banquetas.

 -Então vamos fazer isso pelo hyung - Hanbin disse olhando para a tela da filmadora - vamos começar pelos mais velhos, Yunhyeong por favor, uma mensagem que você queira deixar ao Jinhwan? - perguntou categórico.

 Song antes de dizer qualquer coisa, iniciou com um aegyo, senti vergonha por ele e me afastei no mesmo instante, tentando controlar minha careta que eu sabia que estava fazendo. Não era muito comum eu ver homens fazendo aegyo, então ficava um tanto envergonhada com isso.

 -Experimenta - Bobby me entregou um copinho pequeno com um líquido transparente, quando me aproximei da bancada

 -Vocês costumam servir nesses copinhos? - perguntei e vi Chanwoo acenar como resposta. Era tão estranho, mas deduzi que o líquido era tão forte quanto vodca. Tomei tudo de uma vez só, esperando um gosto tão ruim quanto o gosto de tomar vodca pura vir, mas não aconteceu, na verdade era bem gostoso o sabor  -Nossa é muito bom - disse na mesma hora e vi os três sorrirem com a aprovação - ah, vocês querem colocar uma música? - perguntei e todos na cozinha concordaram.

 Hanbin se aproximou da bancada com a câmera em mãos, enquanto isso me afastava indo até a sala e ligando a tv para que conectassem os celulares.

 Ao voltar para onde estava, Hanbin já tinha fechado a filmadora e por um instante todos me encararam sem dizer nada.

 -Vocês podem escolher o que escutar… - disse um tanto baixo, me sentia estranha recebendo tantos olhares.

 Bobby foi quem teve a primeira iniciativa de transmitir do celular para a tv. A música escolhida por ele era completamente diferente do que eu imaginava dele, esperava que tocasse algo relacionado ao kpop, como as músicas que Jinhwan havia me mostrado mais cedo, mas me surpreendi com a escolha.

 -Ah eu adoro essa música - disse após tomar mais um gole de soju que Hanbin havia servido para mim.

 -Conhece esse cantor? - perguntou Bobby surpreso.

 -Algumas músicas sim - comentei com um sorriso - pensei que vocês escutassem mais kpop como Jinhwan.

 -Nós escutamos - Song disse dando uma pequena risada.

 -Jinhwan disse isso pra você? - perguntou Hanbin.

 -Sim ele até me mostrou alguns mvs, se vocês quiserem colocar eu não me importo - comentei mesmo que não fosse meu estilo musical favorito, eu não me importava em ouvir.

 -Girl groups! - Donghyuk disse animado após colocar o copinho vazio na mesa enchendo-o.

 -Você não é daqui né? - perguntei a Bobby curiosa. Seu estilo era um pouco diferente, mesmo que ele e Hanbin fossem parecidos. Bobby parecia mais tranquilo ao falar comigo, enquanto os outros -até Song que era o mais falante- pareciam seguir alguns costumes e se mostraram um tanto tímidos comigo no começo.

 -Eu nasci na Coreia, mas morei alguns anos nos Estados Unidos - explicou fazendo um gesto com a cabeça e dando um sorriso de lado - mas eu não vou para lá já tem um tempo.

 -Entendo.

 -Você gosta de que tipo de música Amy? - Donghyuk perguntou.

 -Amy gosta de rock n' roll - Hanbin respondeu por mim erguendo o dedo indicador e o mindinho imitando o sinal de mãos que eu sempre fazia - ela até toca em uma banda, uma verdadeira estrela do rock - falou convencido. Não estava entendendo onde Kim Hanbin queria chegar, mas estava morrendo de vergonha por dentro, por fora mantive um sorriso amarelo e comecei a negar:

 -Esta exagerando - fuzilei ele com o olhar e o mesmo me deu mais um de seus sorrisos cafajestes.

  -Mas você toca em uma banda mesmo? - perguntou Yunhyeong do outro lado.

 -Toco, na verdade fazemos só alguns covers.

 -O que você toca? - Donghyuk perguntou.

  -Guitarra - eles exclamaram contentes.

 -Isso é tão maneiro - Chanwoo comentou - Bobby-hyung também toca - apontou para o mais velho no qual dirigi minha atenção.

 -Igreja e você? - deu os ombros explicando onde aprendeu.

 -Escola - respondi simples e o vi dar um sorriso.

 Eles continuaram outro assunto ao redor da bancada, enquanto eu enchi um copo com cerveja e levei até Song que estava temperando a carne. Decidimos por deixar marinando e terminar os acompanhamentos, assim quando Jinhwan chegasse nós começarmos o churrasco.

 -Gente, Junhoe acabou de mandar mensagem - anunciou Chanwoo olhando para o celular - ele disse que chega em dez minutos.

 -Melhor terminarmos logo - Song disse, chamando todos que estavam ao redor da bancada para ajudar.

 O processo foi um pouco complicado, Bobby Donghyuk e até mesmo Chanwoo eram um tanto barulhentos, viviam fazendo piadinhas e não se concentram muito, mas logo terminamos tudo com êxito.

 -Um carro parou aqui, acho que são eles - comentei olhando a janela da sala ao pausar a música - apaguem as luzes! - corri até a cozinha onde o bolo estava.

 -Meu deus, onde você esconde os interruptores? - Song reclamou enquanto dava voltas pela pequena cozinha - Achei.


Notas Finais


Esse foi um capítulo mais de interação da Amy com o Ikon e espero que tenha descrito os meninos da forma que eles realmente são na vida real. É meio complicado isso mas espero estar fazendo um bom trabalho. Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...