1. Spirit Fanfics >
  2. Two in a million >
  3. Capítulo 14

História Two in a million - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii♥️
Pessoal, eu sei que eu havia postado um capítulo á minutos atrás, mas ele estava sem pé nem cabeça, por que falava sobre Laura descer as escadas, correr e tals, mas esqueci do detalhe que ela está de cadeira de rodas.
Então por favor me perdoem pelo erro, eu tentei reescrever mas não está tão grande como o antigo por que eu não havia copiado (eu sou muito cabeça avoada mesmo 🤦) então eu apenas peguei as partes que eram mais importantes.. então realmente não está grande coisa, é um capítulo bem menor que os outros.

Mas para compensar, eu ja estou escrevendo um novo e pretendo postar hoje. Espero que possam me perdoar pelo erro.

Capítulo 14 - Capítulo 14


Fanfic / Fanfiction Two in a million - Capítulo 14 - Capítulo 14

Pov Ross



_Vamos logo, estou preocupado com a Laura- digo levando comigo um rodo com um pano, e Ryland um balde cheio de água

_o que será que ela que ela tem?- ele pergunta me fazendo pensar.

_eu não faço ideia, mas o que quer que seja depois vou levá-la ao hospital.

_tem muito tempo que ela está vomitando??

_que eu saiba não, só vi ela fazendo isso hoje. Vamos logo!

Subimos as escadas que dá pro quarto dela e estava vazio, elas devem estar no banheiro ainda.

Eu e o Ry limpamos o líquido e nos sentamos na cama. Algo me chamou a atenção.

Peguei a embalagem escrito "teste para gravidez", e dentro havia um aparelhinho que decide sua vida. Nas instruções, estava escrito que um risquinho era "negativo" e dois eram "positivo". Eu não queria acreditar que aquilo era verdade ela disse pra mim que tomava pilula!!

Ouço uma porta sendo aberta e me deparo com a Laura olhando atentamente a mim surpresa e com medo que está evidente em seus olhos.

_teste de gravidez?- pergunto com uma rouquidão, sério.

_R-Ross e-eu pretendia te c-contar s-só que ..

_teste de gravidez- falei com o mesmo tom que antes- QUE MERDA É ESSA LAURA?!- grito alterado.

_ROSS!- Meu irmão caçula me repreende ficando na minha frente, olhando no fundo dos meus olhos com aquele olhar " olha bem o que você vai fazer".

Encaro a Laura pela lateral dele e a vejo com medo. Apesar de termos feito esse pequeno acidente digamos, eu não posso culpá-la por algo que ela não fez. A responsabilidade foi minha, eu que coloquei um filho nela. Então.. acho que também devo carregar este peso nas costas.

Respiro fundo e passei pelo Ryland indo até ela, mas a mesma se afasta alguns passos.

_me desculpa. Eu só fiquei surpreso

_bela maneira de ficar surpreso- sussurra a Rydel e a encarei, mas a mesma só levanta as mãos em rendição.

_eu ainda vou fazer o teste. Talvez eu não esteja grávida.- ela fala esperançosa e como eu entendo. Temos 24 anos, mas não era nosso plano ser pais pais agora, talvez só depois. Ainda temos compromissos para fazer, um filho agora seria uma pedra no meio do nosso caminho.

_nós esperamos vocês lá embaixo, quando já souberem nos avise- fala a Rydel puxando a mão do Ryland, e eu puxei a mão da Laura na direção do banheiro.

Ela fez tudo o que a instrução pedia e agora falta esperar os 5 minutos. Nos sentamos, ela na privada e eu no chão e ficamos nos encarando por um tempo, sem coragem e sem saber o que falar um pro outro.

_o que vamos fazer Ross?- ela me pergunta com a mesma fala que rodeava minha cabeça a segundos. Pensei um pouco e só abaixei a cabeça.

_eu não sei nem o que dizer- falei sem graça suspirando, deitando minha cabeça contra a parede.

_vamos ser pais..- ela sussurra e por causa do eco eu entendi perfeitamente. Encaro ela por alguns segundos.

_sabe, eu sempre imaginei sendo pai um dia. Só não sabia que iria ser agora.- despejei sincero.

_já pensava em ser pai?- ela pergunta sorrindo

_é claro. -solto um sorriso involuntário e suspirei me sentando direito no chão, abraçando minhas pernas- a sensação de ser pai deve ser boa.

_também penso assim.- ela olha os minutos no relógio e faz uma careta, sinalizando que ainda faltava muito.- eu não sei se estou pronta pra ser mãe. E-eu estava pensando hein..

Imediatamente, me levanto indo até ela e pegando em seu rosto fazendo me encarar.

_não. Isso é uma responsabilidade nossa, não devemos culpar uma vida por algo que nem fala.

_nem sabemos o resultado ainda, como pode ter certeza que tem um filho dentro de mim?

_por que.. eu já estou sentindo a sensação de ser pai- falei sorrindo e ela ficou na sua. Voltei ao mesmo lugar que antes e logo ouvimos o barulho do despertador, dizendo que estava na hora.

_pronta?- perguntei me levantando do chão e encarando o aparelho virado de maneira que não víssemos o resultado.

_quer ir primeiro?

_okay- respondi suspirando e peguei o aparelho. Contei 3 segundos na minha mente nervoso e virei.

Eu estava certo. Meu instinto estava certo. Laura carrega um filho meu dentro de sua barriga e logo senti meus olhos lacrimejarem.

_deixa eu ver!- ela pega o aparelho da minha mão, e logo ela começa a chorar também. Senti uma das minhas lágrimas descerem pelo rosto e abracei a Laura. Ela estava grávida, e isso pra mim é uma honra. Eu sou pai. Eu sou mesmo pai de um serzinho.

_somos pais- ri muito feliz, dessa vez não era dúvida, está confirmado- obrigado morena. Obrigado por tudo.

_eu que agradeço por confiar em mim- ela fala e agora nada, nada mesmo vai conseguir me fazer tirar o sorriso do nosso rosto.

Me ajoelhei na altura da barriga dela, e levantei um pouco sua blusa. Coloquei minha mão ali e acariciei com o polegar. Eu não conseguia dizer nada então eu só beijei a sua barriga e me levantei abraçando ela de novo sorrindo. Um sorriso de gratidão. Um sorriso de amor.



[...]



_pessoal!!- chamo a atenção do pessoal que tava todo mundo fazendo alguma  coisa.- onde vocês estavam??

_ah desculpa maninho, fomos pro shopping e não queríamos acordar vocês- responde o Rocky e franzi minha sobrancelha.

_aquela hora da manhã?! Por que foram 07:00 da manhã?!- perguntei incrédulo.

_você acha que churros aparecem de madrugada?- meu Deus, as vezes me pergunto se todos são mesmos adultos e não um bando de adolescentes sem ter o que fazer.

_eu e a Laura temos uma notícia.

_tem haver com o de mais cedo?- pergunta a Rydel me fazendo sorrir

_o que ouve mais cedo?- fala o Riker

_enquanto vocês estavam comprando porcaria, laura fez um teste- respondi

_ TA ME DEIXANDO CURIOSO!- grita o Ryland me dando um susto e encarei meu caçula

_você, fica quieto. Lauraaa!!

_eu aquiii- ela responde de lá de cima da escada

vou la encima e a ajudo a descer as escadas a colocando no meu colo. Ryland pega a cadeira e coloco a morena ali.

_obrigada. A notícia é o seguinte. Aqui dentro desta caixa, tem uma surpresinha pra vocês.- ela aponta a uma caixa no colo dela.

_abre logooooo!!- pede o Riker e revirei os olhos.

Fiquei atrás da cadeira e pus minhas mãos na dela. Abrimos a caixa e todos veio até nós curiosos e abrem a boca surpresos ao verem um sapatinho de bebê amarelo.

_ai meu Deus Laura!!- grita a Vanessa e a abraça

_olha la hein maninho? Vai ver que esse filho não é seu kkkk- fala o Riker e eu fechei a cara- parabéns irmão- abracei ele

_valeu- respondi

_vamos torcer pra essa criança nascer igual a Laura por que se parecer com o Ross.. o negócio vai ficar feio kkk- fala o Ryland

_hahaha engraçadinho- respondi e abracei ele.- valeu- ele foi parabenizar a Laura e logo Rydel vem até mim.

_aaaa vou ser titia!- responde ela me abraçando (esmagando) e sorri.

_é.. você vai ser maninha kk- falei

_maninha nada sou mais velha que você loiro aguado- responde ela rindo.

_também te amo Delly kk- respondi rindo.


[...]

Já escureceu e Todos já foram cansados para o quarto e Raura somos os últimos. Entro com ela dentro do quarto trancando a porta e deitei ela na cama.

_aceita um banho?- perguntei

_é claro. Mas nada de safadezas Rossy, eu não posso.

_okay, eu prometo senhorita- ri e levei ela até o banheiro, a ajudando a se despir. Tiramos nossas roupas e a coloquei com cuidado dentro da banheira e logo entrei também.


Tomamos nosso banho como prometido, e nos deitamos na cama, olhando um pro outro. Eu não sei o que eu fiz pra merecer essa pessoa do meu lado, como eu amo essa mulher.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...