1. Spirit Fanfics >
  2. Two in a million >
  3. Capítulo 16

História Two in a million - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oieeee♥️♥️♥️
Eu estou um pouco triste hoje, não é nada pessoal, mas é que pude ver que várias pessoas estão lendo minha história. Eu estou super feliz com isso, mas apenas 2 delas comentam. Eu agradeço de coração quem está lendo, por acompanhar minha história e tudo, mas isso só me deixa mais insegura, pq eu não sei se estão gostando.

Minha história, minha escrita não é grande coisa, eu sei, mas eu adoraria mesmo que comentassem, ou pelo menos dizerem "continua", pq mesmo com essa palavra eu fico extremamente feliz.( E aceito críticas na boa, podem dar sugestões do que pode acontecer, que eu escolho e ponho na história, podem falar o que está ruim ou o que faltou sobre Raura..)
E pra quem favoritou e comenta.. vocês são incríveis!! São duas pessoas (desculpa sou ruim com nomes) que vêm comentando aqui e eu quero dizer, muito obrigada. Vcs são incríveis ♥️

Espero que gostem desse capítulo 💞

Capítulo 16 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Two in a million - Capítulo 16 - Capítulo 16

Pov Laura


Ainda no mesmo dia...


Eu estou curiosa pro que o loiro vai aprontar. Quer dizer, estou muito curiosa. As meninas estão me arrumando e não posso ver nada, por que elas diziam que era "surpresa" (o que não está ajudando em nada com a curiosidade).


_um pouco mais de batom..- falou a Vanessa.

_um pouco mais de iluminador..- fala a Rydel.

_e agora a última pedrinha- fala a Stormie. Sim, até a mãe do Ross está aqui.

_já posso ver?-  perguntei ansiosa.

_pode sim- fala a Rydel sorrindo e elas viram a cadeira e me vi no espelho. Meu Deus, eu estava linda. Meu cabelo estava preso em um coque maravilhoso onde dona Stormie colou várias pedrinhas brilhantes; a Vanessa havia feito a parte da mão e finalização da maquiagem. Minhas unhas estavam com esmalte preto com brilho, e umas pedrinhas também colada na unha; e Rydel fez uma maquiagem incrível. 

_meninas...- a chamei sem conseguir falar. Eu estava linda, e foram elas que me produziram- agora estou em dúvida. A ocasião é tão especial assim?- curiosa.

_é sim- as três respondem juntas. Olhamos uma pra outra e rimos.

_ta parecendo mais que vou pra um casamento, e não pra uma saída com um homem- respondi rindo.

_aai anda logo, ainda falta o vestido e o salto

_e voalá!- respondi e novamente as meninas me produziram.


[...]


Eu já disse que estou nervosa?? Eu disse tudo mas não nervosa, eu esqueci do principal. Do jeito que todo mundo me olhava já no chão me deixava até envergonhada.

_uou..- sorri ao ver um dos meninos falar isso.


_c-cadê o Ross?..- perguntei e logo surge um loiro entrando em casa. Seu cabelo arrumafo; seu terno com gravata azul escura.. quem olhava pra ele agora, nunca diria que é o mesmo, por que o Ross que eu conheço, anda sem se arrumar muito.. se é que me entendem. Seu olhar me chamou a atenção, e ele me olhava doce, sorrindo que nem um bobo.

Ele vem até mim, pega minha mão e me gira com a cadeira.

_você está linda- ele diz com um olhar apaixonado me derretendo por dentro.

_obrigada. você também está- ele sorriu

_obrigado.

_oooownnn- a família me tira dos meus desvaneios.

_vamos. Você quer que eu empurro a cadeira?- ele se oferece

_não, pode deixar. Eu vou sozinha- sorri agradecida e logo saímos da casa. Olhei pra frente e abro a boca ao ver uma limusine ali

_o que?..- falei surpresa. Ele abre a porta pra mim,  e me ajuda a sentar. Logo ele entra também

_eu sempre soube que gostaria de andar de limusine.. então aqui está- a única pergunta agora que rondava minha cabeça é: o que fiz pra merecer um loiro como esse?

_obrigada eu.. não sei o que dizer- falei sincera

_de nada morena.

_o que você está aprontando?- curiosa

_surpresa- revirei os olhos.

Depois de uns minutos, senti o carro parar e o loiro novamente me ajuda a sair, como eu odeio ficar na cadeira.

_chegamos!- o homem mais lindo de todos avisa e vi. O lugar era um bosque mas não é um bosque qualquer. Quando fazíamos a série que marcou minha vida, decidimos que esse seria o "nosso lugar". Sempre que estávamos chateados, ou bravos, ou, qualquer coisa que seja haver com um de nós, éramos pra vir aqui. Então isso meio que pegou entre a gente e virou meu lugar preferido de todos os anos.

O caminho feito de grama a minha frente estava cheio de petalas de rosas sendo guiado pelas velas iluminando o local.O bosque constituía muitas árvores a nossa volta, era um lugar fechado, apenas com o ar limpo do meio ambiente. Bem a frente da entrada, havia um pequeno banco branco pra duas pessoas, e o mesmo havia um monte de pétalas vermelhas solta pelo chão, que com certeza era Ross que as pôs ali. Do lado direito do banco havia um chafariz de um anjinho nu jorrando água. Logo do lado esquerdo, havia um pano no chão cheia de alimentos, que me parecia um pique-nique, e ali havia tudo de comida e de bebida.


_R-Ross... V-você ainda lembra reste lugar...- falei nostálgica arrastando a cadeira até o banco com ele andando ao meu lado.

_eu nunca poderia esquecer.. este lugar é muito importante pra mim- ele diz me olhando e eu sorri.

Me sento no banco com sua ajuda e admirei o lugar. Ele pôs sua mão encima da minha e lhe olhei. Seu cabelo um pouco loiro fica ainda mais lindo e brilhante sobre a luz da lua e seus olhos brilhando realçava sua pele branca perfeita. Já disse que ele é perfeito?


_esse lugar.. tantas vezes vínhamos aqui mesmos bravos um com o outro. Lembra de quando você estava chateado comigo por algo e falou que iria sumir do mapa, mas no fim, eu te encontrei aqui?- falei rindo.

_pode ser, só talvez, só um pouquinho que eu era dramático

_muito dramático você diz- rimos

_você está certa. Na verdade todo mundo fica dramático quando está chateado com algo ou alguém- ele diz e eu concordo plenamente.

_tem razão.. por que me trouxe aqui?- encarei ele. Eu sabia que não era a toa, muito menos quando se tem velas e petalas de rosa no caminho de passar. Ele olhou pras suas próprias mãos e me pareceu que ele estava recapitulando as frases que vem a seguir. E isso me deixou mais nervosa.

_e-eu estou um pouco nervoso. Não era pra eu estar, eu cresci mas dane-se- ele começa dizendo isso e tudo o que consegui fazer foi rir- qual é eu tô tentando falar algo pra você!!- ele diz incrédulo.

_tudo bem, continua- eu disse me recuperando do pequeno ataque.

_okay. Quando eu te conheci, e-eu nunca pensei que você iria me mudar de tal maneira. Nossa amizade começou e... Com isso sempre me vinha a mente que eu gostava de ficar com você, eu queria sempre estar por perto, como se fôssemos melhores amigos quando na verdade te vi uma vez. Isso é louco, mas foi exatamente assim.- ele fala e a cada palavra meu coração batia mais forte- daí nossa amizade acabou virando romance na segunda temporada, justo no nosso primeiro beijo meu primeiro beijo foi com você e.. não poderia ter sido melhor. E e-eu não... Não.. droga! Não é tão difícil!!- ele repreende a si mesmo e me segurei pra não rir.- um.. dois.. três- ele reclama e eu ri do nervoso dele- n-não.. e-eu..- peguei no rosto dele fazendo me encarar.

_ta tudo bem, você só tá tentando me pedir em namoro- falei sorrindo

_ainda tinha muita coisa pra eu falar

_guarda isso pro nosso casamento.

_ ah, ok..- ele pensa um pouco- espera.. quer dizer que..

_sim, eu aceito ser sua namorada Lynch- respondi feliz e o beijei, beijei com urgência, finalmente posso falar que sou namorada do loiro e não poderia ficar mais feliz.

Paramos por falta de ar e colocamos nossos anéis, de prata. Ele tinha confudido eles de primeira, mas logo trocamos. Ele me ajuda a descer e nos sentamos no pano, começando a comer o pique-nique improvisado. E adivinha o que ele trouxe?... GOGURTE!! Nossa como eu amo esse loiro.

Ficamos conversando sobre nosso futuro e sobre nosso filho. Chegamos até a discutir sobre como ele seria na aparência mas nenhum de nós chegamos a uma conclusão. 

Terminamos, ficamos namorando um pouco no banco e juntamos nossas coisas indo pra casa. 


_obrigada, por tudo loiro. Por me amar, por nos dar um filho.. por me aguentar.. eu não sei o que eu seria sem você- eu declarei já dentro da limusine.

_eu que agradeço. Você é minha vida Laura, nunca se esqueça disso.- ele diz pegando nossas mãos.


Chegamos, e como previ, estavam todos dormindo. Caminhamos em silêncio até nosso quarto e entramos. Tomamos nosso banho e nos deitamos na cama.

_amor..- o chamei. Era meio estranho chamar ele de amor agora

_oi amorzinho?- ele diz sorrindo e fiz uma careta. Tipo, amor ainda vai mas amorzinho?!

_amorzinho?!- digo

_pensei que podia

_não- respondi rápido

_ok- ele responde junto comigo.

_eu queria perguntar se você vai comigo na ginecologista amanhã.temos que olhar como nosso bebê está.- sorri 

Ele pensa um pouco- está bem. Eu vou com você amanhã, mas depois eu tenho que passar na gravadora pra conversar com o dono.

_okay, se quiser posso ir com você

_ta legal.- ele fala e logo abre um sorriso divertido

Ele se arreda na cama e levantou um pouco minha blusa. Não era um gesto safado, nem nada disso, era um gesto inocente. Ele coloca sua mão pesada sobre minha barriga (que nem apareceu ainda) e acaricia a mesma.

_oi grãozinho, aqui é o papai- ri alto- eu não sei como vai ser seu nome, então vou te chama-lo de grãozinho por enquanto. Sabe, eu e a mamãe estamos te esperando firme e forte aqui pra você conhecer o mundo. E saiba, que eu e ela te amamos muito. Você é o serzinho mais amado daqui de casa. Te amo grãozinho.

Ele dá um beijo ali me fazendo sentir cócegas e arruma minha blusa, voltando a sua posição inicial .

_agora posso dormir em paz- ele fala me fazendo rir e me sentir grata por ter um homem assim na minha vida.

Ele me puxa pra me deitar em seu peito e me concentrei em sua respiração.

_te amo pequena- sinto ele beijar minha cabeça

_também te amo loiro- levanto a cabeça e ele me dá um selinho. Voltei com minha cabeça em seu peito e dormi me sentindo completa.. finalmente.



Notas Finais


Owwwnnn q fofooss, eu quero guardar eles num potinho né?♥️
Quem dera se existisse homens como Ross na vida real 😑😂
Beijinhos♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...