História Two Sides Of Submission - ( Imagine Park Jimin) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin, Sadomasoquismo, Submissa, Submissão
Visualizações 609
Palavras 1.944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Realmente, estou surpresa, e muito feliz por todo o apoio e amor que estão dando a essa estória , vocês são incríveis, agora somos 300+, ouviram o meu berro?
Estou realmente muito grata a cada um de vocês, cada palavra lida me deu mais um motivo para continuar, para não desisti. Por vocês eu continuarei tentando cada vez mais dar o melhor de mim.
BOA LEITURA.
(IGNOREM OS ERROS)

Capítulo 16 - Obsession


Fanfic / Fanfiction Two Sides Of Submission - ( Imagine Park Jimin) - Capítulo 16 - Obsession

(S/N) ON ...

Fico acariciando seus fios negros enquanto observo sua feição calma, momentos passam em minha mente e um sorriso bobo se faz presente em meus lábios, permito me perder nos traços do rosto do moreno a minha frente, decorando cada milímetro de seu rosto, seus olhos se abrem lentamente e ganho toda a atenção das orbes escuras, noto um pequeno sorriso se formar em seu rosto, sorrio internamente, ele está cedendo.

-Dormiu bem?- ouço sua voz grossa ser dirigida a mim

-Perfeitamente bem , e você?- falo com um sorriso bobo em meu rosto.

-Melhor impossível - ele sorri latino ao me ver arfar depois de apertar minha coxa, dou um tapa em seu peito arrancando uma risada do maior- Vamos levantar, estou morto de fome- noas afastamos para cada um se vestir, saímos da casa da árvore , nos dirigindo até a cozinha.

Ao chegar lá logo vejo Maria pondo a mesa, Jimin vai até la dando um selar na testa da mais velha, que se espanta com a atitude repentina do moreno. 

-Bom dia Maria - os mais velho dita sorridente 

- Bom dia querido, vejo que acordou de bom humor hoje - o mesmo concorda e enviando um olhar cúmplice fazendo-me  soltar um risinho baixo, ato que não passou despercebido por Maria que olhou para mim sorridente antes de sair do cômodo.

Sento em uma cadeira e me sirvo, como não estava com muita fome, contento-me em colocar um pouco da salada de frutas que Maria tinha preparado, ao contrário de Jimin que devorava praticamente tudo que estava sob a mesa fazendo-me arregalar os olhos e rir baixo.O moreno olha para o relógio em seu pulso esquerdo enquanto limpava o canto de sua boca com um lenço levantando.

-Jimin - o chamo 

-Sim?- o mesmo olha para mim.

-Posso...Sair um pouco?- pergunto ainda com receio 

-(S/N) ..- fala em um tom de reprovação .

- Por favor, só quero andar um pouco pelo parque - o vejo suspirar 

-Pode, mas quero você em casa antes de eu voltar - fala ainda olhando para mim, sorri concordando, vou até ele dando um beijinho em sua bocha e correndo para o quarto.

Vou para o banheiro, tomo um banho longo e relaxante, me sentia leve , saio do banheiro indo até meu guarda-roupa , separo um vestido rodado e florido deixando-o em cima da cama, junto com um conjunto de peças íntimas , olho meu reflexo no espelho , passo a ponta dos dedos pelas marcas arroxeadas em meu pescoço lembrando de cada detalhe da noite passada, um arrepio passa por todo meu corpo e sorrio, era uma sensação boa, tudo estava realmente melhorando. Me visto e passo uma maquiagem bem leve, pego a bolsa que tinha ganhado do moreno a alguns dias, saio do quarto , desço as escadas , me despeço de Maria dizendo um "volto logo" para a mesma, passo pela porta, cruzo o enorme jardim , o portão foi aberto para que eu passasse , passo pelas enormes grades de ferro me deparando com as ruas de Seul.

Era tudo agitado , pessoas andavam apressadas, carros passavam a todo segundo, uma mistura intensa de cheiros e cores podia ser captado por meus sentidos, eu estava maravilhada, a muto tempo não saía, passei toda minha vida trancafiada em uma enorme casa tendo que servir á outras pessoas , e poder andar livremente por essas ruas , está sendo inovador. Caminho calmamente pela calçada , observando tudo que há a minha volta, vou até um parque que fica a poucos metros de onde moro , sento em um dos bancos e volto a observar atentamente os campos verdes e cheios de pessoas. Avisto uma família se divertindo na grama verdinha em um dia ensolarado, já que não é todo dia que o sol dá o ar da graça aqui em Seul, quando isso acontece os parques ficam lotados de pessoas, o casal brinca animadamente com seus dois filhos, eles parecem viver felizes, imagino se algum dia terei filhos, se ainda conseguirei construir uma família ao lado do moreno.

As horas se passam rapidamente, paro para comprar um sorvete e agora estou a caminho de casa, tudo estava calmo, o sol já estava se pondo, quando estava quase em frente as enormes grades de ferro, sinto uma mão em meu ombro, olho para trás rapidamente me deparando com uma figura alta de cabelos castanhos com um sorriso quadrado no rosto.

- Olá (S/N) 

-Ah .. você me assustou Tae - ri sem graça

- Peço desculpas por isso, te vi passando e quis vir falar com você, já que não mantivemos contato desde o aconteceu na casa do Seokjin - sorri de canto.

- Peço desculpas pelo que o Jimin fez com você, como já deve saber , ele é meio impulsivo e teve razão. - explico

- É ... sei, mas minha opinião continua a mesma (S/N), posso te fazer feliz, ao contrário dele - o de cabelos castanhos se aproxima 

- Ele está mudando Taehyung , não é o mesmo de antes, estou feliz ao lado dele- dou um passo para trás ao ver a expressão dele mudar.

- Mudando ? Acredita mesmo que ele vai mudar? Ele só está se divertindo com você , e você está caindo como um patinho na lábia dele , não consegue ver ? - fala e continua diminuindo a distância entre nós dois

- Está errado, eu o amo e acredito nele, agora, eu preciso ir - dou as costas e quando estou prestes a dar o primeiro passo sinto meus braços serem segurados com força .

- Você não vai voltar para ele (S/N) - me vira de frente para si , seu olhar estava mais sombrio .

- Está me assustando Taehyung ... me solte , agora - tentava me soltar de seu contato.

- Não, não deixarei que você volte para ele, você é minha .- seu olhar me assustava, o mesmo aperta ainda mais meus braços

-E-está me machucando, eu vou gritar - falo baixo ainda tentando me soltar, o desespero já estava tomando conta de mim.

-Seremos muito felizes (S/N) - seu sorriso me dava calafrios , antes de cogitar a ideia de gritar um lenço branco é posto contra minha boca e nariz, ao aspirar aquele cheiro forte acabo perdendo os sentidos. 

Jimin ON..

Saio da empresa, entro no meu carro ligando o mesmo, faço um caminho diferente do de costume, decido ir a uma locadora, entro no estabelecimento e vou até a parte de filmes melosos e românticos, mesmo não sendo meu gênero preferido, estou tentando mudar, alugo 6 filmes, saio do local, compro alguns chocolates na loja em frente, entro no carro voltando para casa, estaciono o carro na garagem , saio do mesmo e entro em casa. 

- (S/N)? - chamo alto , mas não obtenho resposta , vejo Maria sair da cozinha e vir até mim.

-Ela ainda não voltou querido - fala a mais velha, suspiro alto.

-Ela não tem jeito mesmo, sabia que não devia ter deixado ela sair . - deixo tudo que havia comprado em cima do sofá , vou saindo .

- Para onde vai ? - Maria pergunta já na porta de casa.

-Vou atrás dela - cruzo os portões, vou caminhando pela calçada, indo até o parque que fica aqui perto.

Olho em volta a procura dela , mas não a encontro, já estava ficando aflito, afinal onde aquela garota se meteu ? Já estava voltando para casa quando vejo algo no chão, vou até lá, era a bolsa que tinha dado a (S/N) dias atrás,  mas o que ela estava fazendo aqui no chão ? Olhos para os lados, vou até uma lojinha em frente que ainda estava aberta, entro na mesma procurando alguma atendente, ao encontrar vou até a mesma .

-Com licença - a chamo

- Em que posso ajuda-lo ? - sorri para mim. 

- Por acaso você viu uma moça com essa bolsa? Ela é estrangeira - vejo a mesma fazer uma expressão pensativa ao olhar para a bolsa em minhas mãos.

- Oh , sim, ela estava a poucos minutos aqui em frente , conversando com um rapaz, até que ela passou mal , até ofereci ajuda, mas o rapaz não aceitou e a levou, ela deve ter deixado a bolsa cair - meu sangue ferve 

- Como era esse rapaz? - pergunto rapidamente.

- Alto, com cabelos castanhos  e.. - a interrompo 

-Um sorriso quadrado? -complemento 

-Isso mesmo, como sabe? - questiona 

-Muito obrigado - saio da loja deixando a atendente sem entender nada, entro em casa rapidamente batendo a porta.

- Se ele tiver feito alguma coisa com ela, eu o mato - rosno , ligo para a unica pessoa que pode me ajudar nisso.

(S/N) ON...

Abro os olhos, minha visão estava turva , estava amarrada á uma cadeira, em algum lugar parecido com um galpão , estava escuro, quase não conseguia ver nada, ouço uma voz conhecida , era Taehyung, o mesmo parecia estar falando ao telefone, me esforço ao máximo para ouvir o que ele falava. 

- Não estou estragando nada, dane-se o seu plano idiota. Aliás , fiz um favor a você, tirei uma pedra do seu sapato, devia estar me agradecendo agora e não tendo um ataque - falava irritado - Não tenho medo do que aquele idiota pode fazer, eu ganhei essa, ela agora é minha, e não atrapalhe os meus planos . - a conversa parece ter cessado ,e aporta é aberta me dando a imagem de Taehyung entrando por ela- Vejo que a bela adormecida acordou - sorri de canto 

- Taehyung, porquê está fazendo isso ? Solte-me, quando Jimin o encontrar ele ... - sou interrompida por uma risada seca 

- Ele não vai me encontrar, muito menos você, tão bobinha , ainda acha que seu "príncipe encantado"  vai te procurar ? Cai na real, eu a amo muito mais do que aquele idiota, porquê não vê isso? É comigo que vai ficar - fala olhando fixamente para mim 

- V-você está louco, me deixe ir embora, eu não o amo - cuspo as palavras.

-Ainda não, mas vai me amar, e vai ser mais rápido do que pensa meu amor- se aproxima do meu rosto e tenta me beijar, ato que não permito pois viro meu rosto.

- Não amarei você nunca , NUNCA -cuspo em seu rosto, sua expressão se torna raivosa , limpa a parte atingida em seu rosto , ri soprado.

- Está nervosa, precisa se acalmar, talvez uma noite sem janta a faça se comportar melhor - vai se afastando 

-Taehyung... Me solte.. Está ficando louco... TAEHYUNG -o chamo de maneira falha pois o mesmo já havia saído . - O que será de mim agora ? 

Jimin ON..

Andava de um lado para outro em meu escritório, só de pensar que aquele bastardo a levou meu sangue ferve ainda mais, sempre soube que Taehyung não era confiável, mas chegar a ponto de fazer isso, já passava dos limites cabíveis. Mas eu irei encontrá-lo , e se ele tiver tocado em um único fio de cabelo dela , irei fazer ele pagar caro por isso, muito caro, ouço batidas na porta e logo mando entrar quem quer que seja, para meu alívio ele havia chegado, com seu terno completamente preto e uma maleta da mesma cor, o melhor investigador de toda Seul, um grande amigo que se dispôs a me ajudar a encontra-la .

- Kim Namjoon - levanto 

-Park Jimin - sorri de canto - Pronto para encontrar sua (S/N) ?

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


O QUE SERÁ QUE O TAEHYUNG TA APRONTANDO? QUEM SERÁ QUE ESTAVA FALANDO COM ELE AO TELEFONE ?
Então , o que acharam? Comentem .. Isso motiva .
Agradeço novamente por todo o apoio e carinho recebido.. Nos vemos no próximo capítulo ...
até breve Pujins ...^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...