História Two versions - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren G!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Visualizações 433
Palavras 1.426
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


pessoal teve uma única pessoa que acertou quem são os dois novos personagens, os nomes são, Matthew e Shawn, se eles vão atrapalhar Camren isso eu já não posso dizer mas eles vão dar uma balançada na história, mas isso é muito mais pra frente. A maratona vai ser hoje mesmo, mas espero que comentem e favoritem, tô sendo boazinha com vocês. Espero que gostem desse capítulo e dos próximos. Até mais😘

Capítulo 16 - Ver o rosto da Camila


Fanfic / Fanfiction Two versions - Capítulo 16 - Ver o rosto da Camila

     Pov Lauren

Acordei e fiquei olhando pro teto, keana estava nua ao meu lado dormindo no meu peito, transamos ontem, pensei que seria especial e que sentiria o que senti da primeira vez, mas era como se eu estivesse transando com uma estranha, não a mesma coisa, a nossa transa foi estranha, não sei o que aconteceu, não sei o que está acontecendo comigo, queria ver o rosto da Camila hoje. Me levantei da cama e tomei um banho gelado, estava muito frio mas eu não me importei com isso, só queria fazer a Camila sair da minha cabeça de qualquer jeito, fui até o closet que era do tamanho de dois quartos da Camila e coloquei um terno cinza com a gravata chamativa vermelha, se não for chamar a atenção eu nem quero. Antes de sair do quarto deixei um beijo na testa da minha esposa e disse

- sinto muito por tudo isso nem você e nem ela merecem isso - sai do quarto e depois de casa, o motorista estava na porta me esperando

- pra onde vamos senhorita jauregui?

- vamos pra empresa, preciso pegar um processo pra ler de um cliente que verei hoje, tomarei café por lá mesmo e depois já vamos pra delegacia

Assim que cheguei na empresa fui direto pro restaurante tomar café da manhã, sai tão depressa de casa que até esqueci de tomar café

- Hey, olha quem tá aqui - Verônica se sentou na minha frente - se não é a presidente, a minha chefe, bom dia chefe

- não me chama assim, sem formalidades, não lembro se você me chamar assim mas isso é estranho pra caralho

- ok, como quiser, é você que paga o meu salário, então é melhor te obedecer

- por que você aceitou trabalhar comigo? você sempre quis trabalhar sozinha

- sim, mas você queria muito fazer eu trabalhar com você, então ofereceu o dobro do salário que ganharia trabalhando sozinha então eu aceitei

- você é uma puta do caralho. Mas me conta aí como você conheceu a Lucy, você não me disse isso

- Nossa Lauren! - ela falou empolgada - Foi incrível, eu não sei nem explicar como eu pude fazer uma garota daquela gostar de mim, ela é incrível, e você tem muito haver com isso. Você tinha me dito que estava com a Camila, já estava sabendo de toda história, então você levou pra Miami, estávamos de férias e bom...eu nunca tinha ido pra Miami, não tinha nada a perder, tinha terminado com a minha ex então tinha que preencher a cabeça com praia e mulheres - Ri - fui pra Miami com você e você me convidou pra ficar na sua sua casa, no apartamento que você divide com a Camila, então a Mila fez um jantar e convidou os amigos dela também e nossa quando eu vi a Lucy foi amor a primeira vista, ela é tão linda, e não só linda ela tinha um papo muito bom, conversei com ela durante bastante tempo, o jantar inteiro, e nossa ela foi a garota mais inteligente que eu conheci - ela parou de falar - foi mal cara é que eu amo muito essa mulher, ela é a mulher da minha vida, eu mato e morro por ela. Bom, depois que nos conhecemos convites ela pra tomar um café, nos conhecemos melhor é assim foi indo, e agora estou aqui, fazendo 3 anos de namoro já, eu amo aquela baixinha

- sei que você ama, dá pra ver nos seus olhos, isso é lindo cara, eu só desejo felicidades pra você, você merece cara, me ajudou muito com essa confusão toda, depois passa na minha sala, tenho que visitar dois clientes e tenho duas audiências, assim que chegar te chamo pra gente bater um papo

- sobre a Camila?

- não, é sobre trabalho, e não diga mais esse nome - me levantei - eu não lembro dessa mulher e já esqueci dela

\\

Cheguei exausta na minha sala, ainda tinha que ler alguns papéis da empresa e assinar por isso tive que vir pra cá, e além disso ainda tinha que conversar com a Verônica, Camila iria me fazer relaxar uma hora dessas com seus papéis engraçados, as suas piadas sem graça que me faz rir, e até a sua simples companhia

- Me chamou senhorita jauregui? - minha secretária entrou na minha sala

- sim, preciso que você chame a senhorita Iglesias e separe todos os papéis que tenho pra assinar, irei levá-los pra casa, e depois disso a senhorita já pode ir embora não vou mais precisar dos seus serviços hoje, então pode ir descansar

- Obrigada senhorita jauregui, com licença, deixarei os papéis em cima da minha mesa - Ela se retirou, tirou o meu blazer, afrouxei a gravata e abri a manga da Camila. Me levantei e me servi uma dose de whisky, fiquei olhando a vista da minha sala, em um dos prédios mais altos eu vista de brooklyn, era tão lindo, e daqui da cima eu tinha uma visão privilegiada. Bateram na porta

- pode entrar

- com licença senhorita jauregui, a senhorita Iglesias acaba de chegar

- pode mandar ela entrar

- sim senhora - Logo Verônica entrou gritando

- e aí jauregay - se sentou - como foi a audiência?

- ganhei, tava na mão aquela porra - ela riu

- tô feliz cara, você é foda, não perde uma

- quer tomar whisky?

- você tá falando com Verônica Iglesias, é claro que eu quero tomar - servi um copo de whisky pra ela e coloquei água de coco porque era só assim que ela gostava

- você é fresca, toma whisky com água de coco - me sentei na minha mesa - nossa estou exausta, era a minha primeira audiência, não me lembro de nada então era a minha primeira, mas eu venci então eu devo ser boa em alguma coisa

- é claro que você é boa, construiu esse império imenso. Agora eu quero saber pra que você me chamou aqui, cara eu preciso ligar pra Lucy, não falei com ela hoje, tô doida pra ouvir a voz dela

- Vero, o que eu tenho pra te dizer aposto que vai te deixar muito feliz

- então fala logo

- te escalei pra trabalhar em Miami

- tá...tá...vo... você tá falando sério?

- nunca falei tão sério - ela deu grito

- porra jauregui, eu amo você- veio até mim e me deu abraço depois começou a me beijar

- ok tá bom, agora para com essa viadagem do caralho, tá estranho isso

- cara, você tem ideia do que você fez pra mim? você me fez ficar perto da minha garota, agora eu vou poder ver ela, e não vai ser por chamada de vídeo, vai ser cara a cara, quando eu contar pra minha pequena ela não vai acreditar

- que bom que está feliz, te desejo boa sorte, e faça um bom trabalho

~ Semanas depois

Semanas se passaram ainda estava em NY, trabalho e mais trabalho, cheguei a ficar apenas uma semana trabalhando e nas outras semanas fiquei apenas em casa com a keana, queria passar um tempo com a minha mulher, por isso coloquei outra pessoa pra fazer o meu trabalho, e passar esse tempo com a minha esposa foi bom mas eu não me senti preenchida, faltava algo, faltava um sotaque latino, faltava cabelos longo e castanho, faltavam dentes grandes parecendo um coelhinho fofo, faltava uma risada gostosa, faltava a Camila. Nunca pensei que sentiria falta dela mas nossa, a falta dessa garota está me matando, meu coração pede ela, sente a falta dela, ela saiu da minha memória mas parece que não saiu do meu coração, preciso vê-la, preciso sentir seu corpo no meu, preciso do seu beijo, puta merda eu preciso dela

- Pra onde você vai?

- estou indo pra Miami Amor

- mas você disse que não iria mais pra Miami, a Verônica viajou pra lá a duas semanas, daqui a pouco ela completa um mês, você mesma disse que o trabalho dela está excepcional, não tem necessidade de você ir

- a Verônica está tendo muito trabalho,preciso ajudar ela, ela é uma pessoa só

- quer que eu faça sua mala?

- Não, não vou levar nada, tenho roupas lá, não vou precisar de nada, e se eu precisar compro

- não quer que eu vá com você?

- não precisa, eu vou ficar bem - Dei um beijo na sua testa e sai de casa com um sorriso no rosto, finalmente vou poder vê-la, não poderia estar mais feliz


Notas Finais


Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...