História Two versions - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren G!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Visualizações 1.145
Palavras 852
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A segunda parte da maratona, tem surpresa do final

Capítulo 17 - Acordando feliz


Fanfic / Fanfiction Two versions - Capítulo 17 - Acordando feliz

     Pov Lauren

Assim que cheguei em Miami peguei um táxi e fui pro apartamento da Camila mas assim que cheguei ela não estava lá, pensei em ir pro restaurante, mas antes de sair do apartamento Camila entrou e pulou nos meus braços alegre, e riu nossa, senti falta disso, foi um alívio ouvir isso

- Lo...eu eu...- ela começou a chorar

- Hey não, não Camz por favor, não chora, não faça isso, assim você acaba comigo. Eu odeio ver você chorar, nossa como eu odeio isso - meus olhos estavam cheios de lágrimas, eu gosto de ver ela sorrir e não chorar

- tava com tanta saudade de você lo, essa saudade estava me matando já

- eu sei camz, passei tantas semanas longe de você, isso também estava me matando, por isso deixei tudo pra lá e vim direto pra cá, não posso ficar longe da minha garota

- nem eu lo - colamos nossas testas

- senti sua falta

- não mais que eu, lá chegou a ser insuportável

- hoje eu nem vou mais trabalhar lo, vou ligar pro restaurante e deixar meu subchefe no comando, quero passar todo o meu tempo livre com você, até o tempo livre que eu não tenho - ela me beijou

{...}

Ontem passamos o dia inteiro juntas comendo besteiras e assistindo filme, aproveitamos o dia de frio e chuva. Assim que acordei mais cedo que ela desejei parar no tempo pra ficar olhando ela dormir, estava tão linda dormindo, seus lábios meio a abertos, sua respiração leve, ela é linda acordada e dormindo, ela é linda de qualquer jeito. Me aoroximei dela é beijei seus lábios, chamei seu nome bem devagar, e beijei sua bochecha fazendo ela despertar aos pouco

- Bom dia Camz - Chamei ela pelo apelida, é a primeira vez que achamos assim, achei o apelido bonito e parece que ela gostou porque sorriu

- Bom dia lo, eu amo quando você me acorda assim, eu amo você - beijei sua bochecha, ainda não posso falar que a amo porque isso seria mentira, eu gosto dela mas não a amo, estou apaixonada por ela, mas não chega a ser Amor

- jura que tem que trabalhar hoje?- suspirou

- sim lo, eu tenho que trabalhar hoje, eu tenho obrigações, queria ficar com você aqui assim o dia inteiro, mas se eu fizer isso nós duas vamos viver na rua

- Hey. não, não Camz não é assim, eu posso pagar tudo aqui dentro, até comprar roupas pra você, e você pode ficar o dia inteiro aqui

- Lo, claro que não - fez um carinho gostoso na minha bochecha

- Claro que sim Camila - peguei sua mão e beijei - eu faço tudo bom você é farei isso

- Lo, eu não quero isso. Sim, eu queria passar o dia todo com você porque nossa garota eu amo você mas eu amo o que eu faço, meu sonho sempre foi ser chefe de cozinha, cozinhar e fez um sorriso no rosto da pessoa na qual eu fiz a comida, quando criança lá no México meu sonho foi abrir um restaurante, estou vivendo o meu sonho é o meu sonho também foi casar com e hoje estamos aqui, não oficialmente, mas pra mim estamos casadas, estou vivendo dois sonhos ao mesmo tempo, não poderia estar mais feliz

- Então tá bom minha linda - beijei sua testa - mas a proposta ainda está de pé

//

- Me deixa ir lo, eu tenho que ir...- Camila estava na porta saindo pra ir trabalhar mas eu estava segurando a sua mão, a impedindo de fazer isso

- você tem mesmo que ir?

- sim lo, eu tenho que, ir eu prometo que assim que chegar não vou mais sair, irei passar o resto do dia aqui com você

- promete me ligar assim que tiver uma pausa

- sim eu prometo - soltei sua mão - Agora eu tenho que ir - Me deu um selinho demorado e se foi

Fazia mais de uma hora que Camila estava atrasada ora chegar em casa, a uma hora atrás era pra ela estar aqui comigo, tentei ligar pra ela mas só chamava, já estava ficando tão preocupada com a minha garota, o que aconteceu com ela? será que ela está bem? Ela me ligou hoje a tarde, sua voz estava estranha, perguntei se estava tudo bem, ela disse que estava mas algo me dizia que não, será que algum aconteceu? por isso a demora?

A porta do apartamento se abriu, uma pessoa entrou feito um furacão e me abraçou, era Camila, ela estava chorando e rindo ao mesmo tempo, não sabia se ela estava feliz ou triste

- Hey Camila, o que foi? o que você tem? - olhei pra ela

- lo eu...eu...lo...- voltou a rir. Dinah estava na porta

- Dinah o que ela tem? você sabe o que aconteceu?

- é melhor ela te contar isso

- Camz, ei olha pra mim pequena - segurei seu rosto - Isso, agora respira fundo - ela fez o que eu pedi - agora me conta o que aconteceu

- Eu tô grávida


Notas Finais


Postei e sai correndo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...