História Two versions - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren G!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Visualizações 1.225
Palavras 1.828
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - A sua esposa está aqui


Fanfic / Fanfiction Two versions - Capítulo 21 - A sua esposa está aqui

     Pov Lauren

- Vai Lauren, me conta o que eu vim fazer aqui

- vamos ir pra um quiosque, esse sol tá me matando - fomos pra um quiosque do outro lado da rua e pedimos duas águas de coco - Eu te chamei aqui porque eu estou ficando pirada com as lembrança que eu ando tempo, como por exemplo hoje de manhã eu já tive uma que me deixou mais perturbada do que antes

- manda ver jauregui, me fala logo o que aconteceu, quero voltar logo pra casa

- tenho alguns flashes de memória onde eu estou em um hospital, estou aos prantos, até tive um onde eu estava chorando junto com a Camila, isso quando ela não chora sozinha, você sabe de alguma coisa

- Sei Lauren, eu sei, achei que não iria precisar contar isso, mas esse dia chegou - ela respirou fundo - Lauren, não é a primeira vez que Camila ficou grávida - franzi o cenho

- como assim vero? não é a primeira vez que ela tem um filho, então cade o outro filho dela?

- Lauren, o filho não é dela, não é só dela, é de vocês duas

- então cade? onde ele está? ou onde ela está

- Hey calma, toma aí a água de coco e se acalma, essa história é bem complicada e triste ok? então você precisa ouvir e prestar bastante atenção, se não você não vai entender nada. Lauren, faz um ano que isso aconteceu e nossa, parece até que foi ontem, a Camila engravidou, e nossa vocês ficaram tão feliz foram até pra Roma pra comemorar, Camila poderia até desconfiar porque cara você comprou tudo a vista ali no mesmo dia, achou uma vaga em um hotel em Roma assim no mesmo dia, e era um hotel bacana, ela tinha tido o direito de desconfiar do seu trabalho de corretora mas você não estava nem aí, estava tão feliz que nem deu importância pra isso - ela respirou fundo

- continua vero, eu quero saber de tudo, de todos os detalhes, desembucha logo

- Lauren vocês estavam muito felizes, aquele era o melhor dia da sua vida, da vida de vocês duas, mas uma fatalidade aconteceu, Camila caiu da escada e perdeu o bebê - coloquei a mão na boca chocada

- sério - assentiu com a cabeça - foi isso que aconteceu, assim que você ficou sabendo correu pro hospital desesperada, descobriu que a Camila estava bem mas o bebê não, você ficou feliz pela Camila estar bem mas ficou arrasada porque o seu filho não resistiu, ela estava com menos de 3 meses, a gravidez fica bem arriscada nessas semanas, e só foi uma simples batida que fez ela perder. Quando a Camila ficou sabendo foi de dar dó, ela ficou tão triste, eu nunca vi uma pessoa tão alegre ficar daquele jeito. Aquela não era a Camila, parecia até uma outra pessoa, precisou tomar antidepressivos e calmantes - É por isso que o banheiro é repleto disso - você foi a força daquela garota ora ela continuar vivendo, demorou alguns meses e nossa, eu lembro que você me disse que pareceu anos, tipo 10 anos, uma eternidade, mas ela conseguiu ficar de pé novamente, e agora ela tá grávida de novo, por isso ela ficou daquele jeito tão feliz, você tava tentando engravidar ela de novo, só que não falava nada, trocou os anticoncepcionais dela por vitamina C - ela riu e eu também - você fazia o trabalho perfeito, ela nunca desconfiou, e você furou as próprias camisinhas isso é quando você não usava, enfim...foi isso o que aconteceu - me levantei

- obrigada por me contar isso vero, agora eu preciso ir, preciso ficar ao lado dela, preciso cuidar dela, esse é o meu dever!

Assim que cheguei em casa fui até o banheiro como um furacão, Camila viu que eu estava nervosa e veio atrás de mim

- o que foi lo? aconteceu alguma coisa, você nem me deu um um beijo

- Foi mal amor - lhe dei um selinho, peguei uma sacola e abri o armário do banheiro

- você tá bem? parece muito nervosa

- e você tem razão, eu estou uma pilha - comecei a levar as caixas de remédio de dentro do armário vê joguei tudo dentro do saco -Camz, eu sei que você perdeu o nosso bebê, mas isso não vai acontecer de novo, você não precisa disso - mostrei os calmante - Eu estou aqui, eu Camila, a sua esposa está aqui e ela não vai sair não. - depois de pegar todos os remédio fui até a cozinha e joguei tudo no lixo - Aposto que isso custou uma grana preta, mas fodasse, eu nunca mais vou sair do seu lado - me aproximei dela e beijei sua testa - Hey eu estou aqui, a sua esposa está aqui

Não irei ir embora até o nosso filho estar nos seus braços, eu não estava aqui pra segurar seu braço e não deixar ela cair, mas esse erro eu não vou cometer de novo, não volto pra Miami Durante os 9 meses de gravidez dela, não importa o que aconteça, eu não vou voltar pra lá

{...}

No dia seguinte comprei algumas pizzas, refrigerante e cervejas, convidos os amigos de Camila que são meus amigos também, mesmo que eu não lembre deles

- quero agradecer a presença de todos aqui hoje - fui até Camila e coloquei a mão na sua cintura - Eu sei que eu fui muito estúpida com vocês no último jantar, nem parecia eu, não é mesmo? e não fui grossa só com vocês, eu infelizmente fui grossa com a minha garota também - beijei sua cabeça e ela sorriu pra mim - Estou aqui humildemente pedindo desculpas a vocês que não mereciam ouvir a minha grosseria e saber que estou em um péssimo dia, mas hoje estou renovada, minha esposa está grávida, vamos ter um lindo garotão e estamos muito felizes - todos bateram palmas - agora vamos comer porque estou morrendo de fome - voltamos a comer, jogava papo fora com Josh, ele era um cara muito engraçado, o típico gordinho engraçado só que ele não era gordo

- Lauren - Verônica apareceu ao meu lado - posso trocar uma palavra com você, vou estar lá na cozinha

- Já volto Josh, vou ver o que a Verônica quer comigo - fui até a cozinha

- Como assim a nova Lauren pede desculpas pra pessoas?

- descobriu que errou foi? nossa, e hoje nem parece chover

- você me chamou aqui só pra zoar com a minha cara? - revirei os olhos

- não iria perder a oportunidade, mas irei dormir aqui hoje

- ué, brigou com a Lucy? vocês parecem estar bem

- e estamos muito bem, mas irei dormir aqui porque você vai pra nova York, essa garota vai chorar tanto quando acordar e você não estiver aqui, por isso eu e a Lucy vamos dormir aqui, pra cuidar dela

- tá louca? bateu a cabeça onde? eu sei cuidar muito bem da Camila, eu vou cuidar dela, não preciso que você cuide

- mas...

- não, eu não vou pra nova York, não enquanto a Camila estiver grávida

- como assim?

- A Camila está grávida, preciso cuidar dela, esse é o meu dever, ninguém mandou eu enfiar o meu pinto em onde não devia, agora essa vai ser a minha prioridade, tenho que cumprir o meu papel de mulher

- e a keana?

- deixa isso pra lá, cuido da keana depois, agora a Camila é prioridade, vamos parar de falar disso, ela pode aparecer qualquer hora aqui e ver a gente conversando sobre isso, e pelo pouco que eu conheço dela vai querer fazer várias perguntas

- Lauren, eu te chamei aqui pra falar sobre outra coisa também

- sabia! eu te conheço, te conheço a bastante tempo pra saber quando você quer aprontar alguma

- eu não vou aprontar nada, a única coisa que eu vou fazer vai ser dar um susto, dar um susto em um cara aí, e preciso da sua ajuda

- é aquele amigo da Lucy?

- sim, esse mesmo, descobri quem esse cara é, tenho endereço da casa dele a até do trabalho, devo ter até o raio x desse infeliz

- tá, e o que você quer fazer? você quer matar o cara é isso

- comeu maconha? é lógico que não, eu não sou assassina, só quero fazer ele parar de ser talarico e se arrepender do que fez, você me conhece não vou deixar isso barato, você me conhece jauregui, não sou burro de carga pra aguentar certas coisas, quando a flor é minha ninguém toca, eu só vou precisar da sua ajuda

- tamo junto, para o quê quiser, eu posso até ter traído a minha esposa, mas odeio talarico como você odeia também, estamos juntos nessa vingança

- Vai ser hoje mesmo de madrugada, topa?

- é pra já

A madrugada chegou assim que Camila dormiu deixei ela abraçada com o meu travesseiro, pra não fazer ela pensar que eu ainda estou ali. Assim que sai do prédio Verônica vestava com o carro parado em frente, entrei no carro e coloquei o cinto

- Duas horas! estou aqui a duas horas, daqui a pouco vai clarear e ainda estaremos aqui

- o que eu posso fazer? a Camila demorou pra dormir, ela tava sem sono só foi dormir agora, eu não podia deixar ela sozinha em casa acordada e muito menos dormindo então espero que essa sua brincadeira aí seja rápida porque assim que ela acordar tenho que estar ao lado dela

- o lugar onde vamos levar ele está pronto, só vamos pegar ele e levar pro local onde ele vai morar um tempo

Fomos até a casa do cara entramos com uma chave que Verônica tinha, ela já havia planejado tudo, Verônica faz tudo em silencio, quando eu penso que ela ainda vai fazer a filha da puta já fez

- é só pegar ele e levar pro carro, você acha que aguenta o trampo?

- é claro, ele é magrinho, eu consigo pegar ele - peguei ele nos braços e saímos com ele da casa - e se ele acordar?

- ele não vai acordar, já coloquei sonífero no chá que ele tomava ontem a noite - coloquei ele no banco de trás e fechei a porta

- mas o que é isso, você ficou uma maníaca psicopata e eu nem sabia

- para de falar merda, vamos logo antes que alguém chegue

Levamos ele pra outra casa uma casa um pouco distante da casa dele, era uma casa sem móveis, não tinha ali, e quando eu digo nada era nada literalmente. Colocamos ele amarrado no chão preso em uma base de ferro, as mãos amarradas e os pés presos com correntes

- Vamos dar um choque de realidade nele. Assim ele aprende a não mexer com a mulher de Verônica Iglesias


Notas Finais


Vish será que a Verônica vai matar o rapaz?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...