História Two versions - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren G!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Visualizações 1.314
Palavras 1.892
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo é muito importante pra história, uma nova fase se inicia. Espero que gostem, no final do capítulo tem um desafio pra vocês. Leiam as notas finais

Capítulo 8 - Uma chance


Fanfic / Fanfiction Two versions - Capítulo 8 - Uma chance

    Pov Camila

Cheguei em casa e encontrei Lauren tomando a sopa que eu fiz, isso me fez sorrir, parece que ela está cedendo

- tomou a sopa? está melhor lo

- sim, eu tomei, não está vendo - foi só no pensamento que ela estava cedendo. Se levantou foi até a cozinha e colocou o prato na pia

- lo, não precisa falar assim comigo - me aproximei - Cuidei de você ontem

- e daí? quer ganhar um prêmio?- passou por e foi até o quarto, não estava mais aguentando esse jeito da Lauren, aguentei por uma semana

- você não precisa me dar um prêmio mas ficaria feliz se dissesse "Obrigada" - ela riu com ironia

- te agradecer? claro que não quero que você...

- Para! - exigi

- o que foi vai querer gritar agora? - veio até mim

- VOU SIM LAUREN! PORQUE EU CANSEI! ESTOU CANSADA DE VER VOCÊ ME TRATANDO TÃO MAL, QUE MERDA EU TE FIZ PRA VOCÊ QUERER ME TRATAR COMO SE FOSSE UM LIXO, EU SOU UMA PESSOA LAUREN, VOCÊ FALA COMIGO COMO SE EU FOSSE UM CACHORRO!

- e não é? - não aguentei e lhe um forte tapa no rosto. eu nunca tinha feito isso, as nossas brigas nunca chegavam a esse nível, mas quando ela falou isso eu não aguentei e acabei lhe dando um tapa, se eu me arrependi? não, ela mereceu

- Quem você pensa que é pra gritar comigo e me bater - segurou meu braço, seu olhar era de raiva, ela não me olhava como antes, fazia muitos dias que ela não me olhava como antes, sentia tanta falta daquele olhar calmo e apaixondo que ela dirigia a mim - sou a sua esposa, e mereço respeito acima de tudo, você tá grossa e me tratando mal, não sei quem é você, mas essa não é a minha esposa - sai batendo a porta com força, me deitei no sofá e me permiti chorar, eu quero tanto a minha esposa de volta, preciso tanto da Lauren, não dessa Lauren, mas sim da antiga Lauren, pela qual eu me apaixonei

Dias depois

Nesses dias que se passaram Lauren vem andado muito mais estranha que antes, depois daquela nossa briga horrível na qual acabei dando um tapa no seu rosto ela vem estado distante, mais do que antes. Além de estranha ela também não para de conversar com alguém no celular, ela da altas risadas e nunca me fala com quem está conversando, será que Dinah está certa? será que a Lauren me trai?

E por falar nela a minha esposa passou por mim com aquele ar de elegância e vestida com um terno lindo, Lauren sempre andou tão elegante, com toda certeza gasta todo o seu salário nesses termos lindos que ela usa

- Sabe, estou fazendo o jantar, bem que você podia ficar pra jantar, não acha?

- vou jantar fora hoje, volto ainda hoje, não precisa me esperar, vou dormir na sala mesmo - ela saiu de casa me fazendo suspirar, será que esse casamento vai durar

Pov Lauren

- Estou esperando aqui a uma hora - me sentei na mesa que Verônica reservou pra nós duas

- o trânsito tá foda hoje, e enrolei em casa, fiquei sentindo o jeito da comida da Camila, é maravilhosa

- pode acreditar que a comida é melhor que o cheiro, vou pedir o vinho que nós duas curtimos - ela fez o pedido ao garçom - Você tem que provar

- não vou provar nada, não quero nada que venha daquela mulher, foi ela que fez eu trair a minha esposa, eu podia estar com a keana agora, a mulher que realmente me importa, a única mulher da minha vida

- não a dois meses atrás, a dois meses atrás você estava dando o cu se ela te pedisse

- isso foi a dois meses atrás, e eu não lembro, agora tenho que pensar no futuro, quero um futuro com a keana e não com essa Camila que eu nem conheço direito e já veio gritar comigo - nisso vinho chegou. O garçom serviu o vinho para nós duas, apreciei o jeito do vindo e bebi uma grande quantidade, precisava disso

- ela gritou com você, eu tenho certeza que você deve ter irritado ela pra caralho pra ela acabar gritando com você, porque a Camila é a pessoa mais calma que eu conheço

- você a conhece mas eu não, ela até me deu um tapa na cara, mas isso eu já te disse

- Lauren, você mereceu esse tapa - ela abriu o cardápio - você tá sendo muito rude com ela e naquele dia da festa, senti tanta dó daquela garota, se você faz isso com ela na frente de várias pessoas imagina o que deve fazer a sós

- o que foi? ta do lado dela agora

- não estou do lado de ninguém, só quero que você seja menos idiota com ela, ela é uma mulher, e mesmo que você não lembre ela é a sua mulher, então pega leve

- já escolheu?

- sim, pode chamar o garçom - fizemos o pedido e continuamos conversando enquanto tomávamos vinho

- Lauren, como a sua amiga eu quero te dar um concelho, eu preciso fazer isso, preciso te ajudar

- o que é melhor a se fazer? voltar pra nova York?

- não, com toda certeza não, o melhor a se fazer é dar uma chance, dar uma chance ora Camila, você diz que ela é uma vagabunda, fica repetindo pra você toda hora dizendo que ela não vale nada e ela vai acabar não valendo porque você está começando a acreditar de tanto que fala. Ela é uma garota legal, você vai saber que estou falando a verdade assim que a conhecer, de uma chance pra ela, converse com ela sem mandar ela se calar, lhe dê uma chance. Sei que agora você está apaixonada pela keana porque não se lembra do que viveu nos últimos 4 anos mas abaixa essa bola, quebra esse muro que você construiu, deixa ela falar, Lauren ela acha que você se lembra de tudo que viveu porque ela não sabe do que aconteceu, ela não é vagabunda porque te beija, sente atração por você e te ama, ela simplesmente não sabe que você é casada, você nunca parou pra pensar que ela foi enganada? que ela é a vítima? Lauren ela não merece ouvir tantas coisas ruins de você e ser tratada tão mal, você não se lembra mas é louca pela aquela latina

\\

- Deixa que eu pago a conta, da última vez você quem pagou - tirei o cartão da carteira e dei ao garçom, digitei a senha e logo depois ele falou

- cartão recusado

- mas o que? o limite desse cartão é de 100 mil dólares, como isso pode acontecer? eu não gastei esse cartão, eu não costumo usá-lo, trouxe justamente pra usar e não deixar ele na gaveta, passa de novo, deve ser algum problema com a máquina - ele passou de novo

- cartão não autorizado

- Tudo bem Lauren - disse Verônica - deixa que eu pago. Vero tirou alguns solares da carteira e deu ao garçom - pode ficar com o troco, é de gorjeta

- foi mal aí cara, eu não sei o que houve com o cartão, o limite não é tão alto assim, é o cartão com o menor limite que eu tenho mas eu nunca usei ele, e como eu não ando com dinheiro o cartão iria me salvar agora

- sem problemas cara, é normal isso acontecer - nos levantamos

- pode deixar que dou o dinheiro no seu salário do próximo mês - sou chefe da Verônica, ela trabalha na minha empresa de advocacia

Entramos no carro e Verônica estava me levando de volta pra casa

- aquela mulher te ama, porque você estando assim se eu fosse ela já teria colocado fogo em você, ela te ama - é essa foram as últimas palavras que eu ouvi até viajar no tempo outra vez

"Abri meus olhos...estava de pé ainda na casa de Camila mas ela não estava ali, vi Verônica e eu mesma ali

- Lauren, você não pode sair daqui assim tão nervosa, você não pode dirigir assim desesperada, tenha calma, isso não precisam desse desespero

- Como assim não precisa Verônica? - eu estava nervosa, andando de um lado pro outro - Eu vou fazer isso, não posso mais ficar casada com uma mulher que eu não amo - Com certeza eu estou falando da Camila, eu não amo essa mulher, eu amo a keana, a mulher que eu sempre sonhei em casar, começar a minha vida com ela e terminar com ela - Não posso continuar casada com a keana, eu não a amo, quem eu amo é a Camila, vamos casar em menos de dois meses e até agora eu não pedi o divórcio a ela é isso não pode acontecer, preciso me divorciar pra casar com a Camila

- você está com medo de ser presa por bigamia?

- não, fodasse a minha carreira, eu estou pouco me fodendo pra isso, o que eu quero é me ver longe da keana de qualquer jeito, lógico que ela vai assinar o divórcio, eu estou a tanto tempo longe dela, estou a um ano longe dela, não atendo as ligações, não escuto a voz dela a um ano, e nem devo me lembrar de como é. O nosso casamento não está frio está congelado, aposto que quando chegar em casa ela quem vai pedir o divórcio, ela pode até ter me traído mas quero que ela seja feliz independente de qualquer coisa! Eu só quero me ver longe de qualquer que seja o vínculo que eu tenha com ela, quero que a Camila seja a única mulher da minha vida, eu a amo..."

-Lauren  porra o que te deu? tô te chamando a um tempão - abri os olhos e eu estava no carro novamente com Verônica - já chegamos na sua casa

- ah..eu acabei dormindo - não contei pra vero o que estava acontecendo comigo, isso pode ser um sonho, e estou pensando que a minha memória está voltando - valeu vero, eu já estou indo então - tirei o cinto

- falou cara mas pensa no que eu te falei, só quero que vc seja feliz, só quero a sua felicidade e a felicidade da Camila, eu amo vocês duas, a Camila é minha amiga e você também

- obrigada por tudo cara, eu vou dar uma chance pra ela, eu não posso ir embora sem conhecer a mulher que tirou o foco do meu casamento - dei um abraço na minha amiga e sai do carro.

Assim que entrei no apartamento que dividia com Camila encontrei ela dormindo no sofá, estava me esperando como nós dias anteriores, realmente estou sendo rude com ela, a raiva que eu tenho não é dela, tenho raiva de mim mesma por ter traído a keana que é a mulher que eu amo. Peguei Camila de cima do sofá e levei pra cama, a cobri e fiquei a olhando, ela é tão linda, parece um anjo dormindo, um dia tirei ela do sério, ela está a tão brava, chegou a ficar vermelha, mas estava tão fofa...parecia até um ursinho de pelúcia bravo. Quer saber...irei dar uma chance pra ela, vou conhecer ela melhor


Notas Finais


Hey, se chegar a 10 comentários e a 70 favoritos, posto mais um capítulo hoje, não vale a mesma pessoa comentar duas vezes, o desafio tá fácil, já fiz desafios mais difíceis que esse. Vamos lá, quero saber o que estão achando da história😘🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...