História Tytöt - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigas, Now United, Pll
Visualizações 7
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Conhecendo ele


"Respira Bianca, respira" era a única coisa que Bianca conseguia pensar ao entrar na Sierra Canyon School. Vinda do Brasil para concluir o segundo ano do ensino médio em Miami, Bianca estava tão nervosa quanto qualquer outro intercambista, melhor, como qualquer outra pessoa já que era o primeiro dia de aula no ano

  Ao entrar na escola Bianca notou um longo corredor cercado de armário vermelhos e uma escada no final, havia corredores nas laterais mas estava tão lotado que ela perdeu a noção do espaço, olhou para sua grade de horários
"Matemática, sala 5 no 1° andar"
"Mas aonde é a sala cinco?"ela pensou andando entre os calouros igualmente perdidos, no mesmo instante em que se debateu a outra pessoa
-Desculpe- As duas disseram, Bianca logo percebeu uma menina asiática com cabelos negros um pouco abaixo do ombro
-A culpa foi minha- Bianca disse sorrindo
-não tem problema, aliás você é aluna nova?- a menina perguntou
-sim, sou sim, deu pra perceber?-
-é o sotaque, aliás sou Hina, Hina koyama- Hina estendeu a mão
-Bianca Cardoso- elas se comprimetram -O sotaque é porquê eu sou do Brasil-
-sério? Isso é incrível- Hina disse animada -e você está gostando daqui? Tipo Miami é tão monótono pra mim mas ao seus olhos deve ser incrível-
-e é sim, só estou confusa com as aulas. Aqui- ela se aproximou de Hina e mostrou-lhe sua grade de aulas - aonde é a sala cinco?-
-a, é logo ali na frente, eu te levo lá,  também tenho essa aula- elas sorriam
Andar pela multidão do corredor não era uma tarefa fácil, Bianca e Hina não conseguiram dar nem dois passos sem serem empurradas e levarem cotoveladas, quando Hina que era bem mais baixa se levantou na ponta dos pés para dizer a Bianca para esperar o sinal tocar o corredor se abriu de repente, todas as pessoas se comprimiram nas paredes para duas meninas passarem, uma ruiva com cabelos balançando como em um comercial e uma outra morena com uma enorme juba cacheada castanha com o celular na mão se filmando, elas andavam como modelos na passarela com roupas de grife e cabelos impecáveis. Elas comprimentaram um grupo de atletas e depois que viraram o corredor o caminho se fechou de novo. O sinal tocou e todos decidiram correr para a sala ao mesmo tempo, causando um grande tumulto, Hina e Bianca foram jogadas na parede e permaneceram ali até todos sumirem.

  Quando o silêncio finalmente chegou ao corredor as meninas correram para a sala, o diretor já estava lá a espera para poder apresentar Bianca a turma. Em primeiro momento ela teve que lidar com alguns alunos do fundo da sala gritando palavras como "samba", "caipirinha", "brigadeiro" e atrapalhando o diretor em seu discurso de como devemos ser compreensíveis com pessoas de outros países. Mas em compensação notou que a matemática do Brasil era muito mais avançada do que a dos EUA e que seria muito mais fácil para ela.
 
No intervalo as meninas decidiram sentar do lado de fora da escola na grama e pegar sol, Pelo que Hina disse "o refeitório vai estar cheio demais de calouros escolhendo mesas e atletas cometendo bullying" a ideia de ser "apresentada a o sonho americano adolescente" poderia esperar até semana que vem. Elas conversavam sobre matemática e Hina a tentava explicar como chegar nas salas das próximas aulas, quando uma bola de futebol americano atingiu Hina nas costas ambas se assustaram,Hina gemeu de dor, Bianca pegou a bola e se virando viu de longe uns meninos fazendo sinal para mandar a bola de volta, ela se levantou e ao jogar a bola gritou em português -enfia no cú essa merda-
-O que você disse?- perguntou Hina quando Bi se sentou ainda massageando as costas
-disse para terem cuidado com as pessoas- segurando o riso
Alguns minutos depois um garoto alto, loiro e com olhos verdes se aproximou
-desculpem pela bola, são os calouros, eles ainda estão aprendendo-
Hina congelou
-A tanto faz- disse bi
-como?- disse o menino com ar de surpresa
-você pode sair da minha frente, está tampando o sol- ela disse debochadamente e o menino se retirou sorrindo
-O que você está fazendo? Aquele é o Josh Brollyn o menino mais gato do colégio e capitão do time de futebol- disse Hina ainda em choque 
-no Brasil, nos não damos confiança para esse tipo de garoto-
-Mas por....- e congelou de novo ao ver que josh voltou
-O que você quer?-
-calma esquentadinha, é que sexta feira vai ter uma festa de boas vindas lá na minha casa e você poderia aparece lá- ele piscou
-é... talvez- ela disse tampando o sol com a mão para poder vê-lo melhor
-estão tá, talvez- ele disse, arremessou a bola que segurava e correu atrás
Bi esperou Josh se distanciar para falar -acho que temos uma festa pra ir sexta- disse sorrindo para Hina
-você não estava dando em cima dele estava?-
-qual o problema?-
-o problema é que ele namora a Genevieve Marge, aquela ruiva que vimos mais cedo, ela é o mal em figura de gente
Recebeu o título de rainha do inverno ano passado, é garota mais popular e linda da escola, capitã das líderes de torcida e muito, muito rica, para você ter noção até os gays querem ficar com ela-
-e oque isso tem haver?, a gente ainda pode ir pra festa-
-bom...nada, mas não entra no caminho dela, ano passado uma garota foi expulsa por causa dela-
-não se preocupe, nos só vamos em uma festa. Nada de mais-
 
O intervalo passou mais rápido do que elas pensavam, depois disso as meninas se separam para as próximas aulas, só se viram depois no corredor na hora da saída
-parece que nós sempre vamos se esbarrar assim quando nós nos encontrarmos- Bi disse quase gritando por causa do tumulto, Hina sorriu, elas seguiram pelo corredor até o quadro de avisos que estava cheio de estudantes e papéis, todos recrutando calouros para clubes
-acho que vou participar desse- Hina apontou para um que dizia
"CLUBE DE CIÊNCIAS, AONDE OS GÊNIOS SE ENCONTRAM"
Bi por um segundo pensou em participar com a amiga mais logo em cima viu um cartaz escrito
"TESTES PARA LIDERES DE TORCIDA NA QUARTA, VENHAM E FAÇAM SEU MELHOR"
 
Ela sorriu apontando para o cartaz olhou para Hina que depois de ler  balançou a cabeça em negação.
As duas se despediram na calçada quando a Host family de Bi veio buscá-la. Sua Host mãe se chamava Drika ela era casada com Lewis e tinham um menininho de sete anos chamado Nathan, todos loiros com olhos azuis. Bianca se sentia muito diferente perto deles e acreditavam que eles sentiam o mesmo, mas não  demonstravam isso. Ela e a família escutaram o pequeno Nathan falando do primeiro dia de aula dele o caminho todo até chegarem em casa que foi quando Bi consegui contar o dia dela. Eles conversaram por algumas horas viram filme e depois foram dormir, Bi mandou mensagem para seus pais sobre seu dia mais eles não responderam.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...