1. Spirit Fanfics >
  2. Uchiha ao acaso >
  3. "Você despertou um demônio"

História Uchiha ao acaso - Capítulo 1



Notas do Autor


Gente. Eu to apaixonada em SasuHina. E eu tentei expressar isso.
Me dêem comentários amores meu!!!
Eu to fazendo pelo word do celular, estou sem PC no momento. Mas assim que tiver eu editarei tudo.

Capítulo 1 - "Você despertou um demônio"


- Tome mais um gole 

Uma mulher de cabelos vermelhos, não eram naturais, isso dava para perceber já que sua raiz era de uma cor diferente, porém aquilo não a deixava menos bonita. 

- Não, eu não me sinto muito bem.

A garota de olhos perolados disse, suas bochechas estavam rosadas e era mais que nítido que ela não se dava muito bem com bebidas, na realidade ela estava naquele ambiente a convite de seu pai, já que ela era a filha mais velha ela simplesmente tinha que se comportar. Se o seu namorado a visse assim o que diria? Não queria pensar naquilo. Só queria voltar logo para casa urgentemente. Quem era aquela mulher mesmo? Sua mente já não estava funcionando muito bem. 

- Tem razão, vou te levar para casa. 

A voz daquela mulher soou de forma sombria o suficiente para a mais jovem se arrepiar,  mas a palavra casa a reconfortou e acabou por sorrir de forma gentil. 

Mais alguns instantes ela estava em um carro, seu corpo se esquentava e o desejo era do vomitar. Passou a mão pela testa e em seguida a desceu pelo pescoço, sua garganta estava seca, umedeceu os lábios tentando ficar mais confortável. 

- Está chegando? 

- Sim estamos quase lá. Tente descansar. 

O caminho estava demorando de mais, pareceria que estava demorando uma eternidade. Sentiu o carro parar e o motorista abriu sua porta, não tinha muito cuidado no toque dele. Respirou profundamente sentindo o ar entrar em seus pulmões, mas como em um piscar de olhos ela apagou. Sua mente estava vagando em um vazio que não tinha explicação.  

 

♤♧

 

- Uma mulher? 

Ele se perguntou friamente vendo na cama uma mulher de cabelos longos e pele clara. Estava segurando firmemente o lençol de seda negro. Ela se destacava ainda mais pois usava um vestido vermelho que tinha uma abertura pequena na lateral. Ela murmurava algo que ele não conseguia escutar muito bem.  Tirou o terno negro o deixando em uma poltrona que havia ali próximo. Desabotoou as mangas e mexeu os pulsos os agitando enquanto se aproximava daquela cama. 

Como em uma puxada de ar ela abriu um pouco os olhos, eram perolados e incomuns, nunca os havia visto mas não seria incrédulo em pensar que não eram belos, por que sim, eram extremamente chamativos. 

Ela mordeu o lábio inferior levando a mão até o rosto dele acariciando o lábio dele com o polegar, corou um pouco mais. Ah sim, ela estava o reduzindo. Era mais uma daquelas mulheres que invadia a sua sala do escritório para ficar um pouco a mais com ele, ou seja, transarem. 

Ele abriu a boca mordiscando a ponta do dedo dela a fazendo corar ainda mais. Ela estava muda? Não falaria nada? 

Pegou a mão dela e a pressionou na cama e pode ouvir um gemido fraco como em um suspiro. Levou os lábios até os dela os tocando mas logo os direcionou até o pescoço dela a mordendo e chupando. Ela estava quente, o corpo estava quente. Quem era aquele homem que a estava provocando? Não queria parar em momento nenhum. O quarto escuro não a permitia ver quem era aquele homem. 

Era culpa da bebida. Certo? Claro. 

Abriu um pouco as pernas o deixando entre elas e inverteu a posição, só não percebeu que estava na beirada da cama. O resultado foi: Ambos para o chão tendo ela por cima. 

- Não se esqueça  

Ele a segurou firmemente as cochas, queria a deixar marcada, já que ela insistia em provocá-lo. Levantou um pouco mais o corpo e antes de os lábios dela para si ele sussurrou “Você despertou um demônio” e então  de uma forma bruta ele a beijou, o que a fez se render logo que imediatamente. As línguas dançavam no pequeno espaço que estava sendo disputado nas bocas. 

 

♤♧

 

Após aquilo o corpo masculino estava aliviado, tinha marcas de unha em suas costas o que o fez murmurar, as marcas não iriam sumir tão facilmente.  Parecia que havia lutado com um tigre raivoso. Aquela mulher tinha garras afiadas. Tinha sorte de não ter rasgado a blusa. A vestiu cuidadosamente e moveu os ombros largos fazendo a blusa se alinhar ao seu corpo. Colocou o seu relógio de pulso aproveitando e olhando as horas. Murmurou, tinha uma reunião e tinha que comparecer. 

6:45 da manhã.  O que fazer? Simples.  Esconder as marcas vermelhas se seu pescoço e agir de forma profissional. 

6:56 já estava no andar de baixo do hotel e pagaria pela noite. 

- Volte sempre senhor... 

Assim que ele passou o cartão e o nome apareceu no monitor da tela, a mulher de cabelos castanhos  não teve coragem de olha-lo nos olhos mas se corrigiu instantaneamente já retirando o cartão da maquininha e o entregando 

- Volte sempre Sr. Uchiha. 


Notas Finais


Quero comentários ❤
Notas.❤
Críticas ❤
Idéias ❤
O que estão pensando ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...