História Uchiha e Uzumaki - Destinos Traçados. (Itadei x Sasunaru) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pela demora para atualizar a fanfic! :x

Capítulo 3 - O desenho


Fanfic / Fanfiction Uchiha e Uzumaki - Destinos Traçados. (Itadei x Sasunaru) - Capítulo 3 - O desenho

  Como Deidara aceitou finalmente entrar na Akatsuki, Minato enviou um comunicado para o líder do grupo e está aguardando a sua visita na aldeia, para poder recrutar oficialmente Deidara e Itachi.

    Hoje terá um evento na escola de Naruto, da qual o Hokage não poderá ir por conta do trabalho. Então, ele pediu que Deidara fosse em seu lugar. Já que ele saiu da Ambu e está com bastante tempo livre agora. 

 

   -Mas hoje é o dia dos pais na escola, ou dos irmãos?! -Questionou Deidara para o pai.

 

   -Eu estou trabalhando, o Naruto irá entender. Na verdade, acho que ele ficaria ainda mais feliz se visse você lá, do que a mim.

 

   Deidara revirou os olhos, mas obedeceu o pai. Ele não quer ter que ir na escola do irmão fazer papel de responsável, mas odiaria ainda mais ter que ouvir sermão. Então por isso, preferiu obedecer sem questionar mais.

   Assim que o loiro saiu da sala do Hokage, se deparou com Itachi que também estava indo em direção á saída. Deidara apenas desviou o olhar do Uchiha e continuou seguindo o seu caminho.

   Durante a trajetória até a escola do irmão, o Uzumaki acabou se incomodando por Itachi estar indo pelos mesmos caminhos que ele, parecendo até que está o perseguindo.

 

  -Por acaso você está me seguindo, cara?! -Deidara perguntou irritado e Itachi o olhou confuso.

 

  -Não. Estou indo até a escola do meu irmão, pois meu pai não poderá comparecer. -Explicou, com a mesma expressão serena de sempre.

 

   -Ah, então você também está indo pra lá... -O loiro revirou os olhos novamente. Ele já não queria ter que ir, e com o Itachi lá presente, isso só piorará as coisas.

 

  -Você também está indo para a escola?

 

  -É o que parece. -O Uzumaki respondeu com o seu típico tom de grosseria. 

 

  -Desculpe a pergunta invasiva, mas... você tem algum problema comigo?

 

  -O quê? -Deidara se surpreendeu com a pergunta repentina do Uchiha.

 

  -Me perdoe se eu estiver errado, mas você passa a impressão de que não vai muito com a minha cara. Das raras vezes em que nos falamos, em todas elas você me respondeu de uma forma grosseira, sem mencionar que parece que fica incomodado toda vez em que estou por perto. Então eu gostaria de saber qual é o seu problema comigo?

 

  -A sua existência me irrita! -Deidara falou em um tom elevado, o que fez Itachi levemente se assustar. -Sempre estão falando de você, ''o Itachi é isso, o Itachi é aquilo...'', foda-se! O fato de seus olhos ficarem vermelhos não o fazem um ninja melhor que os outros, no fim são todos a mesma merda! Então não sei porque todos sempre ficam bajulando você!

 

   O loiro pôs para fora o que há muito tempo estava entalado em sua garganta. Ele sempre quis dizer tais coisas á Itachi, mas nunca teve coragem. Ou melhor, a oportunidade.

   Itachi por sua vez, ficou perplexo pela alegação do colega. E resolveu explicar o seu lado também:

 

   -Eu nunca quis isso! Também não me acho melhor que os outros, na verdade é totalmente o contrário. Eu apenas faço o que querem que eu faça, ou melhor, o que meu clã precisa que eu faça. Até mesmo o meu irmão caçula me odeia por achar que estou muito além de suas habilidades. Mas no final das contas, eu sou apenas mais um ninja comum. E daria tudo para ser tratado como tal...

 

   Deidara ficou surpreso com o desabafo inesperado de Itachi. Por mais que ele o odiasse durante bastante tempo, nunca foi especificamente a pessoa que Itachi é, e sim sobre como o resto da vila o representava. Principalmente Minato, que constantemente fazia comparações idiotas entre os dois, o que sempre irritou Deidara profundamente.

   Mas depois de ouvir o lado do Uchiha, Deidara até mesmo se sentiu um pouco culpado. Pois de certa forma, Itachi nunca foi diretamente responsável pelos motivos que levaram o Uzumaki a odiá-lo. Diante disso, Deidara pareceu entender perfeitamente como ele se sente.

   Kushina sempre dizia que o filho possuía uma certa habilidade para conseguir compreender os sentimentos alheios, pois o mesmo sempre se coloca no lugar do outro em qualquer situação. Isso era uma das coisas que ela mais admirava em Deidara, pois é algo que poucos conseguem fazer.

   E é exatamente o que ele está fazendo no momento, se colocando no lugar de Itachi.

 

  -Me desculpa. -Falou Deidara, excedendo o seu orgulho.

 

  -Pelo o quê?

 

   -Pelas coisas que acabei de dizer. Eu fui injusto, portanto, peço desculpas.

 

   -Tudo bem, afinal todos os outros ninjas da nossa idade pensam o mesmo que você. Eu meio que já estou acostumado com isso.

 

   Aquilo deixou Deidara ainda mais comovido. Pois ele começou a se lembrar que realmente nunca viu Itachi com um amigo, ou até mesmo conversando com alguém que não seja o seu próprio irmão. Até mesmo na infância quando ambos estudavam juntos, Itachi sempre ficava isolado das outras crianças. Deidara na época, achava que era por conta dele se achar melhor que os outros. Mas parando para pensar melhor, todos os seus colegas incluindo Deidara, não gostavam de Itachi por ele sempre se sair bem em praticamente qualquer matéria.

   ''Talvez não sejamos tão diferentes assim...'', pensou Deidara. Pois ele também nunca teve muitos amigos. Por ser filho do Hokage, os outros jovens achavam que ele poderia relatar para o pai as coisas que eles faziam de errado. Portanto, preferiam ficar longe do Uzumaki.

 

   Durante o restante do caminho, os dois não trocaram mais nenhuma palavra. Apenas continuaram seguindo juntos em direção á escola.

   Assim que chegaram até lá, todas as meninas ficaram fascinadas quando os viram, afinal ambos são muito bonitos. Mas isso é algo que Itachi e Deidara nunca ligaram, mesmo que isso aconteça em praticamente todos os lugares que eles vão.

 

   -Irmão, você veio?! -Disse Sasuke todo alegre enquanto corria em direção á Itachi.

 

   -Claro que sim. -Respondeu o mais velho no mesmo momento em que acariciava os cabelos do irmão.

 

   Deidara começou a olhar envolta para tentar encontrar Naruto, mas mesmo após olhar para todas as crianças, não conseguiu encontra-lo.

 

   -Ei, você sabe onde está o Naruto? -Perguntou para o irmão de Itachi, que provavelmente deve saber onde ele está por estudarem juntos.

 

  -Deve estar lá fora.

 

  -Mas todos estão aqui dentro, por que ele estaria lá?

 

  -Não sei, mas geralmente ele brinca sozinho lá fora.

 

  Deidara ficou confuso com a informação do garoto. Pois seu irmão adora uma festa, era para ele estar aqui badernando no meio das outras pessoas. Porem, ele não duvidou das palavras de Sasuke, afinal Naruto realmente não está aqui. Então provavelmente só pode estar lá fora.

  Deidara resolveu ir até o pátio da escola, atrás do irmão. Mas antes de sair, a professora de Naruto apareceu.

 

  -Você é o irmão do Naruto Uzumaki, certo? -Ela perguntou e ele apenas confirmou com a cabeça. - Quero que veja uma coisa, me acompanhe.

 

   Assim que ela disse, Deidara se animou. Pois do jeito em que ela falou, Naruto deve ter feito algo de errado. Só de imaginar a cara que Minato fará quando souber, Deidara se alegrou.

 

  -O que foi que o pirralho aprontou?

 

  -O que? Não, ele não fez nada de errado! -A professora riu. - É que eu pedi para que os alunos desenhassem o momento mais feliz de suas vidas, pois você mais do que ninguém já deve saber o quanto a vida ninja é carregada de sofrimento... então eu quis espairecer um pouco e passei essa atividade para eles. -Ela foi até sua mesa e pegou alguns papeis. -Todos desenharam algum momento em que ganharam algum presente legal, ou fizeram alguma viagem... Já o Naruto, desenhou algo que me chamou a atenção. Acho que você irá gostar...

 

  Ela entregou o papel para Deidara e ele se surpreendeu quando olhou o desenho. Naruto desenhou o abraço que os dois deram na noite anterior. Deidara até mesmo já havia esquecido que aquilo aconteceu, mas pelo visto, foi um momento muito especial para o caçula.

   Deidara engoliu seco, analisando o desenho com remorso. Ele já estava emotivo por conta de sua conversa com Itachi há minutos atrás. Agora, ele está ainda pior depois de ver a ilustração feita por Naruto.

 

   -Adorável, não?! -Disse a professora sorrindo.

 

   -Sim... -O loiro respondeu baixo, ainda sem tirar os olhos do desenho. -Posso ficar com isso?

 

  -Claro que sim, é todo seu!

 

  -Obrigado. 

 

  Deidara dobrou o papel com cuidado, guardou em seu bolso e foi procurar por Naruto. É a primeira vez em que ele tem consciência do quanto é importante para o irmão. Mesmo que seja muito difícil para Deidara demonstrar afeto, ele quer tentar pelo menos fazer com que Naruto saiba que também é amado por ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...