1. Spirit Fanfics >
  2. (Uchiha Madara e leitora) uma usuária do "Mokuton" >
  3. Meu primeiro é eterno amor

História (Uchiha Madara e leitora) uma usuária do "Mokuton" - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Releve qualquer erro ortográfico, as vezes o corretor troca algumas palavras, mais acho que dá pra entender

Capítulo 9 - Meu primeiro é eterno amor


Fanfic / Fanfiction (Uchiha Madara e leitora) uma usuária do "Mokuton" - Capítulo 9 - Meu primeiro é eterno amor

       " Flashback 10 anos atrás"

(autora on)

SN andava pela floresta, um tanto longe do esconderijo onde ela vivia com madara a dois anos. Ela estava distraída, perdidas em pensamentos... a dois anos não tinha contato com ninguém, a não ser com madara durante os treinos. Ela se sentia só. Faltava algo em sua vida. Talvez uma paixonite, um namoradinho, coisa do tipo.
Agora com 15 anos, Sn experimentavá as novas reações é mudanças de seu corpo com a puberdade. Descobrindo coisas sobre si mesma que jamais pensaria que pudessem existir ou acontecer. E com essas mudanças é sensações que seus toque causavam em si mesma, ela se perguntava, o que o toque de outra pessoa poderia fazer com ela.

Se questionando sobre tals pensamentos, Sn não percebeu a presença de um ser que se aproximava cada vez mais.

Sn-Aaaah... me solta. O que pensa que está fazendo. Me solta— ela gritava é se debatia nós braços daquele que a segurava.

?- quem é vc, é o que faz aqui pirralha?!- disse ha virando pra si.

Sn- eu e quem te pergunto quem é vc, seu louco. Me solta- tentava se solta a todo custo.

?- garota insolente, com quem pensa que está falando- soltou ela é se afastou um pouco para olha-la melhor.

Sn- eu sei la... como saberia quem é vc, se nem te conheço, seu louco. E ainda mais... usando essa máscara é difícil determinar quem vc seria- disse se virando é fazendo bico.


?- o que vc faz aqui pirralha? - falou colocando a mão no bolso e fitando a figura a sua frente.

Sn- eu não sou uma pirralha, seu velho... E eu tenho nome sabia?!- disse virando pra ele visivelmente irritada.

?- como sabe se sou Velho?! PIRRALHA.- falou se inglinando em frente ao rosto da menina.

SN corou imediatamente com o ato do homem, apesar de não poder ver o rosto dele... Ele era muito bonito de corpo, sua voz grossa e autoritária era extremamente linda. Com a aproximação do homem, Sn podia sentir perfeitamente seu cheiro amadeirado suave e marcante. Sn estava completamente inebriada com tal coisa.

Percebendo o estado da garota o homem se afasta é sorri nasal.

?- haha.. nunca ficou tão próximo de um homem, pirralha?- disse voltando a fita-la.


Sn- B-BAKA... não e nada disso. E não me chame de pirralha. Meu nome é Sn.- berrou alto tentando disfarçar o quanto estava encantada com o mascarado.

?- Que seja Sn. Agora me diz. O que faz aqui? Não está muito longe de casa, pra está andando sozinha?- disse se aproximado novamente.

Sn- ah, ah.... baka, não chegue tão perto.- se afastava pra não ter tanto contato com o homem a sua frente.

Sn- e não... Eu não estou tão longe de casa. E sei me cuidar muito bem. Posso andar sozinha tranquilamente.- disse confiante em suas palavras.

?- Hum... entt vc não mora na Vila certo?- perguntou um tanto intrigado.

Sn- não. Eu... Eu moro a alguns quilômetros daqui- disse meio desconfiada.

?- por que tão longe da Vila Sn?- ele estava intrigado.

Sn- eu não gosto de falar sobre isso.- disse meio cabisbaixa.- e além do mais, não lhe devo satisfação.

?- insolente, poderia fazer vc se lamentar por me responder- falou irritado com a ousadia da garota.


Sn- não enche velho. Afinal, quem é vc hein?- disse semicerrando os olhos.

?- não te interessa pirralha.- disse enquanto se afastava.

Sn- ei.. Já falei pra não me chamar assim- falou enquanto o seguia.

?- não enche pequena- disse sem fita-la

Sn- eu não sou pequena, tenho 1 é 71 de altura. Você é que é alto de mais.- falou ficando lado a lado com ele enquanto andavam.

?- tudo bem Sn...- parou é a encarou- me chame de...Hum, deixe-me pensar... Suna. - disse estendendo-lhe a mão.

Sn- Hum... esse não é o seu nome verdadeiro certo?- o encarou.

Suna- Não, não é. Mais vc pode me chamar assim.- disse se inglinando agente de seu rosto.

Sn- ah...é... c-certo, Suna. E um prazer- disse se afastando um pouco é pegando em sua mão que ainda estava estendida.

Suna- o prazer... E meu Sn.- sorriu nasal.

Eles caminharam um pouco é conversaram banalidades, Sn estava intrigada com aquele homem. Ele era misterioso é rabugento. Aparentemente bonito e tinha um cheiro é uma voz marcante.
Após algum tempo conversando Sn notou que já havia escurecido, é que realmente estava muito longe de casa.

Sn- nossa, já está tarde. Não vou conseguir voltar pra casa a essa hora- disse fitando o céu.

Suna- seus pais devem estar preocupados pirralha-  falou olhando a menina .

SN- ahg- grunil revirando os olhos- por favor Suna. Não me chame de pirralha, odeio isso.- disse o encarando- em todo caso..  eu não tenho pais. E já te falei que sei me virar.

Suna- certo. Entt é melhor cassarmos um lugar pra passar a noite.- falou enquanto olhava ao redor.

Sn- Suna. Posso confiar em vc?- questionou o encarando.

Suna- claro, não faria nada que a machucasse.- falou retribuindo o olhar.

Sn- certo então- disse fazendo selos de mão, é colocou a mão no chão. - Estilo madeira, jutsu casa de quatro pilares.

Uma casa de dois andares apareceu em sua frente, "suna" ficou intrigado com tal coisa. Apenas uma pessoa tinha a quele elemento de chakra. Como aquela menina consegue fazer isso, se questionava.

SN- vamos?!- disse o puxando pra dentro.- podemos passar a noite aqui. E seguro, já que é afastado de tudo. Ninguém passa por aqui, então podemos ficar tranquilos- disse se deitando no chão.

Suna- Sn.... como fez isso?- disse sentando ao lado dela.

Sn- longa história suna- bocejou .- vamos dormir. Conto pra vc uma outra hora.-disse dando as costas pro homem ao seu lado.

Suna- tudo bem- se deitou de costas pra ela também.

Ele não conseguiu dormir, se questionava como aquilo era possível, jamais avia visto outra pessoa além de Hashirama fazer tal coisa. Precisava saber mais sobre ela, é como consegui tal proeza.
Quando estava quase dormindo sentiu ser envolvido em um abraço, se virou e viu que Sn dormia profundamente. Não quis acordala é apenas retribuio o abraço. Sn se aninhou em seu peito, é assim ele pego no sono.


No outro dia pela manhã, Sn acordou é percebeu que estava deitada nos braços do homem. E se assustou quando olhou para seu rosto.

Sn- aaah....- gritou se afastando.

O homem que até então dormia tranquilamente se sentou em um pulo.

Suna- O-oque ouve- disse a encarnado.

Sn- n-não pode ser.. v-você é o segundo hokage?- disse apontando pro rosto do homem.- não... Ele está morto a anos.. isso seria impossível. Então! Quem é vc?

Ele então percebeu que tirou a máscara enquanto dormia. Encarou ela é se aproximou.

Sn- fica longe de mim-disse se afastando.

Suna- relaxa Sn, não vou fazer nada - disse pegando ela no colo

SN se debatia em seus braços enquanto gritava pra ela a soltar.

Suna- chega sn, já disse que eu não vou fazer nada, eu não te machucaria pirralha- disse se sentando novamente. Apertou ela no colo tentado acalmá-la.

Suna- se vc ficar quieta eu te conto tudo- disse a encarnado com cara de poucos amigos. Ele observou a menina enquanto ela se acalmava é continuo-certo. Agora posso falar?!

SN fez que sim com a cabeça é se ajeitou em seus braços.

Suna- resumindo. Eu sou sim o segundo rokage. Tobirama- disse simplista e sério.

Sn- serio?! Juro que eu não tinha pensado nisso- falou o encarando.

Tobirama- deixa de arrogância garota.- a encarou seriamente- continuando. Eu desenvolvi um jutsu que só eu consigo usar... E ele só pode ser feito quando se está a beira da morte. E um jutsu bastante complexo. E meio difícil explicar , então vou resumir pra vc.- Sn fez que sim com a cabeça é ele continuou.

[  ] Tobirama- depois de decidir que eu seria a isca dos inimigos, eu nomiei hiruzen Sarutobi como terceiro hokage, é mandei que eles fugissem, é voltassem a konoha. Eu lutei com os inimigos até a "morte". Nos meus últimos suspiros consegui realizar meu jutsu. Fiquei em estado de coma acredito que por uns dois a três dias. Quando acordei estava muito ferido pra voltar a konoha, andei por alguns quilômetros é vi um lago, lavei meus ferimentos e usei umas ervas que tinha ali na beira. Achei uma pequena caverna é descansei lá. Quando estava quase recuperado, pensei em voltar a vila, mas, já tinha nomeado Hiruzen como rokage, é sabia que em suas mãos a vila ficaria segura. Descido aproveitar os anos que consegui com o jutsu, é desfrutar da minha "paz". Então descidi deixar para todos os efeitos, que todos continuacem a pensar que estava morto.

Sn- entt quer dizer que sou a única que sabe que vc está vivo?- falou o encarando

Tobirama- é - disse retribuindo o olhar.

Sn- bom... isso é realmente confuso- sorriu timida.

Tobirama ficou maravilhado com o sorriso da menina.

Tobirama- sua vez. Como possui o estilo madeira do meu irmão?- perguntou ainda a encarando.

SN contou o que aconteceu pra ele é ele ficou completamente sem reação.
SN omitido o fato de que madara também estava vivo, é que morava com ele.
Eles convesaram, é decidiram que Tobirama irá residir naquela casa que Sn  avia levantado ali. Decidiram também que sn, iria velo todos os dias pela tarde, (já que só treinava com madara de manhã) é ele a ajudaria a dominar melhor o estilo madeira. Tobirama a treinaria, é ensinaria a ela todos os seus jutsus.
Se despediram é Sn voltou pra casa.

[  ] Depois de um ano sendo treinada por Tobirama, Sn já conhecia todos os seus jutsus, é dominada 60% o estilo madeira. Em um dos treinamentos, Sn confessou a Tobirama que estava apaixonada por ele, éles transaram algumas vezes, é Tobirama a pedio em namoro.

Eles continuaram a treinar juntos, durante muito tempo. Quando Sn fez 21 anos Tobirama disse que só teria mais 4 anos pra ficar ao lado dela. Ele não queria que Sn sofresse com sua partida então decidiram que não ficariam mais juntos como namorados, que SN poderia ficar com outras pessoas e se fosse o caso até se apaixonar por outro homem. Sn não queria, mais por insistência dele ela acabou aceitando. Eles não estavam mais juntos como casal, mais sempre ficavam juntos.


Facebook off

SN é Tobirama não eram um casal a quatro anos, mas, Sn não deixou de amalo por nem um segundo. Mesmo admitindo que criou sentimentos por madara, ela sabia que o que sentia por Tobirama jamais mudaria. Era um amor puro demais pra deixar de existir. Tobirama foi seu primeiro amor. E sempre ocuparia no seu coração um lugar especial. Por mais que um dia ela viesse a amar outra pessoa, tanto quanto ama Tobirama, seu coração haveria espaço para os dois.






Autora off

Contínua...


Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...