História Ultimo Momento - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Tags Duke, Joey, Marik, Ryou Bakura, Yami Bakura, Yami Marik
Visualizações 33
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já foi na BGS ?

Capítulo 2 - Capítulo 2- O que você está ?


Fanfic / Fanfiction Ultimo Momento - Capítulo 2 - Capítulo 2- O que você está ?

Você acordou e pensou bos eventos do dia anterior e estremeceu."Bakra..." você pensou. Você esperava que tudo que tinha acontecido ontem fosse um sonho.

Você se levantou e lentamente se preparou para ir para escola. Você realmente não queria ir, mas sabia que era necessário mas você queria ver o Bakura e falar com ele. Mas ao mesmo tempo você estava com muito medo dele, você sabia que algo estava muito errado e que ele só lhe causaria problemas, mas isso de alguma forma te intrigou. Você queria saber mais sobre ele "Talvez ele seja apenas bi-polar...." Você pensou.

Você entrou na sala com medo e viu o Bakura fazendo um gesto para que você fosse até ele. Era seu Yami, você teve a sensação que deveria ir até ele, mas estava muito assustada e decidiu falar com o Duke.

Você caminhou até ele e, enquanto você olhava para o rosto dele, ele sorriu para você "Ei Mari ". Enquanto você sentia o olhar do Bakura queimava em suas costas.

Ele riu "Olha Mari eu gosto muito de você" Provavelmente a primeira vez que você vê o Duke corar "Você será minha ?" Ele parecia nervoso.

Você olhou para o Bakura e ele parecia realmente bravo "Desculpa, Duke mas vou roubar a Mari nesse momento " Antes que você pudesse dizer alguma coisa, Bakura tomou sua mão e puxou você para sua mesa. Ele disse que você sentaria ao lado dele. Você ficou em silêncio por alguns instantes até você pensar em voz alta "Bakura...por quê ?" de repente você percebeu o que você disse e cobriu a boca.

Ele se virou para olhar diretamente nos seus olhos e sorriu. Ele colocou um dedo no seu queixo, então você teve que olhar para ele "Ainda não posso dizer isso agora" Ele soltou seu queixo. Você ainda estava estava confusa, mas sempre que você fazia uma pergunta, a resposta dele deixava mais perguntas sem resposta "Explique por favor, eu não me importo com o que você vai fazer comigo, mas o há com você e o Ryou ?".

Ele riu "Você está mentindo, eu sei que você se importa com o que eu quero com você. Mas enquanto ao meu anfitrião e posso explicar depois... Vou a sua casa".

Você se perguntou como ele sabia onde você morava, mas realmente você queria que ele não viesse, mas não tinha outra escolha "Tudo bem" você concordou.

"Bem te vejo depois minha querida" Ele começou a se afastar rindo.

(A Aula Acabou)

A campainha da sua casa tocou e você sentiu seu estômago torcer em nós. Você caminhou até a porta "Eu não deveria ter deixado ele vir" Você pensou. Você foi até a porta suspirou e destrancou a porta.

Bakura estava apoiado no batente da porta e sorriu  "Oi minha querida Mari" De repente você mudou de ideia e não queria ele lá. Você tentou fechar a posta na cara dele mas ele empurrou a porta com um sorriso que nunca desparecia " Não será tão fácil se livrar de min você sabe Mari " Você ficou um pouco assustada ao ouvir suas palavras. Ele passou  por você, você fechou a porta e o acompanhou lentamente até o sofá.ele se-sentou ao lado de você.

"Então o que você quer saber sou e o Ryou" Ele te perguntou com aquele mesmo sorriso " Você são a mesma pessoa ?".

Ele sorriu silenciosamente "Eu sou tanto Ryou quanto ele sou eu. Nos somos almas diferentes mas dividimos o mesmo corpo".

"O que você está....?" Você recuou alguns passos. Ele riu e começou a seguir os seus passos "Simplificando eu sou um espírito maligno que reside no Anel do Milênio Ryou".

Você continuou a andar para trás "Você está apenas usando esse corpo para conseguir o que quer ?" Você falou. Não havia mais espaço para se mover suas costas já haviam atingido a parede. Você fechou os olhos mas sentiu que suas mãos  foram levantadas acima da sua cabeça e presas na parede com uma outra mão. Você abriu os olhos e viu o Bakura lhe dando um sorriso malvado. Ele deslizou a boca contra a sua orelha e sussurrou com raiva "Eu lhe ensinar a não falar assim com o seu mestre, olhe o quão fraca e indefesa você está agora, agora eu poderia fazer o que eu quiser com você...." Ele sorriu, mas você apenas olhou para ele.

"Um, você não é o meu mestre, dois me solta me larga, sai de min " Isso só o motivou mais e ele deslizou seus lábios suavemente contra o seu pescoço, fazendo você gemer de medo.

"Você ainda está assustada ? Talvez isso faça você me ouvir meu animal de estimação". Ele soltou de você e saiu da sua casa. Ele deixou você e fechou a porta, deixando você completamente insegura com o que você faria.


Notas Finais


Eu gosto muito do Bakura (o fofo) ele é muito FOFO : D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...