1. Spirit Fanfics >
  2. Últimos da linhagem >
  3. Estopim

História Últimos da linhagem - Capítulo 6


Escrita por: 00end

Notas do Autor


Olá meus caros espero que vcs me desculpem a demora pra postar

Eu gostaria de comentar aqui e os espaços gigantes ao final dos cap (3,4 e talvez o 5) são bugs do app

Com isso espero que gostem...

Capítulo 6 - Estopim


Fanfic / Fanfiction Últimos da linhagem - Capítulo 6 - Estopim

▪️ Naruto pov▪️

Alguns dias haviam se passado desde nossa missão com os magos da fairy tail, oque nos restava agora era apenas investigar Jose porla, mas até o momento não era nossa prioridade. Sasuke e eu após algumas conversas resolvemos partir em direção a fairy tail na tentativa de entrar na guilda, mas, deixaríamos isso para depois afinal coisas mais importantes aconteciam no momento

- você está pronto dobe? – ouço a voz do uchiha que apesar de indiferente como o costume havia leves traços de ansiedade para o que estava por vir.

- estou sempre pronto pra você teme – digo sentindo a sensação de euforia aos poucos me dominar, a verdade é que após a missão com os magos procuramos um lugar distante o bastante de tudo para finalmente lutar, após dois dias acabamos encontrando uma planície entre algumas montanhas em uma região afastada o bastante das cidades.

- após isso iremos a guilda certo, ainda preciso lutar contra a tal erza- diz o uchiha

- isso se sobrar algo de você – digo provocativo

Após isso um pequeno silêncio se instalou e tudo que restava era os sons da natureza a nossa volta e fora com o soar dos ventos sobre as árvores que pude ver ele havia feito o primeiro movimento, corríamos em velocidade um contra o outro e no primeiro impacto senti meu punho acertar em cheio seu rosto, porém senti uma dor em um dos lados da minha, eu tinha acertado o primeiro soco e ele também, uma onda de choque se dispersou mas nenhum de nós moveu um dedo

- seu soco está mais fraco uzumaki? – ouço Sasuke dizer provocativo

- eu que o diga, se soubesse que faria uma massagem eu deixaria minha guarda aberta

- ora seu... – diz o uchiha antes de acertar um chute e me arremessar para trás, porém antes mesmo de encostar no chão vejo o mesmo a minha frente tentando outro soco, porém desvio para a esquerda sentindo apenas o vento do golpe e sem tempo de reação do moreno acerto um soco mandando o uchiha longe, o mesmo se levanta quase de imediato e novamente inicia uma corrida, faço o mesmo indo de encontro ao uchiha iniciamos uma luta corporal onde trocamos golpes em alta velocidade onde acertavamos e defendiamos socos e chutes sinto Sasuke acertar um chute me arremessando aos céus, sinto meus sentidos ficarem mais lentos e consigo ouvir apenas um grito junto a um calor que crescia cada vez mais

-KATON GOUKAKYUU NO JUTSU( liberação de fogo: grande bola de fogo)

Quando percebi era tarde demais e o jutsu me acertou em cheio me arremessando ao chão, pude sentir o impacto do solo e antes mesmo de levantar girei para o lado por impulso fazendo o uchiha errar seu golpe, sua espada agora estava enterrada quase até o cabo no solo, pude ver a mesma crepitar em raios azuis. Antes de tentar um segundo golpe acertei um chute que o mandou para trás tempo o suficiente pra mim me levantar e avançar sobre o moreno numa nova troca de golpes onde em um blefe acertei outro soco no uchiha o mandando para trás logo em seguida arremessando shurikens sobre o mesmo ele desviava com maestria aumentando ainda mais a distância de nós, em meio aos seus desvios avancei sobre o mesmo e optei por fazer três clones sem o uso de selos, o gasto de chakra era relativamente maior mas tanto o meu corpo quanto o de Sasuke produzia-o de forma quase instantânea

Pude ver o uchiha finalmente ativar seu Sharingan e avançar sobre mim e os clones, a luta se seguia em pé de igualdade mas pude sentir que algo estava errado junto aos clones me afastei na tentativa de desviar de seja lá oque ele fosse usar mas antes mesmo de chegar ao chão senti meu corpo ser atraído em velocidade para o mesmo, quando estávamos próximos estacas de gelo saíram do chão perfurando os clones e se eu não tivesse quebrado o mesmo eu também teria sido perfurado, sinto uma dor excruciante no estômago e sou novamente arremessado mas antes de tocar o chão arremesso dois rasenshuriken’s em direção ao uchiha, vejo o mesmo desviar do primeiro mas o segundo o atinge em cheio gerando uma explosão, quando a fumaça se dissipou pude ver o torso de um samurai roxo parcialmente quebrado, três flechas de puro poder foram disparadas contra mim, desviava das flechas com maestria, senti uma presença ao meu lado mas era tarde demais, senti apenas o impacto do soco envolto em raios me arremessar em direção a floresta, senti o impacto das árvores e pude ver meu rastro ao levantar, minhas roupas já estavam em trapos mas Sasuke não estava diferente

- OEE TEME, VAMOS LEVAR ISSO MAIS A SERIO – grito já liberando tudo oque eu podia enquanto puxava duas kunais com marcações, meu corpo ganhava uma coloração dourada e pude sentir a palma da minha mão esquentar, um símbolo de sol surgia sobre a mesma

- HORA DE VIR COM TUDO DOBE, NÃO VOU MAIS ME SEGURAR – ouço o grito do uchiha, suas roupas não estavam inteiras assim como a minha e pude sentir a pressão aumentar junto a uma aura roxa cobrir o mesmo seus olhos brilhavam em excitação e novamente avançamos um sobre o outro...

[...]

Enquanto isso na cidade de magnólia, mais precisamente em um salão do conselho mágico um jovem de cabelos azuis conversava com uma mulher de longos cabelos escuros

- estou desapontada sobre o caso deliora – diz a mulher antes de um longo suspiro

- não podíamos adivinhar que deliora já estava morta – responde o jovem de cabelos azuis – se a tivéssemos e nossa posse tudo ficaria mais fácil

- quem poderia imaginar que a magia da minha falecida mãe fosse tão poderosa – diz a mulher de forma cansada – tenho certeza que se ela tivesse viva seria uma dos 10 magos do conselho

- eu aposto que sim – diz o azulado encarando a mulher a sua frente se aproximar, mas uma dúvida surge a sua vista quando a expressão da mulher muda, não foi preciso de nada para ele entender, uma súbita onda de poder havia invadido o salão, era avassalador e fazia ambos os magos do conselho se sentirem como crianças, seus corpos paralisados junto ao medo da força desconhecida, isso durou alguns minutos antes de simplesmente desaparecer tão rápida quanto surgiu.

Após sentir seus corpos se acalmarem, quando finalmente conseguiu reunir forças suficientes o azulado pode ouvir a mulher a sua frente em um fio de voz, trêmulo e ainda assustado comentar

- o...oq...oque foi isso? – questiona a mulher suando frio, seu corpo não esquecia a sensação de medo que sentiu, nem quando estava entre os 10 magos mais fortes de magnólia se sentia tão imponente

- eu não sei...mas é forte – diz o azulado agora encarando a janela como se ela fosse lhe dar a resposta- muito forte....

[...]

Não muito longe dali um grupo de magos retornava de mais uma missão dessa vez com suas roupas mais gastas que o comum

- ESTAMOS DE VOLTAAA – grita um garoto de cabelos rosas junto a um gato azul voador

- tanto trabalho por uma chave – diz um garoto de cabelos pretos que estranhamente caminhava apenas de cueca sob as ruas da cidade

- Gray suas roupas – diz uma loira vendo o mesmo procurar suas roupas enquanto soltava alguns xingamentos

- não foi um trabalho oficial – diz uma ruiva enquanto guiava o grupo – então essa chave já é uma recompensa boa o suficiente, certo Lucy?

- quem diria que encontraria a chave de Sargitario

- oee luxxe você foi a única que ganhou uma recompensa, vamos vender!! – exclama o gatinho azul pra loira que esconde a chave como se tivesse a protegendo

- esqueça isso happy, vocês deveriam estar mais preocupado sobre oque o mestre fará a vocês – comenta a ruiva chamando a atenção dos magos – vocês pegaram uma missão sem a permissão do mestre, acharam que não haveria uma punição

- eh? Mas nós.....- o rosado interrompe sua fala quando seu corpo sente novamente uma pressão gigantes, seus olhos assustados procuravam a fonte daquele poder que o envolveu de forma tão gritante, os magos e até mesmo algumas pessoas a sua volta que caminhavam pela rua pararam, alguns não conseguiam se mover, mas todos possuíam um olhar assustado, não sabia de onde vinha mas lhe causava a sensação de imponência, ao dirigir seus olhos para seus companheiros pode ver que erza e Gray estavam atônitos, a expressão de ambos denunciava seu pânico, quando se virou para a garota de cabelos dourados pode ver a mesma ofegante como se estivesse lutando para respirar, a sensação durou poucos minutos antes de desaparecer tão rápida quanto a forma que surgiu – sentiram isso?

- tem como não sentir? – comenta a ruiva pensativa, ela não sabia de onde era tal poder que sentiu, mas sabia que era tão ou mais forte que o mestre – até mesmo os civis sentiram..

- será que era o Guildarts? – questiona o mago de gelo

- não tem como ser aquele velhote, era uma sensação mais....brutal – comenta o rosado

- oque quer que fosse tomara que não seja inimigo – comenta a loira após sentir que seu corpo finalmente se acalmou, as pessoas em volta aos poucos voltavam a seus afazeres mas agora uma dúvida brotava no íntimo de todos “ oque poderia ser tão forte pra gerar uma onde de poder que até mesmo civis pudessem sentir”

Deixando de lado esse estranho ocorrido assim como aqueles a sua volta o grupo de magos decidiram seguir seu caminho em direção a sua guilda, os pensamentos de uma certa ruiva ainda trabalhavam tentando descobrir oque poderia gerar uma sensação de imponência tão gritante quanto a que sentiu, seus pensamentos são interrompidos ao ver sua tão amada guilda agora destruída.

Estacas gigantes de ferro estavam atravessadas por toda guilda ver aquela cena foi um baque tremendo não apenas para si, Natsu e Gray estavam irritados ao ponto de ativarem sua magia de forma inconsciente, ver a guilda...sua casa naquela situação fez o sangue dos magos ferverem em puro ódio, exceto claro por Lucy que ainda não possuía um vínculo tão grande com o local, mas isso não impediu seu coração de doer ao ver a guilda naquela situação.

Ao adentrarem na guilda o grupo pode ver vários membros agora não tão animados quanto o costume, alguns bebendo normalmente enquanto outros comentavam entre si quem poderia ter feito algo como aquilo, diferente dos outros integrantes um certo rosado tentava entender por que todos estavam tão calmos e isso só o irritava mais

- hey VELHOTE, porque está tão calmo assim a guilda foi destruída – diz natsu batendo em uma das mesas enquanto encarava o homem sentado sobre a bancada do bar

- yo! Natsu vejo que voltaram bem – diz o velhote com um sorriso no rosto ao ver que seus filhos estavam bem – não pense muito nisso, foi a Phantom, eles não podem fazer nada além disso já que guerra entre guildas não é permitida – comenta o mesmo enquanto bebericava a caneca de cerveja

- COMO PODE ESTAR TAO CALMO!!? – questiona o rosado com o punho em chamas

- deixe disso Natsu – diz a ruiva antes de segurar o rosado pelo ombro – não gosto disso tanto quanto você mas se o mestre disse que está tudo bem, cabe a você confiar certo?

- obrigado erza – diz makarov antes de mudar a atmosfera do primeiro andar com sua magia – agora que vocês voltaram finalmente poderão ser punidos – diz o mesmo com um sorriso Gentil, algo que não condizia com a sensação que sua aura passava, natsu e Gray apenas tremiam de medo enquanto happy voava sobre Lucy dizendo que agora “ todos estavam ferrados”, erza por outro lado apenas encarava a reação deles, Lucy que já tremia de medo junto aos dois magos se surpreende ao sentir apenas um leve tapa do mestre em sua bunda antes de ouvir um “ mago mau”, natsu e Gray por outro lado tomaram um golpe um pouco mais forte que fez ambos desmaiarem antes mesmo de ouvirem a fala do mestre.

Após isso o dia seguiu normal para a jovem maga, que ao final de tarde retornava a seu apartamento enquanto pensavam em como a reação de Makarov e dos outros membros era tão diferente do que pensará, ao chegar em sua casa teve uma ilustre surpresa ao ver o “ grupo mais forte” como a mesma havia titulado, dentro de seu apartamento, se sentiu feliz em saber que eles a consideravam e após uma tentativa de reunião entre eles, já que natsu e Gray sempre atrapalhavam com alguma briga sem sentido, eles decidiram aceitar de vez a decisão de seu mestre

- mas porque a Phantom atacaria a nossa guilda assim? – questiona a loira

- o líder da Phantom tem uma rixa com o mestre makarov – comenta erza – ao menor dos motivos ele atacaria nossa guilda já que é por nossa causa que a Phantom não alcançou o primeiro lugar na pesquisa de popularidade – comenta a ruiva vendo a surpresa de Lucy

- mas o mestre é um dos 10 magos santos certo? – questiona lucy

- o líder da Phantom também Lucy – comenta o rosado vendo a surpresa na face da loira – José porla também faz parte do conselho assim como o velhote

- então a Phantom também é uma guilda poderosa?

- ELES NÃO SÃO PODEROSOS! – exclama o rosado irritado

- não...na verdade ambas as guildas estão balanceadas em termos de poder – comenta a ruiva chamando a atenção dos magos – eles possuem um grupo que se intitulam de “ elementos” além de também possuírem um dragon Slayer

- eh? Existem mais dragon Slayers além do natsu?

- além dos natsu só conhecemos 2, laxus que é um dos magos classe S da guilda – comenta Gray surpreendo a loira que não sabia da existência de outro na guilda além de natsu – e o dragão de ferro da Phantom

-eles parecem ser fortes, tem certeza que vai ficar tudo bem? – questiona a Lucy

- ele não podem gerar uma guerra Lucy – comenta Gray – isso iria desestabilizar ambas as guildas, além de fazer com que as guildas envolvidas fossem reconhecidas como dark guildas

- e se fossemos dark guildas provavelmente seríamos caçados por caçadores – diz natsu, Lucy sente um frio na espinha apenas ao imaginar isso – imagine como iríamos reagir caso aqueles dois viessem atrás de nós

- quem?

- kitsune e yurei – comenta erza com um semblante sério, fazendo Lucy tremer só de imaginar aqueles dois monstros atacando a guilda, a mesma ainda se lembrava da demonstração de poder deles contra a lullaby, aquilo era insano

- vocês viram a magia daqueles dois – comenta Gray – nunca vi nada como aquilo, vocês já ouviram falar de alguma magia semelhante?

- talvez seja alguma magia perdida como a de natsu – comenta erza – e pensar que quando os vi pareciam tão fracos, ver aquele poder que parecia se equiparar ao mestre é ridículo, oque será que estão fazendo? – questiona a ruiva ao grupo que sem resposta apenas mudava o rumo da conversa e prosseguia com assuntos agora diversificados....

[...]

Em algum lugar em meio as montanhas, marcas de uma batalha feroz jaziam sobre toda a extensão do que um dia foi uma planície, crateras e marcas de garras decoravam o cenário caótico, quem olhasse com mais atenção veria marcas de fogo e até mesmo pequenos fragmentos de gelo que derretiam sobre o solo

- acho que exageramos – comenta um garoto loiro enquanto encarava a destruição a sua frente com seus olhos azuis tão limpos quanto o próprio oceano, suas roupas agora estavam somente em trapos, em seu corpo diversos ferimentos e partes congeladas estavam espalhadas mas o sorriso que descansava sobre seu rosto não combinava com sua situação deplorável

- talvez tenhamos passado do limite – diz um garoto de cabelos negros, suas roupas não estavam tão diferentes se comparadas ao loiro ao seu lado, seu corpo também repletos de ferimentos e cortes que pareciam profundos o suficiente para beirar seus ossos, em um dos seus olhos um filete de sangue escorria como se fosse uma lagrima solitária, mas apesar dos ferimentos e da situação precária um sorriso discreto surgia no canto do seu rosto sujo em uma mistura de terra e sangue

-precisamos de um banho – comenta o loiro ao sentir o cheiro de suor e sangue adentrar sobre suas narinas – e precisamos dar um jeito nesse lugar, a destruição que causamos aqui, precisamos reparar isso – comenta o loiro se levantando aos poucos já que seu corpo reclamava de dor

- na volta passamos em alguma floricultura em busca de sementes pra repor a vegetação – comenta o garoto moreno, antes de receber ajuda do loiro para se levantar – sobre o resto basta alguns jutsus de doton e suiton, para reparar isso

- certo! Eu cuido das crateras e você das marcas nas montanhas – comento o loiro antes de fazer 8 clones e os mandar em direção as crateras espalhadas, o moreno ao seu lado fizera apenas 2 clones e andava calmamente em direção a algumas montanhas, seu corpo se movia lentamente devido a dor que veio em um único baque após o “treino”

- droga, aquelas gudoudamas me acertaram em cheio – comenta o uchiha vendo a estaca negra que desaparecia de sua perna...

Após reparar o máximo que conseguiam ambos se teletranportaram para a praça de magnólia com um dos selos que naruto deixou em um dos becos próximo ao apartamento de ambos, enquanto se dirigiam a loja de flores tanto o uzumaki quanto o uchiha chamavam a atenção por onde passavam, alguns magos olhavam a situação de ambos e os julgavam como mendigos, alguns se perguntavam que tipo de missão deixaria alguém em um estado tão deplorável. E fora em meio a esse caminhar que algo chamou a atenção da dupla, uma multidão se formava diante a uma árvore, ao se aproximarem a visão que ambos tiveram era deplorável, três pessoas estavam crucificada em torno da árvore, ambos estavam repletos de ferimentos, além de possuirem um símbolo marcado em suas barrigas que a dupla já conhecia

- Porla – fora o nome que escapou dos lábios do loiro que olhava aquilo com uma raiva crescente em seu peito – Sasuke me ajude a tirar eles de lá – e sem nem mesmo esperar uma confirmação Naruto tirava a garota da árvore enquanto Sasuke e um clone retiravam os outros dois magos

- Naruto!

- eu sei – diz o loiro encarando os ferimentos nos corpos – coloque eles um ao lado do outro, eu me encarrego da garota e você cuida dos dois – comenta o loiro antes de iniciar uma sequência de selos e sussurrar junto ao uchiha - Nekomata fureimu: Resutoa ( chama nekomata: restauração)

As pessoas em volta não entendiam oque a dupla fazia, alguns se perguntavam oque eram aqueles movimentos com as mãos, mas todo ficaram atônitos ao ver uma chama azul surgir na mão da dupla, a dúvida só crescera ao ver as chamas percorrer o corpo dos três e começar a fechar os ferimentos, porém a chama que envolvia a garota era a maior dentre todas.

Naruto e Sasuke estavam concentrados em fechar os ferimentos mais profundos, sequer ligavam para a situação deles próprios, o ferimento de ambos fechavam lentamente devido a regeneração alta que ambos adquiriram como um presente do Rikudou após um dos treinos, ambos estavam distantes de todos e suas mentes estavam focadas somente nos magos a sua frente.

Em meio a multidão uma voz pode ser ouvida

- Levi-chan.. – a voz parecia chorosa, ambos sequer se viraram para ver o dono da voz, mas logo em seguida uma segunda voz pode ser ouvida

- JET!!! DROY!!! – essa parecia mais masculina e diferente da primeira indicava um certo desespero, ao terminarem de fechar os ferimentos ambos puderam ver os três magos adquirirem uma respiração mais calma

- vocês? – questiona Naruto ao ver os donos das vozes, naruto não se recordava dos nomes mas pode ver que a garota loira chorava sobre o corpo agora adormecida da maga de cabelos azuis que antes estava presa sobre a arvore – não se preocupe eles vão ficar bem só precisam descansar

- obrigado – diz o garoto de cabelos rosas, Sasuke notará que o mesmo não parecia tão animado quanto no seu primeiro encontro, ele agora possuía uma expressão de raiva que parecia aumentar ao ver os magos “ talvez sejam companheiros de guilda” pensa o uchiha

Porém tanto Naruto quanto Sasuke derrepente sentiam uma pressão forte o suficiente para os deixarem alerta, em meio a multidão a garota de cabelos ruivos exalava sua raiva, mas a pressão triplicou quando um caminho se formou sobre a multidão, de forma lenta o mestre da fairy tail se aproximava, Naruto e Sasuke reconheceram o anão e observaram o mesmo se aproximar e dizer um “ obrigado” antes de se virar para os magos caídos, encarou-os por um tempo antes de dizer

- eles destruíram minha casa e eu permiti – sua voz agora carregava uma raiva inacabável enquanto sua aura apenas aumentava a pressão do lugar – MAS NENHUM PAI SE MANTEM CALMO AO VER O SANGUE DE SEUS FILHOS!!

- ERZA! – chamou o mestre, sua voz soará como um trovão que fez os mais distraídos se assustarem – Diga para todos da guilda de preparem, nós vamos a guerra

E com um sorriso a ruiva apenas assentiu enquanto arrastava consigo um rosado que ao ouvir as palavras de seu mestre se animou para o combate que estava por vir

- Naruto – chama Sasuke ganhando a atenção do loiro – vamos pra casa descansar, amanhã vamos na guilda algo interessante está para acontecer – o uchiha pode ver o loiro apenas sorrir ansioso e após se despedir do anão e dos outros, rumaram em direção ao apartamento em busca de um longo, longo banho..

[...]

Ao amanhecer as lojas de magnólia se abriam conforme o levantar do sol, algumas já abertas estavam apenas a espera de seus preciosos cliente, diversas guildas espalhadas por magnólia abriam novamente suas portas para mais um dia, porém entre essas guildas uma entre elas estava estranhamente agitada, festejando como nunca, arriscaria dizer que viraram a noite em pura festa, essa era a Phantom lord

- nem mesmo acredito que deu certo – comenta um dos magos enquanto bebia uma caneca generosa de cerveja

- quem diria, as fadas agora devem estar totalmente assustadas com o poder da nossa guilda – comentava um outro mago já alterado pela bebida

- e não foi somente o bar, soube que Gajeel atacou três membros

-aposto que eles estão com o rabo entre as pernas – comenta divertido um dos magos antes de se virar – bem rapazes estou indo nessa

- tão cedo? Vai a um encontro ou coisa assim? – questiona um dos magos

- vou em missão, a cliente aceitou pagar o dobro depois que eu a ameacei – diz o mesmo enquanto caminhava em direção a porta, ele pode ouvir apenas seu companheiro dizer algo como “ aposto que eu conseguiria o triplo”. Porém ao tocar na maçaneta de entrada o mesmo é surpreendido assim como todos da Phantom, com uma explosão que manda a porta aos ares, quando a fumaça se dispersou todos puderam notar o garoto conhecido como “ salamandra” junto a vários outros magos da guilda fairy tail

- ATAQUEM! – gritou o rosado antes de entrar em meio aos magos da Phantom em velocidade, seus companheiros vinham logo atrás iniciando suas batalhas, Mas oque deveria ser uma batalha estava se mostrando um massacre unilateral, os magos da Phantom não estavam surpresos apenas pela reação das fadas mas tambem pela sua força, muitos se assustaram ao ver tanto a salamandra quanto a dita titânia. A cena era ridícula enquanto a ruiva atacava todos como se estivesse dançando, o rosado demonstrava uma cena mais brutal ao queimar diversas partes dos magos em uma raiva digna de um dragão, Gray não ficará muito atrás já que sequer deixava seus inimigos atacar, uma área ao seu redor estava congelada junto a vários magos da Phantom, a fairy tail iria com tudo e para diversos magos da Phantom oque eles viam não eram magos, apenas um grupo de monstros

Sobre uma das vigas da guilda um dos membros observava os magos da fairy tail lutarem contra a Phantom, Gajeel redfox, esteve ali desde o início com um sorriso que crescia cada vez mais em seu rosto

- gehe quem diria que o plano do mestre funcionária tão bem – diz o mesmo ao vento, enquanto seus olhos acompanhavam Makarov caminhar em meio as batalhas de forma inabalável, sua aura podia ser sentida por todos no campo de batalha, para os magos da fairy tail era a motivação para seguirem esmagando a Phantom, nenhum mago da Phantom ousava atacar Makarov, era suicídio e eles sabiam disso. Ao ver que Makarov subia em direção a sala de José, Gajeel deu um sorriso ainda maior antes de pular em meio as batalhas, em um movimento rápido ele acertou um golpe em um dos magos da fairy tail, seu sorriso cresceu de forma quase psicótica ao ver o mago albino segurar seu golpe

- você é forte – diz Gajeel enquanto forçava cada vez mais seu braço em formato de estaca sobre o albino, uma luta de forças se formava entre aqueles dois gigantes e nenhum deles planejava ceder, mas o mesmo teve uma surpresa ao sentir uma dor excruciante sobre o lado direito de seu rosto, sentiu seu corpo ser arremessado em direção a alguns magos, tudo oque sentiu foi a dor percorrer seu corpo enquanto sua raiva apenas crescia “ quem ousaria o interromper em meio a sua diversão” se questionava o dragão de ferro, sua resposta viera ao ouvir um grito

- GAJEEEL!!! – o grito foi ouvido por todos no salão, o rosado havia declarado em meio a todos com aquele grito que sua presa tinha sido escolhida, suas chamas cobriam seus punhos e a temperatura do lugar apenas crescia confirme sua raiva, alguns magos olhavam para natsu como se ele fosse um mostro pior que o próprio Gajeel que o encarava com um semblante psicótico, o dragão de ferro tinha achado algo melhor para o divertir.

Natsu avançou em velocidade sobre o dragão de ferro que defendia seus golpes com os braços envoltos em metal, ao ver uma abertura ele acerta um soco arremessando o rosado ao outro lado do salão, os magos que já terminavam suas lutas observavam o ambiente mudar, alguns magos da fairy tail nunca viram o poder de natsu chegar a níveis tão assustadores, oque os alarmava era ver o dragão de ferro responder a altura, em uma tentativa de acertar um segundo golpe Gajeel transforma seu braço em uma viga gigante de ferro, ao tentar acertar o dragão de fogo o mesmo é surpreendido ao ver o rosado segurar seu braço, o redfox sentiu o metal do seu braço esquentar com o toque do rosado, sua surpresa aumentará ao ver o rosado o levantar e começar a girar o mesmo antes de o arremessar ao andar superior, os que ainda resistiam da Phantom tiveram sua moral abalada ao ver o dragão de ferro ser arremessado e tudo apenas piorou ao sentirem um tremor que abalou a guilda toda..

A fairy tail de longe levava a melhor e assim se seguiu até o momento em que os tremores pararam e um estrondo pode se ouvir antes de ver um pequeno corpo cair feito uma bala ao chão, erza fora a primeira a notar que seu mestre havia sido derrotado, ao perceberem isso o campo mudou completamente, os magos da fairy tail perderam sua moral e consequentemente começaram a vacilar em suas lutas permitindo uma reviravolta por parte da Phantom, em um ato desesperado erza mandou todos recuarem, enquanto carregava seu mestre para longe

- mas já estão de saída? – questiona Gajeel ao ver todos se retirarem – oh Aria! Você conseguiu capturar a garota Lucy? – questiona o dragão de ferro ao ver um mago de olhos vendados aparecer ao seu lado sobre uma das vigas da guilda, mesmo em meio aos gritos e golpes natsu pudera ouvir o comentário do dragão de ferro

- oque? – questiona natsu enquanto encarava o dragão de ferro

- resolveremos nossa luta outra hora “salamander” – comenta Gajeel antes de desaparecer junto a aria

- todos vocês vamos recuar- gritava Gray antes de se retirar junto a todos

- não deixaremos vocês fugirem – comentou um dos magos, mas o mesmo é surpreendido ao ser puxado para fora, natsu o carregava com uma expressão determinada no rosto

- natsu aonde você pensa que vai? – questiona erza ao ver o rosado ir em uma direção diferente com um dos magos da Phantom

- eles sequestraram a Lucy – comenta o rosado vendo a ruiva e todos os outros ganharem uma expressão de surpresa – eu vou salvar ela, encontro vocês na guilda – diz o mesmo antes de ir em busca da garota junto ao gatinho azul que apenas observou o tumulto até o momento

- estamos indo luxxyyy – diz o gatinho com sua voz fofa enquanto seguia o rosado....

[...]

De volta a guilda uma maga de longos cabelos ondulados castanhos mexia em suas cartas na tentativa de encontrar uma resposta para aquela situação

- droga!! Não acho o mist gun – diz a mesma espalhando suas cartas sobre a mesa derrubando algumas garrafas vazia que a enfeitavam, o clima na guilda estava patético, muitos magos estavam preocupados com a recuperação de seu mestre junto, Levi e os outros que foram vítimas do atentado do dragão de ferro estavam curados mas estranhamente permaneciam desmaiados sobre as macas da enfermaria, em meio a aquele clima uma albina tentava convencer outro mago a os ajudar naquela disputa contra a Phantom

- laxus! Nossa guilda foi destruída e seu avô está em coma sendo cuidado pela Porlyushka – dizia uma albina na tentativa de convencer o dragon Slayer de raio que tinha a imagem sob a bola de cristal

- e porque eu faria isso? Aquele velhote que bagunçou tudo e eu devo limpar sua bagunça? – do, o loiro de forma arrogante sob a bola de cristal – cuide vocês de seus próprios problemas e diga para ele se aposentar logo e passar o posto de líder para mi...

Antes mesmo de terminar sua fala o cristal de comunicação explode em diversos fragmentos, cana que ouvirá tudo calada não aguentou as palavras de alguém como laxus

- e esse idiota ainda faz parte da fairy tail – comenta Mirajane com uma expressão nada amigavel, sua atenção logo é desviada ao ver que natsu retornará, agora acompanhado de uma loira que possuía uma expressão tristonha no rosto

- oee Lucy! Oque houve? – questiona Gray ao ver lágrimas descendo pela face da loira

- me...me..des ...me Desculpem pessoal – diz a loira novamente em prantos, natsu observava a mesma chorar pela segunda vez, ao resgatar a loira de uma queda pra lá de gigante ele ouviu a história da mesma e descobriu os motivos da Phantom – meu pai que pediu a Phantom para me levar de volta para casa, isso tudo é culpa minha – dizia a mesma se sentindo cada vez pior

- e por que deveria ser sua culpa? – questiona gray- aqueles idiotas sempre detestaram a gente

- gray está certo, eles devem apenas usar a missão do seu pai como desculpa para iniciar uma guerra – dizia cana tentando acalmar a loira, coisa que aos poucos estava funcionando

- isso mesmo Lucy, não se preocupe jamais entregaremos vocês – comenta o rosado com seu típico sorriso – você agora é da nossa família

- pessoal... – a loira novamente chorava mas agora era de felicidade, estava feliz por realizar seu sonho e mais ainda por ver que eles a aceitaram – muito obrigada

 O clima antes pesado agora estava de certa forma mais calmo, o suficiente para natsu e Gray começarem outra briga sem sentido, apesar do grande golpe que sofreram todos agora se encontravam de certa forma mais relaxados que antes, as conversas aos poucos voltavam a ser animadas mesmo com a preocupação de seu mestre a guilda recuperava sua alegria, porém a atenção de todos é desviada ao ver duas pessoas desconhecidas caminhar calmante sobre a guilda em direção a mira que carregava um sorriso simpático

- em que posso ajudar? – questiona a albina encarando o rapaz moreno e o loiro que estavam parados a frente do balcão

- gostaríamos de nós juntar a fairy tail – diz o loiro encarando a albina enquanto o moreno olhava os membros que continham olhares curiosos e o lugar, não se lembrava de ele ser assim tão destruído

- no momento nosso mestre não está capacitado a aceitar membros mas, gostaria de saber qual o nome de vocês?

- me chamo Sasuke – diz o moreno com uma voz indiferente

- eu sou...Naruto uzumaki – diz o mesmo antes de se curvar em respeito a albina que ficará sem graça

Natsu, Gray e até mesmo Lucy gelaram ao ver ambos parados em meio a guilda, o aviso sobre manter a identidade em segredo repetia como um filme na mente de ambos, os outros membros os encaravam curiosos, mas cana observou a mudança repentina dos três magos ao verem a dupla e um sorriso brotará em sua face

- algo interessante vai acontecer – diz a mesma em um sussurro ao encarar a dupla....


Notas Finais


É isso espero que tenham gostado, sinto mtt caso tenha deixado Naruto e Sasuke de lado nesse cap, eles terão certo destaque nos próximos

(BEBAM AGUA) com amor

~END


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...