1. Spirit Fanfics >
  2. Últimos dias de paz >
  3. Dia 1: O começo do fim.

História Últimos dias de paz - Capítulo 1



Notas do Autor


eae brothers
sim, outra fanfic porquê eu sou idiota e não consigo segurar minha criatividade
bom proveito desta coisa

Capítulo 1 - Dia 1: O começo do fim.


Fanfic / Fanfiction Últimos dias de paz - Capítulo 1 - Dia 1: O começo do fim.

Lá estava o garoto de cabelos pretos observando sua amada cidade.

De cima de seu apartamento podia se ver a beleza que sua cidade esbaldava ao entardecer, tudo estava tão belo. As luzes iluminavam a cidade, os prédios faziam uma bela paisagem de relevo e ao fundo podia se ver o mar que estava calmo. Tudo completamente perfeito com clima agradável.

Jimin sempre observava sua cidade quando voltava de sua faculdade de dança, por sempre estar cansado ficava horas vendo aquela linda paisagem que o acalmava. Os sons de sirenes ecoavam aos arredores alí perto, de repente aquele clima perfeito foi por água a baixo. Sua única alternativa era voltar para dentro e sair de sua sacada.

Fechou a porta e as cortinas, logo se sentando ao sofá e ligando a televisão, vendo quais notícias se passavam no momento.

–que tédio –reclamou sozinho ignorando o que o jornal dizia, teve a idéia de ligar para seu melhor amigo, e logo discou o número do garoto que após várias ligações não o atendeu– ah qual é, maldito seja Kim Taehyung –fez bico e se jogou no sofá.

–hoje foi registrado um caso jamais visto antes, após tomar vacina uma mulher de vinte e oito anos demonstrou comportamentos estranhos após algumas horas de efeito na vacina –aquela reportagem chamou a atenção do garoto, que olhou atento para o aparelho se ajeitando no sofá– cientistas afirmam que a mulher não identificada não voltou ao normal após vários testes, vejam as imagens a seguir

–mas o que... –Jimin ficou chocado ao ver as cenas da mulher, em sua boca possuía sangue e aparentemente tentava morder os cientistas que tentavam se aproximar. Ela parecia um monstro– meu Deus...

Aquilo realmente o assustou, ainda mais quando pôde ouvir gritos e sons irreconhecíveis do lado de fora vindo das ruas. Com as mãos suando e tremendo, foi até sua sacada, vendo o caos que estava começando a se formar.

De repente, aquela paisagem linda havia se tornado um pesadelo.

Aquilo o deixou assustado, carros se chocando, crianças chorando, pessoas correndo e gritando em desespero. Aquilo era assustador, parecia um filme de terror. Ouviu seu celular tocar e rapidamente correu para atendê-lo, era seu melhor amigo.

–Taehyung! Me diz onde você está agora! –sua voz estava repleta de medo quase chorando de desespero, apenas ouvia arfares e barulhos do outro lado da linha– Taehyung! Me responde por favor!

–Jimin, apenas abra sua porta rápido! Estou subindo as escadas agora! –era possível ouvir os passos pesados do Kim na linha, e logo o moreno obedeceu e abriu a porta– Estou aqui! –e novamente a porta foi trancada.

Taehyung havia adentrado o apartamento de Jimin com um cachorrinho em seu colo. O Kim estava ofegante e o animalzinho parecia assustado.

–você está louco?! Viu o caos que está lá fora?! –gritou com Kim e esse deixou o cachorro no chão, olhando para a televisão vendo o noticiário que passava– Taehyung!

–quieto! –apenas olhou para o jornal prestando atenção nas informações, Jimin fez o mesmo enquanto se aproximava de seu amigo.

–cientistas dizem que chamam esta vacina de D-Z 01, por deixar as pessoas com suas aparências e ações feito zumbis, as autoridades afirmam que os infectados saíram e estão os caçando nesse momento, fiquem em casa nessas horas e boa noite –assim foi o fim do noticiário, e Jimin estava boquiaberto.

–c-como assim D-Z 01?! Zumbis?! O que isso quer dizer?! Tae a gente vai morrer?! –seus olhos já se enchiam de lágrimas, mas seu amigo o acolheu em seus braços fazendo carinho em sua cabeça.

–vai ficar tudo bem... eu estou aqui com você, vou proteger você agora –beijou a cabeça alheia, que estava começando a soluçar– juro que vamos ficar bem

–você é maluco... –fungou, escondendo seu rosto no peito do mais alto que o acolhia– eu fiquei preocupado com você, e se alguma daquelas coisas te pegassem?! Como eu ia ficar sem você seu idiota?! –deu um soquinho no peitoral do Kim, que riu fraco negando com a cabeça.

–eu sei me defender, aliás vamos ficar um tempo presos aqui, não podemos sair a menos que seja necessário está bem? –o garoto apenas afirmou com a cabeça em silêncio– Tem comida o suficiente para nós dois?

–tenho... mas espera, você está falando como se fosse algum tipo de apocalipse –falou e o garoto o olhou, Jimin apenas suava cada vez mais frio.

–é exatamente isso, não acabou de ver o noticiário? Os infectados não são mais pessoas, parecem mortos vivos... e temo que essa opção seja certa –falou e olhou para o cachorrinho, se ajoelhando e fazendo carinho em sua cabeça– ei... não fique assutado, tudo vai ficar bem –sorriu.

–quem é ele? –olhou para o cachorro, que estava deitado de barriga para cima enquanto Taehyung acariciava sua barriga.

–achei ele na rua, enquanto todos estavam correndo ele estava encolhido no meio da multidão quase sendo pisado, eu o peguei e comecei a correr para seu apartamento, não sei qual o nome dele –o cachorrinho que agora estava mordendo os dedos do Kim por brincadeira, balançava o rabinho quando ouvia a voz do garoto.

–ele tem uma coleirinha –apontou para a listra vermelha que estava ao redor do pescoço do cãozinho, e Taehyung leu o que havia na medalhinha pequena do animal.

–Yeontan, tudo bem então, seu nome é esse agora –sorriu e pegou o cachorrinho no colo, que começou a lamber a bochecha do Kim– ei, isso faz cócegas –riu.

Jimin sorriu com a cena, seguindo para a cozinha e pegando duas vasilhas, colocando pedaços de frango e água para o cãozinho. Ofereceu para o animal que não recusou e começou a comer balançando seu rabinho sem parar enquanto , Taehyung o acariciava enquanto aquilo.

Jimin se sentou ao lado de ambos e o Kim soltou.

–Jimin, se prepare –soltou e o moreno o olhou tombando a cabeça para o lado, confuso com a fala– se prepare para o início do fim

Aquilo tudo só estava começando.


Notas Finais


não é um bom assunto pro momento, mas eu precisava fazer isso tava preso na minha mente a alguns anos aí
esse é curto, mas sempre é assim, logo logo vem maiores capítulos :)
bebam água é nós 🌻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...