História Um Alfa Para Dois Ômegas! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 153
Palavras 988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello pessoas, turu bom, pois é eu disse que ia ser o mais rápido possivel.
Pensei que ia ficar uma semana pensando em algo, mas aí... KAPAUT , ME VEM UMA IDEIA DO NADA!!!
Então, ja avisando que o próximo capítulo já está pronto, mas vou deixar, por enquanto só este aq.
Tenham uma boa leitura!!
Até as notas finais ;)

Capítulo 2 - Breves Apresentações


Fanfic / Fanfiction Um Alfa Para Dois Ômegas! - Capítulo 2 - Breves Apresentações

Um mês havia se passado desde a notícia do casamento, já estava tudo pronto para a chegada dos ômegas, seung se encontrava em um estado crítico, já não sabia o que fazer, andava de um lado para o outro pensando em uma maneira de falar com os ômegas sem parecer estranho ou grosso, o nervosismo crescia a cada segundo que pensava nos ômegas.

Seria a primeira vez que os veria, seu pai, Chung-ho, havia lhe falado que eram extremamente bonitos, em suas palavras do pai, exatamente, “delicados, bonitos, perfeitos “, para o pai admitir que alguém além de Chul-moo era bonito, então ele podia ter certeza que era verdade.

Desceu as escadas rumo a cozinha para tomar uma agua, tremia por inteiro, não acreditava no que estava acontecendo consigo, ele, um garoto que acabara de completar 20 anos, estava prestes a conhecer seus noivos, a bomba veio em dobro, para sua sorte (que pelo jeito era grande), não deu nem mesmo uma golada da agua gelada, quando ouviu a campainha soar pela casa.

Seu desespero bateu numa intensidade, que ele pensou que estava prestes a desmaiar.

_Jobiscreuda, me fudi, e agora?! 

_Calma meu filho, você não vai morrer se conhece-los!

Chung-ho surgiu do seu lado, o assustando e o fazendo quase derrubar o copo de vidro que estava em sua mão.

-AI DESGRAÇA! Que susto pai, pelo amor de deus, não me aparece desse jeito sem avisar, pô!

Viu o alfa começar a gargalhar, já quase ficando vermelho de tanto rir, quando começou a parar de rir aos poucos, e quando parou, olhou para si, sorriu sereno e soltou.

_Chul foi abrir a porta para eles, então tente se acalmar, os ômegas também devem estar nervosos, mais do que você até, se coloque no lugar deles, vão se mudar para a casa de completos estranhos, conhecer o noivo que não sabiam da existência até mês passado, e viver com ele, sem contar que deverão dividi-lo com outro ômega, para você a situação está até tranquila!

_O dois, caralho, vamos agilizar o processo ai por favor?!

_Desculpa omma, já estamos indo!

Deu uma ultima ajeitada na roupa que usava, a camisa social branca e uma calça jeans escura mais justa, que deixava suas coxas bem aparentes, estava tudo certo e no lugar certo, então deu um suspiro e pediu para os pais irem na frente, esperou uns cinco segundos depois dos pais desaparecerem para então se dirigir para a sala.

Na sala haviam sete pessoas, sem contar com Chung-ho e Chul-moo, na sala haviam três sofás grandes, em um dos sofás estavam sentados quatro pessoas, um homem alto com uma aparência mais adulta, mas muito bonito, com os cabelos um pouco compridos e castanhos, parecia ser chinês, tinha por volta de uns 30 anos, outro homem alto com uma aparência um pouco mais nova, possuía os cabelos vermelhos chamativos, aparentava também ser chinês, que também era bonito, parecia ter por volta de seus 27 anos e no meio dos dois um garoto realmente muito bonito, possuía os olhos delicadamente desenhados perfeitamente em seu rosto, cujo formato era delicado, possuía os cabelos ligeiramente desgrenhados, dando um ar mais sexy na opinião de Seung, junto aos lábios delicados, que pareciam deliciosos de se morder, estes que estavam em um sorriso tímido, realmente fofo .

Desviou o olhar depois de um tempo, e viu que no meio de suas pernas, havia uma garotinha de uns 7 ou 8 anos sentada sorrindo para si, não teve outra reação a não ser sorrir de volta. Olhou para o outro sofá, onde havia três pessoas, dois homens realmente bonitos, um moreno, possuía os olhos em um formato fofo e engraçado, e outro com os cabelos rosa claro, bem baixinho, os dois pareciam ter por volta de 30 a 35 anos, e no meio deles, um garoto de cabelos compridos que iam até os ombros em um tom de castanho claro, olhos fofos e sexys, uma boca realmente chamativa, que formara um sorriso ao vê-lo, e sua reação novamente foi sorrir de volta, só que bem ligeiramente, e o rosto de um formato muito, bonito. 

Já havia percebido quem eram seus ômegas, e como eram suas aparências, agora era saber seus nomes. Foi se sentar perto de seus pais, no meio deles para ser exato, ao se sentar não teve outra reação a não ser abaixar a cabeça.

_É um prazer revê-los, este é meu marido que vocês já conhecem_ todos fizeram uma ligeira reverencia para Chung, que se mantinha calado, e ele retribuiu com várias pequenas reverencias. _ E este, é nosso filho, Seungcheol !

Seung  levantou calmamente, fez uma reverencia, respirou fundo, ajeitou a coluna.

_Meu nome é Choi Seungcheol, é um prazer conhece-los!

Se sentou e olhou para os sofás na sua frente .

_Prazer, meu nome é Wen Junhui, este é meu marido Xu Minghao, esta é nossa filha Sun hee,e este, é o seu noivo, meu filho mais velho Hong Jisoo!

Seung fez uma longa reverencia em sinal de respeito.

_É um prazer lhes conhecer!

Se virou para o outro sofá já esperando que eles falacem 

_Prazer, me chamo Kwon Soon-young, este é meu marido Lee Jihoon, e este, seu noivo, e meu filho, Yoon Jeonghan!

Fez outra longa reverencia.

_É um prazer lhes conhecer!

Então eram esses seus nomes, bonitos, por sinal, tudo naqueles garotos era bonito, Yoon olhava para si e quando retribuiu o olhar e teve o prazer de ver as maçãs do rosto do garoto corarem, mesmo aquele garoto sendo em todo muito sexy, aquilo havia sido realmente muito fofo.

Olhou para Hong, que estava olhando para baixo meio constrangido, seus olhos pareciam estar quase fechados, dando um ar muito sexy para o garoto.

Seung já estava quase enlouquecendo, de alguma maneira, queria poder abraçar os dois omegas a sua frente, mas estava morrendo de vergonha. 

Viu que as coisas não seriam tão fáceis, para si.

 

Continua...


Notas Finais


Então povo, como que está, está ruim, está bom?
Não tenho ideia então, podem me falar se tem algo a qual não estão gostando, e eu estou aceitando idéias de nomes, porque oque está agora eu inventei de último minuto já pensando em fazer outro, mas não consegui ;-;
Bom foi isso, até mais !!
Bjs no kokoro ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...