História Um amor.. à primeira vista? Acho que sim! (Vkook) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 40
Palavras 2.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora para atualizar..
Boa leitura :3

Capítulo 5 - A tão esperada noite


Já à caminho da padaria, no dia seguinte, confiro minha aparência no retrovisor do carro. Confesso que hoje estou bonito, não muito social mas nem muito casual.

Chego à padaria e entro sorridente.

- Bom dia Tae! - Hoseok diz sorrindo ao me ver. - ah você chegou às tempo de me ver antes de eu ir viajar! - ele diz e abre os braços para me abraçar.

- aah que bom! Deu tempo de me despedir. - abraço Hoseok.

- sim, sim. Vou partir daqui a 5 minutos. Só estou esperando a omma terminar minha marmita pra viagem! - ele se desfaz do abraço e sorri para mim.

- Oi Tae! - Jungkook aparece na porta da cozinha e acena ao me ver. - Vai comer o que hoje? - ele caminha até mim com aquele sorriso, que, apesar de sempre ser o mesmo, a cada dia parece estar mais radiante.

- Oi Kook! Hoje vou querer somente um capuccino e uns daqueles biscoitos de chocolate. Pode preparar por favor? - sorrio para o garoto.

- claro que sim. Sente-se aí que te sirvo num instante. - ele aponta para uma mesa, se vira e vai para a cozinha.

- você e Jungkook estão se dando bem, né? - Hoseok me olha e sorri.

- sim, muito. Jungkook é um garoto incrível! - me sento e dou um sinal para Hoseok sentar também. Ele senta.

- hmm.. entendi.. - Hoseok faz uma cara de pervertido para mim.

- o que é isso Hoseok??? Ta doido?? Eu mal conheço o menino e.. é.. eu.. ah! Olha, não vamos misturar as coisas, hm? - sinto meu rosto esquentar.

- ei, Taehyung, relaxa aí! - ele sorri. - e não precisa ficar vermelho não, sei que vocês dois já estão de conversinhas.. - ele faz a mesma cara de antes, de pervertido.

- Aigoo! Chega Hoseok! - neste momento eu sei que estou fazendo um cosplay de tomate.

- isso é tão divertido! - Hoseok ri. - mas olha.. - Hoseok se aproxima de mim e cochicha. - se você quiser eu posso dar um empurrãozinho em vocês dois. - ele sorri.

- Hoseok chega ah! - coloco as mãos sobre o rosto envergonhado.

- ok, ok. Desculpe.. - ele faz uma pausa. - mas eu tô falando sério, tá?

- certo, já entendi! - olho para Hoseok que sorri. - mas pode tirar esse sorrisinho do rosto porque não vai acontecer nada entre.. - Jungkook me corta.

- ei Hobi, aqui está a sua marmita. - Jungkook entrega uma bolsa térmica para Hoseok. - e Tae, aqui está seu capuccino e os biscoitos - ele coloca sobre minha frente.

- Obrigado Kook. - sorrio para ele.

Hoseok me da um cutucão com o cotovelo e sorri feito um bobo. Eu dou uma tapa leve em seu braço.

- ai! Desnecessário isso, poxa! - ele coloca a outra mão sobre o local em que lhe bati. Jungkook senta à mesa e nos observa.

- ah, você mereceu. E além disso nem doeu. - faço uma careta.

- certo então.. eu vou indo.. - Hoseok se levanta. - bom, até semana que vem. - Hoseok acena e sai pela porta.

- por que vocês dois estavam se batendo daquele jeito? - Jungkook me olha e eu o encaro devolta.

- não era nada de mais. Coisa do Hoseok. - pego meu capuccino e dou um gole.

- ata.. - mas e aí, tudo certo pra hoje à noite? - Jungkook sorri. Não sei o porquê, mas nesse momento meu coração acelera.

- sim! Vou pegar o carro assim que sair daqui e vou fazer compras, para aproveitar a folga. Daí passo na sua casa depois. - sorrio. Jungkook pega um biscoito e come.

- ok! - ele sorri.

- mas e aí.. alguma novidade? - bebo mais um gole do capuccino.

- hmm.. acho que não.. - Jungkook faz uma pausa. - e você? - ele me olha.

- ah.. nenhuma também.. - termino meu capuccino. - estava muito bom! Ah, eu amo os capuccinos que você faz! - sorrio. Jungkook fica sem jeito.

- ah.. Obrigado.. que bom que gosta. - ele sorri. Aquele sorriso brilhante.. ah, como amo!

- bom.. eu acho que já vou.. - Jungkook me corta.

- ah, mas, já? Ainda ta cedo.. fica mais um pouco.. - ele cora, e eu também. - quer dizer.. se você quiser.. hm.. é.. - ele coça a cabeça. - ah..

- eu vou ficar. - sorrio, e vejo o menino sorrir também. 

Aí você quer acabar comigo Jungkook?? Eu simplesmente amo esse sorriso..

- ah, que bom.. digo.. tá bom.. - ele cora novamente.

- quer comer algo? Eu pago. - sorrio e ele fica sem jeito.

- vou preparar um sanduíche para nós.. mas eu pago o meu, não se preocupa. - ele se levanta.

- certo.. você quem sabe. Vou aguardar aqui. - me ajeito melhor na cadeira.

Ele assente com a cabeça e vai para a cozinha.

Após uns 10 minutos ele chega com dois sanduíches em uma bandeja. Coloca sobre a mesa e se senta.

- espero que goste. - ele sorri.

- tudo o que você faz é maravilhoso, não duvido que os sanduíches também sejam. - pego o sanduíche e me preparo para dar uma mordida.

- aish, Tae! Assim você me deixa sem jeito.. - ele cora levemente.

- ah.. desculpe. - sorrio. - mas é que é o que eu acho. - mordo o sanduíche. - aliás, agora tenho certeza. Isso tá muito bom! - ele sorri.

- ah, que bom! - ele morde o dele. 

- você realmente cozinha muito bem, tem jeito para casar!

- casar? Hmm.. acho que isso não combina comigo.. pelo menos não por enquanto. - ele morde outro pedaço.

- por que diz isso? - mordo outro pedaço do sanduíche.

- ah.. não sei você sabe ou desconfia, mas.. eu sou homossexual. E quando se é homo, não é fácil encontrar uma.. "alma gêmea" - ele faz as aspas com as mãos.

- ah, eu sei como é.. eu também sou.. homo. E, realmente, não é fácil. - ele me olha. Parece estar chocado.

- você?? É sério? Eu jurava que você era o rei das mulheres, pegador e tudo mais. - ele continua me olhando.

- então sinto decepcioná-lo, mas sou exatamente o contrário. - sorrio.

- uau! Isso realmente é uma grande descoberta para mim!

- ah, mas e você? Eu sempre achei que você fosse um garoto certinho, que conquistava as meninas com um simples sorriso. - ele ri.

- essa foi boa, sério, isso está longe de mim. - ele termina o sanduíche, e eu também. - eu acho que nunca me interessei por garotas.. pelo menos não que eu me lembre.

- eu já. Já namorei umas 2 ou 3. Mas não fluiu. Então, com uma certa idade, comecei a me sentir diferente, sabe? - ele assente com a cabeça. - é isso. - sorrio.

- entendi. Cara, a gente realmente precisa se conhecer mais. Eu estou muito chocado. - ele sorri.

- também acho, podemos conversar bastante hoje, quando sairmos. 

- verdade. Vamos aproveitar a noite! - ele diz animado.

- com certeza! - afirmo.

- aah hoje a noite vai ser incrível. - ele sorri.

- também acho - sorrio.

[Quebra de tempo]

Já estou à caminho da casa de Jeon. Viro umas ruas por aí e, logo, encontro o endereço que ele me passou. Estaciono o carro na frente do local, desço do veículo e vou até o portão. Toco a campainha. Não demora muito até Jungkook aparecer. Ele vem até o portão e o abre.

- Boa noite, Kook! - sorrio.

- Boa noite, Tae! - ele se aproxima para me dar um abraço, eu retribuo. Desfazemos o abraço. Olho-o de cima a baixo.

- você está muito bonito! - sorrio. - é tão diferente te ver fora daquele uniforme da padaria. - ele sorri sem jeito.

- ah obrigada.. você também está muito bonito! - eu sorrio para ele.

- Obrigado! Vamos? - aponto para o carro.

- vamos! - ele diz e fecha o portão.

Abro a porta do carro para ele entrar.

- desse jeito eu me acostumo. - ele sorri e entra no carro.

- se isso significar que a gente vai sair mais vezes então pode se acostumar. - dou a volta no carro e entro.

- ah, com certeza iremos! - ele diz.

- então ok! - sorrio e dou a partida. - onde vamos? - pergunto.

- hmm.. que tal tomarmos um sorvete? - Jungkook me olha.

- ótimo! Onde? - paro em um sinal vermelho.

- tem um cara que vende sorvetes na pracinha, o sorvete dele é maravilhoso. Podemos ir lá. 

- ok. É na pracinha principal ou aquela pra baixo do shopping? - o sinal abre e sigo o caminho.

- a que fica pra baixo do shopping. Sabe onde é?

- sei sim! Esse é um dos poucos lugares de que me recordo a localização. - sorrio.

- entendi. Então vamos! - Jungkook sorri.


Depois de uns 5 minutos, chegamos. Descemos do carro e vamos até a barraquinha de sorvete.

- boa noite Sr Kang! - Jungkook cumprimenta o dono da barraca. - tem alguma promoção hoje?

- tem sim! Hoje tem o "pague 1 e leve 2" para: casquinha, milkshake médio e corpão. - o senhor diz

- o que quer, Tae? - Jeon me olha.

- eu gosto de copão. E você? - o encaro de volta.

- também gosto. - ele se vira para o Sr Kang. - dois copãos de.. - ele olha para mim - do que quer?

- baunilha. - digo.

- um de baunilha e um de morango. - ele diz ao moço.

- ok. - Sr Kang diz e começa a preparar os sorvetes.

Eu e Jungkook ficamos olhando-o preparar tudo. Logo ele termina e nos entrega, nós pagamos e começamos a andar até um banco no meio do gramado da pracinha. Nos sentamos.

- hmm.. esse sorvete realmente é muito bom! - tomo uma colherada.

- eu não disse? É um dos meus favoritos aqui da cidade! - Jungkook ergue sua colher até minha boca. - experimenta esse de morango. - abro a boca e ele leva a colher até a mesma. Ele sorri. - o que achou?

- muito bom! Mas eu prefiro o de baunilha. - sorrio.

- o de baunilha também é uma delícia. - ele sorri.

- baunilha é meu sabor favorito! - como outra colherada.

- o meu é morango. - Jungkook diz enquanto saboreia o sorvete

- morango também é bom. - sorrio.

- morango é o melhor! - Jungkook passa o dedo no sorvete de depois em minha bochecha. Ele sorri.

- ei! - pego do meu sorvete e passo em seu nariz. Eu rio.

- aigoo! - ele pega mais e passa na minha outra bochecha.

- é assim então? - pego mais, mas quando vou passar em seu rosto ele segura minha mão.

- não, não! Só eu posso! - ele sorri.

- isso é injusto! - faço um bico.

- não é não! - eu faço força tentando me soltar de sua mão. - eu não vou soltar! - ele sorri, pega mais sorvete e passa agora em meu nariz.

- aigoo! Você vai ver, vou me vingar! - puxo meu braço outra vez e consigo me soltar. Aproveito e pego sorvete e passo na testa de Jungkook.

- ah poxa! - ele faz um biquinho. Isso é ainda mais fofo que o sorriso! Um dia esse garoto me mata de tanta fofura.

Pego sorvete e passo em sua boca, no biquinho que agora se transforma em um sorriso.

- vou fazer você me limpar depois! Estou parecendo uma criança! - ele olha para as mãos sujas.

Tiro um lenço do bolso e estendo para Jungkook. O mesmo pega.

- ah, obrigado. - ele limpa as mãos e depois passa o lenço no rosto. - tá limpo? - ele olha para mim. Eu rio.

- não, nem um pouco! - sorrio. - deixe eu te limpar. - pego o lenço, seguro em seu rosto e passo-o delicadamente sobre seu nariz e depois sobre a testa. Jungkook fica sério e me olha nos olhos. Eu termino e o encaro também.

Agora aqui existe um silêncio, exceto pelo barulho dos grilos a nossa volta. Meu coração acelera. Estamos aqui, só nós dois, os rostos tão próximos um do outro que é possível ouvir sua respiração. Sei que ele também está nervoso como eu. Nós estamos nos olhando fundo nos olhos, até que, sem querer, meu olhar desce para sua boca, que está semiaberta, suja de sorvete. Eu levanto o lenço para limpar ali, mas Jungkook segura minha mão.

- nós dois sabemos que existe outro modo de você fazer isso. - ele sorri e desce os olhos para meus lábios.

- eu... Posso? - pergunto nervoso e Jungkook assente.


Notas Finais


Uma interaçãozinha aí :3
Próximo capítulo vai ser mais emocionante
Espero que estejam gostando!
Obrigada pelo favoritos e pelas visualizações <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...