História Um amor bem correspondido - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce
Visualizações 45
Palavras 763
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Era pra ter postado ontem a noite, mas eu ainda não tinha terminado de escrever.
Conto o resto no final

Capítulo 2 - As novidades...


Castiel narrando

- O que houve Lysandre?

- N-nada... - Ele fala nervoso

- Se não fosse Nada, não estaria gaguejando... - Aperto a situação

- Tá ok... É que eu e Leigh discutimos hoje...

- Sobre o que? - Falo curioso

- Sobre... Ah, deixa pra lá.

- Olha, você sabe que se precisar desabafar, eu estou aqui!

- Está bem...

Lysandre narrando

Castiel quer saber o que aconteceu comigo e com Leigh... Nós só discutimos, nada mais. Briga de irmãos.

Mia narrando

Eu e Rosalya fomos pra aula, mas Castiel não estava lá... Vejo um garoto alto, com o cabelo descolorido com as pontas esverdeadas. Seu estilo é tão Vitoriano. Uau.

Lysandre! Aqui! - Rosalya acena pra ele

- Rosalya! Fala mais baixo! - Falo tentando acalma-la

- Ah, oi Rosalya. Tudo bem? - Ele fala meio tímido
 
- Ai Lys... Sabe que não precisa falar assim comigo! Sou sua cunhada!

Até aí eu estava quieta e disparei

- Co-como assim cunhada? - Indignada? Claro

- Eu namoro o irmão de Lys, o Leigh. - Diz Rosalya

- Ah, ta...

- Quem é Você? Aluna nova? - O tal de Lysandre me pergunta

- S-sou eu sim...

- Prazer, sou Lysandre! - Ele estende a mão

- Prazer sou Mia. - Aperto sua mão

Nesse momento Castiel chega... Meu coração dispara, ele vem em nossa direção

- Fala aí Rosalya. - Fala o ruivo com aquela cara de sem graça

- Fala Castiel. - Ela fala com a mesma expressão. Tenho a certa impressão de que esses dois não se gostam

- Mia, esse é Castiel, meu melhor amigo.

- C-como assim? Melhor amigo?

- Sim, somos melhores amigos. - Fala Castiel

- Nossa, nem parece... - Dou uma risadinha de leve. Castiel me encara

- O que foi? Só falei a verdade!

Rimos um pouco, até o profensor mandar todos se sentarem e abrirem o livro. Sentei ao lado de Rosalya e Castiel sentou ao lado de Lysandre

- E como vocês Sabem, no final do ano passado, fizemos uma votação para o representante de turma, mas acabamos que não falamos quem é...

Começo a ouvir vozes falando

- Com certeza foi Nathaniel de novo, é sempre ele...

- E o representante de turma é.... Nathaniel!

Um menino loiro de olhos claros se levanta

- Obrigada a todos que votaram em mim!

Assim que a aula acabou, fui visitar minha tia no Hospital

Quando cheguei em frente sua sala, uma enfermeira sai de dentro

- Desculpe. Você não poderá entrar hoje! - Diz a moça

- Por que?

- A paciente teve mais um ataque, e pra solucionar isso tudo, iremos fazer uma cirurgia.

- U-uma cirurgia??? - Indignada? Claro, é minha TIA

- Me desculpe senhorita. Sei que você está sem a vê-la há alguns dias...

- Não. Tudo bem...

Dou meia volta e vou pra casa. Chegando, minha mãe me questiona

- Por que chegou atrasada?

- Fui no Hospital!

- Fazer o que?

- Obviamente ver a titia!

- E como ela está?

- Ela teve mais um ataque. Vão ter que fazer cirurgia...

- Ai filha! Sério?

- S-sim! - No mesmo momento, abraço minha mãe e começo a chorar descontroladamente

- Calma minha filha. Ela vai ficar bem...

- Ficar bem mãe? Ela já está naquele estado à semanas! - Ainda chorando

- Sim, ela vai ficar bem. Não se passa de uma fase!

- T-tabom...

Ficamos mais uns minutos ali, abraçadas, eu me despencando em lágrimas e minha mãe me consolando

- Olha, é melhor você tomar um banho e descansar, daqui a pouco o jantar está pronto
 
N: O Colégio é integral (o dia todo/manhã É tarde)

- Está bem...

Tomo um banho bem morninho, troco de roupa de fico deitada, pensando em minha tia, os bons e maus momentos. O jeito que ela se vestia. Seu cabelo. Sua pele. Seu cheiro. Exatamente tudo! Ela é minha segunda mãe. Quando vejo a hora, já está tarde

- Filha, o jantar tá pronto.

- Tabom mãe.

Desço. Janto. Converso um pouco com meus pais e subo de novo pro quarto. Fico mais um tempo deitada até que eu percebo que algo me acorda. Quem é? O despertador . Me levanto tomo um banho, arrumo tudo o que tinha pra arrumar, tomo café da manhã e vou pra escola

Assim que eu Chego, Rosalya brota na minha frente do nada

- Por que não responde minhas mensagens?

- Desculpa Ro. Dormi cedo ontem...

- Ai, tabom. Mas menina, não te conto.

- Não conte ué!


Notas Finais


Eu comecei a escrever esse capítulo quarta ou quinta, e ontem eu esqueci completamente. Então, quem gostou, gostou. Quem não gostou, não gostou- ke?
Enfim, até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...