História Um amor cego- imagine D.O. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo
Visualizações 35
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem...
Boa leitura.
LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 2 - Dia no parque


Fanfic / Fanfiction Um amor cego- imagine D.O. - Capítulo 2 - Dia no parque

Acordo, vou ao banheiro faço minha necessidades e vou preparar o café. Volto ao quarto escovo os meus dentes e pego minha roupa saio de casa e vou para a casa do D.O.. Chegando lá bato na porta e ele grita para eu entrar e encontro o mesmo tentando chegar até a cozinha.

Isabela: Bom dia.- tiro os meus sapatos e entro.- Quer ajuda ?- chego perto dele.

D.O.: Estou com fome.- disse olhando para o além.

Isabela: Senta na mesa que vou fazer algo para você comer.- ele tentou ir até a mesa e eu preparei uma torrada e um ovo para ele.- Cuidado que está quente.- me sentei em uma cadeira de frente para ele.

D.O.: Obrigado de novo está uma delícia.- disse comendo.

Isabela: Não precisa agradecer.... Eu vim ver se você precisava de alguma coisa.

D.O.: Bom eu preciso comprar comida... Mas eu não consigo ir até o mercado sozinho.- falou triste.

Isabela: Vamos juntos.- ele acabou de comer e foi para o banheiro e eu lavei os pratos, esperei ele e fomos para o mercado.- O que quer comprar ?

D.O.: Aonde fica os massas de macarrão ?- falou olhando para o chão.

Isabela: Eu te levo.- andamos até onde fica as massas.- O que mas ?

D.O.: Só isso.- fomos para o caixa.

Moça: Vocês tem alguma preferência ?

D.O.: Sim.- ele mostrou um cartão de deficiente, saímos e deixamos as compras na casa dele.- Nos vamos em algum lugar ?

Isabela: Estava pensando em ir naquele parque enorme.

D.O.: Eu nunca fui lá.- abriu um sorriso.

Isabela: Então iremos hoje.- saímos de casa e pegamos um ônibus para irmos no parque.- Chegamos.- descemos do ônibus.

D.O.: Aqui tem um ar bem puro.- suspirou.

Isabela: Vem cá.- peguei em seu braço e o levei para a grama.- Tira seus sapatos.- ajudei ele a tirar.

D.O.: Estamos na grama ?- perguntou esfregando seu pés na grama.

Isabela: Sim, o que é legal mesmo é deitar nela.- nos deitamos e ele fechou os olhos.

D.O.: A sensação é muito boa, você consegue ficar com sentimentos diferentes.

Isabela: É...- ele se sentou na grama e ficou esfregando suas mãos na grama, nos levantamos e colocamos nossos sapatos e ficamos andando pelo o parque até uma bola parar nos pés do D.O.

D.O.: O que é isso ?-o olhou para seus pés.

Isabela: É uma bola de futebol.- pego ela e dou na mão dele que fica tocando na mesma.- Aqui pego a bola da mão dele e jogo para o menino.- envolvo os nossos braços e ficamos conversando.

D.O.: Que cheiro é esse ?

Isabela: Isso é cheiro de pipoca.- olho para os lados e encontro um senhor vendendo.- Ele está no seu lado direito.

D.O.: Aqui eu tenho dinheiro.- disse colocando as mãos no bolso e pegando a carteira.- Podemos ir lá comer ?

Isabela: Claro.- andamos devagar até o pipoqueiro, compramos as pipocas e nos sentamos em um banco.- Na sua frente tem um balanço.

D.O.: Um balanço ?

Isabela: Sim venha.- pego em sua mão e levo ele até o balanço.- Senta aqui.- o ajudo a sentar.- E segura isso.- levo suas mãos até às cordas.- Segura firme e não solta.- vou para atrás do balanço e começo a empurrar ele.

D.O.: Dá para sentir o vento e o balanço.

Isabela: É bom não é ?- ele disse sim com a cabeça.

~Quebra de tempo~

Voltamos para a casa dele e o mesmo foi domrir e eu voltei para a minha casa, fui direto para o banheiro tomei banho e fui me deitar.

No dia seguinte...

Acordo, me arrumo e vou para o meu trabalho.

Isabela: Bom dia.- disse me curvando para a secretária da empresa e vou para a minha sala.- Hoje tenho muita coisa.- pego os papéis e começo a fazer rascunhos de looks para os meninos.

Lee: Bom dia.- abriu a porta da sala.

Isabela: Bom dia, chefe.-me curvei.

Lee: Como andam os looks ?

Isabela: Estão saindo.

Lee: Imagino o trabalho que dá para vestir 11 meninos.

Isabela: Nem me fale... Só preciso das medidas.

Lee: Ah sim daqui a pouco eles estão aí não se preocupem. Bom te deixarei em paz.- sai da sala.

Isabela: Obrigada.- continuo os rascunhos e pego alguns tecidos e vou combinando até terminar.- Pronto.- terminei e fui apresentar para o Lee.

Lee: Perfeito. Estão lindos.- disse analisando cada um com cuidado.- Bom os meninos estão na sala de treino, vou pedir para chama-los.- voltei para a minha sala e esperei os meninos.- Aqui estão eles.

Continua...????


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...