1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor complicado (cobra Kai - imagine falcão-hawk ) >
  3. Cobra Kai 8

História Um amor complicado (cobra Kai - imagine falcão-hawk ) - Capítulo 10


Escrita por: SCP_9910

Capítulo 10 - Cobra Kai 8


- o brigada vocês também são bem legais!

Robby: - porque não passa lá no dojo hoje.

- eu não preciso está fazendo parte primeiro?

Samantha: - não o meu... Quer dizer o nosso sensei, da aula aos interessados. Mais o porque da pergunta?

- bem é que na cidade natal do meu avô, os alunos precisam estar dentro e matriculados para poderem treinar.

Samantha: - quem é o seu avô?

Bem, é o senhor miyagi. – ela fica surpresa.

Samantha: - senhor miyagi?!

- sim!

Samantha: - caramba ele foi o sensei do meu pai no passado!

- ah ele me falou que o seu pai foi um dos primeiros alunos dele.

Robby: - porque diz um dos primeiros, o senhor larusso definitivamente não foi o único?

- é ele foi o primeiro mais não o único, isso porque eu fui a segunda.

Robby: - também aprendeu karatê?

- não eu praticamente dominó o kung fu.

Samantha: - kung fu? Treinou mesmo com o senhor miyagi?

- sim, ele me ensinou o kung fu porque quis me mostrar algo diferente.

Demétrio: - você ainda não nós contou sobre os seus pais.

- bem eu até contaria mais, os meus pais não estão mais entre nós! – fiquei sensível com a pergunta dele.

Demétrio: - me desculpa eu não sabia, eu conto muito!

- não tem problema, já faz um bom tempo que eu não vejo, na verdade se foram quando eu tinha os meus três anos de idade!

Samantha: - meus pêsames!

- obrigada – limpo os meus olhos.

Robby: - e quando você começou a treinar?

Samantha: - robby! – dá um tapa na cabeça dele eu mesmo fica confuso.

Robby: - o que!?

Samantha: - não está vendo que ela está se recompondo!

- oh não tem problema. Bem e comecei a treinar como quarto anos.

Samantha demétrio e robby: - quatro anos?! – ficam surpresos.

- sim, quarto anos!

Samantha: - nossa nem eu comecei tão nova assim!

- e com quantos anos você começou?

Samantha: - comecei com oito!

- só quatro anos mais velha. – do um sorriso.

Samantha: - é rsrs.

Demétrio: - mais porque treinou tão cedo?

- o meu avô achou melhor me preparar para qualquer tipo de coisa, mais, ele sempre falava que o karatê kung fu ou  qualquer arte marcial, é só para ser usado em auto-defesa.

Samantha: - é nisso ele tem razão, o meu pai sempre fala isso pra gente.

- hum...

Trimmmmmmm.... O sinal toca.

Robby: - melhor a gente ir – nós vamos para dentro.

 [...]

Na sala de aula...

Me sentei no meu canto eu vi os dois lá na frente ponto final meu deu raiva mas deixei passar e fui escrever algo, ou ao menos pensei em escrever.

 Acontece que eu não achei o meu diário em lugar algum, eu jurava que havia trazido, para falar a verdade eu tenho certeza que trouxe .

 Eu procurei mas não encontrei, então perguntei a demetri para saber se ele não ouviu pelo chão.

- há... Demetri por um acaso você viu um livro pelo chão?!

Demétrio: - como ele é?

- Bem e você lembra no primeiro dia que veio falar comigo – ele sinaliza com a cabeça afirmando que sim – e se lembra do livro que eu estava lendo?

Demétrio: - sim, me lembro, é ele que está procurando?

- sim é ele mesmo!

Demétrio: - desculpa mais eu não o vi.

- droga!

Demétrio: - tinha alguma coisa de importante nele?

- mais que importante, era o mellu diário!

Demétrio: - vai vê você deixou em casa.

- é, tem razão, mas eu tenho certeza que trouxe hoje!

Professora: - pessoal eu quero que prestem atenção  – todos olham para ela – eu recebi uma informação de que teremos um baile de formatura, como já estão sabendo, nós e vocês estamos quase de férias.

"O que eu acabei de me matricular, não faz nem cinco dias que eu me mudei e comecei a estudar aqui, será que deve ser porque eu estou desinformada e não estou sabendo que estamos perto do fim do ano? Ou é porque eu já vim estudar aqui no meio ao fim, é deve ser por isso, eu acho."

Professora: - então daremos uma festa para todos que praticamente estudam aqui e nas outras escolas mais próximas, então quero novamente informar que vamos adiar o trabalho para sexta-feira que vem, nós daremos as notas quando trouxeram, então não esqueçam dos trabalho. Também quero dizer que o baile será no domingo desta semana. É só isso mesmo estão liberados.

- Que? Mais nem...

Trimmmmm... O sinal toca novamente.

- .....

Demétrio: - deve ser porque tem reunião dos professores.

- acho que deve ser isso. – nós dois guardamos as coisas e saímos.

[...]

Fora da escola no caminho para o parque... 

 - festa é baile de formatura?  Isso não é bem o que acontece no Japão.

Demétrio: - pera vocês não ficam de férias?

- não, quer dizer não é isso, eu estou me referindo ao baile de formatura, eles não fazem muito isso lá.

Demétrio: - ata pensei que não ficavam de férias rs.

- Rsrs... Mais e aí, o seu sim sim comodaria se eu fosse lá?

Demétrio: - tá brincando ele iria adorar ter novos alunos.

- sério?

Demétrio: - sim, e logo agora que tem um torneio pela frente.

- um torneio? E você vai participar?

Demétrio: - talvez sim talvez não, depende do senhor larusso.

- hum... Entendo, porque não me mostra o que sabe.

Demétrio: - é que eu não luto muito bem.

- que isso aposto que luta muito bem.

Demétrio: - bem acho que não! – ele insiste que é ruim.

- bem... Então porque não tentamos? – o convido para treinar.

Demétrio: - como assim?

- porque não me mostra o que sabe.

Demétrio: - mais... – o interrompo.

- não se preocupe demetri eu não vou lutar com violência, nós apenas vamos treinar um pouco.

Demétrio: - mais quer treinar aqui?

- bem, não exatamente, aqui é muito movimentado e algum de nós pode se machucar!

Demétrio: - tá pensando em lutar não parque?

- sim lá não tem ninguém e é bem calmo.

Demétrio: - então vamos nós estamos quase lá – olha para mim.

- quem chegar por último é a mulher do padre! – o toco no ombro e corro.

Demétrio: - o que?

- tô vendo que você será a mulher do padre!

Demétrio: - eiii espera! – corre para tentar me cansar.

Nos corremos até a primeira esquina e paramos por falta de ar. Eu e ele ficamos cansados e ofegante da corrida, mas valeu a pena pois fazia tempo que eu não me divertia com alguém.

- eu ganhei! – falo com a respiração acelerada.

Demétrio: - não eu cheguei aqui primeiro! – fala da mesma forma.

- Hum... Seu espertinho haha – nós dois começamos a rir de nós mesmos. – aí aí é melhor irmos andando agora!

Demétrio: - é rs! – da uma risada.

Nós dois andamos e andamos até que chegamos no local e cuidamos do trabalho, depois disso nós nos tratamos começamos a nos aquecer.

- você tá pronto?

Demétrio: - acho que sim.

- bem lembre-se, eu não vou lutar com violência, nós apenas vamos treinar um pouco! – o aviso novamente.

Demétrio: - eu sei eu só estou um pouco nervoso.

- eu também mas quando vejo só você aqui perca o nervosismo pois você é o meu amigo.

Demétrio: - então tá bom, vamos – ele se aquese mais um pouco e bois nós preparamos.

Eu e ele nos encaramos por um tempo então ele resolve dá o seu primeiro soco, eu o disvio e me ponho no lugar novamente. Depois de Calcular bem do meu primeiro soco, só que o mesmo desvia logo dando um outro soco cruzado, me defendi com um braço e o empurrei com o outro. 

Demétrio: - wow... – ele dá um sorriso e vem novamente. Eu e ele nos posicionamos novamente e começamos a trocar socos e chutes, ele e eu desviamos a maioria, eu o acertei algumas vezes mais tenho que confessar, isso está começando a ficar muito interessante.

___Falcão___

Eu e lisa fomos direto para o dojô. Foi muito bom a entrada da Lisa no cobra Kai ela realmente é boa, mas não tanto, ela ainda erra alguns chutes.

- bem lisa você é boa mais...

John: - mais ainda é lenta e erra muito nós chutes. – completa a minha frase.

Lisa: - é eu sei mais eu vou melhora eu prometo.

John: - assim eu espero. Bem como vocês treinaram muito hoje, voltar uma folguinha. Mas amanhã será igual.

Todos: - SIM SENSEI!

Lisa: - vamo?

- bem eu tenho que ajudar o inbeciu do demetri e a s/n no trabalho, eles podem precisar de ajuda.

Lisa: - também tenho que ajudar miguel e tory – fica com uma cara de decepcionada.

- então vai ficar aqui pra ir com eles?

Lisa: - sim – da um longo suspiro.

- então já vou indo tá?

Lisa: - tá – ela me dá um beijo e vai até tory e miguel.

Eu sai do dojo e fui para o parque. quando eu cheguei lá vi a cena mais inesperada. Demetri e s/n estavam lutando ou algo do tipo, eu só sei que ela luta muito bem, demetri é um pouco bom mais ela me deixou impressionado. me sentei em um lugar qualquer e fiquei observando atentamente.

____S/n____

Eu e Demetri estávamos tão focados que nem percebemos o sujeito sujeito nos observando ponto final quando vi quem realmente era parei e olhei para o chão.

Falcão: - porque pararam? – levanta e vem até nós.

Demetri: - nós já íamos parar. – passa por ele e pega sua mochila. Falcão olha para mim e da um sorriso de boca fechada, eu apenas coloco a toca do meu moletom e também passo por ele.

Falcão: - vocês já vão embora?

Demétrio: - sim agente já terminou de cuidar do trabalho

Falcão: - então tá bom, que uma carona s/n? – demetri olha para mim.

- não prefiro ir apê – pego na mão de demetri e saio.

Demétrio: - espera s/n pra que a presa? – me para e fica olhando pra mim.

- eu só não quero ficar olhando para ele!

Demetrio: - tudo bem, mais você sabe que não pode fazer isso pra sempre não é?

- é, eu sei.


Notas Finais


Me desculpem pelos erros ortográficos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...