História Um amor de baixo d'água - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bob Esponja
Personagens Bob Esponja, Lula Molusco, Patrick, Plankton, Sandy, Seu Sirigueijo
Tags Ami, Ayame, Bobesponja, Chïsai, Feline, Henry, Seuta
Visualizações 16
Palavras 1.328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie gente! Como estão? Hj tem cap novo ieeee!!! Kkkk bom...
Boa leitura!!!

Capítulo 3 - O acidente de Chïsai e.... ajuda!!


Fanfic / Fanfiction Um amor de baixo d'água - Capítulo 3 - O acidente de Chïsai e.... ajuda!!

Pov Autora

 

- Essa é a casa que a tia Sophia nos deixou quando virou 'estelinha? - pergunta Chïsai a sua irmã mais velha, o grupo já estava na casa que estava abandonada a mais de cinco anos -

- Sim, e é aqui que vc e eu vamos morar - falou Ayame sorrindo pra Chïsai que devolveu o sorriso feliz e logo foi correndo escolher seu quarto -

- E ..... Onde fica o meu quarto? - pergunta Seuta e Ayame se virou pra ela -

- Vcs não vão morar aqui - falou Ayame meio triste -

- O QUEEE?!?! - perguntaram seus amigos -

- E onde EU vou ficar? - pergunta Seuta indignada -

- Tem certeza que não tem quartos para a gente? - pergunta Ami tristemente olhando pra Ayame -

- Oh não! Tem sim muuuuitos quartos, olha o tamanho da casa! - falou Ayame e abriu os braços olhando em sua volta, era verdade a casa é muito grande -

- E então? - pergunta Henry batendo o pé no chão estressado -

- Me desculpem mas ...... - Ayame suspirou de olhos fechados mas logo voltou a fitar seus amigos - tanto Chï quanto eu precisamos aprender a ficar pelo menos 8 horas por dia longe de vcs, não que eu odeie ficar longe de vcs pelo contrário! Vcs são meus melhores amigos! Mas Chï e eu precisamos aprender a nos virar sem a ajuda de vcs - quando terminou olhou para seus amigos com tristeza -

- Não tem problema Ayamezinha, mas pelo menos diz que vc já arrumou onde iremls morar - falou Seuta com preocupação - 

- Já sim! - todos suspiraram aliviados - Seuta vc ira morar ,por enquanto, em uma casa dividida em baixo de uma pedra - Seuta deu de ombros e sorriu - Ami vc vai morar em um apartamento perto de uma pet shop - ela sorriu radiante, Ami amava animais - e vc Henry vai ter que falar com uma garota que mora em uma árvore e só respira ar - o mesmo soltou um sorriso malicioso - nada de estrupar ou acendiar a garota! - respondeu ela e ele ficou emburrado -

- Bom.... Cade os endereços? - pergunta Ami e Ayame pega três papéis de seu bolso dando cada um a seus amigos - 

- Tchau gente - Ayame abraçou seus amigos e logo depois gritou - CHÏ VEM SE DESPEDIR!!! - a garotinha correu até a escada -

- Como assim se-- - Chïsai escorregou e bateu sua cabeça nos degraus e continuou rolando até cair não chão desmaiada -

- CHÏ!!!! - gritaram todos e foram socorrer a menina - 

- Precisamos levar ela ao hospital! - falou Ami esterica -

- Vamos pra van! - falou Henry e Ayame pegou sua irmã no colo estilo noiva -

Todos entraram na van mas dessa vez quem foi dirigindo era Henry enquanto Ayame apertava sua irmã ainda no seu colo e Seuta pesquisava onde ficava o hospital mais próximo, Ami pegava um pano molhado e limpava o sangue que escória da testa de Chïsai vendo Ayame chorar desesperada 

 

 

 

 

 

 

 

 

(...)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- COMO ASSIM PERDIDOS??? - gritou Seuta pra Henry , os mesmo começaram a brigar enquanto a van estava estacionada em frente a uma casa abacaxi (Au/On: quem será que morra lá? ^^) -

- Chega!!!! - gritou Ayame e todos se voltaram pra si - minha irmã está desmaiada ,sangrando e precisando muito ir ao hospital e vcs aí brigando! - falou chorando ainda mais e logo Seuta foi até ela a abraçando forte -

- Já sei! - todos olham pra Ami que ainda limpava o sangue de Chïsai - Por que não vamos pedir ajuda nessa casa? - aponta para o abacaxi - 

- Isso mesmo! Vamos! - falou Henry e todos desceram da van correndo até o abacaxi batendo na porta com pressa mas pararam ao ouvir um "Já vai!" - 

Um loirinho abriu a porta com um gato preto e branco nas mãos, logo todos se reconheceram 

- Olá! A que devo a visita? - pergunta Bob esponja sorrindo mas logo seu sorriso murcha ao ver lágrimas escorregarem pelo bochecha de Ayame - O que houve? - pergunta preocupado -

- Minha irmãzinha Chïsai! Ela caiu na escada lá de casa e agora está desmaiada e perdendo muito sangue! - falou Ayame com a voz embargada por causa di choro -

- Estávamos indo pro médico mas acabamos nos perdendo! - falou Henry preocupado - vc poderia nos ajudar? - 

- Sim,claro! Venham comigo vou chamar meus amigos para ajudarem tbm! - Bob esponja falou determinado e antes de fechar a porta colocou o gato no chão e disse - Gary tome conta da casa pro papai! - falou e depois trancou a porta -

Bob esponja correu para a casa vizinha com o grupo e desesperado bateu na porta gritando "LULA MOLUSCO!!!" e em seguida o verdinho abre a porta com a cara fechada 

- Bob esponja o que eu disse sobre-- - ele para de falar ao ver Ami e seus amigos e tbm Ayame chorando - o que aconteceu? - 

- A irmã dela caiu e bateu a cabeça e nos precisamos de ajuda para achar o hospital - falou Ami desesperada e com os olhos marejados assim como Seuta ,todas são emotivas principalmente com alguém próximo como Chïsai -

- Vamos chamar o Patrick para ajudar - disse Bob esponja e todos foram correndo para a grande rocha (Au/On: Na casa do Patrick agora é tudo de coisas normais como cómodos, objetos e etc...) -

- O que raios vinhemos fazer em uma rocha?! - pergunta Seuta indignada - 

- Duvido que aquele cabeça de mexilhão ajude em algo. - falou Lula molusco revirando os olhos -

- PATRICK!!!! - gritou Bob esponja e a rocha se abre dando a vista de um garoto com cabelo rosa beeem forte e.... Só com uma toalha na cintura e o corpo molhado -

- Meu Deus! - falou Seuta de olhos arregalados e babando - 

- Patrick! Precisamos da sua ajuda! - falou Bob esponja desesperado -

- Ahn? Mas eu estava tomando meu banho! - falou Patrick -

- Por favor precisamos de ajuda moço! - falou Ayame chorando mais ainda -

- O-o que? Por que essa moça está chorando Bob? - pergunta Patrick apontando pra ela -

- É que a irmã dela Chïsai bateu a cabeça e está agora desmaiada! Nos precisamos ir ao médico - respondeu Seuta e quando Patrick a olhou sentiu algo ficar duro lá em baixo - 

- O-ok vou me trocar! - Patrick pulou entrando em sua casa e correndo para seu quarto -

- Vamos até a van! Talvez eu possa ajudar - falou Lula molusco e todos correram até a van tendo a vista da criança desmaiada no banco - vamos ver... - ele se aproximou dela e viu o ferimento - a Meu santo rei Netuno! Ela precisa ir pro hospital rápido! - falou desesperado e todos se desesperam -

- Como sabe? - pergunta Henry -

- Tem um burraco na testa onde saí o sangue, olhem - Lula molusco tirou a franjinha dela da frente da testa mostrando um burraco médio - ela bateu em algo afiado? -

- N-não sei! Mas parece que a escada de lá de casa onde ela caiu tinha um tapete com algumas estacas pois minha tia era muito medrosa e tinha medo de principalmente vampiros, deve ser isso! - falou Ayame desesperada e Bob esponja segurou seus dois ombros com as mãos enquanto estava atrás dela tentando acalma-la -

- Terá que fazer pontos - falou Lula molusco e Ayame escondeu o rosto entre as mãos chorando novamente - 

- Cheguei! - falou Patrick - 

- Vamos! - disse Henry dando partida na van e indo a caminho do hospital - 

 

Continua....


Notas Finais


Deus nos libertou da escravidão, vamos agradece-lo?
Bye Bye!! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...