História Um amor de família - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, Once Upon a Time
Personagens Alice, Anna, August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Fa Mulan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Madre Superiora (Fada Azul), Malévola, Marian, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Mérida, Milah, Neal Cassidy (Baelfire), Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Peter Pan, Princesa Aurora, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sara Lance (Canário Branco), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Violet, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Ouat, Regina Mills, Swanmills, Swanqueen
Visualizações 187
Palavras 1.583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Missão


Acordei pela manhã com o sol batendo no meu rosto, me levantei e fechei a cortina, olhei para a cama e minha esposa dormia tão linda com os cabelos todos bagunçados, ela percebeu que eu saí e agarrou o meu travesseiro, aproveitei que minha filha ainda dormia e fui tomar banho, foi um banho razoavelmente demorado saí do banheiro enrolada em minha toalha e fui para o quarto me vestir, optei por um vestido azul claro estilo princesa com várias flores bordadas na parte de cima, de mangas curtas e que deixava meus ombros a mostra calcei minha sandália de salto agulha também azul e fui a penteadeira, penteei meus cabelos e os deixei soltos caindo por meus ombros, fiz uma maquiagem forte e com o abuso do meu inseparável batom vermelho e coloquei minha coroa, assim que terminei de me arrumar Melissa acordou fui até o cestinho e a peguei no colo

-Bom dia minha princesinha- falei sorrindo- vamos tomar um banhinho bem gostoso e depois descer para o café

Fui ao banheiro e dei um banho em minha filha, a enrolei em sua toalha e fui ao quarto a deitei no trocador e comecei a vesti-la, coloquei um vestido azul claro parecido com o meu só que de manguinhas e a calcei com um sapatinho preto, a deitei no cesto e escrevi um bilhete para minha esposa” Bom dia Cariño, eu e Melissa descemos para tomar café, você estava tão linda aí dormindo que resolvi não te acordar, estamos te esperando te amo sua Regina” deixei o bilhete em cima do travesseiro e fui até o quarto de Alice com minha filha nos braços

-Filha?- chamei entrando no quarto

-Oi mamãe estou terminando de me arrumar- falou sorrindo e eu fui até a cama – Oi Melzinha, mamãe acho que tivemos a mesma ideia

-Porque filha?-perguntei e ela veio até mim, usava um vestido exatamente igual ao meu

-Preciso dizer mais alguma coisa?- ela falou e eu sorri

-Você está linda minha princesinha- beijei sua bochecha e ela sorriu- agora dá pra ver que você é minha filha

-Você fala como se ninguém percebesse- falou penteando os cabelos e eu ri colocou um salto azul e colocou sua coroa- estou pronta

-Vamos descer?- ela assentiu e me deu a mão, descemos para a sala de jantar onde estava nossa família- bom dia

-Bom dia- Alice falou

-Meu Deus a Regina se multiplicou- Zelena falou e eu revirei os olhos

-Olha a Melissa fui eu que vesti então posso dizer que foi de propósito agora a Alice foi pura coincidência- falei sorrindo- papai eu participarei das reuniões com vocês- ele sorriu

-Que bom querida, ficarei muito feliz em ter você conosco, finalmente verá como sua filha é boa igual a você- falou e eu sorri acariciando o rosto da minha mais velha

-Não tenho dúvidas, minha menina é muito inteligente- falei e ela sorriu-Bom dia amor- falei para Em que entrou na sala

-Bom dia minha rainha- me deu um selinho- vem comigo rapidinho?

-Claro- falei me levantando e a seguindo até a sala- o que foi amor?

-Amor eu estava pensando, você e a Alice amam isso aqui eu vejo como seus olhos brilham com as reuniões e com os seus pais perto- falou e eu sorri

-Já entendi, você quer saber se eu quero voltar pra cá- falei e ela assentiu- e você? Você gostaria de ficar aqui?

-Amor o que me importa é estar com você, eu gosto daqui posso ir a aragonês alguns dias ajudar minha mãe, se quiser nos ficamos- falou e eu sorri a abraçando

-Eu te amo- falei e a beijei

-Eu também, quer falar com seus pais?- perguntou acariciando meu rosto e eu assenti sorrindo- vou chamá-los- falou e saiu

-Você ouviu meu amor? Nós vamos vir pra cá- falei sorrindo e beijando a testa da minha menina, falei e Emma voltou com meus pais

-O que foi filha?- papai perguntou

-Papai eu conversei com a Emma e nós queremos vir para cá, ficar com vocês- falei e ele sorriu

-Isso é sério?-perguntou sorrindo

-Sim- falei e eles me abraçaram

-Mas é claro filha- me abraçou- isso é tudo que nos queremos, sem a Ruby aqui e sem vocês esse palácio fica tão vazio

-E já que vão ficar eu vou mandar preparar o quarto dessa princesinha linda- mamãe falou e eu sorri

-Obrigada mamãe- a abracei- amor vamos falar com a Alice- ela assentiu e fomos para a sala de jantar- filha

-Oi mamãe- ela falou sorrindo

-Filha nós conversamos e queremos saber uma coisa- falei- o que acha de nós virmos morar aqui no palácio com o vovô e a vovó?

-Serio?- perguntou animada e nos assentimos- eu vou amar- falou e nos sorrimos

-Porque decidiram fazer isso agora?- minha mãe perguntou sorrindo

-A minha sogra eu vejo como ela e a Alice se sentem aqui, eu nunca vi esse brilho nos olhos delas, e o único motivo de morarmos lá era que ela tinha saído de casa, mas como vocês estão bem não tem porque continuar lá, se ela quiser ficar aqui ou lá, eu vou ficar com ela onde ela desejar- falou segurando minha mão e eu sorri

-Bom eu já mandei preparar um quarto só pra Melissa assim como Henry e Alice- minha mãe falou e eu sorri

-Obrigada mamãe-falei

-Amor depois eu vou lá em casa e mando tudo por magia- Emma falou e eu assenti

-Meninas nos temos uma reunião- meu pai falou

-A sim, amor fica com Henry e Melissa- perguntei

-Claro, vem com a mamãe-falou pegando Melissa

-Tudo bem, vamos filha?- perguntei

-Vamos mamãe- falou e nós nos levantamos

-Tchau amor, tchau filha- beijei as duas e dei a mão para Alice

Fomos para a sala de reuniões e eu me sentei ao lado de meu pai com Alice em meu colo

-Vovô tem audiências hoje?-Alice perguntou

-Claro querida após o almoço- falou e Alice sorriu-Bem vindos Senhores- meu pai falou e os comerciantes entraram

-Obrigada Henry-um homem grisalho falou- vejo que estamos acompanhados de belas senhoritas hoje, como vai bela Regina? Cada dia mais bonita

-Muito obrigada James- falei sorrindo

-Deixa a esposa dela ouvir você- meu pai falou e nós rimos- Vamos começar?- perguntou e todos assentiram- Bom na semana passada nos falamos sobre suas barracas, como andam as vendas?

-Como sua neta previu nossas vendas aumentaram- uma mulher falou- mas estamos com problemas muitas mercadorias estão sendo interceptadas e os navios estão cobrando mais do que ganhamos para trazer as mercadorias sem contar que muitas barracas ainda estão fora das normas de higiene

-Mas porque estão sendo interceptadas?- meu pai perguntou

-Alguns guardas do porto estão usando de seu cargo para tirar vantagem, exigem revistas desnecessárias e pegar produtos sem pagar- um homem falou

-Isso é um absurdo- meu pai falou- eles não tem permissão para isso, mandarei prender esses homens

-Calma vovô, infelizmente não temos provas, é a palavra dos comerciantes contra a dos guardas- Alice falou

-E o que podemos fazer querida?- ele perguntou

-Temos que armar uma armadilha por assim dizer- ela falou

-Juntar provas, se provarmos que eles abusam do cargo aí sim poderemos prende-los- falei- mas como faríamos isso querida?

-Mamãe esses homens atuam no porto, deve ter uma testemunha que não pareça conflito de interesses- ela falou pensando

-Acho que sei como fazer- falei e ela assentiu- teve a mesma ideia não é?

-Creio que sim- falou sorrindo- pensou em infiltrar um dos homens de confiança do vovô?

-É eu sei quem seria perfeito- falei e ela sorriu

-Quem querida?- meu pai perguntou

-Uma amiga, o nome dela é Mulan ela entrou na guarda a alguns anos é uma dos melhores soldados do nosso reino, ninguém a leva muito a sério por ser uma mulher, ou seja nunca desconfiarão dela- falei

-É perfeito, acha que ela consegue provas suficientes?- Alice perguntou

-Claro- falei e ela sorriu- depois falaremos com ela- falei e ela assentiu

-Bom vamos aos preços...

A reunião correu tranquila e assim que acabou fui a sala do trono com meu pai e Alice para falar com Mulan

-Mandou me chamar vossa majestade?-Ela perguntou fazendo uma reverência

-Na verdade foi minha filha- ele falou

-A quanto tempo- falei sorrindo e indo até ela- como vai sua esposa?

-Aurora está bem- falou sorrindo e eu sorri

-Mulan pedi pra te chamarem porque tenho uma missão para você- falei

-Uma missão princesa? De que tipo?- perguntou

-Guardas reais estão interceptando mercadorias e saqueando alguns lotes no porto, preciso que se infiltre entre eles e consiga provas desses roubos- falei e ela assentiu

-Mas é claro majestade- falou

-Já falei que não precisa me chamar de majestade, nós somos amigas a anos- falei e ela sorriu -já lutamos juntas o suficiente para me chamar de Regina

-Mamãe você já lutou em guerras?- Alice perguntou e eu sorri

-Sim muitas, eu Mulan e Mérida, uma protege a outra- falei e Mulan sorriu

-A arqueira, a linha de frente e a rainha, sua mãe é a melhor guerreira que já conheci- falou e eu sorri

-Temos que ser, nos três éramos as únicas mulheres no exército- falei- e mesmo assim vencemos mais homens do qualquer um naquele exército- ela riu

-Verdade, bom senhoritas eu tenho que ir, minha esposa me espera, ainda essa tarde irei ao porto- falou

-Obrigada Mulan, diga a Aurora que estou com saudades- ela assentiu e saiu

-Vamos lá na sala?- papai perguntou e nós assentimos


Notas Finais


Comentem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...