1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor de perder as contas! >
  3. Operação papai!

História Um amor de perder as contas! - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, esse episódio é mais um "Filer" pra mostrar um pouco a vida é como está ocorrendo tudo.
Tenham uma boa leitura e qualquer erro me desculpe! 💕💕

Capítulo 26 - Operação papai!


Sesshoumaru p.v.

- Você se demitiu? - Eu abraço minha pequena e ela olhou para a TV apagada que refletia nossos reflexos.

- Estava sendo pressionada demais, Thifany exigia demais e qualquer coisa que acontecia de errado, eu tinha que fazer alguma campanha ou coletiva de empresa "Rin Taisho a forte mulher que o marido está desaparecido e segue confiante com 4 filhos", sabe, era... chato. 

- Intendo. - Filhos da puta, usavam-na como um experimento.

Tentando me acalmar, arrumo uma mecha de seu cabelo que estava desleixada como ela era as vezes.

Eu só queria tê-la finalmente por perto, ficar com a minha familia, que juntos formamos, trabalhar e ficar ao seu lado...

- Sesshoumaru... - Eu olhei para ela. - O que aconteceu durante esse tempo? - Rin pergunta e eu respiro fundo.

- Tive uma longa briga com a minha mãe, foi muito tensa, e aí sim consegui convence-la de que você era uma boa mulher e essa coisa de tradição acabasse. Mas eu não quero falar disso. - Eu não queria falar que naquele dia eu briguei cara a cara, com dentes e garras contra minha mãe e fiquei em coma por quase um ano. Depois consegui convence-la de olhar Rin ao longe para provar que era uma boa pessoa e que satori deixasse a porra do orgulho do caralho dela.

Mas eu não queria saber de nada que estava acontecendo, queria tudo surpresa!

- Mamãe...? - Kaily aparece no batente da porta da sala. - Eu tive, um pesadelo. - Eu senti o cheiro de lágrimas novamente.

Eu não havia gostado que ela havia chamado só a Rin, mas eu também tenho que aceitar que eu cheguei agora!

Ela chega a nossa frente e eu a coloco no meu colo, acalmando a menininha de 7 anos.

- Você pode contar comigo também... - Ela olha para meus olhos. - Filha...

Kaily arregala os olhos e me abraça fortemente.

- Eu confio em você. - Meu coração se aquece e eu olho para Rin, eu me sentia um pai, fazendo parte da família.

[...]

- Querem comer o que? - Pergunto amarrando meus cabelos.

- Eu quero bakon!

- Panquecas! 

- Bolinho de chuva!

- Se liga Ren, quem come bolinho de chuva no café da manhã!? - Aisha pergunta olhando indiguinada para o irmão loiro.

- Eu nunca comi, mas queria! - Ren responde colocando a mão na cintura.

- Eu quero que ela fique com o Gael! - Sesshoumaru diz pra Kaily, a pequena que queria Panquecas.

- A Tereza tem que ficar com o Damián! O Gael tem que ficar com a Paloma!

- Chega! - Dou um grito e todos olham assustados pra mim. - A mãe de vocês foi resolver um assunto e eu sou maduro o suficiente para cuidar de vocês quatro! - Eles se entre-olham.

- Papai, você é irado! - Aisha diz fechando os olhos e me olhando com fogo neles. E Eu? Estava com cara de cu.

- A gente vai comer Bolinho de chuva. - Eu digo e Ren faz um "yes" puxando o braço pra trás enquanto os três estavam, derrotados. - Eu nunca tinha comido no café da manhã. - Assumo com mãos ao ar. - Vistam seus aventais! - Eles gritam em felicidades.

[...]

Estávamos atrasados, e muito!

- Pai, só temos 8 minutos para entregar a gente, Sesshoumaru estuda muito longe de nós. - Sorrio sádico de lado.

- Isso não é problema. - Eu olho para trás e vejo kaily engolindo seco junto a Ren.

[...]

- AAAAAAAAAAAAHHHHHHH!!!!! - Os quatros gritaram enquanto eu fazia uma curva que cantava pneu e saia fumaça.

- Meu kami-sama! - Aisha Grita abraçando Sesshoumaru segundo.

Vários carros buzinavam e várias pessoas xingavam, isso sim era música para meus ouvidos!

Giro o volante e girei o carro batendo ele na guia.

- Chegamos em 2 minutos. - Eu digo feliz e olho para trás vendo os mais velhos tirando seus sintos e saindo do carro.

- Papai... - Olho pro pequeno. - Isso foi demais!

Sorrio aberto e olho pela janela, vendo Ren encostado a uma lixeira e vomitando o café da manhã. Kaily estava respirando fundo com as mãos no joelho e Aisha...

- Terra firme! - Ela joga a mochila na grama e se joga no chão. - EU NUNCA FIQUEI TÃO FELIZ EM VER TERRA FIRMEEEE!!!

- Quer que eu acompanho vocês pra sala? 

- Não! - A morena diz rapidamente.

- Melhor não papai... - Kaily fiz e sorri sem graça.

Olho para Ren e vejo ele fazendo não com a mão, enquanto estava com a cabeça no lixo.

Sabe, as vezes esqueço que eles são crianças humanas e frágeis. Nha, vão se acustumar!

[...]

- Mas a Tereza tem que ficar com o Damián! - Eu digo pro platinado.

- Não! Você pensa igual a aisha! Por que Ele?

- Por que ele é bonito. - Digo simples enquanto dessa vez esperava o sinal ficar verde.

- Mas o Gael também é. - Rebateu novamente.

- Damián é rico. - Ele fica quieto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...