1. Spirit Fanfics >
  2. Um Amor de Quarentena >
  3. Capítulo 13: Pedido de noivado e casamento

História Um Amor de Quarentena - Capítulo 13


Escrita por: amalucadasfics

Notas do Autor


Oiiiie
Eu sei que demorei muito,mas voltei
Como dito,esse é o último capítulo dessa fic.
Eu demorei por motivos pessoais mesmo.
Enfim,espero que gostem
Desculpem os erros ortográficos
E aproveitem,porque está bem comprido o capítulo....
Ah,e recomendo músicas românticas...

Capítulo 13 - Capítulo 13: Pedido de noivado e casamento


Quebra de Tempo

Um ano depois...


Acordo sentindo beijos por todo o meu rosto.

Abro um sorriso ainda de olhos fechados,pois sei bem de quem são.

Ao abrir meus olhos lentamente, vejo Jin com uma bandeja em suas mãos,segurando meu café da manhã.

-Bom dia amor. - Digo com a voz rouca por recém ter acordado. -Huumm,café na cama,que delícia. Assim fico mal acostumada.


-Bom dia,jagiya. Pode se acostumar mal,porque logo iremos morar jun




Abro um sorriso e vou ao banheiro, fazendo minhas higienes pessoais,e em seguida voltando pro quarto,começando a tomar café. 

-Jagiya,quando acabar tenho um pedido pra te fazer.




Essa fala do Jin foi o suficiente pra me deixar curiosa. O olho e digo:




-Aigoo,assim fico curiosa!




Ele apenas ri e me rouba um beijo,indo pra fora do quarto e para seu escritório.

Como calmamente enquanto espero ele.

Depois de dez minutos,termino tudo e chamo Jin.

Ele vem com suas mãos pra trás,indicando que está escondendo algo.

-Amor!? Tá escondendo o que aí atrás?




Ele abre um sorriso pra mim e se ajoelha em minha frente,mostrando uma caixinha de veludo vermelho.




-Bom,hoje faz um ano que nos namoramos e um ano que sou o homem mais feliz do mundo, justamente por ter a mulher mais perfeita e linda que poderia existir em minha vida.

Todo dia quando acordo levanto sorrindo,justamente por estar ao seu lado.

Bom,nesse um ano que passamos cheguei a conclusão que é você com quem eu quero passar o resto da minha vida. É com você que eu quero construir uma família linda e grande.

É com você que eu quero ter dois filhos e um cachorro.

Enfim,no meu futuro eu só imagino você,pois te amo muito.Bom,só quero te fazer uma pergunta: Quer casar comigo?




Ele abre a caixinha e mostra um anel de ouro,com uma flor de lótus azul escuro em cima.




Nesse momento,começo a chorar de emoção.

-Sim Jin,mil vezes sim! É claro que eu quero casar com você!




Ele abre seu lindo sorriso,coloca o anel em meu e eu faço o mesmo com ele.

Em seguida,ele me pega no colo e me beija.

Um beijo cheio de amor e carinho.

Retribuio com a mesma intensidade e nos separamos,mas permanecemos com as testas coladas.

Bem,uma vez eu li que pra se saber o que é amor,você não tem que pensar em uma definição,mas sim em um nome.

Agora eu entendo essa frase,pois quando me pedem o que é amor,me vem na cabeça o nome do meu noivo, Kim Seokjin!


Quebra de tempo 


Seis meses depois...


Nem acredito que já se passou e seis meses e hoje é o dia do meu casamento!

No momento,estou esperando dar a hora pra poder ir pra igreja.

Não pretendo chegar muito atrasada,mas quero manter a "tradição" do atraso da noiva.





Me olho no espelho e vejo como estou bonita.

Meu vestido branco longo e rodado,possui alguns detalhes em seu comprimento,assim como pedrinhas brilhantes na parte da frente,sendo que vai até os meus ombros.

Esse vestido marca meu corpo,mas não muito. 


Como optei por não colocar véu e grinalda,dava pra ver bem meu cabelo e meu rosto.

Sendo que meu cabelo está arrumado em formato de um coque,mas deixei duas mechas caídas pra dar um charme.

Enquanto minha maquiagem é delicada,mas elegante,possuindo uma sombra brilhante,um delineado simples e um rí­mel. Nos meus lábios,um batom nude.





Em mes pés,havia um scarpin branco,delicado e elegante.





Meu pai entra no quarto,me abraça e diz:





-Você está linda,minha filha! Vamos?





-Obrigada,papai. O senhor também está um galã.- Ele ri e eu o acompanho- Pai,eu estou nervosa!





-Filha,vai dar tudo certo! Você ama o Jin e ele te ama! Vocês vão ser muito felizes!

Assinto,pego meu buquê,que possui rosas vermelhas e vou até o carro com o meu pai.

Entramos no carro e ele da a partida pra igreja.





Quebra de Tempo





Chegamos na igreja e descemos do carro.

Olho o meu pai e ele está tão nervoso quanto eu.





Entramos na igreja e a tradicional marcha nupcial começa a tocar.





Começamos a andar e eu olho em volta,sorrindo e acenando com a cabeça pra alguns amigos e conhecidos.

Todos parecem felizes por mim.





A igreja está enfeitada lindamente,com rosas brancas nos bancos e pequenos vasinhos com uma minúscula flor branca. No chão,há um lindo tapete vermelho.





Olho pra frente e vejo meu pais,os pais do Jin e Lisa junto de Namjoon.

Todos me olham e sorriem.





Por fim,olho pro Jin e abro um grande sorriso,que é retribuí­do pelo mesmo. 


O amor da vida está usando um terno preto,que fica muito bem nele e realça ainda mais a beleza dele.

Em sua lapela,há uma rosa vermelha,e em seu rosto,além do sorriso, há um óculos,que lhe dá muito charme.





Chegamos ao altar e meu pai me entrega ao Jin,o olhando sério e dizendo,em um tom baixo,mas fatal:





-Cuide bem de minha princesa,ou irá se arrepender!





Jin engole em seco e diz:





-Pode deixar,senhor s/p! Irei tratá-ta com o máximo de respeito possível e lhe dar todo o amor do mundo!





Meu pai assente e entrega minha mão a Jin.

Ele segura firmemente em minha mão e sorri pra mim.

Retribuo o sorriso e entrego o buquê pra minha mãe.

Após isso,as pessoas se sentam e eu o Jin nos ajoelhamos,esperamos o padre começar.






Depois de um tempo,chega a hora da troca de alianças e dos votos.





Olho pro Jin,e ele está segurando um papel em suas mãos,assim como eu tambémm, já que pedi pra minha mãe me alcançar assim como ele.

-Bom,s/n. Vulgo amor da minha vida. Se lembra da tradução de It's you,do Ali Gatie? 

Uma de "nossas" músicas? Então,a tradução dela é tudo o que eu sinto por você e muito mais. Você me completa em tudo e me faz muito feliz. 

Eu sempre quis saber o que era amor verdadeiro,mas nunca achei que iria encontrá-lo,devido as minhas péssimas histórias de amor. 

Mas,quando te conheci,eu descobri o que significa amor verdadeiro. 

Amor verdadeiro é não conseguir se imaginar longe da pessoa amada, é se preocupar com a pessoa a ponto de querer saber que ela foi dormir e se tomou a quantidade de água indicada diariamente. É não conseguir se imaginar longe da pessoa,a ponto de que se pensar que pode perde-la algum dia,o coração aperta e a respiração acelera,a ponto de você fazer de tudo pra mudar o rumo dos pensamentos, só pra não imaginar isso. 

Amor verdadeiro é o que eu sinto por você,meu amor. Quero que saiba que irei ficar junto de você atéo final de nossas vidas,e vamos morrer bem velhinhos e juntos. 

Quero que saiba que é com você que vou construir uma linda famí­lia, literalmente. Quero que saiba que vou fazer de tudo pra te fazer a mulher mais feliz do mundo. Quero que saiba que eu te amo muito!



Quando Jin termina de falar,eu já estava aos prantos.

As palavras dele me tocaram muito,a ponto de eu estar tremendo ao estender minha mão esquerda pra ele colocar o anel em meu dedo anelar.





Respiro fundo e pego o microfone que Jin me estendia,e começo a fazer meus votos.


-Kim Seokjin,vulgo amor da minha vida.
Voce me falou de It's you,mas eu me lembrei de photograph,do Ed Sheeran.
Aquela música nos representa e muito,pois no começo de nossa relação ambos estavam com medo de se machucar,por isso não nos aproximavámos.
Sendo sincera,se você não tivesse tomado a iniciativa,acho que hoje nem estaríamos aqui,pra começo de conversa.
Mas como posso explicar meu amor por você em palavras?
Bom, não sei mas vou tentar.
Eu comecei a te amar assim que te vi,dentro do seu quarto e através da minha sacada.
Talvez tenha sido amor a primeira vista,talvez tenha sido o destino.
Sinceramente, não sei,mas sou grata.
Bem,meu amor por você não  pode ser explicado em palavras,mas vou tentar mesmo assim.
Você é o meu primeiro pensamento quando eu acordo e meu último antes de dormir.
Sempre que levanto e não te vejo,me bate um desespero,pelo simples medo de te imaginar longe de mim.
Só de imaginar que algum dia podemos nos separar,meus olhos se enchem de lágrimas e minha respiração acelera.
Bom,o amor que sinto por você é basicamente o amor que um astrônomo tem pelo universo,que um cozinheiro tem pela cozinha,que um cantor tem pelo palco,que uma professora tem por ensinar e um advogado tem pela lei,ou seja, é muito grande.
Por isso te digo: Kim Seokjin,eu te amo e sempre vou te amar! 


Vejo que Jin está chorando do mesmo jeito que eu estava antes. Pego sua mão esquerda e coloco o anel em seu dedo anelar.





O padre aproveita a "deixa" e diz:





-Se alguém aqui tem algo contra esse casamento,que fale agora ou cale-se para sempre!





Ninguém fala nada e o padre anuncia novamente:





-O noivo pode beijar a noiva!





Jin se aproxima de mim,e me beija calmamente.

Um beijo delicado e cheio de amor.








Após isso, saímos da igreja correndo,com os convidados jogando arroz na gente.





Como irí­amos viajar pra Bahamas,não haveria festa.

Assim,juntamos todas as mulheres presentes ali pra eu jogar o buquê.





Me viro se costas e começo a contar:





-É um, é dois e é três! -Finjo que jogo e depois de alguns segundos jogo de verdade.





Escuto um rebuliço e me viro.





Olho a Lisa com um sorriso do tamanha da América em seus lábios e com o buquê em suas mãosos.

Olho pro lado dela e vejo minha irmã com uma rosa do buquê nas mãos.








-Ihuuu. A Lisa vai casar! Já não era sem tempo! 




Olho pra minha irmã e digo:





-Como você pegou só uma rosa,quer dizer que irá noivar em breve com a Jennie.





Minha irmã abre um sorriso do tipo "Quem sabe não?" enquanto Jennie me olha com uma cara do tipo "Minha surpresa foi estragada!"





Começo a rir das duas,mas paro com Jin me cutucando e dizendo que tí­nhamos que ir.





Nos despedimos de todos com abraços,beijos e acenos e entramos no carro do Jin,que esta sendo dirigido pelo Nam.





Vamos até nossa casa,coloco uma blusa florida,um calção da mesma estampa,e uma sapatilha preta, enquanto Jin coloca uma bermuda amarela e uma camisa flo

Depois de mudarmos de roupa,descemos com as malas e vamos em direção ao aeroporto





Chegamos lá,os despedimos do Nam e fazemos o check-in.


Depois de um tempo,anunciam o nosso voo e vamos até o avião,que decola em direção a Bahamas,local em que ficaremos um mês








Quebra de tempo





Chegamos no aeroporto,desembarcamos,pegamos nossa bagagem, chamamos um táxi e vamos pro hotel.





Chegando lá,Jin vê com uma das recepcionistas qual quarto é o nosso.














-Bom,senhor e senhora Kim? O quarto de vocês é no último andar,e é a suíte Premium.





Eu e o Jin agradecemos e pegamos a chave cartão.

Um funcionário apareceu e levou a mala pro quarto,enquanto eu e Jin íamos de elevador.

No percurso,eu estava sorrindo igual uma besta,por ter sido chamada de senhora Kim.





Antes de entrarmos no quarto, Jin me pega no colo e assim entramos no mesmo.

Chegamos lá e vimos as malas.

O quarto era enorme,diria que maior até do que meu antigo apartamento inteiro, e possuía tons de creme e pêssego nas paredes.

O banheiro era gigantesco e possuía uma enorme banheiro,assim como o chuveiro,box de vidro,pia e vaso sanitário. 

Ele me desce e vai em direção as suas malas.

Eu estava cansada,mas queria me divertir com meu marido





-Amor!? Tá cansado? queria me divertir um pouco sabe!? - Digo isso enquanto o abraço por trás e deixo beijos e chupões em seu pescoço.





Vejo jin estremecer antes de se virar para mim e me puxar pra perto de si,se aproximando do meu ouvido e falando baixo:


-Não estou tão cansado assim não. Quais os seus planos de diversão,senhora Kim?




 Ele termina de falar e começa a dar mordidinhas em meu pescoço,seguido de alguns beijos.



Não o respondo,e o puxo para um beijo intenso.



Jin corresponde o beijo na mesma hora e já pede passagem com a língua.

Dou passagem e sinto a mesma adentrar minha boca,explorando cada cantinho dela.

Por fim,ele chupa minha língua,me fazendo soltar um gemido meio alto contra seus lábios.



Nos afastamos pela falta de ar,mas logo nos beijamos de novo,com mais intensidade que anteriormente.

Enquanto nos beijamos,suas mãos exploram meu corpo ainda vestido.

Ele coloca suas grandes mãos em meu quadril,onde aperta fortemente.

Solto um gemido alto,e ele para o beijo,me guiando até a cama,onde me coloca deitada e começa a tirar suas roupas.

Por fim,ele fica só com a box e vem em minha direção,me beijando e dizendo,num tom baixo e sexy:


-Amor,faz um striptease pra mim?


Apenas assinto,abrindo um sorriso safado e começo a tirar minhas roupa, lentamente.

Tiro a minha blusa vagarosamente,enquanto Jin praticamente me come com seus olhos.

Em seguida,desabotoou o calção e o tiro lentamente,rebolando enquanto ele desce pelas minhas pernas.

Jin me olha e morde seus lábios,deixando eles vermelhos.

Jogo tudo longe,e vou em direção do mais velho,me sentando em seu colo e começando a rebolar lentamente.


Nos beijamos novamente, enquanto ainda rebolo e ele coloca suas mãos em minha cintura,me auxiliando com os movimentos.

De repente, ele para de me beijar e começa a distribuir leves selares em meus pescoço.

Enquanto faz isso,ele começa a tirar meu sutiã lentamente.


Ele deixa chupões e mordidas em meu pescoço,e após deixar a área marcada desce pros meus seios.

O mesmo começa a chupar um,enquanto estimula o outro com sua mão esquerda.

Depois de um tempo assim,ele faz o mesmo com o outro.

Não seguro meus gemidos e começo a solta-los,em alto e bom som. Só espero que essas paredes sejam a prova de som!

Após uns minutos, Jin para o que esta fazendo e eu sinto sua mão direita descendo pelo meu corpo,até que sinto a mesma sobre o tecido fino de minha calcinha.

Ele coloca a calcinha pro lado e adentra dois dedos em minha intimidade, fazendo movimentos circulares.


 Gemo moto e ele abre um sorriso por isso.


 Após um tempo,ele tira minha calcinha e começa a me chupar.

Me contorço na cama e gemo alto,ao sentir três dedos do mesmo me adentrarem de uma vez só, fazendo movimentos circulares em meu clitóris.


-Owwwnnnn,J-jin,eu v-vou go... - não consigo terminar a frase,pois acabo chegando ao meu ápice,melando os dedos dele e seu rosto.

 Ele sobe e me olha,enquanto lambe seus lábios e chupa o resto do meu gozo presente em seus dedos.


Rapidamente o jogo na cama e tiro sua cueca.

Dessa vez,estou com pressa e não serei delicada.

Invés de masturba-lo coloco seu membro em minha boca e começo a chupá-lo.

Jin solta um gemido meio alto,mostrando sua surpresa pelo meu ato inesperado.

Chupo rapidamente fazendo garganta profunda.

Depois de alguns minutos,Jin goza em minha boca e eu engulo tudo.

Subo fazendo o mesmo que ele,ou seja, lambendo meus lábios.


Ele me olha com um olhar safado e me joga na cama,ficando por cima de mim.



Rapidamenteamente, ele me penetra, fazendo com que eu solte um gritinho pela surpresa.


Ele vai devagar,devagar demais e eu falo, enquanto solto alguns gemidos:


-J-jin,va-vai-mais r-rapido,p-por fa-favor.


Ele abre um sorriso de lado e atende meu pedido, dizendo:


 -Fi-fica de qua-quatro pra mim.



Fico na posição ordenada e empino minha bunda o máximo que posso, ficando praticamente deitada na cama.


Sinto que tapas estão sendo distribuídos na minha bunda,e acabo gemendo pela dor e pelo prazer.

 Depois de um tempo,Jin coloca seu membro dentro de mim,indo rápido,forte e fundo,fazendo com que eu solte gritos histéricos invés de gemidos.








-J-jin,eu v-vou go...










-E-eu t-também ba-by









Após uns instantes,gozamos os dois juntos e caímos na cama, exaustos.


-Vamos tomar banho!


Apenas assinto,e tento me leva

porém,caio deitada novamente.



 -Amor,me leva porquê eu não estou sentindo minhas pernas.- Falo num tom baixo e envergonhad.


Jin ri e me pega no colo,me levando atéo banheiro e enchendo a banheira.

Enquanto a mesma enche,ele vem até mim e fica fazendo carinho em meu rosto e cabelo.


-Eu te amo muito,jagi.


Abro um sorriso e digo:


- Eu também te amo muito,meu amor.



A banheira enche e nos entramos.


 Depois de quinze minutos saímos,e Jin me pega no colo novamente me levando até o quarto.

Ele ajuda eu a me vestir,e eu fico um pouco envergonhada com isso.

Ele coloca apenas uma box preta,enquanto em coloco uma calcinha e uma camiseta do mesmo.


-Espero que ninguém tenha ouvido- falo, enquanto me ajeito em seu peito pronta pra dormir.


-Também espero. -Ele me responde e me abraça fortemente.


Algum tempo depois adormecemos.


Quebra de tempo


Um mês depois...


Hoje eu e Jin estamos voltando pro Brasil.

Confesso que esse último mês foi o melhor da minha vida,mas temos nossa vida no brasil,então vamos voltar pra "normalidade".


Chegamos no aeroporto e vejo meus pais,minhas irmãs,minhas cunhadas,meu cunhado e meus sogros nos esperando.


Abraço primeiro meus pais,que dizem que estavam com saudades, ouvindo como resposta o mesmo que disse.

Emotiva como sou,já estava chorando.


Abraço minhas irmãs e reparo que a Mikaelle está com um anel em seu dedo.


-Mana!? a Jennie te pediu em casamento?


Ela apenas assinte eu começo a pular igual uma doida pela notícia.


-Quando!?



-Pouco tempo depois que você tinha viajado. Não contei na hora porque queria que você aproveitasse e também porque queria te contar pessoalmente.- ela responde envergonhada e com a cabeça baixa,para esconder as bochechas coradas.


Apenas abro um sorriso e não falo mais nada.


 Vou na direção da Lisa e pulo em cima dela,a abraçando forte.



-Eu tava morrendo de saudades de todo mundo, até de você,sua piranha!

Ela me abraça forte e diz:


-Me respeita sua vagaba,porque agora estou noiva! 


Pelo tom de voz dela,deu pra perceber que ela tava super ansiosa pra me contar a novidade.


- O que!? -Pergunto, completamente surpresa.


-Isso mesmo que você ouviu,vagaba! E antes que me pergunte,o nam me pediu em casamento ontem. Por isso ao contei agora,já que você me conhece e sabe que eu não teria esperado você voltar pra contar,caso tivesse pedido antes né?


 Apenas assinto enquanto abro sorriso e a abraço novamente.

Agora ela vai ser minha cunhada de verdade!


Me separo dela e abraço o Nam e em seguida meus sogros.



Após tudo isso,vamos pra casa dos meus pais onde está havendo uma comemoração com todos os nossos parentes por causa de nossa volta.






Quando dá oito horas da noite,vamos pra nossa casa.



Chegando lá, abraço o jin e digo:


- Obrigada por me fazer a mulher mais feliz do mundo!


-Eu que aradeço você por me fazer o homem mais lindo do mundo! Pra sempre vou te amar!


-Eu também vou te amar eternamente!


Selamos nossos lábios calmamente,e após nos afastarmos chego a conclusão de que serei muito feliz ao lado dele!


Obs.: Mikaelle e a Jennie se casaram seis meses depois da nossa volta pro Brasil. 

A Lisa e o Nam se casaram na mesma época e eu fui uma ótima madrinha,apesar de estar grávida

Ah,após três meses da nossa volta descobri que estava grávida de uma linda menininha,que receberá o nome de Kim Yuna.



The end...






























Notas Finais


Enfim,foi isso.
Obrigada por terem lido e espero que tenham gostado.
Até a próxima fic...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...