1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor de realeza I >
  3. 18 - 15 botões!

História Um amor de realeza I - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - 18 - 15 botões!


Fanfic / Fanfiction Um amor de realeza I - Capítulo 18 - 18 - 15 botões!

 Fomos para o palácio e corremos para o quarto! Entramos nos beijando pelo quarto. Regina tranca a porta e me vira de costas... 
- Emma é muito botão! - Regina fala 
- Uns quinze e mais o corpete! - Falo rindo 
- Vai valer a pena! - Regina fala 
Regina abre meu vestido muito rápido praticamente o arrancando. Me deixando de lingerie, Regina me joga na cama e se ajeita em cima de mim me deixando mais quente. Regina pede a passagem com a língua e eu acabo nem pensando direito e concedo a passagem da língua de Regina. Língua da minha esposa parecia decorar cada cantinho da minha boca! 
- Hum... - Solto um gemido. Regina beijava meu pescoço, deixando pequenas marquinhas fracas  - Regina... cuidado pra não marcar. - Falo ofegante 
Regina vai descendo e tira meu sutiã. Deixando meus seio amostra, desce com a boca chupando meu seio e apertando o outro. Minha esposa da atenção para o outro serio, e vai descendo com a boca até chegar em minha barriga. Regina puxa minha calcinha com uma certa violência. Ela olha para o meu corpo com uma certa admiração e dá um sorriso! Logo começa a acarinhar a minha intimidade e penetra dois dedos de uma vez fazendo um movimento gostoso. Regina num ato rápido, tira seus dedos de mim e começa a me chupar com um certo desespero, me deixando "desesperada". Regina mordia e chupava, me fazendo soltar altos gemidos! 
- Ah está... isso é muito bom! - Falo gemendo 
Ela me chupava com luxuria, coloca um dedo em mim, as vezes dava uma mordida fraca me deixando louca... 
- Regina... eu to quase! - Falo ofegante 
- Goza meu amor! - Regina fala 
- Não... juntas! - Falo 
Regina para e me encara, mas logo da um sorriso. Tira toda sua roupa e me penetra rapidamente fazendo movimentos torturantes! 
- Oh amor, mais forte! - Regina beijava meu pescoço e eu encravava minhas unhas nas costas dela - Ain vai Regina! - Falo 
Regina começa a se movimentar mais rápido. Pelo nosso quarto dava pra ouvir os nossos gemidos... 
- Amor, quase! - Solto um gemido revirando meus olhos de prazer - Isso! - Falo 
- Vem, amor! - Regina fala 
Regina me beija e continua fazendo movimentos rápidos e fortes até a gente gozar! 
- Oh deus! O que foi isso?! - Regina fala 
Regina ainda estava dentro de mim... 
- Enfim casadas! - Falo rindo 
Regina faz movimentos como se fosse sair de dentro de mim e eu a seguro... 
- Não... fica aqui, eu gosto de te sentir! - Falo 
- É...? - Regina me olha e da um sorriso e me beija - Tão minha! - Regina fala 
Regina volta a fazer os movimentos. Eu já estava aberta agora então... 
- Amor... - Falo manhosa 
Sem me dar minutos para me recuperar, ela começa a se movimentar mais e mais. Regina chupa meu pescoço e a mesma estava cada vez mais enterrada dentro de mim. Regina aumentava as estocadas fortes em mim, eu jogava meu corpo para trás... 
- Goza pra mim, amor... - Regina fala 
E mais um vez eu explodo em um orgasmo avassalador, mas Regina não saiu de dentro de mim, ela continuava a dar estocadas fortes quando a se estremecer e soltar um longo gemido e sinto jatos fortes dentro de mim. Regina sai de dentro de mim e me puxa para deitar em seu peito. Regina me puxa colocando meu corpo em cima do dela e me puxa mais uma vez pela cintura, eu estava completamente a mercê dela e sento sem seu rosto e começo a rebolar em automático em sua boca, as mãos de Regina batem em minha bunda me fazendo me mover mais e soltar gemidos. 
Regina brincava com sua língua em mim, meus gemidos estava altos e precisos. Logo Regina enfia 2 dedos de um vez em mim me fazendo jogar meu corpo para frente, começo a cavalgar em seus dedos e sinto mais orgasmos próximos. 
- Ah! - Solto um gemido 
- Goza minha loira! - Regina fala 
Meu corpo se estremece e solto um gemido alto e jatos e mais jatos saem de mim. Deixo meu corpo cair por conta do cansaço ao lado de Regina. A mesma me puxa colando nossos corpos novamente... 
- Amor... - Regina fala 
- Ta tudo bem! - Falo 
Regina me abraça e depois de muitos e muitos rouds caímos cansadas e dormimos. Estávamos tão cansadas que não estávamos ligando se alguém ouviu ou não! 
Logo amanheceu, eu desperto com Regina grudada em mim como um carrapato! A desgrudo de mim com cuidado para não desperta-la e levanto para tomar banho. Tomo meu banho e saio do banheiro já vestida e me sento na poltrona e fico olhando Regina dormir. 
- Que noite foi essa? Preciso de mais... céus eu nunca fui tão safada assim! - Penso 
Solto uma breve risada baixa e me concentro na minha esposa dormindo... 
- Amor... - Regina fala rouca 
- Oi. - Respondo 
- Porque levantou? - Regina pergunta 
- Eu fui tomar banho.. - Respondo 
Regina se senta e me olha... 
- Porque não me chamou? - Regina pergunta 
- Porque você estava tão bonitinha dormindo que me deu pena! - Respondo 
Regina levanta e me puxa... 
- Ainda bem que seu vestido de hoje, não é um decotão né. Se não iria aparecer esse chupão! - Regina fala rindo 
- Seus chupões sempre são nos mesmos lugares, impressionante! - Falo rindo 
- Minha mulher, pô! - Regina fala 
- Só sua! - Falo 
Regina me solta e pega um roupão e se veste. Se senta na poltrona e me puxa pela cintura me fazendo sentar em seu colo... 
- Bom dia! - Regina fala 
Sorrio e a beijo... 
- Bom dia, amor!  - Respondo 
Regina leva sua mão a minha nuca e me beija com ternura. Logo fomos separadas ao ouvir minha mãe da porta. Me levanto e me ajeito e saio da parte da cama... 
- Oi, mãe. Bom dia! - Falo 
- Bom dia... - Minha mãe sorri - Cadê Regina? - Minha mãe pergunta 
- Ela está.... - Regina me corta 
- Estou aqui, irei tomar um banho... - Regina me da um selinho - Já volto! - Regina fala 
Minha mãe começa a rir e Regina vai tomar seu banho... 
- Pedirei para trazerem o café de vocês e volto com Cora e com os vestidos! - Minha mãe fala 

Ando até a minha mãe e a abraço... 
- Obrigada! - Falo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...