1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor diferente >
  3. Capítulo onze

História Um amor diferente - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Capítulo onze


Raquel narrando:

eu: eu não sei.

Sophia: sua deficiência não tem nada a ver não, filha. Você É capaz SIM de fazer seu namorado feliz, você é capaz de tudo! Só que você tem que enxergar isso primeiro. Esses meninos aí que não te vêem como mulher, são todos uns babacas, você é maravilhosa, eu sei disso, o Pedro sabe disso, é por isso que ele gosta de você.

Eu: saudade do tempo que eu não me preocupava com essas coisas. - suspirei.

Sophia: uma coisa que eu percebi no Pedro, é que ele é capaz de fazer tudo por você. Ele consegue fazer seu dia melhor, ele é muito especial.

Eu: Eu gosto dele.

Sophia: Eu sei.

Eu: então por que você quer que eu pare de falar com ele?

Sophia: por causa daquela menina, a namorada dele. Ela não gosta de você não filha, eu tenho medo que aquela menina Faça algo contra você.

Eu: ela não é louca.

Sophia: Sim, ela é.

Eu: aonde você tá querendo chegar?

Sophia: aquela menina é namorada do Pedro, certo? A quanto tempo eles estão juntos? Aí você chegou, hoje você é a melhor amiga do Pedro, ela tem que dividir ele com você, e ele te dá mais atenção do que da pra ela, ela tem ciúmes de você, e quantas vezes eu já fui chamada na escola por causa dela só nesses dois meses?

Eu: isso é fogo no rabo que ela tem. - revirei os olhos.

Sophia: é que ela não quer que você tome o lugar dela.

Eu: Eu nunca vou tomar o lugar dela mãe. Cê acha, que EU?! Namoraria um menino igual o Pedro?! Sendo que ele já namora alguém como a Bárbara?!

Sophia: minha filha, entenda, QUEM GOSTA DE VERDADE NÃO TÁ NEM AÍ PRA ISSO NÃO, AMOR NÃO TEM COR, RELIGIÃO, IDADE, DEFICIÊNCIA, NÃO TEM NADA DISSO, amor é uma coisa tão bonita, que vem do nada, e por quem a gente menos espera, você é linda, especial, por que ele não ficaria com você?

Eu: Ele vai ser zoado pelo resto da vida.

Sophia: por que?

Eu: por que as pessoas não aceitam essas coisas.

Sophia: filha, quem tem que aceitar sou eu, sua mãe e os pais do Pedro que dão um teto, comida e roupa lavada pra ele. as outras pessoas não tem nada a ver com a vida de vocês. as pessoas costumam ter inveja de alguém que tem alguma coisa que elas queriam e não conseguem, é normal e você não vai deixar de viver sua vida por medo do que os outros pensam. tua vida não acabou no dia que você nasceu, ela só tá começando, você tem que viver.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...