1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor diferente >
  3. Capítulo quatro

História Um amor diferente - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Capítulo quatro


Raquel Narrando:

Vi aquela menina de olhos fumegantes vindo em minha direção.

- OLHA AQUI SUA PUTA, NÃO PENSE QUE SÓ POR QUE VOCÊ É UMA ALEIJADA Q.... - Pedro e os amigos dele foram em direção a menina correndo impedindo que ela Desse mais um passo em minha direção.

Os meninos foram pra minha frente de costas E Pedro Empurrou a menina na parede segurando seus braços.

Pedro: Oque Você pensa que ia fazer Bárbara? Ficou Louca foi?

Bárbara: Olha aqui Pedro, você tem que parar com isso de querer ajudar todo mundo, e querer fazer amizade com qualquer um. Você É MEU NAMORADO e não deve ficar se misturando com qualquer um e muito menos com essa aleijada e que ainda se aproveita da situação. Olha aí, ela ainda fica calada só olhando, menina sonsa do Caralho. ME SOLTA PEDRO! - tentou se soltar virando em minha direção.

Pedro: Eu tenho pena de você Bárbara, por que tu é assim em? Você quer se achar melhor que todo mundo, o mundo não gira ao seu redor, não é por que eu sou seu namorado que te devo obediência e MUITO MENOS devo dar Satisfações a você sobre os amigos que eu tenho. Você vai acabar sozinha no mundo se continuar assim.  - soltou a menina que ficou boquiaberta paralisada. Todos da sala já estavam olhando.

Ela do nada corre até mim.

Bárbara: SAI DA FRENTE QUE EU VOU ESBOFETAR A CARA DESSA ABOMINAÇÃO. - Gritou pros amigos do Pedro que estavam a minha frente e que continuaram lá cruzando os braços.

Pedro puxa ela com força pela Cintura.

Pedro: PARA BÁRBARA.

- que isso aqui? Essa escola virou feira foi?! - Um professor adentrou a sala. - TODO MUNDO PRO SEU LUGAR AGORA.

Bárbara: TE PEGO NA SAÍDA IMUNDA! -

Pedro: JÁ CHEGA BÁRBARA! - Puxou ela até a cadeira dela.

- Ta legal, agora me falem o motivo do barraco. - o professor exigiu olhando na cara de cada um daquela sala.

Instantaneamente quase todos da sala olharam para Bárbara calados. O Professor logo entendeu que quem começou foi ela.

- ME EXPLIQUE ESSA BAGUNÇA, BARBARA.

Bárbara: Eu Não fiz nada.

Pedro: ela tá querendo peitar aquela mina ali. - apontou pra mim e o professor me olhou. Virei pro Pedro com aquele olhar de "Cala a boca, peste."

O Professor veio até mim.

- tudo bem? - Assenti.

- você é nova aqui né? Meu nome João Bezerra, sou professor de biologia. Qual seu nome?

- Raquel. - falei.

- você passou o intervalo sozinha Raquel?

Eu: Não... Com o...

Bárbara: com o namorado dos outros. - Se entrometeu bufando.

Pedro: BÁRBARA TU NÃO SABE A HORA DE DEIXAR DE SER CRIANÇA, NÃO? FICA QUIETA EMBUSTE! - Falou fazendo todos olharem pra ele.

Bárbara: agora vai ficar do lado dessa aí?

Eu: "essa aí" tem nome viu?

Bárbara: EU VOU DAR UM MURRO NA TUA CARA! - Se levanta e o professor para ela.

Essa menina é maluca!

- Por que você tá assim em Bárbara? Você nunca foi desse jeito.

Bárbara: colocam uma criatura dessas na MINHA sala e querem que eu aceite?

- isso tudo por que a menina é deficiente? Meu Deus.

Bárbara: É um encosto e ainda quer o namorado dos outros. Aí não dá.

- Vai pra diretoria, vou ter uma conversa com o teu pai.

Bárbara: perda de tempo.

- é uma pena. Pessoal, entendam que não é por que a menina é assim que ela deve ser discriminada, ela não é coisa de outro mundo, o que aconteceu com ela pode ter acontecido no nascimento ou na vida de todos vocês, seu pai, sua mãe, tia, tio, poderiam ser assim também ou até pior vocês gostariam de ser discriminados e ainda mais por algo que vocês não escolheram? Gostariam de ver seu familiar na mesma situação que essa menina Só por causa de um pequeno problema? - todos balançaram a cabeça negativamente calados enquanto o professor encarava todos. - essa cadeira que ela tem que usar é só uma coisa que limita ela de algumas coisas, ela é normal como todos vocês. Eu vou ter uma conversa com o diretor e o resto dos professores do 1° Ano. Poupem qualquer tipo de confusão em relação a deficiência dela tá?

Bárbara Narrando:

Eu vou atrás dessa menina depois da aula, se pensam que vou deixar assim, todos estão muito enganados.

ELA VAI SAIR DE PERTO DO PEDRO, ELA VAI SAIR DA MINHA ESCOLA.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...