História Um amor diplomático - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Marichat, Paz Mundial, Plakki
Visualizações 37
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, meus amores, espero que gostem do capítulo de hoje

Capítulo 4 - A reunião de guerra


Conselheiro Henrique : ___ Pronto, meu amigo, pode sair ! - vendo que o guarda tinha saído do seu escritório , avisando para o mensageiro, autorizando a sua saída.

 

 

 

Mensageiro : ___ Minha nossa, eu nunca vi alguém alterado como o guarda , eu agora sei o que acontece com aqueles que não gostam do rei , por isso, eu tomei uma decisão ! - deixando o seu esconderijo , olhando para o conselheiro, dizendo que tinha tomado uma importante decisão.

 

 

 

Conselheiro Henrique : ___ Espero que entenda que o nosso rei é muito anti – social com aqueles que não gosta , eu quase fiquei ferido , por sorte , eu conseguir mentir para o guarda , eu sei que é errado mentir, mas as minhas mentiras serviram para me salvar de um castigo severo ! - concordando com o seu amigo, sabendo que era errado mentir , ficando aliviado que as suas mentiras serviram para salvar a sua vida.

 

 

 

Mensageiro : ___ É sim, mas não foi essa a decisão que eu tomei ! - concordando com o amigo , olhando sério para ele , dizendo que não foi a sua decisão que tinha tomado para si mesmo.

 

 

 

Conselheiro Henrique : ___ Bem, que decisão , você tomou , meu amigo ? - olhando calmo para o mensageiro sério, querendo saber sobre a sua decisão, voltando a escrever a carta para as Nações Unidas.

 

 

 

Mensageiro : ___ Eu vou embora daqui, eu não me sinto em casa com este rei louco ditando as ordens daqui, eu sinto que o meu lugar é Noville, lá eu vou encontrar uma vida melhor ! - decidindo que ia se mudar de Zonzia , confessando o que sentia pelo reino , acreditando que ia encontrar uma vida melhor no reino vizinho.

 

 

 

Conselheiro Henrique : ___ Eu também ia para o outro reino , mas eu não posso, porque eu sou um dos conselheiros do rei, eu trabalho para ele até o final da vida dele ! - concordando com a decisão do seu amigo, dizendo que ia mudar para outro lugar , ficando deprimido que ia ter que servir ao rei até a morte, escrevendo na carta.

 

 

 

Mensageiro : ___ É mesmo, meu amigo, eu fico triste por você, bem, eu vou indo, obrigada por me ajudar ! - concordando com o amigo, vendo ele escrevendo a carta, agradecendo a sua ajuda , dando um sorriso para ele

 

 

 

Conselheiro Henrique : ___ Por nada ,meu amigo, agora eu tenho que terminar essa carta para que o rei assine , também eu tenho que começar o discurso para o povo ! - olhando para o sorriso do seu amigo , dizendo que tinha trabalhos para fazer , terminando de escrever a carta.

 

 

 

 

Mensageiro : __ Sim, sim, eu vou deixar o senhor trabalhando, até um dia ! - aceitando os trabalhos do seu amigo , pretendendo deixar ele trabalhando, despedindo-se dele.

 

 

 

Conselheiro Henrique : ___ Quando pretende se mudar para Noville ? - ouvindo a despedida do seu amigo, escrevendo na carta , querendo saber sobre a mudança do seu amigo.

 

 

 

Mensageiro : __ Quanto mais cedo, melhor, eu nem aguento ficar com este rei maluco a solta ! - olhando para o seu amigo escrevendo a carta , dizendo que ia mudar cedo , chamando o rei de maluco.

 

 

 

Conselheiro Henrique : __ Ah sim, eu desejo uma nova vida em Noville mesmo ! - aceitando a resposta do amigo, escrevendo na carta sem olhar para o amigo, desejando uma nova vida no reino vizinho.

 

 

Mensageiro : ___ Obrigada , meu amigo , até um dia , eu desejo sorte com o nosso rei ! - agradecendo o desejo do seu amigo , começando a ir embora, desejando a mesma sorte para o seu amigo com o rei

 

 

 

Conselheiro Henrique : __ Obrigada , meu amigo, eu estou realmente , precisando de uma boa sorte com este rei ! - agradecendo o desejo, escrevendo a carta para as Nações Unidas , dizendo que estava realmente precisando de uma boa sorte com o rei .

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Então, o conselheiro real foi deixado sozinho para continuar com as suas tarefas, assim que terminou a carta para as Nações Unidas , começou a trabalhar no discurso do rei , levando cerca de 2 horas para terminar .

 

 

 

Enquanto isso acontecia no reino de Zonzia , a guerra continuava entre os dois reinos .

 

 

 

[ … ]

 

 

 

~ Quebra de tempo - No reino de Noville - No castelo real - Na sala do trono.

 

 

 

A rainha Lizzie estava em uma importante reunião de guerra com os seus ministros de guerra, estudando o mapa mundial para planejar os próximos passos para vencer a guerra.

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Ministro Zack : __ Então, Majestade, eu sugiro que atacamos a cidade mais próxima da capital do reino vizinho, sendo assim que os nossos guerreiros vão bloquear a passagem dos soldados inimigos ! - apontando para a cidade mais próxima da capital de Zonzia pelo mapa mundial, dizendo o que ia acontecer com inimigo, olhando para a rainha que escutava tudo com a devida atenção.

 

 

 

Ministro Luiz : ___ Meu amigo, não podemos enviar muito soldados, a nossa capital vai ficar desprotegida , não queremos perder a nossa rainha para aquele rei doentio de Zonzia ! - olhando sincero para o seu colega, mostrando uma falha no plano dele , sendo sincero com ele.

 

 

 

 

Ministro Eldore : ___ Sim, o ministro Luiz tem razão, temos que forçar a proteção da rainha, devemos contratar mais seguranças para fazer a escolta da rainha para qualquer lugar que ela for , eu imagino que as Nações Unidas podem nos ajudar com isso ! - concordando com o seu amigo, dizendo que tinha que esforçar a proteção da rainha, acreditando que as Nações Unidas iam ajudar nisto.

 

 

 

Ministro Kléber : ___ Sim, eles podem nos ajudar , também precisamos garantir a segurança dos diplomatas que vão vir aqui , tentar o acordo de paz entre os dois reinos ! - concordando com o seu amigo, dizendo que deveriam fazer o mesmo com os diplomatas.

 

 

Ministro Jack : __ Sim, mas eu duvido que o reino de Zonzia vai querer o acordo de paz entre nós, pelo o que eu sei , o rei Edward é doente mental ! - concordando com os colegas, duvidando que o acordo de paz ia se assinar , fazendo um gesto para demostrar para os colegas que o rei era louco.

 

 

 

 

Ministro Zack : ___ Sim, eu devo concordar com o ministro Jack , o rei Edward precisa de um longo tratamento médico para cuidar da sua loucura, somente assim , temos uma chance de conseguir a paz entre os dois reinos ! - olhando para os ministros , concordando com o seu amigo , acreditando que o rei vizinho deveria fazer um longo tratamento médico para cuidar de sua loucura.


Notas Finais


me desculpe por algum erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...