1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor em 24 horas >
  3. Perfeita, maravilhosa, belíssima

História Um amor em 24 horas - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Perfeita, maravilhosa, belíssima


 O senhor arregalou os olhos incrédulo mas respondeu:

   - Uma pena uma delícia desse se deixar ser aprisionada, afará muita falta nas ruas! - e saiu do elevador sem ao menos me permitir responder.

   Esperei impacientemente até chegar na cobertura e entramos no apartamento em silêncio e eu estava com o nervo a flor da pele com a audácia daquele velho sem escrúpulos.

    Emma me observava com um olhar curioso.

   - Está tudo bem? - me perguntou

   - Tudo ótimo.  Só preciso fazer uma ligação e tomar um bom banho. - respondi ainda de cara fechada - Mas seria bom ter compania para o banho. - disse piscando.

   Caminhei até a sala e liguei para minha irmã e melhor amiga:

   - Zelena Mills - atendeu

   - Sou eu Zelena sua irmã que você mais ama! - eu brinquei com ela.

   - Reegiiiiina!! - berrou - deixa de ser idiota  sou a irmã irmã que você Tem! - Respondeu Zelana gargalhando.- e ainda por cima é caçula tenho a obrigação de te amar!

   - Então Zel, preciso de um grande favor seu.- revelei

   - Achei que tivesse ligado por saudades. - respondeu irônica.

   - Mas é claro que sinto saudades Zel.. mas daqui a 3 dias eu estarei em casa! - respondi

   - Mas então Sis de que precisa?

    Zelena também é uma grande empresária mas no ramo da moda.

   - Então Zel ao que gira em torno da moda sua opinião é tudo. - respondi pois era a mais pura verdade.

   - Não tenho culpa de ser perfeita no que faço! - respondeu nada modéstia como sempre.

   - Zelena, uma pessoa muito querida por mim foi maltrada e humilhada em uma das lojas do shopping de Copacabana.. - Desabafei 

    - É o quê? - Perguntou incrédula- Me conte ja como isso aconteceu!

    Contei pra Zel que havia emprestado o meu cartão e tals.. contei tudo mais escondendo o nome e fato dela ser uma garota de programa.

   - Sis só quero o nome da loja. E até o fim do dia eu lhe garanto que essa loja será esquecida, e a dona poderá se considerar falida! - disse Zelena me surpreendendo.

   Talvez eu até esteja exagerando, mas só de imaginar que todos os dias mulheres com poucas condições financeiras passam por isso, me sinto na obrigação de ter tomado tal atitude.

   Retornei ao quarto já me despindo ouvindo o barulho do chuveiro.. entrei silenciosamente e Emma já me esperava com o olhar preso ao meu parecendo um imã me puxando para seu encontro.
Peguei o sabonete de suas mãos e passei a ensaboar seu corpo sempre olhando em seus olhos.. e adorando o efeito que estava lhe causando e quando menos esperei Emma me agarrou pelo pescoço me beijando loucamente.

   Emma desceu para meu pescoço ora beijando ora lambendo e mordendo, parou me olhando nos olhos e lentamente foi se abaixando e parou em meus seios rodeando a língua nos biquinho e passando a sugalos delicadamente me fazendo arquear as costas e gemer, enquanto sugava um massageava o outro.. Emma definitivamente seria a minha perdição..

    Emma dei uma chupada no vale dos meus seios e desceu dando beijos em meu abdômen e deu uma mordidinha ao pé da minha barriga, e sem nem um aviso prévio Emma engoliu de uma vez meu membro em um movimento perfeito de sobe e desce..me fazendo gemer descontroladamente, e eu estava me controlando o máximo para não gozar sentindo sua bica quente me sugando na cabeça do pau, mas foi em vão e eu acabei gozando em sua boca.. e Emma era boa no que fazia pois engoliu meu gosto e ainda me olhando passou a língua por sobre os lábios.

   Emma retornou ao seu banho tranquilamente como se nada tivesse acontecido enquanto eu tentada controlar minha respiração ainda de pernas bambas.. se secou se enrolando na toalha e saiu com um sorriso vitorioso nos lábios, mas logo voltou a abrir o boxe dizendo:

   - Não é só a Madame quem sabe dar um bom trato! - e piscou saindo de uma vez do banheiro.

   Terminei meu banho me sequei e me enrolei no roupão indo para o quarto ao encontro de Emma que estava deitada de bruços e nua. Ao tentar me aproximar para terminarmos oque ela havia começado no banho Emma me impediu..

   - Precisamos descansar um pouco Regina, hoje o dia foi cheio, e você parece estar cansada, se não descansar não aguentará até o jantar! E nao se preocupe voce ainda me dará muitos orgasmos! - disse Emma.

   - Você tem razão Emma estou mesmo cansada, e necessito de pelo menos duas horinhas de sono.. - respondi dando beijos no seu rosto e um selinho nos lábios.

   Acordei com o barulho do celular tocando e era Robin perguntando se estava tudo certo para o jantar, e eu respondi que sim, e eu olhar as horas me assustei já eram 17:00 hs e o jantar estava marcado para as 19:00.

   Observei Emma dormindo serenamente e lhe dei beijinhos para disperta-la..

   - Acorda Emma.. estamos atrasadas, se passarmos mais 10 minutos na cama chegaremos atrasadas..

    Emma levantou desesperada..

   - Então vamos nos arrumar Regina! - disse eufórica.

  Por mais que havíamos tomado banho antes de dormir tomamos outro, pois o calor do Rio de Janeiro era um calor insuportável.. e decidimos tomarmos banho em banheiro separado, era o melhor a se fazer ou se não não ficaríamos só no banho.

   Emma apareceu no quarto parecendo querer me provocar com um conjunto de lingerie Negro delicado e rendado com o sutiã sem alças deixando os seus seios mais fartos, e uma calcinha também preta com renda na frente E um estilo cintura alta a deixando ainda mais gostosa..

   Eu optei por um terninho branco e por dentro uma blusa preta colado ao meu corpo e um generoso decote em V valorizando os meus seios.. É uma calça modelo cigarrete, o conjunto do terninho eram de linho então resolvi não usar muita maquiagem apenas base, blush um lápis de olho e meu inseparável batom vermelho.. E um salto Negro com a sola vermelha. Quando olhei no espelho eu gostei do que eu vi.

   Eu estava terminando de colar meus brincos quando Emma surgiu ainda mais linda do que já é de natureza, me deixando boquiaberta sem ter sequer oque dizer!

   Emma usava um belo vestido na cor azul royal, um vestido justo com alcinhas e o seu cumprimento ia até ao meio de suas coxas com uma pequena fenda em sua perna esquerda. Seu cabelo estava em um rabo de cavalo bem penteado com os ondulados perfeitos na ponta no rosto apenas um passar de lápis para realçar seus olhos e na boca um batom também vermelho, nos pés uma bela sandália preta da Ana Hickmann, salto alto, com tiras na frente, uma excelente escolha..

   - Emma você está.. - eu não tinha palavras para descreve-la.

   - Estou feia Regina? Vulgar? - Perguntou em desespero. - Eu ainda disse que não sabia me vestir.. - disse com olhos tristonhos.

   - Perfeita, Maravilhosa, Belíssima! É assim que você está Emma! - respondi sincera.

   Emma colocou a mão sobre o peito soltando o ar que nem ela mesma sabia que estava prendendo.

   - Espera! Você gostou? - Perguntou ainda em dúvida.

   - Eu amei Emma está ainda mais bela que do é.. - respondi admirando-a e dando um selinho em seus lábios.

    - Obrigada Madame?! - me agradeceu envergonhada.

   Saímos de casa eram exatamente 18:30, pelo visto fomos rápidas em nos arrumamos e eu amei, pois chegaríamos a tempos e eu odeio atrasos!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...