História Um amor entre confusões - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Inuyasha, Jaken, Kaede, Kagome Higurashi, Kirara, Kohaku, Kouga, Miroku, Myouga, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou, Souta Higurashi
Tags Inuyasha
Visualizações 30
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Nova aventura começando.


Fanfic / Fanfiction Um amor entre confusões - Capítulo 6 - Nova aventura começando.

Eu tentava me solta mas não adiantava de nada,quanto mais eu me mexia mais apertado ele me segurava.

Hiroki - Não tente lutar, não adiantará nada,porém você pode se junta a mim...- As plantas me envolve em volta de minha cintura e ele vem pra perto de mim -

"se junta a ele ?,mas ele mesmo falou de mim como uma metade-Youkai com tanto desprezo,como se tivesse nojo do que eu sou,então por qual motivo ele quer que eu me junte a ele?,ele não quer isso,ele quer meu sangue "

Polli - Claro que eu NUNCA iria me junta a você.

Hiroki - Está bem,você fez sua escolha e respeito muito...

"Que?,ele vai me deixa em paz?,sem me machucar ou fazer nada ?"

Hiroki - Porém você tem algo que me pertence e eu quero de volta ! -algo entra no meu corpo através de minha barriga no lado direito,eu gritava de dor enquanto o sangue saia do meu corpo. Então a porta se abre e vovô entra desisperado.

Avô Higurashi - Sabia que tinha algo de errado,tome isso seu Youkai! - avô joga uns pergaminhos para jogando na direção de Hiroki porém os pergaminhos são queimados -

Hiroki - Meus poderes estão voltando,isso é tão bom.hahahahahahaha.

Até que a janela se quebra e de repente Inuyasha entra com Kagome em suas cortas contando as plantas,o que avia me machucado.

Então sai seis(6) pedras dentro de mim junto com as plantas, então as plantas volta sua forma normal dentro do jarro e eu vejo como uma alma sai levando umas das pedras.

Eu com uma mão na ferida e a outra no chão aponto para a alma fugindo.

Polli - Ali !.

Inuyasha - Onde ?! - Inuyasha procura mas percebo que ele não consegue ver - 

Kagome - Eu estou vendo ! - Kagome sai das costas de Inuyasha e pega a frecha apontando mas já estava longe indo em direção ao poço e Kagome desisti e em seguida ela vem me ajudar -

Avô Higurashi - Kagome,Inuyasha..., o que fazem aq—

Kagome - Vovô, essa não é hora,por favor pegue um pano e água quente.

Vovô sem dizer nada saiu correndo para fazer o que Kagome avia pedido.

Inuyasha - Kagome, você não tinha sentindo presença de fraguimentos vindo daqui?!

Kagome - Sim,mas era uma sensação diferente,era parecido mas senti.

Inuyasha - Ora Kagome,você me fez vim aqui pra nada?!

Kagome - Como assim pra nada!?, a gente salvou a Polli,já não é bom! - Inuyasha não fala nada -

Polli - Obrigada, mas eu acho o que Kagome sentiu foi isso. - pego as cinco(5) pedras que estava no chão.

Kagome - Isso aqui ? - ela pega uma(1) observando.

 

 

Algum tempo depois.

 

Inuyasha está sentado brincando com o gato, a Mãe de Kagome está pegando um chá pra mim,me entrega e vai conversar com a Kagome. O vovô está sentando e assustado com o que aconteceu e Souta acaba de acorda sem saber o que acabou de acontecer.

Souta - Irmã!

Kagome - Souta! - eles se abraçaram e eles ficaram conversando. -

Inuyasha - Ei Polli,o que você fazia no quarto da Kagome ?

Polli - eu estou morando temporariamente aqui.

Kagome - Morando ?, por quê?.

Eu desvio o olhar de todos com a cabeça baixa.

Polli - Nada.

Mãe Higurashi - Isso é algo pessoal, vamos cuidar,amanhã vocês devem voltar.

Kagome - Sim Mãe.

Todos foram dormir Inuyasha ficou no quarto sentado no chão como se estivesse de guardar e eu e Kagome consiguimos por incrível que pareça dormir na mesma cama.

 

No outro dia a tarde.

 

Kagome e Inuyasha estão perto do poço pra irem em borá, então.

Polli - Espere !, eu também vou.

Inuyasha - Que ?!, Por qual motivo?

Kagome - Inuyasha...

Polli - Eu tenho medo.

Inuyasha - Se tem medo,fique aqui,lá você estará correndo perigo lá.

Polli - Sim eu também tenho medo disso mas eu tenho medo realmente que alguém se machuque por minha causa,saiu seis(6) pedras do meu corpo é só tem cinco(5) agora, e quando ele tava com as pedras ele ficou mas forte.

Kagome - Tá querendo dizer que isso é como se fosse a joia de quatro almas só que em várias pedras?

Polli - Não tenho a mínima ideia do que é isso mas acho que sim.

Vovô - A joia de quatro almas é—

Kagome - Vovô, isso não é hora!

Vovô - Mal agradecida! - ele fica inburrado -

Inuyasha - Então vamos logo, o vovô miuga deve saber de algo.

Kagome - Ou a sango,como ela sabia sobra a joia de quatro almas.

Inuyasha - Então vamos logo. - Ele pega a Kagome e pula no poço -

Eu dou tchau para os outros e pulo logo em seguida,ao chega Inuyasha me ajuda a subir e fomos pra aldeia. Ao chegar vejo Rin de primeira correndo até mim me abraçando forte e fazendo o meu machucado doer, ela percebe a minha expressão de dor.

Rin - O que ouve ? - Me abaixo passando a mão em seu rosto acariciando - 

Polli - Só me machuquei um pouco.

Me levanto e vou com ela pra cabana. A gente quanto nos sentamos na cabana contamos o que aconteceu na outra era.

Sango - Hiroki fui até a sua era ?

Polli - Sim.

Miroku - Se ele fez isso é porque ele deve ter ido atrás de algo muito importante.

Polli - Foi por isso. - Pego meu cola que estava pendurado as pedras como pingente. -

Shippo - isso - ele pula em cima de mim e pega o cola observando - 

Polli - Mas tem mais uma e ele pegou e ficou mas forte.

Inuyasha - Vai começar tudo de novo ?

Kagome - Acho que sim...

Miroku - Bom,porque não?.

Todos sorriem e por pouco tempo ficamos conversando sobre o que avia ocorrido e logo todos voltaram ao afazeres. Eu como não sabia o que fazer,fui pra fora ver o campo e as plantações,até tentava ajudar os outros moradores mas alguns não aceitava por desconfiança mas eu os entendo.

 

De noite.

Os grilos faziam os seus barulho na noite enquanto estou sentada em baixo de uma árvore olhando a lua, a árvore ficava no lado da cabana. " Será que isso é uma aventura que eu estou entrando que eu posso morrer,não só eu,mas sim eu e meus amigos.

 

 

(Continua…)

 

 

 


Notas Finais


Espero que goste,Cunha e comente muito,amo cada comentário de vocês,até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...