1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor Ereri >
  3. Perda

História Um amor Ereri - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


1.000 desculpas pela demora 🙏💔
é que eu tô sem criatividade ultimamente e eu tive que me dedicar bastante as minhas aulas de violão essa semana e não tive tempo pra escrever ✊😔

Capítulo 4 - Perda


Fanfic / Fanfiction Um amor Ereri - Capítulo 4 - Perda

~Levi on 

Lentamente abri os olhos tentando me acostumar com a luz , para mim era apenas mais um dia , até perceber que estava sem roupas . Me lembrei da noite anterior e as dores não me deixariam esquecer tão fácil , deixei um sorriso escapar ao lembrar dos detalhes. 

Eren- Enfim acordado ? - perguntou  escorado na porta do quarto .Corei um pouco ao perceber a serenidade com que ele me olhava , como se a noite anterior não afetasse em nada ,mas mesmo que com tanta serenidade percebi que ele também tinha as maçãs do rosto minimamente rubras, talvez por perceber que embaixo dos lençóis eu me encontrava nú . Me surpreende ele estar aqui , pensei que acordaria e sairia sem nem me dar tchau e depois não me olharia no rosto a não ser para mais uma noite divertida . 

-Eu não dormiria para sempre , são quantas horas ? .- Pensei que talvez ainda desse tempo para ir a faculdade . 

Eren - Se tinha planejado ir a faculdade , sinto muito mas ja ta tarde . - Olhou o relógio de pulso e me respondeu . 

- Imaginei que estivesse , o que faz aqui ? 

Eren - Não pensei que você fosse do tipo que finge amnésia. - Me olhou sorrindo de um jeito divertido.

-Não é isso que quis insinuar , é que eu pensei ... 

Eren- Que eu fosse embora e esqueceria que você existe ? Se você prefere assim eu posso fazer . 

- Não , esta tudo bem , só não imaginei que fosse diferente disso , aliás que sacolas são essas ? não me lembro de você ter trago nada ontem . 

Eren - Aa isso ... bom , eu faria o café da manhã pra você mas é que eu não sou um bom cozinheiro então eu optei por ir na padaria .- Ele coçou a nuca e sorriu nervosamente acho que me parecia talvez ... envergonhado ? . 

- Deixa eu ver se entendi ... você iria fazer o café da manhã para mim , como nos filmes clichês  de romance ? - Foi inevitável deixar escapar uma curta risada , pra quem ao meu pensar sumiria e não se lembraria mais de mim ele está me surpreedendo . 

Eren - É tão ridículo assim ? - Fez um biquinho adorável , acho que ele estava chateado ou envergonhado de novo , eu me sentiria da mesma forma no lugar dele se não soubesse que na verdade eu achei fofo . 

- Não acho ridículo , só não pensei que você fosse esse tipo . Se quer saber achei fofo e agradeço por que estou com algumas dores então quero fazer o mínimo de esforço possível. 

Eren - Dores ? eu peguei muito pesado ? quer que eu compre algum remédio ? .

- Esta tudo bem , é que fazia um tempo que eu não me relacionava com alguém , pelo menos do sexo masculino , então é normal essas dores . 

Eren - De qualquer forma vou comprar algum remédio pra dor , não vou demorar muito. - Disse e se retirou , acho que ele levou esse negócio da dor um pouco a sério , realmente está doendo um pouco mais que o normal mas não me arrependo de nada e se voltasse no tempo não pediria para ser mais cuidadoso .

Bom , vou aproveitar esse tempo para tomar um banho e trocar os lençóis da cama .


                       Q.D.T 


Eren - As dores melhoraram ? - Perguntou enquanto comia um pedaço de bolo. 

-Sim , obrigada por se preocupar . - Em todo esse tempo eu tenho me perguntado, que diabos ele ainda está fazendo aqui ? não que eu não esteja gostando só que isso é estranho .

Eren - Que bom - Pegou o celular no bolso já que o mesmo começou a tocar de novo , várias vezes o celular tocou e ele sempre recusava a chamada , mas dessas vez ele resolveu que finalmente atenderia . -Mikasa o que eu falei pra você ? Quando eu recusar a chamada , não me ligue de novo . Não tem  nenhuma garota comigo , o que você quer ? . Tá , tô indo . - E assim ele terminou a chamada . 

- Por que sua irmã se preocupa tanto se você está acompanhado ? 

Eren - Sei lá , ela é estranha... sempre foi. - "Sei lá" , qualquer um percebe que ela é caidinha por ele , ou ele é muito tapado ou só ignora . - Eu vou ter que ir agora , a gente se fala qualquer dia - Me deu um beijo no topo da cabeça e foi ... 

Admito que toda essa atitude dele não foi a mais normal , se preocupar , ser cuidadoso e esse beijo carinhoso . Eu gostei , afinal isso facilita as coisas entre nós . 


                       Q.D.T 


Hanji - Me conta mais sobre essa noite com o bonitão . - Depois que Eren saiu eu dei uma organizada nas coisas e um tempo depois a Hanji veio pra cá , em algum momento deixei escapar que dormi com o Yaeger e agora ela não me deixa em paz e quer saber todos os detalhes. 

-Eu não vou te dar detalhes , ele veio aqui e nós transamos , apenas isso e não vou contar nada além disso - Me recuso a comentar sobre minha intimidade com outras pessoas , isso é um tanto estranho e vergonhoso . 

Hanji- Pelo menos me diz se ele é bom de cama .

- Para que quer saber ? me recuso a fazer propaganda . - Não que eu desconfie da minha amiga , mas ela pode acabar comentando com outras pessoas e eu não sou a favor dessa ideia . 

Hanji - Se tá falando assim é por que é bom , ele tem cara de ser . Me diz Levi , ele foi embora ou acordou do seu lado em ? 

- Aonde quer chegar com essa pergunta ? 

Hanji - Andei pesquisando sobre como ele age com com as diversões dele , uma garota da minha classe já ficou com ele algumas vezes , para os dois era diversão , ele sempre saía antes dela acordar e na maioria das vezes não chegava a dormir com ela . Pelo o que a História me contou , com as outras garotas também é assim , se ele tiver sido diferente com você , é um avanço . 

- Hanji , ele dormiu me abraçando , acordou antes de mim , comprou o café da manhã e ficou mais um tempo comigo - Anunciei e vi um sorriso largo ser enviado a mim . Por fora eu estou normal e neutro como sempre , mas por dentro estou soltando fogos de artifício . Eu pensei que fosse assim com todas , talvez com um pouco menos de atenção mas não imaginei que fosse assim . 

Hanji- Levi ,eu sou a madrinha do casal e do filho de vocês também ! pode deixar que eu organizo tudo ! o nome do casal vai ser Ereri , que perfeito !! - Falou animada e batendo palmas . 

- Sossega , isso pode não significar nada , esquece essa história de casamento e de filhos , talvez ele so tenha feito isso na intenção de poder se divertir de novo . - Eu queria ficar na esperança junto com ela ... queria muito , mas não é assim que as coisas funcionam e nos dois sabemos disso , por enquanto vou so tentar me contentar com relações entre nossos corpos , afinal o amor de cama é sempre o mais sincero .

Hanji - Bom , fique ai com a sua negatividade então , mais quando forem escolher o nome do bebê me avisem por que eu quero dar opiniões . Tenho que ir embora agora , me liga tá ? 

- Pode deixar , vou dormir un pouco agora , não dormi quase nada essa noite . 

Hanji - Imagino que não mesmo - Sorriu maliciosamente . 

Levei ela até a porta e depois disso me joguei na cama , tentei pensar na faculdade ou em qualquer outra coisa mas aquele homem continua invadindo meus pensamentos isso é desconcertante . Tudo se intensificou quando ele me mandou mensagem , sorri contra a tela do celular e me coloquei a responder . Depois de trocarmos algumas mensagens resolvemos nos vermos mais tarde e eu ja estava com expectativas sobre essa noite . 


                       Q.D.T 


Eu estava procurando um filme para passar o tempo e quando finalmente achei algo interessante meu celular começa a tocar , olhei para a tela e la estava brilhando a palavra " Mãe " . 

- Espero que não seja para estragar meus planos de novo. - Bufei.- Alô ? Mãe ? - Pensei que ela me chamaria para mais um daqueles jantares chatos com a família , mas me lembrei que ela estava viajando com o papai então o que poderia ser ? O silêncio vindo do outro lado da linha estava estranho . - Mãe? 

"Eu sinto muito Levi ... eu disse para ele não dirigir bêbado mas seu pai é um teimoso , ele nunca me escuta , sinto muito filho... " 

A voz era chorosa e sofrida , era a voz da minha mãe , me perguntei sobre o que ela estava falando mas eu bem sabia o que ela queria dizer com aquilo , mas talvez não tenha sido tão ruim , eu me recuso a tomar conclusões preciptadas. - Mãe do q- 

 "Ele morreu Levi , seu pai... morreu ... " 

A voz que antes só estava embargada agora sumia entre os soluços . Fiquei um tempo quieto e em silêncio, aquele velhote ... ,minha ficha não caía , as coisas estavam lentas , meu coração estava acelerado e no meu celular só se ouvia o som da ligação sendo encerrada pelo outro lado . Depois de um tempo parado olhando para um ponto em que eu não estava realmente prestando atenção , senti uma lágrima grossa molhar meu rosto , logo foi acompanhada por outras , apenas abaixei a cabeça e deixei que aquilo acontecesse . Se o velho estivesse aqui agora ele diria algo como " Homens de verdade não demonstram fraqueza " ou " Levante a cabeça e haja como um Ackerman"  mas o problema é que ele não está , e nunca mais vai estar  ... 

Tudo está girando e os meus olhos estão embaçados com as lágrimas , assim como as lágrimas a dor não cessa , as minhas mãos estão tremendo e a única coisa que eu quero é fazer isso parar . 

Passei uma de minha mãos jogando meus fios de cabelo para trás e logo a pós esfreguei as mãos aflitamente em meu rosto , naquele momento eu tinha uma pequena solução , beber até que eu esqueça meu nome e esqueça aquelas palavras que me cortaram como faca .

Peguei minha chave do carro e fui atrás do primeiro bar que eu encontrasse , o vento entrava pela janela semiaberta e batia com força em meu rosto , fazendo as lágrimas se dispensarem me fazendo sentir o rosto gélido . Depois de un tempo dirigindo eu finalmente encontrei um bar , pedia que o barman me desse da bebida mais forte que tinham , e assim eu fiquei um bom tempo , tentando afogar minha tristeza no álcool , mas infelizmente o bar iria fechar e eu não cometeria o mesmo erro daquele idiota , tentei ligar para Hanji mas o celular dela dava desligado , minha mãe estava em outra cidade e eu nunca pediria ajuda para Petra , olhei os meus contatos e encontrei o de Eren , me lembrei que já tinha passado da hora que marcamos de nos encontrar então resovi pedir ajuda para ele , mais tarde eu colocaria a culpa na bebida e também seria um jeito de me  justificar . 

"  Eren ? 

Levi ? que voz é essa , parece bêbado .  por que tá me ligando uma hora dessas ? aconteceu alguma coisa ? por que você não estava em casa ? 

Desculpa por ter feito você ir lá atoa , mas você pode me ajudar ? é que eu bebi , minha amiga não me atende e não quero dirigir nesse estado . 

Claro , me manda a localização e eu vou ai te buscar .  "


                        Q.D.T


Eren - Nossa ,você tá mal mesmo em ...- Ali estava o meu herói da noite , me encarando com pena e compaixão .

- É ... eu sei , podemos ir embora ? essa calçada é imunda e eu não quero ficar mais nenhum minuto sentado aqui . 

Eren- Podemos , mas você vai me contar o que aconteceu depois .- Ele me colocou no carro dele e fomos para a minha casa , o caminho foi silencioso mas não era um silêncio estranho , ele não parecia bravo comigo , parecia um tanto preocupado na verdade . - Vem , eu te ajudo a entrar . - ele me segurou pela cintura ,colocou meu braço em seu ombro , entramos e ele me sentou no sofá ao seu lado   . - Você quer me dizer o que aconteceu ? 

- Problemas ... e eu quero que você me faça esquecer isso, nem que seja por um curto momento  - Eu não estava raciocinando bem , era como se meu corpo estivesse no automático , eu apenas me joguei para frente para tentar beija-lo mas ele segurou meu braço e me impediu - O que foi ? Não quer mais se divertir comigo? eu não fui bom o bastante para você ? . - Perguntei vendo o outro negar com a cabeça . 

Eren- Não é isso , eu gostei e gostei muito mas você está bêbado agora e não me atreveria a aproveitar disso . 

- Mas eu quero que faça isso , eu preciso , por favor , sou eu quem quer isso . 

Eren - Você não sabe o que quer direito , você não está raciocinando Levi . 

- Eu so quero que essa dor passe , e se você pode fazer isso , por favor faça . Por favor Eren - Senti uma lágrima solitário escorrerer pelo meu rosto . 

Eren - Eu vou fazer ,está bem ? - Ele colocou uma das mãos em meu rosto e limpou a lágrima com o polegar - mas não desse jeito .

O maior ajudou a me levantar do sofá e me guiou até o banheiro e lá ele ligou o chuveiro e tirou minha jaqueta . 

Eren- Um banho gelado vai ajudar a cortar o efeito da bebida , eu te ajudo a tirar as roupas . 

- Não , eu não quero tomar banho gelado , eu odeio isso . - esbravejei tentando pegar minha jaqueta de volta . 

Eren - Mas você precisa , vamos , eu entro com você . - Tiramos nossas roupas e ele ligou o chuveiro , quando eu coloquei a mão embaixo da água dei um pequeno pulo involuntário por causa do quão gelada ela estava , eu realmente não queria sentir esse gelo no corpo inteiro e pensei em desistir e quando ele percebeu isso me abraçou e me guiou lentamente para baixo do chuveiro .

A água gelada escorria pelo meu corpo me causando arrepios mas ao mesmo tempo me relaxava , o fato de estar abraçado com Eren me acalmou bastante também , em um momento ele se afastou para pegar o sabonete mas em um reflexo eu abracei ele com mais força , não querendo perder o contato de nossos corpos então ele se esticou para pegar o sabonete sem sair do nosso abraço . 

As mãos dele deslisavam pelo meu corpo me ensaboando, mais não de um jeito provocativo e sim carinhoso e atencioso . Depois de limpos nos enxugamos e nos vestimos .  Ele escolheu um filme romântico e fez chocolate quente , e alí na sala , embaixo de cobertores quentinhos , abraçados e confortáveis ficamos por um tempo . 

Quando o filme acabou eu me senti cansado e pelo o que parecia ele também estava , ele me pegou no colo e fomos para a cama . Por um tempo eu até tinha me esquecido do meu pai , mas quando me lembrei comecei a chorar novamente e Eren me abraçou me fazendo enterrar meu rosto em seu peito . 

Eren - Shh , vai ficar tudo bem . Eu não sei o que está acontecendo , mas prometo dar o meu melhor pra te ajudar e no fim tudo vai dar certo - Era o que ele dizia enquanto acariciava meu cabelo e fazia barulhos melódicos com a boca para me acalmar , por um momento eu me senti uma criança .E foi assim , recebendo todo esse carinho que eu pude me esquecer um pouco da minha tristeza e dormir tranquilamente . 

 



Notas Finais


Mais uma vez , desculpa pela demora ✊😓.
espero que tenham gostado desse cap e logo logo eu volto com mais um 😊💕
boa madrugada 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...