História Foreign Love - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga, Taehyung
Visualizações 35
Palavras 1.891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Prestem bastante atenção na conversa da Olívia com HeeKang
Boa leitura ❤

Capítulo 16 - XVI - Você é brasileira?!


Fanfic / Fanfiction Foreign Love - Capítulo 16 - XVI - Você é brasileira?!

Não é que eu não goste dos outros meninos, mas viver com Taehyung, SeokJin e Hoseok é muito mais fácil do que com os outros quatro, só para começar a casa não ficou mais de uma hora com aquele silêncio mortal, conversei o tempo todo. Pude ajudar Jin na cozinha e jogar videogame juntos, Hoseok ora me ajudava limpar, ora dançamos a coreografia de algum girlgroup e Taehyung  sempre assistia comigo ou conversávamos assuntos aleatórios e ainda tive a Bruna, todo dia ela me ligava, e como devolvi o celular do Jeon antes que ele fosse embora, os meninos se revesavam para me deixar mexer no celular

Hoje Kim SeokJin decidiu que precisávamos sair, em outras palavras, ele quer evitar que eu fique louca trancada dentro de casa e ele fique louco junto.

Tomei a liberdade de pegar emprestado as roupas dos meninos, principalmente a de Min Yoongi e Park Jimin, ambos são os mais pequenos da casa e com excessão de mim, que tenho volume o suficiente para suprir a algumas peças de suas roupas

Pego uma calça preta com o joelho rasgado que não chegou a ficar muito justa e nem grande, pego uma camisa jeans azul é a coloco por cima da  blusa preta que estou usando. Hoseok e SeokJin me deixaram usar a sua maquiagem, e deixo o meu cabelo solto

— Podemos ir? — Pergunto ao sair do banheiro

— Nossa, fica bem com as nossas roupas — Hope ri fazendo o meu rosto esquentar

— Olha só, nem parece a garota que conhecemos há um mês — Jin diz me analisando

— Acredite ou não, continuo a mesma — faço uma careta tentando esquecer o motivo pelo qual nos conhecemos

— Ok, então vamos

Kim SeokJin passa o braço pelos meus ombros me guiando até a porta, como se estivesse evitando que fugisse e Hoseok vem logo ao nosso lado depois de fazer a senha do dormitório. Ambos colocaram uma máscara enquanto saíamos do prédio e Jin usava um boné, para evitar reconhecimento.

— O que vamos fazer no centro? — Pergunto ao ver os dois sinalizando para um táxi

— Precisamos comprar algumas coisas e você também, já disse — me dá uma segunda olhada

— Ye, por que não trouxemos Taehyung?

— Ele preferiu ficar em casa, vai entender, esperava isso do Hoseok

— Aish, por que de mim?

— Você é preguiçoso — Jin ri

Entramos no táxi e Hoseok logo falou para onde queríamos ir. A viagem foi curta e silenciosa, assim que descemos do carro, próximo a uma praça, Jin começou a falar o que queria comprar e me perguntar do que precisava

— Tem muitas coisas que você precisa, por onde começamos? — Hoseok me pergunta

— Não sei, vamos atrás do que vocês precisam e eu vou pensando no caminho

— Eu quero comprar um tênis e roupas para usar nos ensaios — Hope diz andando em direção a uma vitrine

— Eu também preciso, perdi algumas coisas durante as nossas viagens — Jin faz o mesmo, me deixando para trás

— Então vamos logo, estou cansada — ambos me olham com um ponto de interrogação no rosto

— Acabamos de chegar e já está reclamando?

— Aish, não, não tô — resmungo

SeokJin e Hoseok riem e começamos à andar pelas ruas de Seul, parando 3m algumas lojas

— Gostaria de aprender a tocar violão — Jin disse enquanto olhamos uma loja de música

— Tem um violão?

— Não

— Então essa é a sua oportunidade — Falo pegando uma peça muito bonita

— Também quero tocar algo, mas não sei o que — Hoseok diz enquanto brincava com duas baquetas

— Deveria aprender a tocar bateria — ri — Precisa de rapidez e é barulhenta igual a você

— Aigo, posso ser discreto — diz um pouco envergonhado

— Ya, gosto do seu jeito, só estou brincando — sorri

Acabamos indo embora sem comprar nenhum instrumento, os meninos falavam sobre o trabalho que já estava chegando e compramos algumas coisas para eu usar, preferi escolher roupas para dentro de casa, mas Jin e Hope insistiram para comprar coisas para saída, e não depender de Jimin ou do Pink, acabei por obedecer, sem exageros.

— Ah, estou exausta — falo assim que chegamos em uma praça

Me sento num banco próximo e deixo todas as sacolas que segurava na minha frente, no chão.

— Eu também — Hope e Jin fazem a mesma coisa

— Vamos procurar algum lugar para comer — Jin se manifesta

— Legal, estou morrendo de fome

— Vou buscar algo para nós, fica aí — se levanta deixando as sacolas ao lado dos meus pés e sai

— Como vamos voltar com tudo isso? — Pergunto a Hoseok, que permaneceu do meu lado

— Vamos pegar um táxi aqui perto, eu nem consegui comprar o que queria — reclama

— Como não? — Olho para as sacolas que segurava — Você foi o que mais gastou hoje, seu consumista

— Estou só aproveitando a folga — dá de ombros —, e passamos por um tênis lindo, aposto que seria muito mais gratificante ensaiar com eles — Sorrio aberto

— Na volta podemos pegar os tênis que quiser — tombo a cabeça para o lado o olhando

— Não, Jin vai ficar reclamando e não vai deixar — faz uma careta

— Então porquê não vai agora? — Questiono

— Posso mesmo? Vai ficar bem aqui sozinha?

— Ahm sim, eu acho que sim, só vai logo antes que ele volte

Mal terminei de falar, Hoseok já havia largado as coisas e me deixado. Não gosto da ideia de ficar sozinha, nas não quero ser um fardo

Minutos de passaram e nenhum dos meninos voltaram, fiquei brincando com as minhas mãos até ver de canto de olho alguém se sentar ao meu lado, seguido de um cumprimento

— Olá! — Uma voz masculina

— Oi — me mantive de cabeça abaixada e apertei um pouco os punhos

— Posso ficar aqui? — Pergunta

— Ye — aceno com a cabeça

Ele não falou mais nada e continuei quieta, me afastei mais um pouco no espaço que ainda tinha no banco, torcendo para Jin ou Hoseok chegarem logo. Não é exagero, os meninos não me deixam mais tão desconfortável quanto antes, embora tente manter um distância segura, sou mais próxima de Jimin e SeokJin, porém, outras pessoas me deixam muito nervosa, desde que conheci os meninos não interagi com ninguém sem a companhia dos mesmos e ainda não acho que seja a hora de começar

— Você está bem? — O garoto volta a falar — Está tremendo

— Eu estou bem eu acho

— Está sozinha? — Nego

— Qual o seu nome?

— Olívia

— Sou Cho HeeKang

O olho e faço um pequeno cumprimento com a cabeça

— Parece nervosa, fica calma, não vou contar para ninguém que você roubou o guarda-roupa do seu namorado

Solto um riso constrangido e olho rapidamente a sua expressão de deboche

— Não é daqui né

— Não — me pergunto se devo continuar a responder ou não —, sou do Brasil

— Uau, Brasileira! Mas você é branca — seu tom parecia mesmo surpreso com a informação

— O Brasil não é como nos comerciais, só com mulheres gostosas, bronzeando, praias e bebidas — respondo automaticamente, já acostumada com comentários do tipo

HeeKang solta um riso nasalado é o olho tentando entender

— Eu sei, só queria ver se consegue formar uma frase com mais de três palavras — arqueio a sobrancelha —, tenho uma amiga, ela também é brasileira e sempre diz a mesma coisa, mas ela não é branca — ri

— Que amiga sábia

— Sim, mas não posso falar isso para ela, não quero alimentar mais aquele ego gordo

— Ah, sei como é — dou um sorriso mínimo ao me lembrar dos elogios de SeokJin para si mesmo

— Olívia! — Ouço me chamarem e logo reconheço a voz do menino que rodava os meus pensamentos — Desculpa a demora

SeokJin segurava algumas sacolas, mas tenho certeza que nem tudo é comida

— Não tem problema — me levanto indo para o lado do mesmo, meu nervosismo parecia se dissipar

— Onde está Hoseok? — Pergunta estranhando a minha aproximação e logo olha para Cho HeeKang, ficou sério

Jin me olhou perguntando se aconteceu algo e eu apenas nego com a cabeça, de longe começamos a ver Hoseok se aproximando com um grande sorriso e duas sacolas em mãos

— Deixou ela sozinha? — Jin é o primeiro a falar assim que Hope chama mais perto

— Sim, foi bem rápido

— Ye, eu disse que ele podia ir — Falei vendo a cara de reprovação do mais velho

— Vamos embora, conversamos em casa

Hoseok e eu engolimos em seco ao ver a cara emburrada de Jin, começamos a pegar as sacolas enquanto Cho HeeKang observava tudo em silêncio

— Já está indo? — Me pergunta quando começo a me afastar, aceno com a cabeça em resposta

— Pode me passar o seu número? — Sorri de lado

Olho bem para ele, finalmente reparando em seus detalhes, Kang é bonito, quase do meu tamanho, seus cabelos pretos combinavam com as suas roupas e a sua pele não é tão branca, seu rosto é magro e másculo, contradizia o seu olhar sereno e a boca pequena rosada, assim como o nariz arrebitado.

— Ela não tem celular — Jin bufa respondendo por mim, mas não foi o suficiente, HeeKang continua esperando a minha resposta

— É verdade, não tenho celular — afirmo um pouco envergonhada

— Ah, okay, espero te ver novamente Olívia — fazemos uma reverência e me permito sorrir para o mesmo antes de nos afastamos

— Quem era ele? — Hope pergunta

— Não sei — encolho os ombros

— Não devia ter deixado ela sozinha — Jin volta a resmungar, agora mais emburrado do que nunca

— Mas não aconteceu nada e eu estava por perto — Hoseok se defende

— Ele estava flertando com ela — bufa novamente —, nem a conhece — dizia como se eu não estivesse ao seu lado

— E o que você tem haver com isso? — Hope pergunta sério olhando diretamente para Jin, o deixando sem palavras

— Aish, ya! Parem com isso que eu ainda estou aqui! Vamos logo para casa que estou cansada e com fome!

Pegamos um táxi e voltamos para casa rápido, a primeira coisa que decidimos fazer foi comer, tomamos banho e logo fomos ver tudo o que compramos.

Os meninos compraram coisas para mim que nem mesmo sabia que precisava, fiquei um pouco constrangida quando ambos acharam as langeris que escolhi e absorventes, para emergência, ganhei também mais maquiagem do que realmente preciso, Jin comprou para mim o remédio que usa para os seus machucados e alguns hematomas. Quase todas as comparado foram feitas para mim e eu nem tinha percebido até então

— Olha, vi em uma loja e comprei para você — SeokJin tira de uma das sacolas uma caixinha com uma pulseira dentro, ela só tinha três pingentes — Esse aqui é aquela estatua que tem no Brasil, de braços abertos

— Cristo Redentor — o corrijo admirando a mesma

— Isso, é para de lembrar de casa. Esse são dois hashis cruzados, ele é para se lembrar da Coreia, e que agora você sabe usa-los

— E o microfone? Para que é?

— Para se lembrar de mim — ri — e pode continuar preenchendo ela

— Vou fazer isso — sorrio e deixo o mesmo colocar em mim — Obrigada — lhe dou um breve abraço

SeokJin foi tomar banho e acabei deitando, dormi do jeito estava, por conta do cansaço.


Notas Finais


Em breve vai entrar um personagem novo, ele é muito importante para o desenvolvimento... Bom dia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...