História Um amor heróico - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Iida Tenya, Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku), Mina Ashido, Minoru Mineta, Momo Yaoyorozu, Personagens Originais, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Tetsutetsu, Thirteen, Toga Himiko, Toru Hagakure, Tsuyu Asui, Uraraka Ochako (Uravity), Yu Takeyama (Mount Lady), Yuga Aoyama, Yuuga Aoyama
Visualizações 66
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Aniversário


Fanfic / Fanfiction Um amor heróico - Capítulo 15 - Aniversário

Eu acordo e não vejo a Uraraka, levanto devagar e vou à procura dela pela casa, vou até a cozinha e encontro a mesma

Uraraka- bom dia Deku, vc pode ir comprar pão?

Midoriya- bom dia- digo me espreguiçando- claro, só vou trocar de roupa- eu vou até o quarto e coloco um moletom do branco com o capuz e o "elástico" no fim das mangas amarelo, com a palavra "Plus" em azul escuro grande e a palavra "ultra" menor em vermelho, e uma calça jeans comum, vou até a cozinha- quantos pães eu compro?

Uraraka- acho q 30

Midoriya- isso é pão pra caramba, vc vai alimentar a sala toda por acaso?

Uraraka- Baka, só compra os pães

Midoriya- ok- eu dou um selinho na Uraraka e depois saio e vou em direção à padaria, chegando lá eu vou até um homem, com mais ou menos 30 anos, ele tinha uma altura normal, pele clara e cabelo um pouco acima do ombro, um cabelo vermelho, olho pro crachá dele onde esta escrito "Nagato" [kajakkakakkakkskkakakaj]

Nagato- boa tarde o q o senhor deseja?

Midoriya- 30 pães

Nagato- ok- ele pega os paes e me dá- ficou ××× [n sei quanto custaria tudo isso de pao akkaka]

Midoriya- aqui- digo entragando o dinheiro pra ele, saio da padaria a vou andando até a casa da Uraraka, quando chego lá vejo ela e um táxi

Uraraka- na hora certa!- diz feliz- entra no carro - eu entro sem questionar e ela entra logo dps com uma sacola com algo dentro

?- Eu sou o Natsu [tá, hoje eu to empolgada nas referências]

Midoriya- pra onde a gente tá indo?

Uraraka- vc vai descobrir- nós paramos na frente da minha casa, nós descemos do carro e a Uraraka paga a viajem

Midoriya- por que a gente tá aqui?- ela pega na minha mão e me puxa pra dentro do prédio, quando nós chegamos no andar da minha casa ela abre a porta e entra, está tudo escuro, quando eu acendo a luz eu vejo q estava tudo decorado, com uma faixa escrito "Feliz aniversário Izuku" o pessoal da sala estava lá, minha mãe, minha irmã o All Might

Todos- feliz aniversário Midoriya!!!- eu fico em choque eu tinha esquecido do meu aniversário e eles n

Midoriya- o-obrigado- digo sorrindo, todos nós divertimos, foi um dia maravilhos, todos foram em bora, ficando somente eu, a Uraraka, a Yumi, a Mahina, o All Might e minha mãe

Yumi- ahhhhh cansei, vc deu trabalho maninho- diz rindo, alguém toca a campainha- eu atento- diz se levantando, e vai até a porta- VOCÊ?- eu vou até lá, vejo meu pai

Hisashi- Filha?

Yumi- NÃO ME CHAMA DE FILHA, EU NÃO TE CONSIDERO MEU PAI

Hisashi- posso falar com sua mãe? eu acho q o divorcio é d

Yumi- NÃO, VC N FEZ NADA ESSE TEMPO TODO, EU ACHEI Q VC TINHA MUDADO, MA EU ME ENGANEI VC É O MESMO LIXO DE UM MÊS ATRÁS- diz já chorando- VC N FEZ NADA CHEGOU A VC A INFORMAÇÃO Q MINHA MELHOR AMIGA TINHA SE MATADO, EU FIQUEI A PORRA DE UMA SEMANA TRANCADA NAQUELA MERDA DE QUARTO A PESSOA MAIS IMPORTANTE DO MUNDO PRA MIM TINHA MORRIDO, VC N SE DEU O TRABALHO DE VER SE EU TAVA VIVA- diz enxugando as lágrimas, apesar se chorar tanto q n conseguia- ELA N ERA SÓ MINHA AMIGA ERA MINHA NAMORADA, A ÚNICA PESSOA DO MUNDO Q SEMPRE COMIGO ELA SE MATOU, E VC N FOI CONVERSAR COMIGO, TÁ TALVEZ EU MEREÇA PASSAR POR ISSO PQ EU SOU UM LIXO MAS CUSTAVA? - ela se ajoelha e chorando de soluçar, o nosso pai vai tentar colocar a mão nas costas dela- N RELA EM MIM, VC VAI TENTAR RESOLVER TUDO COMO MÁGICA? VC DPS VAI AGIR COMO SE ISSO N TIVESSE ACONTECIDO - nessa altura ela ja tinha levantado porém ainda chorando, mas agora com uma cara de ódio como se seu olhos pegassem fogo - DEIXA EU TE CONTAR UMA COISA: EU TENHO DEPRESSÃO, NO INÍCIO QUANDO EU FALAVA Q N TAVA BEM PRA VC, VC FALAVA Q ERA COISA DA MINHA CABEÇA, AÍ EU CONHECI A CLOE ELA TINHAS MTS PROBLEMAS MAS SEMPRE PARECIA ESTAR BEM, EU AMAVA ELA MAIS Q TUDO MAS N PUDE IMPEDIR ELA DE PULAR DAQUELE PRÉDIO, EU ESTAVA LÁ NAQUELE TELHADO, ELA ME DEU UM ENVELOPE, ANDOU ATÉ A PONTA DO PRÉDIO, VIROU DE FRENTE PRA MIM, SORRIU E DISSE Q ME AMAVA E PRA EU N FAZER O MESMO Q ELA PQ EU "ERA" FORTE ,EU N PUDE IMPEDIR ELA OU DIZER Q AMAVA ELA, PQ ELA ABRIU OS BRAÇOS E SE JOGOU DE COSTAS, EU FUI ATÉ A BORDA E VI, EU MINHA NAMORADA MORTA DENTRO DAQUELE LAGO, POR PUCOU EU N PULO ATRÁS, SABE PQ EU N PULEI? PQ EU QUERIA LER A CARTA, EU CHAMEI A AMBUÇANCIA MAS N DEU TEMPO, EU DEVIA TER PULADO EU N IA FAZER FALTA MESMO- eu bou até ela e a abraço, ela se aconchega no abraço e continua chorando, nosso pai vai em bora sem dizer nada, eu fecho a porta ainda no abraço, e nós nos ajuelhamos, eu começo a chorar, como ela aguentou isso por tanto tempo?

Midoriya- Yumi eu te amo tá? - eu Uraraka vem e se junta ao abraço, a nossa mãe, a Mahina e o All Might fazem o mesmo

Mahina- vc n preciasa carregar esse fardo sozinha, todos aqui te amam

Yumi- me desculpem

Midoriya- n, nós pedimos desculpas por n perceber o a vc estava sofendo...

Yumi- eu vou lavar o rosto- todos a soltam, ela vai até o banheiro, todos sentam no sofá, ela volta e tb se senta, ela já n estava chorando- eu acho q eu devo uma explicação pra vcs, bom, eu sou lésbica e já namorei duas garotas, uma era mimada e egoísta, eu acabei demorando 3 meses pra perceber, um tempo dps conheci essa garota, a Cloe, ela entendia minha dor, e sempre eatava comigo, nós começamos a namorar pouco tempo dps de nós conhecermos, ficamos juntas por 7 meses exatamente, no dia do nosso "aniversário" de namoro ela tirou a propria vida, dps de tentarem salvar ela, sem sucesso eu fui pra casa, eu tava abalada, meu viu q eu n tava bem e perguntou o a aconteceu eu disse q minha "melhor amiga" tinha se matado, ele virou e falou a uma adolecente de 16 n tem motivo ora se matar, e entrei no meu quarto e me tranquei, eu chorei mt, eu eu li e reli aquela carta a ponto de decorar ela, eu fiquei uma semana lá, eu arrumei meu quarto, escrevi uma carta, coloquei uma roupa q eu gostava, e sai, eu ia me reencontrar com ela, mas vi uma ft sua e do Izuku mãe, eu decidi n fazer aquilo e viajar pro Japão, eu demorei cerca de uma semana pra consegurir a recomendação e arrumar tudo, e vim pra cá, quando nós fomos ver aquele cara, eu achei q ele tinha mudado, mas me enganei, no dia q eu ia me matar, eu vi vcs e lembrei da Cloe, pra ser mais especifica na parte da carta dela q ela fala pra eu vir pra cá...- nós conversamos por mais mt tempo e dps voltamos pra U.A e dormimos [ficando no apartamento a Inko e o All Might, pra ajudar a arrumar tudo]


Notas Finais


Curiosidade: meu curioscat é https://curiouscat.me/Isoladinha me tirem do tedio pvf


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...