1. Spirit Fanfics >
  2. Um Amor Imprevisível - Hwasa >
  3. Pedido de Socorro

História Um Amor Imprevisível - Hwasa - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Pedido de Socorro


Fanfic / Fanfiction Um Amor Imprevisível - Hwasa - Capítulo 4 - Pedido de Socorro

Hwasa

Já faz exatamente duas semanas desde a última vez que vi S/N e eu não consigo parar de pensar nela pegando aquela onda e logo após saindo da água como uma modelo e se livrando da roupa de surfe, Deus me abençoe.

 Eu gosto disso.


De qualquer forma estou tendo um tempo maravilhoso com minha família antes voltar com as meninas para a " World Tour" e começar com os ensaios.

_Hwasa! - eu saí do meu pensamento e vejo Jihyo, minha irmã mais nova estalado os dedos diante do meu rosto.

_O que? - deitei minha cabeça no travesseiro.

_Nós estávamos falando sobre a festa que vai acontecer na próxima semana e de repente você entra no mundo da lua, dá pra surfgirl?, ela está acima de seu nível irmãzinha.- ela reclamou e bateu na minha cabeça.

_Ei! ela não é daquelas atletas desprezíveis.- lutei contra ela e afastei-a da minha cama.

_Ow! Não importa, agora pare de babar nela e vamos descer para o café da manhã.- ela levantou e se arrumou enquanto saía do quarto.

Eu me inclinei para trás da minha cama e suspirei, eu preciso encontrar S/N o mais rápido possível, peguei meu notebook da minha mesa de cabeceira, entrei no Google e olhei para S/N, o que eu sei sobre ela até agora é que ela até agora é que basicamente governa a indústria do surf aqui em Miami.

Depois de 30 minutos buscando e clicando nas coisas, eu me sentia cada vez mais atraída por ela. Ela parece tão bonita, sem defeitos e fodidamente talentosa, seu corpo tornificado, porra ela é tão sexy.

_HWASA! - a porta se abriu de par em par o que me assustou e me fez cair no chão.

_O QUE? Eu não estava fazendo nada.- levantei-me imediatamente, feche a tela do notebook e o escondi debaixo do meu traviseiro.

_Nada omma quer falar com você.- ela não acrescentou mais uma única palavra e desapareceu da minha vista.

O que diabos minha omma está querendo falar comigo? Saí da minha cama, arrumei meu pijama e desci as escadas indo em direção à cozinha encontrando uma furiosa omma.



Oh céus, isso não é um bom sinal.



_Ahn Hye-jin! - ela chamou o meu nome completo, eu estremeci um pouco.

_S-sim omma? - eu gaguejei, eu amo minha omma do fundo do meu coração, mas sempre que ela está com raiva nunca é um bom sinal.

_Nada meu amor. Eu estava apenas brincando com você.- meu coração diminuíu as batidas e eu me senti aliviada, graças aos céus eu não vou ser punida por qualquer merda.

_Agora sente-se, é hora do café da manhã.- ela rapidamente acrescentou e meu sorriso desapareceu imediatamente, tomei o meu lugar, sentei-me e peguei algumas panquecas do meu appa.

_Ei sis, quer ir para a praia depois que terminamos aqui? - Daesung perguntou enquanto eu estava terminando meu prato.

_Sim, claro.- respondi e lambi meu prato até que eu pudesse ver meu reflexo.

_Hwasa! - Jihyo gritou em meu ouvido, coloquei meu prato na mesa e olhei para ela.

_Pare de lamber o prato, você não é um cachorro.- ela bateu no meu braço brincando e eu bati na cabeça dela.

_Meninas, basta! - nosso appa nos interrompeu no nosso pequeno UFC e saiu.

_Talvez não seja uma boa ideia ir à praia hoje.- meu olhar voltou para Daesung, fale de novo?

_O quê? Não, não, não e não. Nós estamos indo AGORA, deixe-me pegar MEU BIQUÍNI! - gritei correndo para fora da cozinha em direção às escadas.

Ouvi appa e Jihyo rindo do meu comentário, abri a porta do meu quarto e fui em direção ao meu closet, puxei meu biquíni para fora e começo a tirar minhas roupas para colocá-lo.

Depois de pronta, desço as escadas e vou para sala de estar encontrando um Daesung já pronto para irmos, Jihyo não pode ir com a gente, nossa omma tinha a punido por fugir de casa no meio da noite para encontrar sua colega da escola mesmo nossa omma explicando milhões de vezes que Nayeon é uma vadia.

_Pronta ? - perguntou enquanto entregava minha mochila e meus óculos de sol e sai da casa com Daesung unido em direção ao carro dele.

_Eu tenho uma pergunta, e ela já me incomoda há duas semanas.- Daesung disse enquanto eu me arrumava e ele torceu a chave do motor.

_E...? - eu olhei para ele confusa esperando que ele continuasse.


_Ughhh, você gosta daquela SurfGirl? - ele suspira.

_Isso é o que está incomodando você? Você está brincando comigo? - eu ri dessa pergunta estúpida.

_Nunca falei tão sério.- ele me olhou sério e eu parei de rir.

Cara, ele é 2 anos mais novo do que eu e age como se pudesse mandar em mim, as pessoas altas são irritantes como o inferno! E além disso, ele precisa aprender a se ocupar com suas próprias coisas.

_Não é da sua conta, lil bro.- mudei de assunto, ele pressionou os lábios e voltou apenas a dirigir até a praia.

_Eu pensei que você ainda amasse a Wheein...- ele falou depois de alguns minutos, estávamos na metade do caminho da praia e ele tinha que fazer essa pergunta novamente.


_Geh Chun, pelo tempo que se passou eu já superei, e ela também.- exclamei, encostando-me à janela e admirando a vista.

_Chegamos.- olho para a janela e vejo que finalmente chegamos a Miami Beach, peguei minhas coisas, sai do carro e fechei a porta atrás de mim.

_Aqui.- eu apontei para um local onde nos poderíamos nos deitar, espalhei a canga na areia e deixei minha mochila ao lado, tirei minhas roupas até ficar apenas de biquíni.

_Vou nadar.- eu disse a Daesung e corri para a água.

Andei mais e mais fundo e começa a nadar debaixo d'água, parecia tudo tão calmo ali embaixo, não há sinal de vida aqui, nenhum peixe, nada.

Apenas eu e o oceano silencioso...


Lentamente, sinto meus cílios pesando como uma pedra e macia e pretas aparecem na minha visão, sinto que meu peso corporal está ficando mais pesado de um minuto para o outro.



Daesung

Hoje é provavelmente o dia mais quente do ano, o sol está ardendo tanto que eu sinto meus tons começaram a derreter, olho no meu celular e percebo que é 10:30, se passaram 20 minutos desde que eu e Hwasa chegamos aqui.

De repente eu tive uma sensação estranha de que algo não está certo, é apenas como sentir que algo não está no meu próprio lugar.


_Droga, Hwasa! Santa mãe eu esqueci de Hwasa! Oh céus... por quanto tempo ela está lá? Porra eu sou um irmão tão irresponsável, merda!

Excelente trabalho Daesung! 


_SOCORRO! ALGUÉM ME AJUDA! MINHA IRMÃ ESTÁ SE AFOGANDO! SOCORROOO! - gritava em plenos pulmões, todo mundo olhou para mim como se eu fosse louco.

Eu nem dei a mínima e corri para a água, as ondas estavam ficando maiores, o que aumentava a minha preocupação com Hwasa por ela ainda estar lá debaixo d'água sem fôlego nenhum, seu corpo poderia ser deslocado para qualquer lugar!

Eu mergulhei e mergulhei mais profundamente para tentar encontrá-la, mas tive que voltar para recuperar o fôlego, respirei fundo e mergulhei de novo e tentei procurá-la novamente, depois de 10 minutos eu mentalmente desisti, não queria acreditar que eu deixei minha irmã mais velha se afogar até a morte.

Eu estava prestes a nadar de volta até ver que um corpo estava nadando para o fundo da água, logo após o vejo nadando de volta à superfície deixando minha visão mais clara, era uma garota e ela estava segurando minha irmã sobre ela, eu não podia ver seu rosto porque estava focado no corpo mole da minha irmã.

Eu nado de volta pra cima para pegar a minha respiração novamente e trazer de volta ao normal, eu me virei e eu não vejo um sinal de minha irmã ou essa menina, volta para a costa e as pessoas estavam se reunindo em um círculo.

Eu corri para a área onde nós deixamos as nossas coisas, eu empurro as milhares de pessoas aleatórias até alcançar minha irmã, empurro a menina que a trouxe e verifico o pulso de minha irmã para ver se ela ainda tinha um sinal de vida.

_Vamos Hwasa, por favor fique forte...- eu murmurei sob minha respiração e quase me sufoco em lágrimas, eu não posso perder minha irmã mais velha, eu não posso perder Hwasa, oh céus. Eu estava prestes a fazer a massagem cardíaca nela, mas de repente eu estava sendo empurrado para o lado e eu olho para aquela garota me dizendo para me afastar.

_Saí, cara! Ela vai morrer se eu não conseguir recuperar o fôlego dela, AGORA SAÍA! - ela gritou comigo, eu obedeci ao seu pedido e a assisti tentando trazer minha irmã de volta, espere um segundo...


Essa é SurfGirl que Hwasa está gostando, merda... essa é a S/N Fanning... a famosa surfista, ual minha irmã tem um bom gosto para meninas, ela tentou tirar água de seus pulmões depois de pressionar seu peito mas não resultou em nada.


Começou a respiração boca-a-boca e deu tudo de si mesma para recuperar o fôlego de Hwasa, depois de várias vezes eu finalmente vi que Hwasa estava voltando a si mesma, ela estava tossindo a água para fora, as pálpebras estavam lentamente se abrindo, e ela olhou diretamente para S/N sorrindo.

_V-Você me s-salvou....- sua voz falhou e começou a murmurar palavras que ninguém podia entender.

_Precisamos levá-la para um hospital, ela está sangrando.- eu direciono meu para minha irmã e S/N toca sua testa sangrando, ela pegou ela estilo nupcial.

_Oh, temos mesmo que ir? - ela perguntou para S/N com sua voz fofa, envolveu seus braços ao redor do pescoço de S/N e enterrou seu rosto em seu ombro.



Você só tem que amar a minha irmã.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...