1. Spirit Fanfics >
  2. Um Amor Improvável >
  3. Pilot

História Um Amor Improvável - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


*Boa Leitura! 💻📕📖📗📘📙📚📱

*Fanfic inspirada no BBB21, Sariette, Juliette e Sarah, gosto da interação delas, gostaria muito que algo além de amizade acontecesse, mas enquanto isso não acontece decidi escrever esta fanfic para vocês que curtem o casal...

Espero que gostem, se gostar favorita e comentem. 👍

Capítulo 1 - Pilot


 

*Pov. Sarah

 

Big Brother Brasil 2021, algo que até pouco tempo só estava na minha imaginação, agora se tornou real, já estou nesta casa há três semanas, e muitas coisas aconteceram, vou resumir no decorrer. Durante meus 29 anos, já vivi muitas coisas, viajei por alguns países e conheci pessoas importantes, mas nada se compara com a experiência de estar neste Reality show.

A largada já foi dada na corrida por R$ 1,5 milhão. Esta é a segunda edição do reality a contar com famosos e anônimos, desta vez serão 100 dias confinados, espero conseguir esta proeza, de ficar esses dias aqui na casa. Sinto a tensão do jogo, tem um grupo composto por: Projota, Karol Conká, Lumena e Pocah, tinha o Nego Di, mas ele saiu no último paredão e neste eu era uma das emparedadas, foi uma sensação aterrorizante, não sei o que o público pensa de mim, mas pelo menos me deixaram ficar.

Gilberto, Gil temos uma boa convivência, já o considero como amigo e aliado, é um cara que ler bem o jogo. Temos Carla Diaz a Inshallah, bordão de sua personagem Khadija; a influenciadora Camilla de Lucas, Arthur, Caio, Rodolffo, Viih Tube, Fiuk, Thais e João Luiz, estes são os participantes sobreviventes até o momento, parece que eu esqueci de citar alguém, mas a verdade, mesmo que desesperadamente eu quisesse esquecer, não consigo.

Estou falando da advogada e maquiadora Juliette, droga de nordestina arretada, mesmo não querendo a pessoa acaba gostando dela, o problema que eu gosto dela bem mais do que devia. Começou com brincadeiras, mas conviver 24 horas confinado mexe com a sanidade, são tantas pessoas interessantes, mas ela entre todas é a mais. Além disso, há a carência.

Na última prova do líder eu consegui vencer achando o Above líder, foi sensacional sair do paredão direto para liderança, mas tudo tem um preço, inclusive dormir com Juliette, não que eu fosse obrigada, mas entre todos os participantes quem eu queria no quarto do vencedor comigo, ela e o Gil.

A primeira noite foi muito divertida, brincamos, comemos e Juliette falou pelos cotovelos, flertou com Fiuk, aparentemente na brincadeira. Conversamos sobre os possíveis indicados ao paredão entre outras coisas. Na sexta, também foi muito divertido com ela e Gil ao meu lado. No presente dia, foi tenso, pois teve discussão de Gil com Arthur, na verdade, meu amigo deu uma surtada, mas ele não está errado. Além disso, Karol e Camilla também discutiram, gostei do modo como a de Lucas agiu, peitou a Conká.

Depois de todas as tretas a situação amenizou, apesar de pensar que na festa poderia acontecer mais bate boca, mas não aconteceu. Agora estou aqui tentando aproveitar a madrugada, um pouco nervosa devido Gil já ter ido dormir no quarto cordel, ou seja, dormirei apenas Juliette e eu no quarto do líder. Já bebemos muito e estou com os nervos à flor da pele.

Na noite passada, ela começou a me fazer carinho no braço, fiquei me sentindo uma adolescente vivendo seu primeiro amor, seu toque me causou frio na barriga e o coração bateu acelerado, apesar de estar escuro o ambiente, sei que às câmeras que filmam no escuro estavam capturando tudo, apesar de eu querer retribuir o carinho, preferi virar de costas para ela e tentar dormir.

Eu não sou lésbica, esperava vir para o reality e beijar algum homem, flertar e ver o que acontecia, mas não aconteceu, e desde os primeiros momentos na casa, Juliette atraiu minha atenção, isso meio que me assustou, tanto que quando ela foi para o paredão com Bil e Gil, eu queria que ela saísse, pois, assim passava essa atração, poderia focar 100% no jogo. No entanto, ela ficou e os sentimentos só cresceram, agora não sei como lidar com a situação.

Às vezes penso que é sentimento de amiga, em outros momentos me pego pensando em como seria beijar sua boca, o que afasta a possibilidade de ser sentimento de apenas amizade. Estou mais confusa que a confusão, logo estaremos a sós dormindo na mesma cama, com milhões de pessoas assistindo, o álcool correndo na veia, não sei o que pode acontecer.

— Penso que já vou me deitar, já comi muito e bebi, estou cansada. — Disse Juliette, me tirando do devaneio. Essa é a deixa para eu segui-la, afinal já queria fazer isso, mas não queria deixá-la com Fiuk, Caio e Rodolffo, apesar de os dois últimos terem ido deitar-se mais cedo, eles bem que poderiam levantar e quem sabe de repente entre uma bebida e outra acabar se pegando, não gostaria de ver ela de casalzinho com nenhum dos três.

 

*Pov. Juliette

 

Que festa boa, mas o bom mesmo destas festas do BBB, é a comida, eita que eu me acabo. Não vou negar que amo comer. Falando um pouco da minha participação no BB21, está indo tudo bem, apesar de já ter sido meio que deixada de lado e até sofrido preconceito devido ser nordestina. Não ligo, tenho orgulho das minhas origens.

Digamos que não gosto da Conká e nem dos que se associaram a ela, estão sempre tramando contra alguém. Gosto mesmo nesta casa é do Gil e da minha musa, Sarah Andrade, confesso que ela desperta meu lado lésbico, nem sabia existir, sempre me denominei hétero, mas agora estou repensando, pois, a atração é tanta.

Eu sempre flerto com ela, mas não parece está interessada, então para não passar vergonha levo tudo na brincadeira. Costumo também brincar com Fiuk. Aqui dentro é tudo intenso, pensava sobre como agiria, mas nada saiu como planejei. Estou atraída por minha amiga, e sei que isso vai me ferrar, pois, acredito que não tenho a menor oportunidade. Passei quase a noite comendo, bebendo, o cansaço me acometeu e decidi que já estava na hora de me deitar.

Sarah prontamente decidiu vir comigo, entramos no quarto do líder, pensei em tomar banho, mas ela logo resolveu trocar de roupa, colocando um short e uma blusa, por cima seu roupão vermelho de líder, então optei também por não me lavar, apenas tirei minha roupa de festa e vesti meu baby-doll azul, em seguida escovei os dentes. Enquanto isso, Sarah como sempre se posicionou na frente do espelho removendo a maquiagem.

Confesso que o efeito do álcool estava me atingindo, terminei de escovar os dentes e me juntei a Sarah, removendo a maquiagem o mais rápido que consegui, terminei seguindo para cama, deitei-me, puxando a coberta sobre meu corpo, enquanto isso ela permaneceu na frente do espelho; direcionei o olhar na direção da câmera do canto, sentindo o sono me dominando.

De repente sinto a cama afundar, me despertando e logo a luz do quarto apagada, então o corpo da grandona ao meu lado. Meu coração acelerou, o frio na barriga se instalou, por um momento a memória de que Gil não está conosco. Seria este o momento de me aproximar e tentar pelo menos dormir de conchinha?

{Minutos Depois...}

*Pov. Sarah

 

Meu corpo se move para mais perto do dela, não devia estar fazendo isto, mas é como ímã, só quero saber se ela ainda está acordada. Estico a mão procurando-a na escuridão, sinto seu rosto, a respiração quente contra minha mão. Quando penso em encerrar o contato carinhoso, ela segura minha mão e leva até os lábios depositando um beijo na palma, deixando meu corpo arrepiado.

Droga! O Brasil está vendo isto, mas não consigo evitar, me movo mais enquanto ela continua beijando minha mão, puxo a coberta sobre a cabeça, ela me solta se cobrindo mais, colando seu corpo ao meu.

— Ei. — Sussurra. Sem saber direito como agir, coloco meu dedo sobre seus lábios, impedindo que fale, não quero que o áudio capture o que vamos dizer. Devagar puxo seu rosto para mais perto do meu, ela não reluta e parece está interessada no que estou prestes a fazer, mas eu preciso disso, preciso provar seu beijo. Roço meus lábios nos seus, sentindo a maciez, o hálito fresco, ela solta o ar, parece estar prendendo. Uma das suas mãos toca meu rosto, fazendo uma leve carícia. Começamos roçar uma boca na outra, sem aprofundar.

{...}

Não sei quanto tempo ficamos assim, mas no instinto capturo seu lábio inferior sugando devagar, ela sorrir, isto deve ser um bom sinal, eu preciso de mais. Antes que eu tome uma atitude drástica ela faz, chupando meu lábio com gana, em seguida invadindo minha boca com a língua gostosamente, me deixando arrepiada, e com certeza a peça íntima que estou usando molhada. Eu bem que deveria ter tomado um banho antes de me deitar ao lado dela.

O beijo se torna mais profundo, esta desgramada beija tão gostoso, eu quero me esbaldar. A puxo para ficar sobre meu corpo, ela prontamente entende meu gesto sem desgrudar nossos lábios. Voltamos a intensidade do beijo, coloco a mão na sua cintura, fazendo uma leve carícia sem me exceder, os estalos do beijo começam entoar, ela puxa a coberta que estava quase nos descobrindo; sei que o público deve estar sabendo o quê está acontecendo embaixo das cobertas, mas deixo para pirar depois, agora eu só quero beijar esta mulher.

O ar se faz necessário, encerramos o beijo devagar com selinhos, Ju encostou a testa na minha com a respiração pesada, da mesma forma que estou. Coloco uma mão por baixo da sua blusa e acaricio suavemente suas costas, apreciando a maciez da sua pele. Nunca estive assim com uma mulher, e confesso que isto não é nada ruim, pelo contrário, bom, muito bom.

Ela me deu um selinho e escorregou saindo de cima de mim, deitando-se ao meu lado, ficando de costas, encostando seu traseiro no meu corpo, entendo o recado e me viro de lado a abraçando por trás, sentindo o delicioso cheiro dos seus cabelos. Não precisamos de palavras, veremos como vai ser ao acordarmos. 

Espero que nossa relação de amizade não fique estranha. Os pensamentos conflitantes começam me atingir, puxo meu braço tentando me livrar do seu corpo quente e macio, mas ela impede mantendo meus braços em volta da sua cintura, solto um suspiro, relaxando, deixando que o sono me vença.

 


Notas Finais


*Se vocês gostarem continuo, se não pararei por aqui...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...