1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor inesperado >
  3. The Beginning

História Um amor inesperado - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Depois de tempos tentando postar, consegui.

Capítulo 1 - The Beginning


Seul, Capital da Coréia do Sul.

Na empresa dos jeon's estava uma grande de uma correria.

- será que você não poderia ter mais responsabilidade? Agora você irá ter mais trabalho porque nesse exato momento já era pra nós estarmos em nova  work! Mas não, você sempre tem que erra algum relatório e causar transtorno na empresa toda! -gritou com sua secretaria.

Aparentemente naquele dia, jisoo tinha errado um relatório que era muito importante para a empresa, o que todos sabem que o Jeon detesta: erros.

- eu juro que não fiz por mal senhor jeon -falou já com lágrimas nos olhos.

- se você fez por mal ou não, não vale a pena você falar agora -falou e bateu sua mão na mesa, o que acabou assustando a moça- você está demitida, arrume as suas coisas e não se preocupe com a sua faculdade, eu irei colocar um reembolso na sua conta amanhã que pague alguns meses da sua faculdade você não irá ficar tão sobrecarregada assim, vai ter tempo de procurar algum emprego -falou e saiu de perto de jisoo, está que já estava derramando lágrimas.

- obrigada senhor jeon, agradeço por me dar um pouco do meu salário deste mês -falou e fez reverência já indo na direção da porta.

- não estou dando a metade do seu salário deste mês, estou dando dois meses de salário para você jisoo -falou e por fim, jisoo foi embora.

- mas uma vez irei ter que contratar outra secretária -falou consigo mesmo e se sentou na cadeira de couro virando-a para a grande janela presente naquela sala.

- Sempre muito solitário, parece que você nunca irá atrás de alguém que faça-o feliz -falou Kim MiSo.

- estou ocupado agora omma -falou e voltou sua cadeira de encontro a mesa grande e marrom.

- você sempre está ocupado, não sei como, eu e seu pai sempre tentamos manter as coisas nesta empresa muito organizada -falou e o jeon a olhou de soslaio- sei que jisoo fez o que não devia, mas em relação a empresa dos Choi, eu e seu pai resolvemos isso. Pra que você teve que despedir jisoo? Você não facilita nada na hora de encontrar uma secretaria! -falou e se sentou a frente do jeon.

- o problema não sou eu, e sim essas secretarias que não sabem fazer quase nada. E ainda por cima elas ficam dando em cima de mim -falou assinando alguns relatórios e contratos.

- você é igual o seu pai, ele podia estar falando comigo e mais algumas pessoas, mas ainda sim, ele era multiuso -falou e suspirou- mas filho, seu pai e eu não temos culpa de você ser tão lindo! Aceite, sempre vai ter alguém que vai dar em cima de você meu anjo -falou e sorriu ao ver a cara de nojo de jungkook.

- acabou? Você já pode ir omma -falou e olhou-a de canto.

- seu grosso! Como você pode tratar a sua própria omma assim? Eu vejo você raramente, queria ajudar -falou chorosa.

- Me desculpe omma, é que tem tanta coisa para fazer que eu não sei por onde começar -falou e abaixou a sua cabeça escorando-a na mesa.

- Sua sorte é que eu já fui secretaria dessa empresa e sei como as coisas funcionam aqui -falou e pegou alguns dos relatórios que estavam na mesa- vamos, desperte, hoje tem muito trabalho pela frente! -falou firme e sorridente, levantando a cabeça do filho o fazendo olha-la.

- como você pode me ajudar sendo que você não vê os relatórios da empresa à anos? -perguntou a olhando de soslaio.

- meu amor, não se esqueça de que mesmo que seu appa esteja longe da empresa por conta de sua saúde, ele continua recebendo os dados que são enviados para cá, o que entra em sai da empresa ele sabe -falou já pegando um papel em branco e escrevendo algo.

- o que você está fazendo? -perguntou confuso.

- anotando o que é adequado você escrever -falou o olhando.

- tá bom então, não adianta eu falar nada -falou e começou a revisar os planfetos- porque apesar de tudo, eu vou precisar da sua ajuda -falou e olhou a mulher a sua frente sorrindo.

- eu sei, sou importante para todos -falou jogando seus cabelos médios, lisos e castanhos para trás e logo sorrindo largo.

- ai omma, só você mesmo para me fazer sorrir com tanta coisa acontecendo, você é maravilhosa -falou e começaram a resolver assuntos pendentes a empresa.

P.O.V JIMIN

Estava sentando na cama, já estava quase recuperado, só precisava repousar. Sei que isso não é da minha idade, é impróprio, mas eu preciso desse dinheiro, ela precisa ficar boa, não importa como, se eu tiver que me submeter a isso, eu vou, ela só precisa ficar boa.

- jimin, você precisa comer meu pequeno -falou Jin estranho no quarto e se sentando na cama ao meu lado- você passou o dia todo aqui, vai acabar ficando doente criança -falou acariciando meu cabelos rosados.

- eu não tô com fome hyung -falei baixo.

- mas jimin -falou mas deu uma pausa, logo continuando- ela não vai ficar nada contente em saber que você não come -falou sorrindo vantajoso.

- hyung, você não presta -falei o olhando- tudo bem, irei comer -falei me rendendo.

- mesmo que eu não goste do tipo de trabalho que você faz, respeito à sua decisão á isso, sei que você faz esse tipo de trabalho para poder curá-lá a doença -falou acariciando meus cabelos.

- obrigado por não ir contra hyung -falei sorrindo mínimo.

Descemos as escadas e fomos para a cozinha, Jin me serviu a comida e ficou lavando as demais que estavam sujas. Fiquei comendo até sentir o meu telefone tocar em meu bolso, peguei-o de meu bolso e o desbloqueie já vendo uma notificação:

"Sugar daddy: Jeon Bunny curtiu uma de  suas fotos"

Cliquei na notificação e fui vendo fotos desse tal Bunny. Me emprecionando bastante, pois ele já queria um encontro.

- é Park jimin, parece que você tem um novo trabalho -falei comigo mesmo.


Notas Finais


Pordoem-me pela demora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...