1. Spirit Fanfics >
  2. Magic love! >
  3. Um FILME !

História Magic love! - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 10 - Um FILME !


Fanfic / Fanfiction Magic love! - Capítulo 10 - Um FILME !

Lucy P.O.v

O Gray diria que isso é magia, as palavras reverberam em meus pensamentos. Eu disse o que pensava, sem medo de como Natsu pudesse me ver. Meu coração está batendo acelerado enquanto espero por uma resposta. Mas é melhor assim. Ele não é o único que está perdido.

É bom que ele saiba quem sou.

Que Deus nos ajude se ele estiver certo, não é mesmo? -  Natsu responde com um meio-sorriso.

_ Acha possível que ele esteja? -  pergunto

_ E você não acha? -  Ele franze a testa, sem entender.

_Acredito em coisas que pessoas comuns não acreditam. -  digo a ele

_ Não está parecendo que sou uma pessoa comum.

_  O que faremos então? - pergunto Apertando  as mãos.

_ Vamos descobrir a verdade, seja ela qual for. - respondeu Natsu

Mesmo que isso signifique que você é… ele? - pergunto 

_ Não acredito que direi isso, mas, se essa for a verdade,  então sim. - Respondeu

_ Certo. - concordei

Meu celular toca e leio a mensagem do Gray , avisando que está no estacionamento do hospital.

_Preciso ir. Venho te visitar amanhã e conversamos mais, está bem? - Falo e Natsu assente e caminho em direção à porta. Um pouco receosa, paro para perguntar -  Como devo te chamar?

_ Natsu é um bom nome - ele responde depois de hesitar.

Sorrio. Não consigo evitar.

Me sinto um pouco mal por estar feliz só pela possibilidade de ele ser o Natsu do meu livro , mesmo que ele esteja completamente confuso. Não sei se a emoção que sinto o contagia, mas ele olha para o alto, dá de ombros e sorri de volta para mim , como se não pretendesse lutar contra a improvável chance de ter saído de um livro.

Quebra de tempo

Acho que nunca fui tão sincera com alguém -  conto ao me sentar à mesa, em frente ao Gray , no restaurante francês que ele adora.

_Você está me ofendendo, loirinha . – Gray  fiz tomando uma bebida

_Você não conta. - Falo

_Está me ofendendo mais! - Ele espalma a mão contra o peito.

_Ai, Deus! Para, Gray  - o provoco, rindo. - Você sabe que eu te amo.

_Sei. - Ele se finge de sério, mas logo revira os olhos e me incentiva a continuar a falar . -  Será ele o grande Natsu ?

_Não sei… pode ser que sim, pode ser que não. Vamos descobrir, mas estou feliz por ter a chance de tentar.

_É aquela história de que a jornada é mais importante que o destino, né? - Gray coloca a mão sobre a minha e a aperta devagar. - Mas vamos com calma nesse caminho, tá? De qualquer jeito, sendo o Natsu  ou não, ele é um estranho e não quero que você se machuque.

_ Se ele for o Natsu , não é um estranho -  rebato. -  Mas sei que você está certo e vou tomar cuidado.

_ Gosto assim. -  Ele pisca e ergue a taça para o garçom que se aproxima com champanhe.

_Champanhe? Até me esqueci o motivo de estarmos aqui. Me conta a novidade! - falo curiosa

_ Você sempre coloca o coração antes da profissão, loirinha . Mas não posso te culpar. Não dessa vez, pelo menos. -  disse sorrindo 

_ Contaaaaa! - falo e o garçom enche a minha taça e disfarça um sorriso ao ver minha animação.

Gray balança a cabeça de um lado para o outro, enrolando para me contar, ciente de que o suspense vai acabar me matando.

_ O que será, hein? - Gray provoca.

_ Quer que eu morra? - pergunto, passando a mão pelo rosto, fingindo desespero.

Ele ainda fica em silêncio por mais alguns instantes, até que bate palmas e diz, sem esconder a felicidade.

_ Parabéns Lucy,  Seu Livro vai virar Filme! - diz com um sorriso enorme no rosto

Quebra de tempo

Estou flutuando, e levemente bêbada ao chegar em casa.

Que noite!

Entro rodopiando pelo apartamento e meus gatos correm no meio das minhas pernas, fazendo com que eu tropece e caia de bunda no chão no corredor, o que desencadeia uma crise de riso. Me levanto e sigo cambaleando até o quarto e caio na cama, rindo para o teto. Quando você teve uma boa cota de tristezas na vida, você aprende a valorizar muito os momentos felizes.

Meu livro vai virar filme! 

Não a história de Anna e Natsu , que o Gray também está negociando os direitos, mas ele não quis me contar detalhes ainda.

É o meu terceiro livro. Um romance sobre uma garota acima do peso que precisa aprender a se amar antes de viver um grande amor com o melhor amigo. Foi tão importante escrever essa história, porque embora meus problemas e os da protagonista fossem diferentes, nossas ansiedades e inseguranças eram equivalentes. Nunca permito que nenhuma palavra saia de mim sem que ela carregue consigo toda a força dos meus sentimentos, e cada livro carrega um pouquinho de mim.

Agora, mais pessoas serão alcançadas pelas minhas histórias.

Quando penso em como tudo começou… nossa! É quase tão inacreditável quanto um personagem sair do livro.

Plue pula sobre a minha barriga e Happy se ajeita perto da minha cabeça. Os puxo para mais perto e abraço meus companheiros de noites de escrita. São 5 anos de carreira e 10 livros publicados, mesmo sem lançar nada no último ano. E em cada dia que passei escrevendo, eles estiveram comigo. 

Devaneio sobre nosso passado e minhas pálpebras vão ficando pesadas. Puxo o edredom para nos cobrir, ciente de que amanhã cedo vou me xingar por não ter tirado o vestido e a maquiagem, mas o sono está tão convidativo…

Estou quase adormecendo, perdida entre a inconsciência e a realidade, quando noto algo diferente no meu quarto. No canto do quarto, sentada na poltrona, balançando as pernas distraidamente, estava a garotinha de cabelos Azuis , aquela que me levou  até o Natsu. 

Mas o que ela faz aqui...

CONTINUA...



Notas Finais


Ate o próximo capítulo Minna 👋😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...