História Um amor mais forte que o tempo - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Visualizações 158
Palavras 989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - Conhecendo a verdade


Fanfic / Fanfiction Um amor mais forte que o tempo - Capítulo 35 - Conhecendo a verdade

T- Félix é o guardião de vocês, seu e do Chat Noir.

M- Como assim? Isso é loucura!

F- Loucura maior que uma menina de 14 anos se vestir de joaninha e salvar Paris?

M- Eu...como você sabe de tudo isso? Ninguém poderia saber minha identidade!

F- Não é de agora que eu sei, mas não se preocupe, logo tudo será explicado.


Ela ficou meio apreensiva, como ele podia saber tudo aquilo, seria ele realmente o guardião que Tikki havia lhe falado? Todas essas perguntas invadiram e tomaram conta de sua mente, estava com medo, mas também muito curiosa, seria bom ter algumas respostas.

Ela estava tão distraída que nem percebeu quando o carro finalmente parou, Tikki teve que chamar sua atenção para que ela saísse do carro, estavam em frente a uma casa pequena, em uma parte da cidade que ela não conhecia, estava tão concentrada em olhar para tudo em volta, que não percebeu Félix lhe chamar e se assustou quando ele tocou seu ombro.

F- Ei, calma.

M- Desculpe, eu...

F- Eu sei, mas vai ficar tudo bem. Vamos.

Entraram na casa, ela estava impressionada como tudo aquilo lhe era familiar como se...já tivesse entrado ali, mas tinha certeza de nunca ter sequer estado naquela rua, quanto mais entrado naquela casa.

F- Venha, o mestre está te esperando.

Ela o seguiu pela casa, passaram por vários quartos até chegarem a uma uma sala escondida atrás de uma cortina púrpura, ao passarem pela cortina, viram um velhinho sentado sobre um tapete no chão, Félix logo se aproximou do velhinho e beijou sua mão, se curvou e sentou à sua frente, Marinette continuou parada, sem saber o que fazer.

Mestre- Aproxime-se Ladybug.

M- Eu...como...quem...é você?

Mestre- Tudo será explicado, sente-se. Em que posso ajudá-la neste momento?

T- Ela a viu mestre.

Mestre-Isso é impressionante, isso deveria acontecer mais para frente.

F- Ela é muito forte mestre.

Mestre- Tão forte como da última vez.

M- Será que alguém pode me explicar o que está acontecendo? Eu lembro de você, é o mesmo velhinho que eu ajudei no meu primeiro dia de aula e...o que o meu professor tem a ver com isdo tudo?

Mestre- Uma coisa de cada vez.

Wayzz- O mestre é o último guardião dos miraculous.

M- Guardião?!

Mestre- Sim. No momento da criação do mundo, nasceram dois seres mágicos, um com o poder da criação e outro da destruição, estes seres vagavam sem forma, ajudando os seres humanos, até que um dia, um mago muito poderoso, conseguiu fazer contato com esses seres, lhe dando também o poder de se comunicar e de possuírem a forma corpórea, para isso ele criou jóias mágicas.

M- Então os meus brincos...

Mestre- Sim, eles guardam os poderes mágicos da criação, assim como o anel do Chat Noir guarda os poderes da destruição, cada jóia guarda um poder diferente e único. Através dos tempos são escolhidos os portadores de tal poder, sendo eles os responsáveis pela proteção do mundo utilizando o poder dos seres, os kwamis. Em toda a história da humanidade, os portadores tinham a ajuda de um guardião, um protetor e treinador, uma pessoa que ajudaria em momentos difíceis e que os ajudaria no treinamento para serem fortes o bastante para momento da batalha final.

M- Então meu professor...

F- Pode me chamar de Félix.

Mestre- Ele é o guardião de vocês. Ele foi destinado há muitas gerações para isso.

M- Peraí, eu tô boiando agora, gerações? Eu achei que ele fosse um professor de...vinte e poucos anos.

F- E sou, mais ou menos.

Mestre- Há muitas gerações, pouco mais de 300 anos, existiu a última Ladybug que se tem notícia, ela foi forte, corajosa, destemida...

M- Tudo que eu não sou.

Mestre- Ao contrário, essa jovem era você, Marinette Dupain-Cheng.

M- Isso é impossível! Eu...só tenho 14 anos não 300 e pouco!

T- Calma Mari, deixa o mestre falar.

M- Tá, eu tô calma, tô calmíssima, eu sou um poço de calma olha só hahaha. Mentira, isso é muito louco, socorro.

Mestre- Eu vou te explicar. Há 300 anos atrás, você e o Chat Noir já eram parceiros, como todas as outras vezes e, como todas as outras vezes, eram também um casal.

M- Eu e o Chat?! Não eu...

F- Marinette...

M- Ok, escutar a explicação quietinha, entendi.

Mestre- Muito bem, continuando, vocês se amavam muito, você até...esperava um filho mas...esse amor era proibido, você era prometida e...essa decepção acabou separando vocês dois, o que deu mais forças para o mal, vocês lutaram lado a lado, foi uma batalha severa, vocês venceram no final porém...você não resistiu.

M- Eu...morri?!

Mestre- Somente seu corpo, sua alma conseguiu sobreviver, graças a um desejo feito pelo Chat Noir, preservando a alma de ambos, guardando-as para o momento em que fossem necessários novamente.

M- Então o que eu vi no espelho...

T- Era você do passado.

M- Isso é muita loucura! Não dá, não pode ser verdade!

Mestre- Eu tenho uma coisa que era sua, talvez você se lembre.

Ele se levantou e foi até a cômoda, de onde tirou uma pequena caixa e lhe entregou, ela abriu e viu um pequeno anel todo em prata com um bela safira.

Mestre- Este anel era uma relíquia de família, o único presente que ele pôde lhe dar em vida, este anel possui todas as lembranças e poderes do seu verdadeiro eu, usando você poderá entrar em contato com tudo isso, Félix lhe ajudará como da última vez, foi ele, ou melhor, sua última encarnação quem trouxe as jóias para serem guardadas até vocês voltarem.

M- Então você tem...você é bem velho.

F- Não. Como vocês, eu também reencarnei mad, diferente de vocês, eu despertei pra isso há algum tempo.

M- Então é sério? Eu já vivi antes e...eu e o Chat...

Mestre- Coloque o anel, ouça seu coração e tudo dará certo.

F- Vamos, já está ficando tarde.

M- Só mais uma coisa, o Chat Noir sabe sobre isso? Você sabe quem é ele?

F- Sim, eu sei e não, ele não sabe de nada, ainda. Vamos.

Depois que eles saíram...

Wayzz- Mestre, por que p senhor não contou que...

Mestre- Você acha que ela continuaria trabalhando como Ladybug se soubesse que foi morta pelo próprio parceiro? Isso ela irá descobrir sozinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...