História Um amor mais forte que o tempo - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Visualizações 207
Palavras 446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - Primeiro sonho


Fanfic / Fanfiction Um amor mais forte que o tempo - Capítulo 36 - Primeiro sonho

Marinette on

Fui pra casa pensando em tudo que ouvi, não tive coragem de colocar o tal anel, não sei porquê, mas aquilo me deixou com um pouco de medo, tudo bem que, depois que comecei a ser Ladybug várias coisas estranhas começaram a acontecer.

Resolvi não pensar mais nisso e subir, talvez um banho me ajudasse a relaxar, quem sabe pensar melhor em tudo isso ou talvez só esquecer, pelo menos por algum tempo.

Enchi a banheira com água quente, eu precisava disso depois desse dia, a água estava perfeita, a temperatura ideal, entrei e deixei a água levar embora todas minhas preocupações.

Meu corpo estava tão relaxado que nem vi o tempo passar, quando percebi já estava completamente enrugada, resolvi que já era hora de deitar e aproveitar o quanto me sentia leve, Tikki estava quieta desde que voltamos, a última coisa que lembro foi ela dizendo que me deixaria pensar em tudo sozinha.

Fui até o quarto me vestir, coloquei o pijama e deitei, mas não consegui pegar no sono, ouvia uma voz chamando meu nome sem parar, o que era estranho, pois estávamos sozinhas e Tikki já estava dormindo.

Levantei sem fazer barulho, eu precisava saber o que era aquilo, de repente, olhei para minha mochila e vi que ela estava brilhando, juntei toda minha coragem (quase nenhuma) e fui até onde ela estava, abri com todo cuidado e percebi que o brilho vinha da caixinha com o anel, a voz também vinha de lá.

Era tudo muito estranho e até um pouco assustador, mas resolvi seguir o conselho do mestre e seguir meu coração, mesmo tremendo abri a caixinha e peguei o anel, o quarto ficou todo iluminado e uma melodia suave envolveu o ambiente, não sei se, por instinto ou curiosidade, coloquei o anel em meu dedo.

Foi...inacreditável, um calor inexplicável envolveu todo meu corpo, parecia mágica, eu não me sentia mais no mesmo lugar, eu via e sentia coisas que nunca havia imaginado antes, eu via no fundo um lindo pôr-do-sol, igual aqueles de filmes.

Eta perfeito, iluminando em um tom único, eu estava andando a cavalo, não faço idéia de onde ele surgiu, só sei que eu me sentia livre, era como se fizesse isso sempre, de repente ouvi uma voz me chamar, mas não a mesma de antes, era uma voz conhecida, eu não sabia identificá-la, mas fez meu coração dar um pulo.

Um sorriso se formou em meu rosto então induzi o cavalo a ir mais rápido mas, por mais que eu corresse, não conseguia alcançá-la, por horas a fio eu tentei, sem nunca chegar a lugar algum.

De repente ouço meu despertador tocar, abro os olhos assustada, tudo não passou de um sonho.

Ou será que não?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...