História Um Amor Mas Um Mistério (Imagine Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Bts Jungkook
Visualizações 7
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal, espero que gostem da fic tá? Um beijo e podem ler.

Capítulo 1 - -Estou Perdido-


Fanfic / Fanfiction Um Amor Mas Um Mistério (Imagine Jungkook) - Capítulo 1 - -Estou Perdido-

Narração on*

Jungkook estava mais uma vez no mundo da lua, olhando para o nada na janela enquanto o professor dava a explicação, jungkook não sabia o que sentia, ele achava que tudo que vivia ia acabar num piscar de olhos, o garoto queria sentir adrenalina correndo nas veias, mais com a escola, e seus pais pessimistas só querendo um ótimo futuro para o único filho, já que o mais novo faleceu num acidente de moto, com o mesmo instinto do irmão mais Velho, sentir adrenalina, por causa disso, jungkook não sai muito de sua casa, ele era um garoto... Quieto, emo, que só queria ser ele mesmo sem ninguém para o impedir.

- Então Jungkook, qual é a resposta da equação que escrevi no lousa? [ O professor tenta chama a atenção do distraído ]

- Jungkook... JUNGKOOK. [ se altera ]

- Ãn? Sim senhor Darce? O que disse? [ O garoto responde tentando raciocinar ]

- No mundo da lua de novo Jungkook?

- Sinto muito Sr. Darce. [ abaixa a cabeça ]

- Lamentações não farão você passar da faculdade, que isso não  se repita mais na minha aula, entendido?

- Entendi Sr. Darce.

Como de costume, jungkook não se lamentava por não prestar atenção a aula, ele só queria sair dali com seus amigos, e fugir mundo a fora, sem final de estrada pra caminhar, mais uma coisa que o destino e o próprio garoto não podiam negar, algo estava pra acontecer, e seria algo que Jungkok jamais esqueceria.

(Toca o sinal pro intevalo)

- Jungkook, você tem que para de fazer isso toda aula, vai acabar sendo suspenso. [ Jin tentou alerta-lo ]

- É jungkook, você parou de ser o mesmo a bastante tempo. ( Jimin relembra  o mais novo )

- Melhor para com essa ideia de querer adrenalina, você sabe o que aconteceu a seu irmão querendo o mesmo que você. ( Suga o avisa )

- Eu já disse milhares de vezes, eu não sou e nunca fui meu irmão, não vai acontecer nada. ( Falo irritado )

- Como você tem tanta certeza disso? Mesmo se pudesse, seus pais nunca iam deixar você sai, com medo de acontecer algo com você como seu irmão. ( Jin explica )

Já era a décima quarta vez que jungkook levava sermão do mais velhos, na escola parecia que os meninos estavam contra jungkook, mas fora eles fariam qualquer coisa para ir junto, eles tinham um tipo de bipolaridade, uma hora sim e outra não, mas jungkook ia mudar isso hoje, hoje ele não voltaria pra casa, apenas amanhã de manhã, claro ele já era de maior, poderia muito bem sai e fazer o bem entende, mais esse não era o problema, o problema era o que seus pais iriam pensar, o que iriam fazer, mais jungkook não ligava muito pra isso, apenas pensava no que iria  fazer e pra onde iria essa noite...

O tempo passou, e jungkook se preparava para ir embora, o sinal toca para todos irem embora e jungkook sai antes que os meninos o vise, passou rápido pelo portão, correu até sua casa e entrou na garagem, pegou a moto do seu antigo irmão que foi consertada, subiu e deu a partida.

Ele só sabia a cada vez mais aumentar a velocidade da moto, ele não tinha medo de cai ou de bater, pois sabia que poderia ficar com irmão em outro lugar, foi aí que... Algo chamou atenção em Jungkook, uma garota correndo, mais... Ela parecia ter medo de Algo, e esse "algo" correndo atrás da mesma, como jungkook era um garoto que odiava violência contra a mulher, desceu da moto e adentrou na mata, ele tentava correr na mesma velocidade que a "coisa" e a garota corria, um objeto caiu das mãos da garota, um colar, o colar era lindo, era uma Estrela, só que com uma só metade, o garoto achou estranho, já que ele também usava um colar de estrela, também sem a outra metade, ele resolveu testar as duas partes pra ver se encaixam uma na outra, mas no momento que jungkook fez isso a pedra brilhou como se tivessem acendido uma lanterna bastante forte e perto de seu rosto, com um certo medo ele se afastou do colar, ficou tonto e desmaiou.

Jungkook on*

- Ai... Onde eu tô? Como eu vim para aqui? ( se pergunta sem entender ) 

- Que lugar é esse? ( Olha ao redor )

Eu tava num lugar diferente de antes, eu estava mais pra dentro da floresta, só que dessa vez, tava mais escuro e mais nublado (foto da capa).

- Como eu vou voltar agora? DROGA a moto do meu irmão, devem ter roubado, o que meus pais vão falar dessa vez? Estou perdido.

Eu olhoei pro chão e vi meu colar, mas sem a metade que eu achei, peguei em minhas mãos e boto no pescoço, com o intuito de tentar saí dali, começo a andar para a direção Sul, quanto mais eu andava mais longe da cidade eu saía. 

- Pera... Meu celular.

Eu vi no meu celular, várias e várias  e mensagens de seus pais, com certeza quando ele chegar em casa, iria tomar uma bela bronca dos dois, com um certo medo do iriam falar ele ligou para o pai.

Telefone on*

Pai: Filho? Onde você tá? Você tá bem?

- Relaxa pai, eu tô bem, mais eu não sei onde eu tô, eu tô numa floresta escura.

Pai: JEON JUNGKOOK, QUEM TE DEU PERMIÇÃO DE VOCÊ SAIR ?

-Pai, acho que não é hora pra sermão não acha?

Pai: Quantas vezes eu e sua mãe ordenamos de você não saí com a moto do seu irmão? QUER MORRER GAROTO?

- Pai chega, tenta rastrear meu celular, realmente esse lugar é deserto.

Pai: Certo vou tentar, mas quando você chegar vai ficar de castigo.

-Menos pai, menos eu já tenho 19 anos, pelo amor de Deus.

Telefone off*

- Por que eles sempre fazem isso? Eu não tenho mais 15 anos, eu já sou maior de idade, já devia ter saído de casa a muito tempo. ( Reclamo quase gritando )


Com o tempo, a polícia encontrou jungkook, o levaram para casa em segurança, na visão do carro, jungkook via que seus pais o esperavam em frente casa, com uma cara nada bonita, já sabia que iria levar bronca apenas por saí de casa, ele pensava " quando eles vão enxerga que eu já cresci? ".

- Oi pai, oi mãe. 

- Que bom filho que você tá bem, fiquei tão preocupada. ( Me abraça forte )

- Mãe calma, eu só saí pra dar uma volta. ( Tento acalma-la )

- Que nós te obrigamos a não fazer não é? ( Meu pai me repreende )

- Pai por favor, vocês têm que entender que eu já cresci, eu já tenho 19 anos, não tenho idade pra ficar trancado, eu tenho direito de saí.

- Jungkook, entre agora, depois conversamos. ( Minha mãe me ordena )


E agora? ...




Notas Finais


O que vai acontecer entre os pais e ele?
Será que ele brigar com os pais?

Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...