História A New Love is Born - Castiel - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Viktor Chavalier, Violette
Tags Ambre, Amor, Amor Doce, Amor Doce Castiel, Castiel, Hentai, Iris, Mistério, Nathaniel, Romance
Visualizações 844
Palavras 1.570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction A New Love is Born - Castiel - Capítulo 4 - Capítulo 3

Saí correndo pelo corredor em busca da sala B, até que eu esbarro com alguém no caminho...

- Ai garota, você não olha por onde anda não? - falou um garoto de cabelos vermelhos, usando uma jaqueta preta, igual à calça e uma blusa vermelha.

- M-me desculpe...

- Desculpas? Desculpas não vai arrumar o que você fez docinho. - sorriu maléfico.

Me levantei rapidamente e sai correndo à minha procura da sala de aula B. Quando ouço um grito do garoto.

- Ei! Sua sala é aqui tábua. - falou e deu uma risada.

Instantaneamente eu corei e voltei para onde eu havia batido com o garoto. Arrumei minha mochila nas costas e bati na porta.

- Você denovo Castiel, já não basta o tanto de advertência que você tem. Agora quer mais uma? - perguntou o professor furioso. - Ora, se você não é a aluna nova, entre e se apresente-se para a sala.

Fiz o que o professor pediu, me posicionei diante a sala e comecei a falar.

- Oi... Meu nome é Sarah, Sarah Williams, tenho 16 anos e vou cursar o 1° ano do ensino médio com vocês. - enquanto eu falava lá na frente, pude observar algumas pessoas que haviam ali. Todas aquelas pessoas que me apresentaram para mim estava lá. Guiei meu olhar para o lado direito da sala e pude ver aquelas três meninas que me olharam feio. Novamente, guiei meu olhar para o fundo, e pude ver um garoto de cabelos pretos jogando em seu PSP. Provavelmente um gamer de plantão. Havia o Castiel, se eu bem me lembro o seu nome, e ao seu lado, um garoto de cabelos verdes, com um ar misterioso. 

- Bom, Sarah, pode se sentar alí. - apontou para uma mesa vaga na frente de Castiel.

- O-ok. - fui até a mesa sem falar com ninguém mais. 

Peguei em minha mochila, meu caderno, meu estojo. Peguei dentro do estojo uma caneta azul, meu lápis e uma caneta preta.

- Nathaniel, você irá passar toda a matéria que nós aprendemos até agora para a Sarah. Ok?

- Sim professor. - olhou para mim.- será um prazer.

O menino de cabelos vermelhos, bufou de raiva e revirou os olhos. Já uma garota loira, olhou para mim com ódio. Eu já esperava isto, todos me odeiam.

Foquei na explicação do professor e em seus exemplos citados na lousa, enquanto Castiel batucava na mesa com meus lápis e caneta, o que me tirava a concentração.

- Castiel, pode por favor parar com esse barulho, não consigo me focar no professor. - Sussurro para o ser atrás de mim.

- Olha, a novata sabe meu nome. Tudo bem minha bela tábua. - falou com ironia.

Voltei a minha atenção ao professor que estava lá na frente, lendo um texto no livro que eu ainda não tinha.

Passou uma loucura pela minha cabeça, de pedir para Castielz se eu podia ler junto a ele. Claro era uma "missão" arriscada, mas quem não arrisca não petisca não é mesmo.

- Castiel, posso ler o texto junto à você? - perguntei receosa.

-Olha a tábua. Eu já sabia que você não iria se resistir a mim, aliás eu sou o cara mais gostoso dessa escola. - falou se gabando.

- Não é nada disto. Eu só quero ler o texto. Se não quiser ler comigo, pode falar, boboca.

- Calma, calma, venha sente-se ao meu lado. - Castiel deu um espaço em sua cadeira para que eu me sentasse. Lógico, eu não iria ficar a vontade, mas eu não ligo, eu só quero aprender.

Levantei-me de meu lugar e me sentei no parqueno espaço que havia na cadeira de Castiel.

- Se quiser, pode se sentar no meu colo. - deu risadas maliciosas.

- Não obrigada, estou bem assim. - falei curta e grossa, acabando com a alegria de Castiel.

- Nossa grossa. - se fez de dramático.

- Cala a boca. - voltei minha atenção ao texto que o professor estava lendo.

Senti um braço envolvendo meus ombros por trás e vi que Castiel estava... Exitado? Como? 

- Desliga esse farol ai. - dei risada e apontei para o seu membro ereto, coberto pela sua calça e cueca, provavelmente.

- Não dá, você me paga por isso. - falou bravo e eu fiquei calada na hora e fiquei olhando para o nada lá na frente.

Na hora do intervalo...

Na hora que o sinal tocou. Levantei-me de minha cadeira e peguei o dinheiro que havia sobrado. Peguei ele e fui para o provável refeitório.

Até que sinto um braço, novamente envolvendo meu pescoço. Era Castiel.

- O que você quer? - perguntei.

- Nossa, só queria passar o intervalo com a minha amiga. - amiga, eu sou amiga dele?

- Por acaso eu sou sua amiga agora?

- Claro, afinal, você é a única que me dá atenção aqui. Bom tirando o Lysandre e a Íris.- falou pensando.

- Bom então vamos, só que tire essa não daqui. - Tirei seu braço de cima de meus ombros e caminhei ao seu lado até o refeitório.

Quando chegamos,  fui até uma loja que pelo que Castiel me disse, vende pizza, torta e mais algumas outras coisas.

Acabei comprando uma mini pizza para Castiel, dois refrigerantes e um pedaço de torta de morango. Paguei tudo e nos sentamos em uma mesa, onde o mesmo garoto de cabelos verdes estava sentado.

- Tábua esse é o Lysandre, Lysandre essa é a tábua, quer dizer a Sarah.

- Seja bem-vinda a nossa escola. - ele se levantou e beijou minha mão esquerda.

- Gentileza a sua. - corei.

- Para de melação vocês ai, vamos comer.

Me sentei em uma das cadeiras, do lado de Lysandre e de frente para o Castiel. Abri o pote de plástico transparente que envolvia a torta e comecei a comer, enquanto conversava com Lysandre e Castiel.

Pelo que eu entendi, Castiel, Lysandre e Íris tem uma banda. Castiel toca guitarra, Íris baixo e Lysandre canta.

- Posso ver um dos ensaios de vocês? - perguntei.

- Claro que pode! - disse Lysandre.

- Claro que não! Ela vai atrapalhar tudo. - disse Castiel.

- Não vou não. 

- Esquece ele Sarah, é claro que você pode, e será bem vinda, não é Castiel? - olhou para Castiel.

- É claro, amiguinha. - falou com ironia.

Terminamos de comer e fomos para o, se eu não me engano, porão da escola. Saímos do refeitório e fomos até o fim do corredor, onde tem uma escada para o segundo andar. Castiel abriu uma porta debaixo desta escada e nos entramos.

Era um lugar vazio, só havia poeira lá em baixo.

- Aqui é o meu lugar favorito de ficar. - Falou Castiel.

- A gente ensaia aqui as vezes, ou na casa do Castiel. Tipo, hoje nós vamos ensaiar na casa do Castiel. - explicou Lysandre.

Eu na casa do Castiel? Acho que não.

- Na casa do Castiel? - perguntei.

- Sim, na minha casa, por que? - perguntou.

- Por nada, que horas a gente vai? - respondi.

- Depois da escola, tudo bem pra você? - perguntou Lysandre.

- Eu tenho que avisar meu pai antes, se quiserem pode me acompanhar. - propus.

- Ok, então. - falou Castiel sem ânimo.

Ficamos o resto do intervalo todo no porão, conversando mais um pouco. Castiel não parecia um cara chato, ele era até legal, quendo não tem malícia no meio. Já Lysandre, ele era totalmente ao contrário disto, ele era cavalheiro, atencioso, mistérioso e meigo.

O sinal tocou sinalizando a penúltima aula do dia, nós nos levantamos do chão, já que estávamos sentados nele e caminhamos ate a sala.

- Agora é aula de que Lysandre? - perguntou Castiel.

- De química, com a professora Delanay. - falou Lysandre.

Andamos até a sala, abrimos a porta e pegamos nossas mochilas. Saímos da sala e fomos direto para a escadaria. Subimos todos os degraus e entramos numa sala, um laboratório.

Todos os alunos estavam sentados em duplas e eu estava sozinha, provavelmente.

- Bom alunos, temos uma aluna nova conosco. Apresente-se já! - exclamou.

- Meu nome é Sarah Williams, tenho 16 anos e vou fazer o 1°ano do ensino médio com vocês. - falei rápido. 

- Bom Sarah, não tem um parc...- um garoto de cabelos pretos e olhos azuis, entrou na sala interrompendo a fala da professora. - Bom parece que já achamos não é Armin?

- Desculpa professora. - falou ofegante.

- Toda vez é isso, vamos você será parceiro da, Sarah. Sente-se e não atrapalhe minha aula.

Eu e o Armin, nós sentamos em uma mesa no fundo, ao lado de Lysandre e Castiel e Rosalya e Alexy.

Coloquei minha bolsa ao lado de minha mesa e fiquei assistindo a aula com atenção.

No final das aulas...

Quando acabou as aulas, peguei minha mochila e sai da sala de laboratório, já que foram duas aulas de química. Castiel e Lysandre me acompanharam até a saída da escola.

Quando chegamos no portão, uma garota de cabelos loiros me empurrou no chão e subiu encima de mim, me dando vários socos e arranhões por todo o rosto.

- Sua vadia, se pensa que vai roubar o Castiel de mim, ESTÁ MUITO ENGANADA!! - gritou.

Vários alunos se juntaram para ver o que estava acontecendo. A garota loira não parava de me bater, tudo estava ficando embasado e suas mãos estavam com um pouco de sangue.

- SAI DE CIMA DELA AMBRE. - Gritou uma voz masculina.

- M-mas ela quer te roubar de mim. - se fez de vítima.

- QUANDO VOCÊ VAI APRENDER DE QUÊ EU NÃO GOSTO DE VOCÊ, EU NÃO SINTO NADA POR VOCÊ, EU SÓ SINTO NOJO DE VOCÊ, VAZA DAQUI! - Gritou Castiel a tirando de cima de mim e me pegando no colo.

(Continua...)


    


Notas Finais


Bom pessoas, esperam que tenham gostado!
Vejo vocês no próximo capítulo.
Fiquem com Deus e até mais!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...