1. Spirit Fanfics >
  2. Um amor no tempo passado >
  3. Capítulo 2 - Ilha Paradis

História Um amor no tempo passado - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2 - Ilha Paradis


Fanfic / Fanfiction Um amor no tempo passado - Capítulo 2 - Capítulo 2 - Ilha Paradis

17 de fevereiro - 848//12 de janeiro -2021

Não faço ideia de quanto tempo se passou desdê que segurei a mão do anjo... Eu abro meus olhos lentamente e logo me deparo com o céu limpo e azul, o sol quente sobre minha pele e os passaros voando juntos passando sobre minha visão, eu sinto a grama tocar meu corpo atráves da roupas e quando estava prestes a abrir meu braços para sentir melhor o vento sobre minha pele, eu bato minha mão em minha mochila. Eu me sento na grama e puxo minha mochila para perto de mim, a colocando sobre minhas pernas cruzadas, eu a abro e logo me deparo com meus 6 potes de lámen instantâneo dentro da mesma, eu dou um longo suspiro aliviada mas logo olho confusa para a mochila novamente... Eu vejo meu celular ligado dentro da mesma, eu o pego e olho atentamente para a tela

Tem sinal... São 10:34 da manhã -Fala Victoria olhando atentamente a tela de seu celular enquanto morde seu lábio inferior

Alias... Que dia é hoje! -Termina Vitória arrumando sua postura e se concentrando no celular

Eu abro o calendário do meu celular e logo vejo que hoje é dia 17 de fevereiro, do ano de... 848

Oque caralhos... como, por que 848... -Se pergunta Victoria soltando seu celular dentro de sua mochila novamente

Eu fecho minha mochila e logo me levanto desesperadamente, minha calça, casaco, cabelo e coturno estão cobertos de grama e terra, apenas meu cropped continuava limpo e intacto. Eu estava prestes a começar a andar até ouvir um barulho alto a minha frente, eu olho para o céu e logo me deparo com um sinalizador verde

Sinalizadores nesse ano... -Fala Victoria completamente confusa

Eu logo coloco minha mochila em minhas costas e começo a correr em direção onde o sinalizador havia sido solto. Ao longo do caminho eu não vejo sinal de vida, apenas... Sangue fresco sobre a grama, oque me deixava com medo me fazendo correr mais rápido. Eu continuo correndo até finalmente ver algo, eu vejo cinco pessoas com cavalos correndo a uma longa distância. Eu estava prestes a gritar o mais alto que eu conseguisse, até me deparar com algo saindo da floresta ao lado, parecia um gigante, completamente pelado e deformado, o mesmo não havia orgãos sexuais e pelo visto não falava, ele para e se encosta em uma arvore enquanto me olha atentamente, eu continuo correndo porem sem tirar os olhos do mesmo. No momento em que eu ia gritar, o mesmo começa a correr estranhamente até mim... Eu acabei de chegar nesse mundo, não posso morrer agora!

SOCORRO -Grita Victoria em plenos pulmões enquanto continua a correr desesperadamente

3 segundos após eu gritar, logo me deparo com alguem voando até o gigante com espadas em mãos, a pessoa gira no ar e logo corta a parte de trás do pescoço do mesmo. O gigante cai morto na minha frente e eu logo me deparo com um garoto com os cabelos pretos e divido ao meio, ele tinha uma cara brava e passava um ar sério enquanto me olhava atentamente... O impacto da morte repentina do gigante junto do medo de morrer novamente logo me consumem e eu desmaio antes mesmo que a garoto pudesse falar algo.

Não sei quanto tempo se passou desdê que eu desmaiei porem logo que acordo percebo que estou deitada em um quarto espaçoso, a luz do entardecer ilumina o quarto enquanto em me levanto da cama com uma grande dor de cabeça, minha mochila estava no chão ao lado de uma escrivaninha do outro lado do quarto. Eu estava prestes a ir pega-la mas logo meus pulsos são puxados para trás, eu os olho e percebo que estava aprisionada a cama, algumas correntes estavam amarradas a meus pulsos e a cama me prendendo ali

Eu não posso nem pegar minha mochila... Será que meu celular está com defeito, são tantas coisas estranhas para estarem em 848... -Fala Victoria sentando na cama enquanto se questiona

Eu estava tão destraida em meu pensamenntos que acabo por não perceber a entrada de algumas pessoas ao quarto

Oe, por acaso você dorme sentada? -Pergunta um garoto nervoso a olhando

Uhm? AH, VOCÊ FOI O GAROTO QUE ME SALVOU ANTES. Me sinto ridícula por ser salva de um gigante por uma criança -Fala Victoria sorrindo carinhosamente para o garoto

Ela te chamou de criança... -Fala a moça ao lado do garoto segurando a risada enquanto cobre a boca com as costas de sua mão

Sua estranha... Eu tenho 31 anos, não me trate como uma criança por causa da minha altura, devia ter te deixado ser comida por aquele titã -Fala o homem a olhando furioso e logo lançando um olhar mortal a mulher ao seu lado

Levi se acalme... Bem... Me desculpe por você estar aprisionada a está cama, porem não sabemos quem você é ou oque quer, você tem roupas estranhas que nós nunca vimos e... Na sua mochila a alguns itens extremamente duvidosos -Fala a mulher cautelosamente enquanto olha para Victoria com um sorriso simples no rosto

Me desculpem mas... Quais são seus nomes? -Pergunta Victoria confusa com toda a situação

Eu sou a comandante Hange Zoe, este é o capitão Levi Ackerman -Fala Hange apontando para Levi

Apenas "Capitão Levi" estava bom, e não de nossos nomes a estranhos assim -Fala Levi mais calmo

Prazer em conhece-los, me chamo Victoria Narumi -Fala Victoria com um sorriso simples

Senhorita Victoria Narumi, de onde você veio? -Pergunta Hange se sentando na cadeira que estava próxima a escrivaninha

Eu vim do ano de 2021... Moro na cidade de Nara em Kyoto -Fala Victória séria

Tch, quanta mentira, o ano de 2021 provavelmente não existira se os titãs continuarem a existir -Fala Levi voltando a ficar nervoso e abaixanso sua cabeça

Desculpa, oque seriam esses titãs que você falam? -Pergunta Victoria completamente confusa

Um dos monstros que tentou te matar hoje de manhã... Aquilo é um titã -Fala Hange já convencida

Um titã... Por que ele tentou me atacar, eu fiz algo de errado? -Pergunta Victoria preocupada olhando de Hange a Levi com um olhar triste

A comandante Hange e o capitão Levi se olham por alguns minutos e logo o moreno está me soltando, eu os olho completamente confusa e perdida com tudo que está acontecendo. Enquanto eu ainda estou sentada na cama, a comandante Hange se levanta e se abaixa na minha frente, fazendo com que nossos rostos fiquem alinhados um com o outro a alguns metros de distância

Será um prazer tê-la conosco e te ensinar tudo sobre os titãs, Victoria! -Fala Hange sorrindo para a garota

a comandante Hange me dá um grande sorriso que apenas pela a aparencia pode se dizer que é um sorriso alegre e reconfortante, mas se olharmos profundamente, tudo que podemos ver é surpresa e tristeza estampados em seu rosto, a questão é... Por qual motivo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...