História Um Amor Para Recordar - 2 Temporada - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Aria Montgomery
Visualizações 2
Palavras 2.612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Carousel (último capítulo)


- Você tem que ir comigo Aria!- disse Lua pela milionésima vez nessa semana.
- Está bem! Eu me rendo- digo levantando meus braços em forma de rendição. 
- Uhul!- ela começa a comemorar. Rio da mesma. Lua me abraça. Já se passaram duas semanas após a cerimônia de enterro de Ezra. Como eu me sinto? Um pouco melhor, acho.
- Mas com que roupa iremos?- pergunto.
- Então, como é um baile de máscaras a fantasia, eu pensei em uma costureira que conheci a dois anos atrás. Mas ela é ótima! Assim a mesma poderia fazer um modelo único para mim e para você.
- Pode ser. Mas você já pensou no que quer ir?
- Sim, eu irei de sereia. Mas aquelas sereias deslumbrantes.
- Você fala como se eu já tivesse visto uma- Luana riu. Ah sim, nós no tornamos grandes amigas.
- Chata. E você? Já sabe com que fantasia irá?
- Estou entre Julieta e Cisne negro- nos deitamos em minha cama.
- Vai de cisne. Aposto que você vai ficar misteriosa e sexy- coro. Na maioria das vezes Lua me dá elogios desse tipo como " Você fica muito gostosa com esse short de dormir curto" ou quando troquei de roupa na frente dela " Agora eu sei o por quê Ezra era sortudo de poder te levar para cama quando quisesse", mas ela sempre diz essas coisas no começo séria e no final solta uma risadinha. Eu fico confusa já Mike... " Eu acho que essa Fanta laranja é Fanta uva" disse ele quando escutou um dos "elogios" de Luana assim quando a mesma estava indo embora de minha casa. 
- Obrigada- falo depois de muito tempo.
- Só estou dizendo a verdade. Quer dizer, eu nunca minto para você- agora a teoria do Mike foi comprovada. Lua se aproxima de mim, a mesma toca suavemente seus dedos em meus lábios e fecho os olhos. Não sei o que eu fiz para dar a enter que eu queria algo a mais com ela, mas resolvi deixar rolar. Não quero decepcioná-lá, e se as coisas saírem do meu controle eu conversarei com Lua. Uma de suas mãos vai para meu pescoço. Nos aproximamos mais até que nossos lábios estavam se tocando. Foi um beijo calmo, não tínhamos pressa de nada. Aos poucos o beijo foi ficando mais quente. Lua fica por cima de mim, suas mãos vão para debaixo de mim parando no fecho do meu sutiã. Eu sabia o que estava por vir, mas eu não conseguia parar! Alguém limpa a garganta 
- Atrapalho?- fala Emily. Luana volta para meu lado e eu abaixo minha blusa. Legal.
- Er... Não... Não Em, você não está atrapalhando- digo nervosa. Legal duplo- Lua, será que você pode ligar para a costureira que você disse, para marcar um horário?
- Claro- Luana sai e Emily me fuzila com os olhos. Legal triplo.
- Que foi Emily?- pergunto fingindo não saber o motivo de sua raiva. Puggi aparece de repente pedindo para subir. O pego e fico fazendo carinho, só que tampei seus ouvidos já sabendo a briga que estaria por vir.
- Que foi? Você ainda me pergunta? Aria, você perdeu a cabeça ou o que? Você acabou de beijar uma menina que conheceu a três semanas!
- E o que, que tem? Eu beijei o Ezra no primeiro dia que o conheci- falo indiferente.
- Vocês quase transaram!
- Quase.
- Porque eu cheguei a tempo!- levanto-me.
- E se eu tiver me interessando por ela? Só você pode namorar pessoas do mesmo sexo?- é claro que eu não estou gostando da Lua, meu coração ainda pertence ao Ezra, mas a atitude da Emily me deixou com raiva.
- Porque se eu soubesse que você era capaz de um dia virar lésbica, eu teria admitido antes que gostava de você!- meu coração pareceu parar. Emily tampou a boca assim que percebeu o que tinha dito. Emily... Gostava de mim?
- O que você disse?- falei depois de um tempo tentando digerir suas palavras. 
- Nada. Esquece 
- Como assim Emily? Você diz que gostava de mim e depois manda eu esquecer?
- Isso mesmo gostava. Quando me separei da Maya novos sentimentos por você surgiram em mim. Mais tarde descobri que era amor. Mas é claro que você nunca ia gostar de mim. Então passei a andar com o Mike e esqueci esse sentimento por você. Afinal você heterossexual e eu era lésbica- ela explicou- Quer dizer, agora não sei mais o que você é.- ficamos nos encarando por um tempo. Esse silêncio todo já estava me matando. Ponho minha mão no ombro de Emily.
- Em, você poderia ter me dito isso antes, eu iria entender- disse sincera.
- Mesmo?
- Claro! Emily, poxa! Você não me conhece? Sabe que eu nunca tive problema com isso!
- Mas não adiantaria de nada. Você ia continuar sendo apenas minha amiga. Eu sabia o quanto você era apaixonada pelo Ezra. Não queria estragar isso. Foi difícil? Foi. Mas como já diz o ditado: "Se voce ama mesmo, deixe ela ir"- nossos olhos já estavam cheios de lágrimas. Puxo Emily para um abraço.
- Oh, Em. Sinto muito!
- Tudo bem- depois de um tempo nos separamos. Sentamos em minha cama
- Mas em fim- fala Emily limpando as lágrimas- Você e a Luana estão ficando?
- Não. Meu coração ainda pertence a um certo professor de olhos azuis. Conhece?- rimos.
- Com certeza! Aquele Deus grego!- rimos ainda mais. 
- Sabe ainda tenho esperanças de que ele irá voltar- falei depois que paramos de rir.
- A esperança é a última que morre- ficamos em silêncio por um momento, até Lua entrar.
- Olha já marquei o horário. Você vai querer ir também? É amanhã as 10:00- falou Lua para Em.
- Pode ser- respondeu ela ríspida. O clima chato aos poucos foi embora com a nossa conversa animada sobre o baile. Quando eram 20:00 convidei as meninas para dormirem aqui. Todas aceitaram. Antes do jantar fui tomar banho, em seguida Luana e por fim Emily. Ponho uma blusa vermelha de manga com o número 85 em branco e uma calça cinza de dormir já que estava frio. Pego meu celular e desço para o jantar. 
- Hum! Que cheirinho bom!- digo quando sento-me na cadeira. 
- Ella fez macarrão com queijo!- falou Mike como uma criança de 9 anos. Rimos. Minha mãe põe a comida sobe a mesa e esperamos as meninas para nós servimos. Depois de uns minutos as mesmas desceram. Lua se sentou ao meu lado e Emily ao lado de Mike de frente para nós. Mike passou o braço pelo ombro de Emily e começamos a comer. A comida estava deliciosa e a sobremesa mais ainda! Sorvete Napolitano! Nos sentamos no sofá e ligamos a tv. Adivinha que filme nós vimos? Cinquenta tons de cinza!( risos) brincadeira, a gente viu Simplesmente Acontece. Mas só porque minha mãe estava lá, a mesma é liberal com certas coisas mas por exemplo, enquanto eu morar debaixo do teto dela eu não posso levar meninos para o meu quarto, a menos que Ella esteja em casa e a porta tem que está aberta. Então por "N" motivos não colocamos Cinquenta Tons De Cinza. Quando o filme acabou, fizemos um fila para escovar os dentes. Eu fui a terceira e assim que acabei fui para meu quarto. Pegamos um colchão de solteiro e o colocamos no chão. Emily se ofereceu para dormir ali, mas como eu não queria que as coisas saíssem do meu controle disse que eu que deveria dormir ali já que as duas são visita. Deitamos e depois de muito falatório, nos acalmamos e dormimos.
*********
Acordamos as 8:00 e corremos para o banho. Podemos ter 18 anos mas a nossa criancice irá continuar para sempre. Sabe o que fizemos para decidimos quem seria a primeira no banho? 
- Pedra, papel, tesoura!- dissemos em coro. Emily colocou papel, Lua também e eu tesoura, ou seja, eu ganhei. Entrei no banheiro e tomei banho. Agora meus cabelos não precisam mais do Babyliss, pois Carlos( meu cabeleireiro) deu um jeito neles. Saio do banheiro e quem entra é a Luana. Vou para meu quarto e coloco um vestido amarelo rodado com rosas vermelhas desenhadas. Ponho um salto alto vermelho e me maquiei. As meninas terminaram e descemos juntas para o café. Terminamos o mesmo e fomos para a Filadélfia. Entramos na Costureira e uma senhora venho nos atender.
- Bom dia! Eu sou Carla em que posso ajudar?- pergunta
- Bom dia! Sou Luana, falei com você ontem no telefone. 
- Assim, você marcou um horário para as 10:00 não é?
- Isso
- Venham comigo- entramos em uma salinha- Vocês já sabem como vão querer a fantasia?
- Eu quero de sereia- disse Lua. Carla assentiu e começou a desenhar em poucos minutos a mesma terminou.
- O que acha?- o desenho estava incrível! Uma saia longa verde que na ponta formava uma calda, um top de colcha igual o da pequena sereia, um arco de pérolas e uma máscara verde clara brilhante com vários detalhes.
- Eu amei!- falou Lua empolgada.
- E você docinho?- perguntou Carla a mim.
- Eu quero uma fantasia do Cisne negro- Carla começou a desenhar e o meu demorou um pouco mais do que o da Luana. 
- Ficou incrível!- era um vestido rodado vermelho com preto, um salto alto também preto, uma luva grande de couro preta, uma tiara pequena da cor prata e uma máscara igual a da Lua só que preta.
- E eu vou querer da Super Mulher- falou Emily. O desenho ficou bonito com muitos detalhes. Uma saia rodada vermelha de couro falso, uma blusa azul de manga com o símbolo da Super mulher, uma capa vermelha também de couro falso e uma bota azul.
- Suas fantasias estarão prontas na sexta feira, um dia antes do baile de vocês né?- disse Carla.
- Isso. Até sexta- digo.
- Até- saímos da Costuraria e fomos para casa. Ainda temos um fim de semana todo pela frente e uma semana para as férias de verão.
*_*_*_*_*_*_*_*
- Gente já são 20:30! Dá para irem mais rápido com essa maquiagem?- diz Mike irritado com a nossa demora, no sábado à noite- A festa já começou a duas horas!
- Já acabamos senhor apressadinho- falou Emily enquanto descíamos as escadas da minha casa. Em da um beijo em Mike e Ella nos dá carona. Chegamos no salão que foi alugado e a música estava super alta. Nos despedimos de Ella e entramos no salão. Começamos a dançar até o salto começar a matar meus pés. Todos sentamos e Hanna e Spencer aparecem em nossa mesa.
- Meninas precisamos conversar. Agora- falou Spencer para mim e Emily.
- É claro- digo- Já voltamos- fomos para o lado de fora.
- "A" é um homem- falou Hanna.
- Como você pode ter tanta certeza?- pergunto.
- Porque "A" anda me mandando várias mensagens. Como essa daqui- ela me mostrou uma mensagem de "A". " Fique comigo e nada acontecerá com elas" com uma imagem anexada. Era eu, Emily e Spencer na escola. 
- Agora eu entendi porque "A" não manda mais mensagens para mim- falei.
- Pelo menos sabemos que você não pode ter todos os homens do mundo- disse Hanna se referindo a mim e Caleb.
- Hanna! Pelo amor de Deus! Podemos deixar isso no passado? Todas sabemos que vocês também erraram- falei com raiva.
- Tudo bem- suspirou- Trégua?
- Trégua- apertamos as mãos e as outras meninas não entenderam nada. Mas não era necessário elas saberem. Olhamos para o lado e vimos Courtney andando apressadamente vestindo um sobretudo vermelho.
- Não acham estranho?- perguntou Emily.
- Muito- falou Spencer. Começamos a seguir Courtney e minha mão veio a boca quando vi outra loira com um sobretudo vermelho conversando com Courtney em um beco sem saída. E aí eu lembrei de uma mensagem de "A" "Que sorte a sua! Já me disseram que em Rosewood a maioria das pessoas tem um histórico de retorno da morte" "Pense nisso com muito cuidado, um dos milhares de segredos dessa cidade é o mais escandaloso! Mas você não acreditaria se eu contasse então não vou me dar ao trabalho"
- Alison?- chamo. As duas se viraram. Sim, estou vendo duas irmãs gêmeas na minha frente. Ela não morreu, nunca morreu.
- Aria- disse a mesma cabisbaixa.
- Então você estava viva o tempo todo!?- falou Hanna.
- Sim. Mas sempre estive perto de vocês. Eu pedi na maioria das vezes para Courtney trocar de lugar comigo. Eu precisava matar a saudade.
- Era você no primeiro dia de aula?
- Sim. Também era eu em Poconos- falou.
- Oh, Meu Deus! Porque você não contou para a gente?- pergunto.
- Porque não era seguro. Aliás só será seguro quando vocês souberem quem é "A". Ele ou ela me quer morta. Vocês não deveriam estar aqui. Não é seguro.
- Isso não pode ser real- falou Emily se apoiando em mim. A mesma está quase desmaiando.
- Emily!- Alison corre para abraçá-lá- De todos, você foi a mais difícil de deixar para trás- elas ficam em um abraço apertado( N/A: #TeamEmison!) E depois Ali, vem abraçar a todas. 
- Ali, você pode ficar tranquila que antes do amanhecer "A" será desmascarado- falei.
- Você não entende. Eu tenho até 1:00! Se não Game Over- disse triste. 
- Então antes das 1:00- falei confiante.
********
Bolamos um plano. Entramos no salão e o mesmo foi colocado em pratica. Quando eram 00:30 meu celular apita. Nova mensagem. Clico em ler.
Tenho uma surpresa pra você! Vá até a sala dos funcionários. A porta está aberta. Kisses
-A
O que será? Odeio surpresas! Mas resolvi ir. Pego em cima da mesa de alimentos uma faca e segui reto pelo corredor. Abri a porta devagar com medo do que estava por vir. A sala estava escura fechei a porta.
- Tem alguém aqui!?- pergunto. A luz é acesa e minhas pernas ficaram bambas. A faca caiu da minha mão. 
- Você veio- sua voz é irreconhecível. Como eu senti saudade! 
- Ezra!- ele se vira, o mesmo vestia seu terno do dia do seu "enterro" e uma máscara dourada, nós dois estávamos chorando de felicidade. Corro para abraçá-lo- Por favor se isso for um sonho, não me acorde.
- Não é um sonho minha gnoma. Eu estou aqui e não irei te deixar nunca mais- minha maquiagem já deve ter ido por água abaixo e seu terno deve estar todo manchado. 
- Oh Ezra!- seguro seu rosto e o beijo- Por que você se foi?
- Em outro momento eu te conto. Agora temos que salvar sua amiga Alison.
- Como você sabe?
- Há tantas coisas que você não sabe- disse triste- Vamos- ele me puxou pelo braço e fomos à procura das meninas. Todas( inclusive Alison e Courtney, as pessoas a olhavam assustadas) estavam reunidas perto na fonte de chocolate.
- Ezra?!- fala Emily.
- Em!- eles se abraçam e choram. Os dois têm um carinho especial. Caleb e Toby olharam confusos mas resolveram não perguntar.
- Ezra- comprimentou Alison.
- Ali- disse Ezra. Alison de repente cai no colo de Hanna.
- Não temos mais tempo, Aria!- disse Hanna segurando Alison que estava prestes a desmaiar- Pergunte-o!- Viro-me para Ezra.
- Ezra, você ouviu, não temos mais tempo. Preciso saber de uma coisa. Quem é "A"?- ele pensa um pouco antes de responder e em seguida toma minhas mãos.
- "A" é...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...