História Um Amor Para Recordar - 2 Temporada - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Aria Montgomery
Visualizações 4
Palavras 1.711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Tanta confusão só por causa de uma loira


Fanfic / Fanfiction Um Amor Para Recordar - 2 Temporada - Capítulo 9 - Tanta confusão só por causa de uma loira

Hoje é o primeiro dia de aula no terceiro ano do ensino médio. Estou tão nervosa e ansiosa ao mesmo tempo! Não sei ainda qual faculdade eu quero cursar e muito menos a profissão. Antes era professora de literatura mas sei lá. Levanto-me de minha cama e vou para o banho. É impressionante como no primeiro dia de aula você quer acordar cedo( mais cedo do que o normal), ir perfeita para a escola e etc. Termino o banho e Mike ainda não tinha acordado. Ponho uma blusa solta preta que vai até o meu umbigo de meia manga, uma calça jeans e um All-Star  também preto. Passo uma maquiagem de leve e penteio meu cabelo fazendo um coque com algumas mechas soltas. Pego minha mochila e vou até o quarto de Mike mas ele não está lá. Onde esse menino se meteu as seis da manhã? Desço e Emily e Mike estão conversando baixo mas não tão baixo. Eles estavam abraçados. Parecem tão felizes juntos. Pego um pote de porcelana branco e meus cereais. Sento- me e ponho o leite.
- Oi Elfa!- diz Emily.
- Nossa achei que nunca iria reparar em mim.
- Eu te vi desde que você desceu sua boba. O que foi está com ciúmes?
- Falando a verdade... Sim, estou morrendo de ciúmes. Vai ser duro ter que dividir minha melhor amiga com esse idiota- digo brincando.
- Olha só quem fala...- meu irmão diz. Emily ri.
- Ai vocês dois! Aria você acha que foi fácil dividir você com o Ezra? Tipo você não saia de perto dele a maior parte do seu tempo era dedicada a ele. E agora vem outro para me atrapalhar de novo!- fala Emily bufando e eu ri.
- Te adoro amiga!- pego sua mão e a aperto.
- Pronto já podem casar- fala meu irmão. 
- Xiu! Fica na tua- digo- Deixa eu e a minha mulher em paz- todos nós rimos.
- Ok então vamos marido?- pergunta Emily levantando-se, ainda rindo. 
- Vamos- passo o braço por debaixo do seu e fomos andando assim até o meu carro. Chegando na escola Mike se despede de Emily com um beijo em sua boca e todos começam a comentar. O bando de xereta! Pegamos nossos materiais e fomos para a nossa sala. Hoje o primeiro tempo de aula será biologia. Eu simplesmente amo essa matéria! Nos sentando nas cadeiras do meio e ficamos conversando até um professor alto, moreno, com cabelos loiros, forte, com olhos castanhos bem claros e com uma aparência de uns 26 anos de idade entra na sala.
- Bom dia turma! Eu sou o novo professor de biologia de vocês. Me chamo Carlos e tenho vinte e seis anos- na mosca!
- Professor- Noel levanta a mão e Carlos o permiti falar- Acho melhor você ter cuidado com a Aria porque ela adora homens mais velhos ainda mais os professores- eu não acredito que esse garoto falou isso! Noel não tinha apontado para mim pelo menos isso. Dou um sorriso para ele e cubro minha mão para que o professor não possa ver eu dando dedo dedo do meio.
- Qual é o seu nome?
- Noel Kahn 
- Então Noel Kahn, se não for para falar coisas agradáveis eu sugiro que você permaneça calado- Toma seu babaca!- Bom antes de tudo queria saber o nome de cada um de vocês- todos se apresentam até que chega a minha vez.
- Aria- digo meio sem graça devido ao ocorrido- Aria Montgomery.
- Lindo nome e diferente também.
- Sim meus pais nunca são normais- rio e ele também. Os alunos continuam se apresentado mas ainda podia sentir seu olhar sobre mim. Assim que ele se vira para escrever na lousa o diretor Appleton entra.
- Com licença professor é que...- ele fala algo para Carlos mas não consigo ouvir de tão baixa que estava à sua voz. 
- Ah sim ok. Pode mandá-la entrar- o diretor sai e depois de uns dois minutos uma menina com um capuz preto entra.
- Gente essa daqui é a aluna nova. Como você se chama mesmo?
- Courtney- aquela voz... Era igual a da Alison! Mas não pode ser! Ali está morta!- Courtney Dilaurentis- Espera aí, Dilaurentis? A menina levanta seu rosto e eu quase tenho um treco. Aquela boca rosada, aqueles cabelos loiros ondulados, aquele rosto em formato de coração, aquele olhos azuis, aquele olhar confiante de "Eu sei todos os seus segredos e irei contá-los"...
- Ali?- eu e Emily falamos juntas. A menina nos olha e sorri.
- Vocês conheciam a minha irmã?- pergunta ela
- Irmã? Alison não tinha uma irmã- digo.
- Bem eu fiquei escondida por muitos anos. Sabe tive umas pequenas "complicações" e nossos pais pediram para ela não contar a ninguém nem mesmo as suas melhores amigas.
- Hum... Srta. Dilaurentis você poderá responder a todas as perguntas que virem depois pois eu tenho uma aula para dar. Você pode se sentar bem...- por favor do meu lado não- ali do lado da Srta. Montgomery- droga!
- Ok- ela diz meio tímida. Courtney se direciona a sua cadeira e arruma tudo em seu devido lugar. A aula começa e os murmúrios sobre a irmã de Ali, também começam. Olho para Emily que não tirava os olhos de Courtney. Essa não! Emily foi apaixona por Ali e se ela sentir atração por sua irmã? O que aconteceria com ela e Mike? Meu irmão não pode sofrer mais do que já sofreu. Depois de mais alguns tempos a hora do almoço chegou. Saio da sala com Emily e no corredor nós encontramos Caleb. Fomos até o refeitório e pegamos o nosso lanche. Nos sentamos e Mike vem em nossa direção ate Courtney aparecer. Mike toma um susto e deixa a bandeja dele cair.
- Opa!- diz Courtney- Quer ajuda?
- N-Não precisa- ele fala recolhendo o que ainda dava para comer- Mas desculpa eu estou ficando maluco ou você é a Alison?
- Não, você não está ficando maluco e não, eu não sou a Ali. Sou a irmã dela- ela solda uma pequena risada, igual a de Ali- Courtney- eles se cumprimentam.
- Mike.
- Eu sei. 
- Como?
- Mesmo estando presa naquele inferno a Alison me contou sobre você. Na verdade sobre todos vocês- ela diz se virando e apontando para nós. Os dois vem em nossa direção e se sentam- Eu só não me lembro de você...- Courtney fala se referindo a Caleb.
- É e nem tem como. Eu sou novo aqui. Cheguei bem depois do desaparecimento de sua irmã.
- Ah sim- ela diz meio triste.
- Você disse "mesmo estando presa naquele inferno". Do que você estava falando?- pergunta Emily.
- Bem meus pais achavam que eu era maluca e ai me internaram no Preserve e depois me transferiram para o Redley. Agora depois de três anos internada a toa, os médicos finalmente me liberaram. Como lá tinha escola o diretor Appleton deixou eu ficar no terceiro ano que é o meu devido lugar.
- Por que seus pais acharam que você estava maluca?- pergunta Caleb.
- Bem, Alison nunca gostou de ter uma irmã gêmea então ela pediu aos nossos pais nos colocarem em colégios diferentes e como Alison era a queridinha deles os dois concordaram. Então meu pai e minha mãe acharam melhor me "esconder" em um colégio na Filadélfia, ou seja, só quem era de lá me conhecia, e só quem era daqui conhecia a Alison. No dia do desaparecimento da Ali eu tinha acabado de brigar com ela antes de vocês chegarem- ela fala se referindo a eu e a Emily- Ai ela saiu com vocês, eu fui para o meu quarto e fiquei observando o que faziam. Eu sabia que a noite teria uma festa do pijama e como eu nunca tinha ido a uma, resolvi contar tudo a vocês ficando cara a cara com a minha irmã, afinal vocês todas eram melhores amigas dela e mereciam saber disso. Só que assim que eu sai, escutei uma briga vindo do celeiro entre Spencer e Alison. Ali saiu do celeiro sem me ver e foi andando para a floresta e depois Spencer foi atrás. Quando ela voltou sem a minha irmã eu resolvi ir até a floresta e ali a vi beijando um cara mais velho, mas não tão velho. Então eu sai de lá e voltei para casa. Subi e de manhã meus pais me acordaram falando que eu tinha matado a minha própria irmã. Ok, nós tínhamos nossas brigas mas eu nunca faria isso! Ai eles me levaram para o Preserve e eu fiquei lá sem entender nada. Só fui saber o que houve realmente com a Alison quando minha companheira de quarto me mostrou uma reportagem em uma revista falando sobre o corpo encontrado.
- Meu Deus! Como os pais de vocês poderiam achar uma coisa dessas?- fala Emily espantada.
- Pois é. Se fosse eu que tivesse ido parar naquele buraco, meus pais não achariam que foi Alison a assassina- eu estava quieta. Não falava nada. Além de ainda estar muito surpresa, a minha mente ainda está tentando organizar todas as repostas das quais eu tanto queria no passado.
- Courtney, você alguma vez já trocou de lugar com a Alison?- digo me lembrando de uma vez em que estávamos em Poconos e a Ali não lembrava muito bem nossos nomes. No começo achamos que era uma brincadeira dela mas ela continuou muito estranha ao longo do dia.
- Uma vez. Acho que você não  vai lembrar...
- Foi a vez que fomos a Poconos- dizemos juntas e rimos.
- Aquele dia foi bem estranho, porque tipo eu esqueci o nomes de vocês e ficava trocando.
- Verdade- digo.
- Você e Noel ficaram juntos?
- Não- explico tudo a ela menos a parte do Ezra porque eu mal a conheço.
- Então, desculpa te fazer me explicar isso- ela diz tocando a minha mão. 
- Tudo bem. Acho que superei um pouco- depois de mais alguns minutos o sinal bate e todos vamos para a sala. Agora é aula de literatura com a minha mãe. Sento-me e não acredito em quem está na minha frente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...