História Um amor quase impossível - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Bts, Drama, Romance
Visualizações 35
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá.... Mais!!!
Espero q gostem😊

Capítulo 21 - O Casamento


Fanfic / Fanfiction Um amor quase impossível - Capítulo 21 - O Casamento

Eu não estou acreditando... Hoje é o dia do meu casamento! 

E ainda mais, hoje também é o casamento do meu melhor amigo e da minha irmã. Não tem como o dia estar melhor... 

Eu estava com um vestido branco. Ele era grande e arrastava no chão e tinha várias pedrinhas trabalhadas pelo vestido, tinha um decote bem legal na frente mais parecendo um coração, ele era um pouco colado no começo, mas depois ele ia abrindo (foto da multimídia)... Meu cabelo estava preso em um coque bem bonito o que deixou minha nuca livre, e mostrando mais o decote nas costas. 

Minha irmã estava ao meu lado arrumando o véu. 

Ela estava muito linda. Seu vestido era estilo sereia o que realçava bastante as curvas de seu corpo. O vestido era bem decotado na frente, mostrando um pouco mais seus seios ( foto da multimídia). Seus cabelos não estavam cacheados, dessa vez ela optou por fazer uma coisa diferente. Ela fez uma escova deixando uns cachinhos na ponta. 

- Estão prontas? - pergunta a mulher que contratamos para a decoração da igreja e do buffet. 

- Sim - respondemos as duas juntas. 

Ficamos de frente uma para a outra...

- Você está linda Maninha... Estou tão feliz! Eu nunca vou esquecer esse dia... Eu te amo! Quero que você seja muito feliz... - Bia faz uma pausa e fecha os olhos para controlar as lágrimas que estavam querendo sair. 

- Não, não chora! Se não eu choro também! Não podemos borrar a maquiagem - falo fazendo ela rir. - Eu também te amo irmã, eu não tenho palavras pra descrever o quanto eu estou feliz! Eu também nunca vou esquecer esse dia! E olha você... Esta maravilhosa como sempre... Quero que você tenha toda a felicidade do mundo! 


Respiramos fundo e nos afastamos um pouco. Ela estava de frente para uma porta e eu de frente para outra. Pegamos os nossos buquês e então as portas se abriram. 

Nisso todos os convidados se levantaram e olharam para nós. 

A música começou e fomos caminhando devagar em direção ao altar onde estava nossos futuros maridos. 

Olhavamos para alguns convidados e abriamos um breve sorriso... Até que chegou em uma convidada que eu não esperava...



- Mãe? - sussurrei. 

A mesma me olhou, abriu um lindo sorriso e limpou as lágrimas num paninho que estava segurando. 

Chegamos ao altar e a música foi diminuindo aos poucos... Jungkook desceu os degraus e se posicionou ao meu lado oferecendo o braço para mim. Ele estava muito lindo (MAIS?!KKK) ele estava vestido do terno preto, e estava muito cheiroso, seu cabelo estava de lado. Ele usava um brinco discreto. E estava com o rosto vermelho. 

Suas mãos estavam entrelaçadas as minhas. Ambas estavam quentes. Olhei para o lado e vi minha irmã ao lado de Jimin. Ele também estava muito lindo ( dnv: mais?!) Ele estava de terno assim como o Kook. Seu cabelo loiro estava divido no meio deixando os fios loiros formarem uma pequena curva parecendo ondas na lateral de  sua cabeça. 

Os convidados se sentaram e a cerimônia começou. 

- Caros amigos, estamos aqui reunidos para testemunhar a uniam desses dois casais: Ana Beatriz Müller e Park Jimin e Emilly Müller e Jeon Jungkook...

E assim foi... O padre falou sobre vários assuntos, dentre eles: a importância da honestidade num relacionamento, a  sinceridade de um para com outro, e do amor verdadeiro...

- Tem alguém aqui que é contra a essas uniões? Fale agora ou cale-se para sempre...

Momento tenso... Nós quatro que estávamos no altar olhamos para trás e apenas vimos os convidados se olhando e cochichando, mas ninguém se pronunciou... 

- Então assim está feito... 

Então logo em seguida entrou a filhinha da minha secretária, trazendo as alianças. 

Ela parou perto dos degraus do altar com a almofadinha na mão. Jimin e Jungkook desceram e pegaram, ambos, os pares de aliança. 

Quem se declarou primeiro foi minha irmã e Jimin. 

- Eu, Ana Beatriz Müller, aceito você, Park Jimin, como meu legítimo esposo. Prometo amá-lo e respeitá-lo durante todos os dias da minha vida. Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. E prometo sempre honrá-lo e fazê-lo feliz, assim como você me faz. - minha irmã diz, colocando a aliança no dedo anelar da mão esquerda de Jimin e o olhando nos olhos. 

- Eu, Park Jimin, aceito você, Ana Beatriz Müller, como minha legítima esposa. Prometo amá-la e respeitá-la durante todos os dias da minha vida. Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. E prometo sempre honrá-la e fazê-la feliz, assim como você me faz. - fala Jimin colocando a aliança do dedo anelar da mão esquerda da Bia. Ele beija sua mão e ambos olham para nós. 

- Agora são vocês -sussura o padre. 

- Eu, Emilly Müller, aceito você, Jeon Jungkook, como meu legítimo esposo. Prometo amá-lo e respeitá-lo durante todos os dias da minha vida. Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. E prometo sempre honrá-lo e fazê-lo feliz, assim como você me faz. - falo colocando a aliança devagar em seu dedo e o olhando. Ele não parava de sorrir e seus olhos estavam brilhando. 

- Eu, Jeon Jungkook, aceito você, Emilly Müller, como minha legítima esposa. Prometo amá-la e respeitá-la durante todos os dias da minha vida. Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. E prometo sempre honrá-la e fazê-la feliz, assim como você me faz. - ele diz colocando a aliança no meu dedo. Eu estava emocionada. Queria chorar feito um bebê, mas seguirei e apenas uma lágrima escapou. 

Jungkook a enxugou com seu dedo polegar e sorriu para mim. 

- Agora eu os declaro, marido e mulher. Podem beijar as noivas.  

Eu olhei para o Jungkook com malícia s o mesmo sorriu. Passei meus braços em volta de seu pescoço. Ele me puxou pela cintura e finalmente selou nossos lábios. 

Nos separamos por respeito aos convidados e fomos caminhando para fora da igreja assim como o Jimin e a Bia. 

Nós, quatro, entramos na limosine e fomos direto para o salão onde iria ocorrer a festa. 

Assim que chegamos, alguns convidados já estavam lá. 

A festa foi gostosa.  Nos divertimks muito. Dançamos, demos muitas risadas, tiramos muitas fotos, conversmos com nossos parentes que não víamos a anos. Enfim... 

Tudo foi perfeito....

- Então, MARIDO onde vamos passar a lua de mel? - pergunto. 

- É surpresa! 

- Hum... E vocês aonde vão passar? - pergunto. 

- Eu também não sei... O Jimin também não quis me contar! - responde a Bia 


Depois de alguns minutos...

- Se dispeça de seus familiares, porque temos que ir! - sussurra Jungkook em meu ouvido. 

E assim o faço... E depois vou até minha irmã e Jimin. Os abraço....

- Tchau... Até... - falo acenando para eles assim que entro em outra limosine. Está agora era a "básica" que o Jungkook tinha. 

- Espero que esteja preparada, porque eu não vou ter dó... - Jungkook sussurra em meu ouvido enquanto põe a mão por baixo do vestido e passando a mão em minha coxa até chegar perto da minha intimidade. 

- Eu estou Daddy...



Notas Finais


Foi isso gente, espero que tenham gostado...
N esqueça de comentar quero saber oq acharam😊😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...