História Um amor (quase) impossível - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Kanon de Gêmeos, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio
Tags Atena, Cavaleiros De Ouro, Shaka
Visualizações 35
Palavras 683
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite!
Adiantando o capítulo..
Boa leitura...

Capítulo 13 - Desencontros


Fanfic / Fanfiction Um amor (quase) impossível - Capítulo 13 - Desencontros

Saori:

Quando a guerra acabou, voltamos pra terra...meus cavaleiros estavam muito feridos, inclusive o Seiya que foi ferido pela estrada de Hades... Assim que chegamos ao santuário eles foram levados diretamente para o hospital e eu desci até o templo de virgem...quando entrei estava todo destruído, mas ainda podia sentir o seu perfume...sei que o seu sacrifício foi em prol da humanidade, mas também sei que foi por mim...Como eu me sinto culpada de ter ido com Hades, hoje você poderia estar aqui comigo... Abro a porta da Sala das Árvores Sala gêmeas e vejo sua flor de Lótus vazia...me lembro quando eu vim metidar com você...o seu jardim está destruído...quando recebo tres pétala nas minhas mãos...estava escrito EU TE AMO...eu não me aguento e choro....como dói não te ter mais aqui comigo... Eu te amo tanto...por causa dessa maldita castidade não pude me entregar a você antes que pudesse partir... Sinto um cosmo se aproximar de mim e quando vejo era Zeus, meu pai...

Zeus:. Não chore minha filha! ( Limpa as minhas lágrimas)

- Ah, Pai!! Sinto tanta falta dele! ( Eu chorei nos seus ombros)

Zeus: Filha isso vai passar!! Você a partir de agora terá uma nova vida! Estou te liberando da castidade, afinal quero netos e muitos netos pra eu mimar... 

Quando ouvi aquilo eu não acreditei...

- Você é muito egoísta sabia!? ( Eu o encarei com raiva). Como ele pode me liberar depois do meu Shaka ter morrido...

- Não sou não, minha filha...não podia deixar você usufruir dos prazeres terrenos, com uma guerra pronta a estourar... Mas não importa outros amores virão e você será feliz.. ( Ele se despediu e foi embora). Agora quem não quer nada sou eu...me manterei casta pra sempre... Me levanto e volto ao 13 templo...deixando meu coração é a minha alma ali, no sexto templo.

Dois meses se passaram e a minha infelicidade não passava...voltei a estudar, conheceu alguns rapazes mas nada fazia eu esquecer o meu amor... Seiya ficou mais um mês internado e meu pai junto  com Asclépio  o deus da medicina conseguiram curá-lo e hoje vive tranquilamente... No mês seguinte ele me chamou pra sair me pediu em namoro...eu não queria aceitar, mas conversei com minha amiga Shunrei que já estava namorando o Shiryu e acabei aceitando...eu não gostava dele mas me abrindo pra outro relacionamento talvez esqueceria meu loiro..

Nosso namoro estava ficando cada vez mais sério, ele é muito respeitador nunca avançou o sinal...sinto que ele tem desejos mas eu ainda não estou pronta... 3 anos depois na minha festa de formatura...estou dançando na pista sozinha, já que Seiya tinha ido buscar um suco...vejo um rapaz de terno e loiro...meu coração acelera e vou até lá...quando o toco não era ele... Três anos se passaram e só restou a saudade...preciso virar essa página, ele nunca voltará mesmo... Eu e Seiya ficamos noivos a pouco tempo e daqui a uns dois danos casaremos... Seiya chego e pego o suco lhe dando um beijo...

Shaka:

Assim que acordo com meu sono eterno, me vejo novamente no sexto templo...e ele estava todo inteiro...não acredito que revivi...me levanto correndo e abro a porta do templo...vejo meus amigos se abraçando...eu corro e os abraço...Vejo Dite gritando que estava vivo, e Milo também...esses tagarelas estavam de volta... Quando olho para o 13 templo saio correndo, precisava ver como meu amor estava... Antes deu chegar lá em cima encontro uma serva dela e ela me diz que Sairia havia saído...tinha ido no baile de sua formatura...ela me explica mais ou menos onde era, corro para meu templo, escolho um terno...estava meio empoeirado e parto para o salão... Quando chegava cada vez mais perto meu coração acelerava...não sei por quanto tempo permaneci morto mas quero acreditar que ela não esteja com ninguém... Quando entro a procuro, estava lotado e a vejo aos beijos com Seiya...isso cortou meu coração...pelo visto ela se livrou da lei da castidade...fico feliz por ela...abaixo minha cabeça e volto para o santuário...Encontro com alguns amigos, mas não estava muito a fim de papo, subo até meu templo, troço de roupa e vou dormir amanhã terei um dia cheio...


Notas Finais


O que Shaka fará agora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...