História Um amor (quase) impossível - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Kanon de Gêmeos, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio
Tags Atena, Cavaleiros De Ouro, Shaka
Visualizações 71
Palavras 1.674
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite...
Segue mais um capítulo...
Obrigada a todos pelo carinho...

Capítulo 15 - A entrega


Fanfic / Fanfiction Um amor (quase) impossível - Capítulo 15 - A entrega

Saori:

Depois de quase um dia inteiro de viajem chego ao hotel e deixo minhas malas no quarto e saio para uma rua bastante movimentada...a chamada rua do comércio...está lotada... Paro e não sinto mais o cosmo dele... Mas como...se o seu cosmo me trouxe até aqui... Fico desesperada, perdi o meu amor...tento encontrá-lo novamente mas ele sumiu...

- Procurando por alguém?

Ao ouvir essa voz eu tremo...meu coração parece que vai explodir...

- Shaka!

Tenho medo de olhar e não ser ele...eu me viro...meu loiro estava lindo como sempre a minha vontade é abraça-lo e beija--lo mas não sei o que viu ou o que ele pensa...

Shaka:

Eu sabia que ela viria.. mas me encontro magoado e ela está namorando eu não posso me intrometer no meio dos dois... Mas quando eu aviso tão linda esqueço de tudo só quero no meus braços.. matar uma vontade que tenho a muito tempo...meu coração acelerou...quando ela se aproximou...

- Meu amor, podemos conversar!?

Quando ela me chamou de seu amor eu me arrepiei todo...

- Claro! Eu estou hospedado aqui perto, vamos? 

Ela ficou ao meu lado e eu pude sentir o perfume dela novamente e como era bom... Sinto seu braço esbarrar no meu e sentir novamente o calor do seu corpo e uma sensação inexplicável...como pode a presença dela me desconcertar. Abri a porta do meu quarto...

- Só não repare! As coisas aqui na Índia são bem simples... ( Disse a ela).

- Não se preocupe! 

Ela passou por mim, entrou e fechei a porta... Coloquei minha bolsa do sofá e fiquei em pé esperando ela começar a falar...quando sou surpreendido com uma abração dela...

- Senti tanto a sua falta meu amor! 

Eu saí do abraço dela, embora estivesse gostando...

- Diz que sente minha falta mas está com outro? Realmente eu não entendo!

- Meu amor!( Ela me abraçou por trás...) Eu sei que eu errei, mas tente me entender...você morreu e não havia nenhum indicaticativo que você voltaria..Seiya me pediu em namoro, eu aceitei por pena dele afinal ele arriscou a sua vida pra me salvar!

- E eu o que eu fiz? Morri por você! Desculpe eu não devia ter falado isso!

- Eu jamais queria que isso tivesse acontecido. Eu queria você  ao meu lado pra sempre...

- Me perdoa! É você quem eu amo!

- Mas está com ele!

- Não estou mais... Eu terminei com ele antes de virar falar com você! Tudo que eu mais quero é ficar com você! E viver tudo que não vivemos a três anos atrás..  Se eu soubesse que você voltaria eu nunca tinha aceitado ficar com ele.

- Mas ficou!!! Sabe Saori, mesmo naquele inferno onde fiquei, não deixei de pensar em você um só dia... Lá não temos noção de tempo e nem de espaço...quando fomos pra Asgard lutar contra Loki, eu queria tanto te ajudar mas não podia..e depois que enviamos nossas armaduras voltamos para nosso descanso eterno.. O ugar onde fiquei e pra onde vão os sábios...e lá eu pude pensar muito no que foi a minha vida aqui na terra durante todos esses anos e decidi ser uma pessoa diferente e  parar de me cobrar tanto...sou humano e não um deus... Mas quando chego a vejo nos braços de outro...como quer que eu me sinta?

- Me perdõe, nada do que eu disser irá fazer você mudar sua opinião, é uma pena nosso amor acabar assim, com licença...

Quando ela estava saindo eu a puxo pelo braço e colo seu corpo ao meu...olho nos seus olhos... E vejo que ela falava a verdade...eu a beijo.. um beijo ardente, exigente é carregado de desejo... esperávamos por isso a muito tempo... Passo a mão pelos seu cabelos sedosos e com a outra apertava a sua cintura e a trazia mais para perto de mim.. nossas línguas se entrelaçam suavemente num intenso prazer...se explorando e se conhecendo... Ele parou o beijo e ela ainda estava de olho fechado...

- Porque parou? ( Ela perguntou)

- Desculpe mais não posso! ( Eu a respondi).

Saori:

Nunca estive tão certa do que eu teria em toda a minha vida...eu não o deixaria escapar de mim...sinto que ele quer o mesmo que eu..e nosso amor merece... Me aproximo dele e sussurro em seu ouvido...

- Quero ser sua!

Sinto seu corpo arrepiar e tremer...lhe faltou ar...

- Meu amor, me faça sua mulher! Sei o que está pensando...mas eu me guardei pra você esse tempo todo...meu pai me liberou mas eu iria manter meu cinto de castidade pra sempre...porque só quero ser de uma pessoa... VOCÊ ! Eu o beijo calorosamente e sou retribuída... Logo em seguida ele começa morder meu pescoço dando pequenos chupões, eu não me importava queria ser marcada pelo meu amor... E volta a me beijar mais profundamente... 

- Você tem certeza que é isso mesmo que quer? ( Me perguntou olhando nos meus olhos)

- Sim! Me faça sua mulher, como sempre sonhei...

Ele me beija novamente e vamos nos beijando até o quarto...ele me olha e com os dedos faz com que a alça do meu vestido vá descendo pelo meu braço até o vestido cair por completo...eu não uso sutiã apenas uma calcinha pequena vermelha... Ele fica me olhando alguns segundos...

Shaka: 

Fico olhando aquela mulher linda, o meu amor...me sinto um homem privilegiado por ela ter se guardado pra mim...seus seios eram lindos,grandes e redondinhos com os mamilos rosados e os bicos já durinho de tanto prazer...eu a olho e vejo que ela está com vergonha ..eu me aproximo e olho nos seus olhos...

- Não precisa ter vergonha de mim meu amor, você é linda!

Me abaixei um pouco comecei a chupar  seus seios eram uma delícia e com a outra mão eu acariciava a outra...senti ela gemer e sorri... Dava umas leves puxadas no meu cabelo.. volto a beija--lo enquanto minhas habilidosas mãos descem em direção a sua intimidade úmida e começo a massagear por cima da calcinha e a sinto totalmente úmida e entregue...eu não resisto e sinto um gemido ...nos olhamos e sorrimos entre um beijo e outro...já estava perdendo o controle sobre meu corpo... Eu tiro a sua calcinha com cuidado, não queria rasga-la e volto a beija--lo é minhas mãos voltam a área de sua intimidade... E a massagista novamente ..ela estava tão exitada que acabou gozando na minha mão..  retiro a minha mão encharcada com o seu mel e mostro pra ela...

- Está vendo como seu corpo reage ao meu!  ( Eu lambi meus dedos e volto a beija--lo). Depois do beijo eu a olho novamente..

- Não é justo só você estar nua...me ajude a tirar minha roupa... Ela se aproxima e coloca suas mãos na minha blusa e me ajuda a tirar... Percebo o seu olhar...para os peitos, meus braços. Eu sorrio...e guio a sua mão até  a minha calça e mesmo nervosa e tímida  começa a abrir os botões e a braguilha descendo a peça lentamente.. eu me movimento pra que ela acabasse de cair...e fico só com a minha cueca box branca, que ficou muito evidente o meu avantajado membro...Ela fica parada olhando...

- Só vai ficar olhando?

Eu me aproximo dela e novamente coloco suas mãos  na barra elástica da Boxer...e ela instintivamente e tirou a peça .. ficou parada e maravilhada com o que via...grande , grosso e magestoso... E pareceu delicioso, ela olhou para mim e lambeu os lábios.. ela volta a me beijar e segura o  meu membro om força, arrancando um gemido meu... Depois elampassou a caricia-lo e logo em.seguida começou a fazer movimentos de vai e vem..eu estava indo a loucura... Segurei a mão dela, parando aquela torturante delícia e ainda de pé, eu a virei de costas e com a mão esquerda segurei novamente um de seus seios e com a direita voltei a massagear a sua entrada molhada...ela estava quente e gemia a cada toque, sentia a minha dura masculinidade emmsuas nádegas é isso a deixava mais exitada...eu a virei para mim e a beijei com muito desejo...fui fazendo uma trilha de beijos pelo seu corpo e a cada beijo ela gemia.. fui beijando delicadamente a virilha até que cheguei ao clitóris e comecei a lambe-lo. Ela estremeceu estava enlouquecida....eu a peguei colo e a deitei na cama não adianta mais postergar... Eu a beijei novamente e olhei no seus olhos...

- Amor, voce vai sentir uma dor, mas eu prometo que vai passar! Só preciso que você relaxe, pois a última coisa que quero é te machucar... Confia em mim... Eu me posicionei no meio de suas pernas e as abri mais um pouco... Eu coloco a cabeça da minha virilidade na entrada úmida dela e começo a penetra-la...eu ligado nas expressões dela...vou colocando bem de vagar quando sinto algo se romper...era a sua pureza, ela não mentiu pra mim... Pude perceber que ela estava sentindo dor...eu entrelaço minhas mãos nas dela e vou colocando de vagar...quando finalmente consigo colocar tudo ela dá um grito era um misto de dor e prazer... Eu paro e a olho...

- agora vou precisar me movimentar, digo carinhosamente... Quero que relaxe e deixe que eu faça tudo, não se preocupe que não vou lhe machucar...eu jamais faria isso, meu amor..

Eu a beijo e nossas línguas se enroscam numa deliciosa dança...logo volto a chupar seus seios e começo a me movimentar e sinto que ela está cada vez mais exitada e isso era bom...aos poucos fui aumentando a velocidade para não machuca-la ..lágrimas saíam do rosto dela e eu a beijava cada vez mais  e fui aumentando o ritmo da estocadas eu estava enlouquecendo...chegamos ao apto juntos...eu ainda dentro dela a puxei para um abraço e fiz um carinho em.seu lindo rosto e ficamos ali alguns minutos eu dentro dela e ela me sentindo.. . Eu a deitei e sai cuidadosamente e ela soltou um gemido... Vi o lençol com uma mancha de sangue...eu a beijei e a levei até o banheiro... enquanto ela tomava banho eu troquei o lençol...e fui tomar banho com ela...

- Obrigada meu amor! ( Ela disse)

Nos beijamos é nós secamos..deitamos na cama nus, puxei um lençol e nos cobrimos.. e fomos dormir, um nos braços do outro...



 



Notas Finais


Como eles acordarão?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...