História Um amor quase impossivel - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Amor, Vkook
Visualizações 19
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


vcs tão achando a fanfic seria demais?;^;

Capítulo 2 - Prosposta


Fanfic / Fanfiction Um amor quase impossivel - Capítulo 2 - Prosposta

Pov Taehyung


acordo no dia seguinte olhando pro teto já soltando um suspiro pesado, me sento na cama jogando meus cabelos pra trás pensando na proposta que me fora feita, me levanto ainda com meu corpo meio mole, tiro toda a minha roupa e entro debaixo do chuveiro quente sentindo meus músculos tensionados relaxarem, passo algum tempo debaixo do chuveiro e saio depois de trinta minutos la dentro, olho pra minha lâmina em cima da pia esquecida pelo tempo e balanço a cabeça levemente me distraindo de pensamentos negativos, me visto com meu terno preto e vou a caminho da mansão dos Jeon, abro a porta com a chave que tinha e vou direto pro escritório do Sr.jeon, bato três vezes na porta logo depois escutando um "entre"

Sr.jeon:- Kim que surpresa agradável te ver aqui sente-se ...pensou na proposta que te fiz ontem?

o olho com a expressão seria e me sento sobre a poltrona a frente da sua mesa, olho pro mais velho e abro um pequeno sorriso no meu rosto

-eu pensei e repensei muito na sua proposta senhor jeon, mas uma duvida tomou a minha cabeça ligeiramente hoje de manhã.. pq o senhor, um dos mais renomados da Coréia do Sul chamaria um simples estágiario da empresa pra morar com o senhor?

Sr.jeon: - em certa parte da sua pergunta voçê tem razão kim, mas eu não te considero um simples estágiario, você é o estagiario mais eficiente da empresa e o que mais trabalha de certa forma, não sei pelo que você passa dentro de sua residência e não gosto de fofocas como você bem sabe,ouvi seus companheiros cochichando algo sobre sua vida ontem pela parte da manhã e não gostei muito do que ouvi poque eu ja havia lhe dito que se precisasse de ajuda poderia recorrer a mim independente do que seja, isso não quer dizer que estou te tratando de forma desigual dos outros nem que você é mais especial, mas só quero lhe ajudar e queria que aceitasse porque assim também ficaria mais fácil de dar aulas ao jungkook, e também pode fazer companhia pra ele ja que ele não sai de casa pra nada.

suspiro pesado olhando o mais velho

o senhor ja sabia que eu aceitaria cert? por isso colocou jungkook no meio dessa proposta.

- foi esperto de sua parte senhor jeon..muito bem eu aceito sua proposta, quando posso trazer minhas coisas pra ca?

Sr.jeon: -hoje se puder vou ter quje fazer uma viagem com a senhora jeon e não quero deixar jungkook sozinho..se importa de ficar com ele taehyung?

-não, é claro que não ficarei com ele, sabe quanto tempo ficarão fora?

o olho curioso e um pouco corado pelos pensamentos pevertidos que rodavam minha cabeça

Sr.jeon:- por volta de duas semanas eu acho

- duas semanas?
arregalo os olhos

sr.jeon: - sim ue, eu preciso de folga também Kim Taehyung

fala rindo

- ok então

falo sem graça

-então eu posso voltar pra casa pra arrumar minhas coisas?

Sr.jeon: - deve e não sei se quando vc chegar estarei em casa somente para avisa-lo

acinto com a cabeça e me levanto fazendo a reverencia pro mais velho saindo do escritório

 

POV jeon jungkook

havia acordado não muito cedo naquele dia, faço minhas higienes matinais e me visto com uma roupa confortável que havia achado no guarda-roupa, desço pra tomar cafe e vejo minha omma se sentando a minha frente, presto atenção nas palavras da mesma, fico um pouco cabisbaixo ao saber que eles iriam viajar e me deixariam aqui somente com a governanta, subo pro escritório do meu appa e escuto toda a conversa que ele teve com o Tae, abro um sorrio bobo no rosto e quando escuto passos proximos saio correndo pro escritorio ao lado, olho pra fora e o vejo se distanciando e solto um suspiro aliviado

 

-quase morri agr meu deus

 

coloco a mão no coração o sentindo disparado, respiro fundo e passo quase correndo pelo escritório do meu appa, corro e pulo nas costas do Tae o fazendo parar e segurar minhas coxas o que me fez ficar corado

Taehyun: -por que fez isso?

- não posso mas demonstrar carinho pelo meu professor favorito?

Taehyung:- de certo modo não, deveria demonstrar respeito isso sim não pular nas minhas costas jungkook
fala voltando a andar 

-não vai me soltar?

taehyung: -não, vc vai me ajudar na mudança e ja falei com seu appa

- mudança? pra onde vai?

falo me fingindo de desentendido, ele ri fraco

Taehyun:- sabia que é feio mentir jungkook?

- não sei do que você está falando, eu não minto, nem sei mentir, sou um anjo puro

falo rindo baixo

taehyung: rio fraco da fala do menor -vou fingir que acredito em você jungkook

-eu sou santo sim, foi a omma que falo

Taehyun: - sua omma fala tudo pra te agradar jungkook  vc sabe disso

-eu sei que você é chato

falo descendo do seu colo adentrando a casa dele, não era muito grande mas também não era muito pequena, dentro da casa pude perceber que havia uma suite, entro no quarto do mesmo vendo varias fotos em cima de seu criado mudo, vou caminhando até o banheiro que era até bem organizado e percebo um objeto acima da pia um tanto fino

- Tae o que é essa coisinha fina aqui?

grito e vejo o mesmo chegar correndo me puxando pelo pulso me fazendo ficar colado ao seu corpo

Tae: -não toca nisso, isso corta e pode te machucar

-então pq está em cima da sua pia sendo que machuca?

Tae: -pq eu uso quando tento me aliviar

-aliviar do que sendo que te machuca TaeTae?

Tae: -não vamos falar disso agr ta? depois eu te explico isso..agora vem aqui me ajudar a arrumar minhas roupas por favor

acinto com a cabeça

-posso fazer outra pergunta?

Tae: -fala jungkook

-quem é aquela mulher na foto?

Tae: -minha avó 

-onde ela ta?

Tae: -ela morreu jungkook, está em um lugar melhor...espero

-entendi...

o olho e o ajudo a terminar de arrumar suas coisas

-TaeTae vc vai mora com a gente agora?

TaeTae: -vou sim, algum problema com isso?

-não é isso, é que eu achei que não gostasse muito de mim 

taetae: -eu gosto de vc, de forma carinhosa jungkook só não sei demonstrar esse tipo de coisa.

fecho minha boca com a fala do mesmo o ajudando a colocar as roupas dentro da mala

 

 

continua?

 

 

 


Notas Finais


continua ou para?
vcs realmente estão gostando ou tenho mudar algo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...